Licitações

Publicado em: 28/11/2013 |Comentário: 0 | Acessos: 25 |

          Licitação é o procedimento administrativo para contratação de serviços ou aquisição de produtos pelos entes da Administração Pública direta ou indireta (DI PIETRO 2010). No Brasil, para licitações por entidades que façam o uso de verba pública, o processo é regulado pela Lei nº 8.666/93.

            A Lei 8.666 é uma Lei Federal Brasileira, criada em 21 de julho de 1993. Estabelece normas gerais sobre licitações e contratos administrativos pertinentes a obras, serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações e locações no âmbito dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. A Lei 10.520, de 2002, instituiu o pregão no ordenamento jurídico brasileiro, para aquisição de bens e serviços comuns.

            O ordenamento brasileiro, em sua Constituição Federal de 1988, em seu artigo 37, inciso XXI, determinou a obrigatoriedade da licitação para todas as aquisições de bens e contratações de serviços e obras, bem como para alienação de bens realizados pela Administração no exercício de suas funções.

           "Como alicerce de todo ordenamento jurídico-positivo, os princípios revelam o conjunto de preceitos vitais e estruturais do Direito, considerando-se a importância no ordenamento jurídico e por ser o art. 3º da Lei 8.666/93 o alicerce de todos os outros dispositivos." (Motta, 2004, p.42)

            Segundo o mesmo doutrinador, destacam-se os seguintes princípios:

            a) Princípio da Legalidade: significa que o administrador público está, em toda sua atividade funcional, sujeito aos mandamentos da lei e as exigências do bem comum;

            b) Princípio da impessoalidade: está intrinsecamente ligado ao princípio da legalidade e ao da igualdade, pois o agente público é defeso praticar atos em seu proveito ou no de terceiros.

            c) Princípio da igualdade: revela-se quando a Administração Pública dispensa aos licitantes o mesmo tratamento. 

            .

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/doutrina-artigos/licitacoes-6845884.html

    Palavras-chave do artigo:

    licitacoes

    ,

    lei 8 666 93

    Comentar sobre o artigo

    O presente trabalho tem como premissa mostrar os principais temas disciplinados pelo Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC), o sigilo do orçamento público, a contratação integrada e a modalidade pregão para obras, acentuando seus problemas e avanços tendo em vista a lei geral denominada Estatuto das Licitações e Contratos Administrativos.

    Por: SISLAINE ANDRADE GARCEZl Direito> Legislaçãol 21/07/2014 lAcessos: 30
    Laine Reis Araújo

    A licitação na sua prática é uma técnica burocrática por isso a administração pública tenta simplificar esse procedimento, fazendo com que os funcionários públicos entendam o processo como uma forma de compra como uso comum e dinâmico. Burocracia são normas e normas são leis, por isso o procedimento de licitação baseia-se na lei nº 8.666 de 1993, que estabeleceu normas gerais sobre licitações e contratos administrativos pertinentes a obras, serviços, compras, alienações e locações.

    Por: Laine Reis Araújol Direito> Legislaçãol 28/12/2012 lAcessos: 220

    IRREGULARIDADES EM LICITAÇÕES DO PAC COM APOIO DO JUDICÁRIO? E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA?

    Por: João Abilio dos Santosl Direito> Jurisprudêncial 03/02/2010 lAcessos: 315 lComentário: 1
    Diógenes Lima Neto

    Não faz muito tempo, um internauta nos questionou acerca da possibilidade (ou não) de se realizar licitações sigilosas. A questão girava em torno de um ponto que colocamos em uma de nossas apresentações postadas no Scribd, a saber: "uma licitação, por definição, não pode ser sigilosa, mas detalhes técnicos de seu objeto podem". E a pergunta de nossa colega era, exatamente, onde estava a sustentação legal para tal afirmação.

    Por: Diógenes Lima Netol Negócios> Gestãol 17/09/2010 lAcessos: 1,248

    ALGUNS do Judiciário das Varas da Fazenda, alguns dos Tribunais de Contas e ALGUNS das Administrações Públicas, insistem em fazer interpretações desonestas e fraudulentas na Lei das Licitações, chegam ao cumulo de criar Polêmicas para sedimentar irregularidades para dirigir licitações. Interpretações fraudulentas, polêmicas conspiratórias, devem ceder em FACE de Lei.

    Por: João Abilio dos Santosl Direito> Doutrinal 23/02/2011 lAcessos: 137
    Rizzardo Advogados

    "Será que uma empresa que causa vários problemas para diversos municípios em processos licitatórios pode continuar livremente participando de licitações de outros entes da nossa República?"

    Por: Rizzardo Advogadosl Direito> Direito Tributáriol 18/09/2013 lAcessos: 33

    A filosofia da produção enxuta (Lean Production) é obter um melhor resultado nos processos de produção e serviços dentro ou fora de uma organização utilizando todos os recursos tecnológicos e humanos.

    Por: Prof. Paulo Barreto dos Santosl Negócios> Administraçãol 29/01/2009 lAcessos: 25,546 lComentário: 6

    O Legislador optou por classificar distintamente o tipo e a modalidade de licitação. São duas ordens de classificação às quais se submetem quaisquer procedimentos licitatórios (Rosa, 2011, p. 75). Conforme o mesmo doutrinador, as modalidades referem-se principalmente ao volume das transações em questão, e secundariamente às características do objeto da licitação. São as seguintes modalidades elencadas na Lei 8.666/93: Concorrência; Tomada de Preços; Convite ou Carta Convite; Leilão; Concurso.

    Por: anabel hinterholzl Direito> Jurisprudêncial 28/11/2013 lAcessos: 28
    Edson Augusto Flogner

    Licitações e contratos administrativos é um tema de grande interesse aos setores públicos e privados, e nesse pequeno artigo dou uma visão geral do que trata esta importante ferramenta utilizada pelos ente públicos para a realização de contratos com as empresas privadas.

    Por: Edson Augusto Flognerl Negóciosl 10/11/2009 lAcessos: 3,180

    Não raras vezes, os sócios das pessoas jurídicas de responsabilidade limitada a utilizam para obter vantagens pecuniárias mediante fraude, abuso de poder ou violação à Lei ou ao contrato social, graças à autonomia que o atual Código Civil lhes conferiu.

    Por: Rafael Rossi Morescol Direito> Doutrinal 18/09/2014
    Rafael Antonio Pinto Ribeiro

    SUMÁRIO 1. CLASSIFICAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES. 2. OBRIGACOES DE MEIO. 3. OBRIGACAO DE RESULTADO. 4. CONCLUSAO. 5. REFERENCIAS

    Por: Rafael Antonio Pinto Ribeirol Direito> Doutrinal 14/09/2014
    Rafael Antonio Pinto Ribeiro

    SUMÁRIO. 1 TEORIA DA IMPREVISÃO. 1.1. CONCEITO. 1.2. REQUISITOS. 2 TEORIA DA SUPERVENIENCIA. 2.1. CONCEITO E REQUISITOS. 3 CONCLUSÃO. 4 REFERENCIAS

    Por: Rafael Antonio Pinto Ribeirol Direito> Doutrinal 14/09/2014
    Rafael Antonio Pinto Ribeiro

    Sumário. 1. INTRODUÇÃO. 2. RAZAO DA EXISTENCIA DOS TITULOS DE CREDITO. 3. CARACTERISTICAS DOS TITULOS . 4. SAQUE OU EMISSAO, ACEITE, AVAL E ENDOSSO.5. IMPOSSIBILIDADE TECNICA DE INCLUSAO EM DOCUMENTOS ASSINADOS DIGITALMENTE. 6. CONCLUSAO E CRITICA

    Por: Rafael Antonio Pinto Ribeirol Direito> Doutrinal 14/09/2014
    Rafael Antonio Pinto Ribeiro

    Direito Ambiental. Órgão de Atuação. IAP. Atuação e História. Controle de infrações. Conceito de Direito Ambiental. O Direito Ambiental é a área do conhecimento jurídico que estuda as interações do homem com a natureza e os mecanismos legais para a proteção do meio ambiente.

    Por: Rafael Antonio Pinto Ribeirol Direito> Doutrinal 14/09/2014
    Rafael Antonio Pinto Ribeiro

    Consultoria e modelo de contrato de lavra de empresa de sociedade por responsabilidade limitada

    Por: Rafael Antonio Pinto Ribeirol Direito> Doutrinal 14/09/2014
    Rafael Antonio Pinto Ribeiro

    Estudo baseado no livro "Temas de Psicologia Jurídica" de Leila Maria Torraca de Brito. Nele é possível adquirir uma visão mais amplificada da utilização da Psicologia jurídica dentro da aplicação do Direito.

    Por: Rafael Antonio Pinto Ribeirol Direito> Doutrinal 14/09/2014
    Rafael Antonio Pinto Ribeiro

    Direito Romano. Conjunto de regras, que regem a sociedade romana desde as suas origens.

    Por: Rafael Antonio Pinto Ribeirol Direito> Doutrinal 14/09/2014

    SARTIGO CONFECÇIONADO PARA A CADEIRA DE INTRODUÇÃO A PESQUISA, SENDO A RESPEITO DO ARTIGO DE POLITICA DE COTAS.

    Por: anabel hinterholzl Direito> Doutrinal 02/12/2013 lAcessos: 27

    Segundo Araújo (2010), o procedimento é de natureza administrativa e sendo obrigatório o qual antecede as contratações da Administração. Sendo que será realizada a Concorrência tendo em vista o valor estimado da contratação, art. 23 da mesma Lei.

    Por: anabel hinterholzl Direito> Jurisprudêncial 28/11/2013 lAcessos: 29

    O Legislador optou por classificar distintamente o tipo e a modalidade de licitação. São duas ordens de classificação às quais se submetem quaisquer procedimentos licitatórios (Rosa, 2011, p. 75). Conforme o mesmo doutrinador, as modalidades referem-se principalmente ao volume das transações em questão, e secundariamente às características do objeto da licitação. São as seguintes modalidades elencadas na Lei 8.666/93: Concorrência; Tomada de Preços; Convite ou Carta Convite; Leilão; Concurso.

    Por: anabel hinterholzl Direito> Jurisprudêncial 28/11/2013 lAcessos: 28

    Vinculação ao instrumento convocatório, Julgamento objetivo, Da adjudicação compulsória, Da ampla defesa, Obrigatoriedade das licitações, Dispensa e inexigibilidade

    Por: anabel hinterholzl Direito> Doutrinal 28/11/2013 lAcessos: 22

    Breve exposição sobre os principios gerais das licitações. Impessoalidade, legalidade, igualdade, moralidade, probidade e da publicidade.

    Por: anabel hinterholzl Direito> Jurisprudêncial 28/11/2013 lAcessos: 29

    Dentre um estudo do Direito Administrativo desde o seu nascimento, com o Estado de Direito, até os dias atuais, verifica-se que, o objeto do Direito Administrativo tem variado no tempo e no espaço e que vários tem sido os critérios adotados para sua conceituação.

    Por: anabel hinterholzl Direito> Doutrinal 12/11/2013 lAcessos: 15

    Artigo que descreve sobre a formação do Direito Administrativo. Basicamente, o Direito Administrativo, como um ramo autônomo, teve início ao lado de Direito Constitucional e demais ramos do Direito Público, já na fase do Estado Moderno.

    Por: anabel hinterholzl Direito> Doutrinal 12/11/2013 lAcessos: 35

    Breve parte do Direito Administrativo publicado na monografia. O conceito de Direito Administrativo pode ser elaborado de várias maneiras distintas, dependendo das informações coletadas através de diferentes doutrinadores.

    Por: anabel hinterholzl Direito> Doutrinal 12/11/2013 lAcessos: 21
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast