Sistema Administrativo

Publicado em: 16/07/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 3,746 |

 1- Introdução:

 

Este estudo tem por objetivo abordar, de forma resumida,  o conceito de Sistema Administrativo, bem como demonstrar os sistemas existentes.

Além disso, irá demonstrar como funciona a sistemática do sistema administrativo no Brasil.

 

2- Conceito de Sistema Administrativo

 

Conceito: Sistema administrativo consiste em um regime adotado pelo Estado para o controle dos atos administrativos ilegais ou ilegítimos praticados pelo Poder Público.

 

3- Tipos de Sistemas Administrativos

 

Existem dois tipos de Sistemas Administrativo que são o Sistema Inglês e o Sistema Francês.

O Sistema Inglês é aquele que é adotado pelo Brasil. Neste sistema todos os litígios seja ele de natureza privada ou pública deveram ser levados ao Poder Judiciário para serem resolvidos.

No Sistema Francês existe a chamada Jurisdição Especial do Contencioso Administrativo formada por tribunais de índole administrativa e a Jurisdição Comum formada por orgãos do Poder Judiciário.

 

4-  O Sistema Administrativo do nosso país

 

No Brasil foi adotado o Sistema Inglês em que todos os litígios sendo eles na esfera administrativa ou não podem ser resolvido com a intervenção do Poder Judiciário. Por exemplo, seu um servidor for condenado em processo administrativo disciplinar, este pode ainda recorrer ao Poder Judiciário.

Isto ocorre em razão do Princípio da Inafastabilidade de Jurisdição o qual o Poder Judiciário não pode se abster de julgar litígios que envolvam lesão ou ameaça a direito.

 

4.1 Legislação

Este fundamento constitucional está disposto no Artigo 5 da Constituição Federativa do Brasi de 1988l:

 

"Art. 5º-(...)

XXXV- A lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito."

 

4.2 Controle de Legalidade

 

A Administração Pública tem o poder de anular ou revogar seus próprios atos, entretanto resta ao Poder Judiciário efetivar o controle da legalidade dos atos administrativos.

Portanto as decisões administrativas não fazem coisa julgada administrativa, tendo o administrado sempre a opção de recorrer ao Poder Judiciário para obter uma decisão definitiva.

 

5 - Considerações Finais

 

Importante ressaltar que existe no nosso ordenamento jurídico três hipóteses que se exige a utilização da via administrativa como pressuposto para que o administrado tenha acesso ao poder judiciário.

5.1 –  Jusitça Desportiva

A primeira delas é a que está prevista no artigo 217, parágra 1º da Constituição Federal, quando se exige o esgotamento das instâncias da "jusitça desportiva" para ingressar no judiciário.

Assim dispõe a Constituição:

 

"Art. 217- (...)

§ 1º- O Poder Judiciário só admitirá ações relativas á disciplina e às competições desportivas após esgotarem-se  as instâncias da justiça desportivas, reguladas em lei."

Importante ressaltar que apesar do nome "justiça desportiva" os seus órgãos são de natureza administrativa. 

 

5.2- Ato Administrativo que contrarie Súmula Vinculante

 

Esta matéria versa sobre os atos administrativos que contrarie o disposto em Sumula Vinculante. Segundo a legislação em vigor, o artigo 7º, parágrafo 1º da Lei 11.417/2006 , a ação ou omissão do ato administrativo que contrarie Sumula Vinculante, só poderá ser objeto de impugnação por Reclamação Constitucional, após esgotadas as vias administrativas.

 

5.3 – Habeas data

 

            A jurisprudência tem firmado o entendimento de que é indispensável para ingressar com a Ação de Habeas Data a prova do anterior indeferimento do pedido de informação de dados pessoais, ou da omissão em atendê-lo.

            Para melhor consulta remetemos o leitor ao julgado do STF, HD 22/DF, rel. Min. Celso de Mello, 19.09.1991 e o livro dos brilhantes escritores Marcelo Alexandrino e Vicente Paulo, Direito Administrativo Descomplicado, 18ª edição, Revista e Atualizada – ano: 2010.

 

6 – Conclusão e Ponto de Vista

 

            Apesar de o Brasil adotar o Sistema Inglês o qual todos os atos podem passar pelo crivo do Poder Judiciário, e que conforme dispõe a Constituição Federal, o Estado não pode deixar de apreciar as demandas que lhe são propostas,  venho levar a tona o problema do congestionamento do judiciário.

            No meu entendimento o Sistema Francês pode ser uma solução, tendo em vista que os atos administrativos ficam sujeitos à chamada jurisdição especial do contencioso administrativo, formado por tribunais desta índole. 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/doutrina-artigos/sistema-administrativo-2843191.html

    Palavras-chave do artigo:

    sistema administrativo brasileiro

    Comentar sobre o artigo

    A estrutura do Sistema Educacional Brasileiro é resultado de uma série de mudanças ao longo da história da educação no Brasil. Ao desenvolver este trabalho foi fundamental a concepção dos aspectos sobre as fases e contextualização deste sistema na seleção dos conteúdos e até na estruturação deste trabalho.

    Por: Alexandrel Educaçãol 26/05/2011 lAcessos: 1,357

    O Estado é o responsável pela manutenção do sistema penitenciário e em razão disto deve buscar mecanismos que possam permitir o efetivo cumprimento da pena imposta para se evitar desta forma a prática de novos ilícitos.

    Por: Paulo Tadeu Rodrigues Rosal Direito> Doutrinal 19/04/2011 lAcessos: 475

    O trabalho apresenta o sistema orçamentário brasileiro, descreve as principais características das leis orçamentárias: o Plano Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes (LDO) Orçamentárias e a Lei Orçamentária Anual (LOA). Veremos que o sistema orçamentário é baseado no planejamento de médio e longo prazo, mas o processo decisório é de curto-prazo, pois a preocupação parece está em agradar a base de apoio do governo e não na população. O planejamento e a qualidade do gasto ficam em segundo plano.

    Por: Maria Josilene Meneses Freitasl Negócios> Gestãol 22/08/2011 lAcessos: 231

    Conhecer os Princípios constitucionais da administração pública, conhecido como a LIMPE mais a importância dos Princípios da Razoabilidade/Proporcionalidade e da Finalidade.

    Por: Átila dos Santos Serpal Direito> Doutrinal 20/10/2012 lAcessos: 69
    Jeová Rodrigues Barbosa

    O Legislativo, Executivo e Judiciário brasileiro podem estar contaminado com o vírus da corrupção. É um agente perigoso, porque, pode atacar as bases e as estruturas do organismo administrativo da nação, tornando um ambiente de gestão, uma ameaça para as pessoas sadias.

    Por: Jeová Rodrigues Barbosal Notícias & Sociedade> Polítical 26/02/2012 lAcessos: 62
    Milton da Paz Aragão Júnior

    O Artigo procura instigar um questionamento sobre a cassação de mandato, atentando nas possibilidades de agressão ao princípio democrático do voto, sempre partindo de estudos na Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, nossa carta magna, apontando seu posicionamento sobre o tema. Levantando e analisando criticamente exemplos de mandatos cassados no país, tentaremos nos posicionar diante desse assunto e elaborar incontinenti uma solução cabível.

    Por: Milton da Paz Aragão Júniorl Direitol 03/10/2009 lAcessos: 328 lComentário: 1

    A falência do sistema penitenciário brasileiro é uma realidade inegável, com a qual a sociedade convive e que gera insegurança e desconfiança no papel do Estado como executor de políticas penais. Pretende-se demonstrar a importância da adoção das parcerias público-privadas no âmbito do sistema prisional brasileiro, para que seja alcançada a consecução dos direitos humanos nos moldes como eles se encontram previstos na legislação pátria em relação ao sistema prisional.

    Por: Sonia de O S Baccarinil Direito> Doutrinal 16/02/2012 lAcessos: 822

    o presente artigo trata de maneira sucinta acerca das empresas públicas e sua atuação na atividade econômica e na prestação de serviços públicos

    Por: Eduardo Guerral Direito> Doutrinal 29/03/2012 lAcessos: 254

    O presente trabalho tem como objetivo tratar do controle de constitucionalidade das leis, tema esse de extrema e fundamental importância entre os operadores do direito. Busca-se, de forma simples, expor o conceito, a idéia e as noções gerais sobre o assunto ora tratado, tanto para aqueles que começam a longa caminhada no universo do direito quanto para aqueles que atuam de longa data na área.

    Por: NELSON FLAVIO FIRMINOl Direito> Doutrinal 11/02/2010 lAcessos: 1,956
    André Silva Barroso

    O presente trabalho trata sobre os títulos de crédito eletrônicos e a possível descaracterização do princípio da cartularidade, onde, para uma melhor compreensão sobre tal instituto, buscou-se um estudo sobre seu conceito, características e princípios. Num segundo estágio foi-se abordado os títulos de crédito eletrônicos, que surgiram pelos avanços tecnológicos principalmente pelo advento da internet.

    Por: André Silva Barrosol Direito> Doutrinal 05/12/2014
    Liziane Mont'Alverne de Barros

    A "judicialização da política" ou "politização da justiça" na composição dos cenário das ciências jurídicas e sociais nos diversos países do mundo e seus efeitos na expansão do Poder Judiciário no processo decisório das democracias contemporâneas. O presente artigo tem por escopo promover uma análise crítica do desenvolvimento desse fenômeno que vem sendo desenvolvido pelo Órgão de Cúpula do Judiciário – STF.

    Por: Liziane Mont'Alverne de Barrosl Direito> Doutrinal 04/12/2014

    O código civil concede ao testador o direito não só de instituir herdeiro ou legatário em primeiro grau, mas também o de lhes indicar substituto.

    Por: DÉBORA LUCIANO DE ALMEIDAl Direito> Doutrinal 03/12/2014 lAcessos: 11

    CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO É um mecanismo previsto na lei civil, que pode-se valer o devedor que queira desonerar-se e que esteja em dificuldades para o fazer.

    Por: Fernando Bartoli de Oliveiral Direito> Doutrinal 01/12/2014

    Artigos 1962, 1963 e 1814 do Código Civil É o ato de manifestação da vontade do autor da herança que exclui da sucessão, um herdeiro necessário, tipificando, nos permissivos legais, a sua vontade. Dá-se por testamento somente.

    Por: Thais Luz Firminol Direito> Doutrinal 29/11/2014 lAcessos: 12

    A conquista, o governo e a manutenção do Estado são preocupações centrais do pensamento maquiaveliano. Essa tríade tem de ser mantida custe o que custar, ainda que para tanto não se observem questões de ordem ética e moral, pelo menos, a moral e a ética medievais e da Itália renascentista. O bom governante tem de manter o Estado e, para tanto, dadas as circunstancias tem que agir hora pela força, hora pela razão e outras vezes deve saber conjugar ambas, só assim conseguirá governar.

    Por: FRANCISCO ESDRAS MOREIRA ROCHAl Direito> Doutrinal 28/11/2014 lAcessos: 11

    O Direito Sucessório Brasileiro, disciplinado pelo Código Civil Brasileiro de 2002, prevê dois tipos de sucessão hereditária que podemos nos deparar quando da abertura da sucessão, qual seja: sucessão legítima e sucessão testamentária, acerca desta, mais especificamente sobre sucessão testamentária na forma pública, que discorremos no presente trabalho.

    Por: Arthur Sarilhol Direito> Doutrinal 28/11/2014

    O presente artigo objetiva fazer uma análise sobre o crime de estupro mediante a realização da perícia médico-legal. Sabe-se que, uma vez consumado o crime, a realização da perícia é de suma importância, a fim de que seja apurada a realidade mais próxima dos fatos que ocorreram. Embora não seja prova completa da ocorrência do crime, o laudo médico obtido pelo exame de corpo de delito é a prova mais profunda para a constatação do mesmo.

    Por: danilol Direito> Doutrinal 27/11/2014 lAcessos: 14
    GLAUBER MOREIRA B. DA SILVA

    Este artigo tem por objetivo demonstrar alguns pontos relevantes da nomeação à autoria, dentre elas conceito, prazo e forma processual de apresentação.

    Por: GLAUBER MOREIRA B. DA SILVAl Direito> Doutrinal 20/07/2010 lAcessos: 1,414
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast