A Contribuição De Arquimedes Para As Ciências Exatas

Publicado em: 30/05/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 6,997 |

A CONTRIBUIÇÃO DE ARQUIMEDES PARA AS CIÊNCIAS EXATAS

Profº Raul Enrique Cuore Cuore

RESUMO

Este trabalho trata da contribuição de Arquimedes para a matemática teórica, física, descobertas para aplicação da ciência na vida diária, no campo militar e de produção.

Palavras-chave: Ciência; Matemática; Pesquisa.

INTRODUÇÃO

Arquimedes (287-212 A.C), nasceu em Siracusa, antiga Magna Grécia e hoje Sicília. Foi um famoso matemático e inventor grego. Escreveu importantes obras sobre matemática, geometria plana e espacial, e mecânica.

Estudou em Alexandria, cidade cultural do Egito Antigo, após esse período voltou a sua região natal onde desenvolveu seus trabalhos e pesquisas nas diversas áreas das ciências exatas.

UM POUCO DA VIDA DE ARQUIMEDES

Arquimedes passou grande parte da sua vida na Sicília, Siracusa e arredores, dedicando-se à pesquisa e aos experimentos.

Depois de um período estudando em Alexandria, cidade considerada como foco do conhecimento onde se reuniam os mais importantes sábios da época, voltou para Siracusa, antiga Magna Grécia, onde viveu pelo resto da sua vida.

Durante a conquista da Sicília pelos Romanos esteve a serviço das autoridades do governo local colocando suas invenções mecânicas a disposição do exército para a defesa de Siracusa.

Entre os vários aparatos militares cuja invenção lhe é atribuída, encontram-se a catapulta e um sistema de espelhos que incendiava embarcações inimigas ao focá-las com os raios do sol. Esta ultima invenção é considerada por muitos como uma lenda, pois já se tentou reproduzir este fato com diversos espelhos planos e esféricos sem sucesso.

Ao redor da vida de Arquimedes existem muitas lendas e até hoje não se sabe, de forma certa, como ele morreu. Uma das varias versões da sua morte é citada no artigo do site Biblioteca Virtual (2007):

“Durante a conquista da Siracusa, na Segunda Guerra Púnica, foi assassinado por um soldado romano que o encontrou desenhando um diagrama matemático na areia. Conta-se que Arquimedes estava tão absorto em suas operações que ofendeu o intruso ao dizer-lhe: “Não desmanche meus diagramas”“.

AS CONTRIBUIÇÕES DE ARQUIMEDES PARA A MATEMÁTICA E FÍSICA

Arquimedes contribuiu para a matemática através dos seus estudos sobre matemática pura e calculo integral. Destacou-se também na geometria estudando áreas e volumes de figuras sólidas curvas e sobre as áreas de figuras planas.

Na Física Arquimedes também realizou estudos importantes. Em mecânica, definiu a lei da alavanca e é considerado o inventor da polia composta. Durante a sua permanência no Egito, inventou o “parafuso sem fim” para elevar o nível da água, porém é conhecido principalmente por ter enunciado a lei da hidrostática, o chamado Principio de Arquimedes.

Felizmente muitas das suas obras sobre matemática e mecânica foram preservadas, entre elas o Tratado dos Corpos Flutuantes, Arenario e Sobre o Equilíbrio dos Planos.

CONCLUSÃO

Arquimedes alem de ser um matemático e inventor genial, estava muito a frente da sua época. Dedicou-se até o ultimo momento da sua vida à pesquisa e estudo da ciência matemática.

Não é por acaso que o seu nome encontra-se junto aos dos grandes matemáticos que passaram por diversas épocas da historia da humanidade.

Muitos bons exemplos podem-se tirar desses homens que fizeram a historia da matemática. Principalmente para nós, que como Professores, temos o dever de transmitir o conhecimento adquirido durante muitos séculos às futuras gerações.

REFERÊNCIAS

BIBLIOTECA VIRTUAL. Arquimedes. Disponível em: <http://www.bibliotecavirtual.com.br>. Acesso em: 30 set. 2007.

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 8 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/a-contribuicao-de-arquimedes-para-as-ciencias-exatas-945001.html

    Palavras-chave do artigo:

    ciencia matematica pesquisa

    Comentar sobre o artigo

    A matemática como um instrumento social e de cidadania deve-se assegurar com forte fundamentação conceitual para não ser transformada em forma instrumentalizada ou folclórica e sem desenvolver o raciocínio lógico e a capacidade de pensar onde os alunos não apenas memorizem, mas que evoluam no saber crítico e mostrar a matemática como um saber ligado a vida e a história dos seres humanos.

    Por: Ana Carolinal Educação> Ciêncial 25/10/2010 lAcessos: 395

    Nesse trabalho procuramos apresentar alguns critérios para melhor ensinar e aprender matemática, onde oferecem algumas práticas já conhecidas pela maioria dos professores e que em função do ambiente e de outros fatores acabam sendo esquecidas. Posicionamos alguns fatos sobre a importância da Matemática e os acontecimentos com os alunos ingressantes no ensino superior, especificamente os conceitos e aplicações da matemática financeira.

    Por: Carlos Alberto Cabellol Educação> Ensino Superiorl 16/10/2010 lAcessos: 944

    Este trabalho trata-se de uma pesquisa qualitativa, que tem como objetivo identificar quais as tendências didático-pedagógicas para o ensino de geometria, a partir dos trabalhos apresentados nos anais dos VIII e IX ENEM's. Na tentativa de mostrar quais as abordagens estão sendo utilizadas para o ensino de geometria, levando em consideração os Encontros Nacionais da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, que é um evento conceituado na área de Educação.

    Por: Eliane Nascimentol Educação> Educação Onlinel 12/11/2013 lAcessos: 121

    Esse artigo é um relato de experiência de um projeto aplicado na modalidade EJA envolvendo a modelagem matemática a qual tem o objetivo de interpretar e compreender os mais diversos fenômenos do nosso cotidiano. Uma metodologia alternativa que proporcionou aos educandos junto com a arte do mosaico, benefícios para o seu processo de aprendizagem, como por exemplo, motivação, facilitação da aprendizagem, preparação para futuras profissões, desenvolvimento do raciocínio, desenvolvimento do aluno c

    Por: Jaqueline Rampazzol Educação> Ciêncial 22/11/2011 lAcessos: 205
    Leocádia Karache

    O presente trabalho surgiu da preocupação com o repensar do processo educacional, voltado ao ensino da matemática, onde através de recursos ministrados na aula, pode-se ter alunos ativos e participantes, para isso é preciso que haja mudanças na preparação do processo ensino-aprendizagem desses alunos. Partindo desse princípio, este trabalho tem como objetivo investigar a etnomatemática como recurso na disciplina de matemática.

    Por: Leocádia Karachel Educação> Educação Infantill 03/11/2014 lAcessos: 68
    Regivaldo Cláudio de Freitas

    O objetivo central do trabalho é promover uma discussão estabelecendo paralelos entre a forma como a Matemática é tradicionalmente trabalhada (como forma de exclusão) e a Matemática Libertadora a serviço da transformação social. E, discutir a importância da integração da tecnologia ao currículo. Os principais autores utilizados foram Vygotsky e Ubiratan D' Ambrósio. A metodologia utilizada baseia-se no paradigma hermenêutico cuja pesquisa é de natureza qualitativa.

    Por: Regivaldo Cláudio de Freitasl Educação> Ensino Superiorl 29/01/2012 lAcessos: 953

    Este é um Trabalho de Conclusão de Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis do Instituto de Ciências Humanas e Sociais – UFMT/CUR/ICHS.O interesse pela temática foi despertado por meio da minha participação ativa no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, nas atividades da prática na sala de aula na escola pública conveniada e, ao mesmo tempo, nas disciplinas estudadas no curso de Pedagogia durante os anos de forma

    Por: Roselene Batista Gill Educaçãol 26/11/2014

    A resolução de problemas é um método importante e fundamental para o desenvolvimento do raciocínio lógico e cognitivo do aluno e para o ensino da Matemática, visto que em sala de aula constata-se um uso exagerado de regras e procedimentos desinteressantes e rotineiros que não desenvolvem a criatividade e a autonomia em Matemática de alunos e professores.

    Por: Suellen Hipolito Vieiral Educação> Ensino Superiorl 07/02/2011 lAcessos: 7,502 lComentário: 1

    O objetivo deste trabalho é demonstrar que o uso de recursos didáticos variados e a montagem de espaço lúdico para descobertas da matemática, estão aliados ao desenvolvimento de múltiplas inteligências em crianças de 4 a 6 anos.

    Por: Rosimar Nádila O. Saraival Educação> Educação Infantill 19/10/2010 lAcessos: 1,819

    Com o advento da globalização, a educação é tida como o maior recurso de que se dispõe para enfrentar essa nova estruturação mundial. Objetiva-se evidenciar a importância dos alunos encontrarem na escola não só evidências de seu próprio mundo, mas também aparato capaz de os "cunharem" para uma participação social plena e não "fatiada", como sugere o estudo por disciplinas. Jovens e adultos, público cada vez mais informatizado, exige que as disciplinas deixem de ser apresentadas de forma isolada.

    Por: KÁTIA CÉLIA FERREIRAl Educaçãol 18/12/2014

    A expressão artística faz parte da história humana desde os tempos mais remotos. Sendo assim, a Arte é um dos modos de conhecimento ao qual os estudantes devem também ter acesso, assumindo-se como sujeitos capazes de apreciação estética e criação artística, articuladas aos processos e mediações da cultura contemporânea. Diante das mudanças pelas quais o ensino-aprendizagem de Arte passou, vê-se a necessidade de discorrer a respeito da presença desta disciplina no currículo escolar, revendo sua i

    Por: KÁTIA CÉLIA FERREIRAl Educaçãol 18/12/2014

    Sabe-se que a educação é responsável pela formação do aluno enquanto cidadão, de maneira a prepará-lo para a vida em sociedade, para que saiba atuar criticamente nesse meio. Assim, a escola inclusiva busca complementar a formação do aluno por meio das relações de convivência, uma vez que conviver com o diferente é parte desse processo de formação, até porque, como já mencionamos, é na escola que o aluno desenvolve seus aspectos cognitivos, motores e psicológicos.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    As revela à existência de ações políticas e sociais que possam concretizar e promover a efetividade da inclusão social da pessoa com necessidade educacional especial. Vejo que a sociedade deve compreender como se dá o processo de ensino-aprendizagem da criança com Síndrome de Down na Educação Básica, as dificuldades enfrentadas e as possibilidades e mecanismos de reconhecimento e aceitação dessas limitaçõ

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    No processo de inclusão a escola propõe a conviver com o "diferente", aceitá-lo, auxiliá-lo, e muitas vezes aprender algo com essas crianças. Entretanto para oferecer uma inclusão verdadeira é preciso entender as particularidades das crianças, mediar a socialização de forma que todos trabalham para o aprendizado de cada uma delas, em benefício de todos. Pretendo contribuir com as discussões éticas e educacionais que envolvem a formação da criança Down por meio da educação.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    A educação escolar é um dos contextos em que a criança aprende e desenvolve-se nos aspectos cognitivos, emocional e social. Por isso a necessidade de incluir a criança com necessidades especiais na escola, pois atender a todos é parte do processo educativo, por isso a diversidade cultural e outras questões sociais precisam ser vivenciadas também em sala de aula.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    Apresento algumas características que identificam a criança Down, o conceito de Educação Inclusiva e Educação básica, e da diversidade na educação. Relacionam-se aspectos positivos da inclusão da criança Down na Educação Básica e como deve acontecer essa inclusão, enumerando as dificuldades no processo de inclusão da criança Down na Educação Básica. Conceitua-se a Síndrome de Down e sua identificação, bem como o tratamento e a motivação para inserir a criança com deficiência na Educação Básica.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    O estudo realizado teve como foco principal compreender os avanços no processo de construção do conhecimento dos alunos de uma turma de 3º ano, através dos jogos matemáticos, priorizando, desse modo, a ludicidade no ensino. A pesquisa foi desenvolvida durante o estágio realizado pela acadêmica e pesquisadora junto a uma turma de 3º ano.

    Por: Luziane Da Silva Costal Educaçãol 15/12/2014 lAcessos: 16
    Profº Raul Cuore

    A Vantagem do uso dos métodos computacionais em cálculo numérico é enorme. Com a popularização de computadores de baixo custo e de alta capacidade de processamento, praticamente todas as áreas de exatas tem feito uso cada vez mais intensivo dos métodos e técnicas computacionais na resolução de problemas, para os quais as soluções manuais são impraticáveis e/ou imprecisas. Este trabalho tenta dar uma visão geral sobre as vantagens dos softwares e simulações computacionais em relação ao cálculo numérico.

    Por: Profº Raul Cuorel Educação> Ciêncial 29/07/2009 lAcessos: 5,693 lComentário: 2
    Profº Raul Cuore

    Antes de nada devemos entender que inclusão é a nossa capacidade de entender e reconhecer o outro e, assim, ter o privilégio de conviver e compartilhar com pessoas diferentes de nós. A educação inclusiva acolhe todas as pessoas, sem exceção. É para o estudante com deficiência física ou mental, para os superdotados, todas as minorias e para a criança que é discriminada por qualquer outro motivo.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 09/07/2009 lAcessos: 12,380
    Profº Raul Cuore

    A energia irradiada pelo sol se encaixa dentro das alternativas de fontes renováveis. O aumento das populações urbanas e a industrialização exigiram necessidades crescentes de energia. Aprimorar a eficiência dos aparelhos e a das técnicas para a obtenção de energia é o plano mais essencial para a criação de um sistema de energia seguro para o clima. É importante também mudar para combustíveis que poluam menos o meio ambiente, como é o caso da energia solar e eólica, ou ainda a combinação de produção de calor e energia, tudo isto tem um papel importante.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 02/07/2009 lAcessos: 11,018 lComentário: 1
    Profº Raul Cuore

    Ética e ciência, esta discussão necessita previamente passar pela concepção filosófica de “ser humano”, ‘ética’ e ‘ciência’. Na perspectiva existencialista, o homem é um ser capaz de autodeterminação, ou seja, ser sujeito do conhecimento e da ação. Em conseqüência, no campo ético, tudo aquilo que tira ou diminui essa dimensão de sujeito é considerado violência. Por sua vez, a ciência moderna ocidental contém em si um amplo projeto de dominação: da natureza, de si mesmo e do outro. Portanto, uma ciência ética só é possível a partir de uma nova postura diante da própria ciência e dos valores da sociedade.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 19/06/2009 lAcessos: 22,437 lComentário: 5
    Profº Raul Cuore

    A possibilidade da Educação a Distância também criou novos universos para os Educadores que nela irão desenvolver o seu trabalho. O Educador tem consciência que além da plataforma virtual os momentos presenciais se tornam de suma importância, tanto que, as grades dos cursos oferecidos prevêem estes encontros.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 14/06/2009 lAcessos: 443
    Profº Raul Cuore

    A violência e agressividade na juventude sempre existiram, mais atualmente estão tomando proporções incontroláveis. Existe uma necessidade urgente de retomar os valores morais e éticos que estão se tornando esquecidos pela juventude ou às vezes, tratados como obsoletos e fora da realidade. Este trabalho tem como objeto mostrar um pouco desta realidade que aflige a sociedade como um todo.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 30/05/2009 lAcessos: 5,485 lComentário: 2
    Profº Raul Cuore

    O processo de atenção na sala está intimamente ligado à forma com a qual o professor prepara e expõe suas aulas, sendo ele o responsável não só pelo cumprimento da grade curricular como intermediário entre o conhecimento e o aluno, procurando uma linguagem que se identifique com o dia-a-dia do mesmo. Deste modo, neste trabalho será analisado o desenvolvimento da atenção na aprendizagem escolar.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 30/05/2009 lAcessos: 2,773 lComentário: 1
    Profº Raul Cuore

    Para abordar as diferenças históricas entre a Probabilidade e a Estatística e importante compreender e relacionar o surgimento destas duas áreas da Matemática, assim como inseri-las no contexto do Ensino Superior na atualidade, no deixando de lado que com o advento da informática e o uso de planilhas eletrônicas, um novo ferramental é oferecido para a aplicação destas disciplinas.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 30/05/2009 lAcessos: 6,520 lComentário: 1

    Comments on this article

    1
    luciano 24/08/2009
    achei muito fera......
    vlew!!!!
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast