A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA SOCIEDADE COMTEMPORÂNEA

Publicado em: 01/12/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 3,349 |

INTRODUÇÃO

 Sabe-se que a leitura é um dos mais importantes fatores no processo de desenvolvimento intelectual, e que através dela o individuo contribui para seu enriquecimento pessoal como também para sua própria compreensão do mundo, visto que o crescimento econômico e social de uma nação depende em grande parte do grau de instrução de seu povo. Ler é ampliar a percepção, é ser motivado à observação de fatos que antes passavam despercebidos, enfim ler bons livros é capacitar-se para ler a vida.

A leitura é essencial, indispensável. Não existe vida fechada, e a vida aberta é a vida daquele que enxerga, mas não enxergar no sentido de apenas estar vendo cores, o ambiente, mas enxergar sabendo o que está enxergando, conhecendo o que se vê, não sendo analfabeto funcional, mas lendo, fazendo a leitura de mundo, fazendo a leitura de vida.

Segundo Paulo Freire a leitura do mundo precede sempre a leitura da palavra. O ato de ler se veio dando na sua experiência existencial. Primeiro, a "leitura do mundo do pequeno", mundo em que se movia; depois, a leitura da palavra que nem sempre, ao longo da sua escolarização, foi a leitura da "palavra mundo".  

No que se refere à alfabetização, segundo Freire, não basta ensinar apenas os códigos de leitura e escrita, mas também relacionar os estudantes capazes de compreender o significado dessa aprendizagem, para usá-la no dia a dia de forma a atender as exigências da própria sociedade. Em outras palavras, segundo ele mesmo, promover o Letramento.

 A importância da leitura para a construção do conhecimento

 Antigamente a leitura era considerada simplesmente um meio de receber uma mensagem importante. Hoje em dia, porém a pesquisa definiu o ato de ler como um processo mental de vários níveis e que contribui muito para o desenvolvimento da inteligência.

Por essa razão a leitura é uma forma exemplar de aprendizagem, é também um dos meios mais eficazes de desenvolvimento da linguagem e da personalidade.

Ela possibilita uma melhor compreensão do mundo, permitindo ao indivíduo uma visão crítica da realidade. Aquele que não critica apenas assimila não forma sua opinião própria, repete apenas o que recebe. Por isso, não é por acaso que as sociedades menos desenvolvidas e mais dominadas são as que não lêem, são aquelas que admitem o analfabetismo com naturalidade.

Por esses e outros motivos é que a leitura e os livros devem estar constantemente presentes na vida das pessoas, não bastando apenas completar a sua educação escolar. A tarefa do futuro é a educação permanente, ou melhor, a auto-educação permanente.

 Os bons leitores gostam de ler

O mais importante da leitura é encontrar o livro certo, no momento certo, para a pessoa certa, livros que satisfaçam o interesse de vários grupos diferentes de pessoas, devendo-se respeitar a escolha do leitor, pois quando se lê o que gosta, faz-se com prazer, do contrário, o comportamento mais comum é recorrer a outros tipos de passatempo ou informação, ou seja, contentar-se com a ociosidade intelectual. Qualquer pessoa que leia meia hora por dia ficará surpreendida com os grandes progressos que fará na leitura.O interesse é a pedra de toque do progresso, do prazer e da utilidade da leitura. É o gerador de toda a atividade voluntária de leitura.

 Pressupostos para a introdução á leitura

O primeiro refere-se à significação de um ambiente cultural na formação do leitor. Desde muito pequeno os alunos podem "ler" textos de formas não literárias: quando o professor ler para a classe, quando o aluno conta as suas vivências na roda, quando o aluno ouve o colega contar ou descrever algo, quando o aluno ouve uma cantiga e sua letra, quando o aluno lê ilustrações de um livro, quando tem acesso constante aos livros da sala ou da biblioteca, quando sabe que a leitura é uma atividade valorizada pelo professor, essas e outras estimulações despertará o gosto pela leitura desde muito cedo.

Outro pressuposto refere-se aio grau de complexidade do texto e das atividades com os textos. Não se deve poupar o aluno de novos desafios. A função da escola é ensinar novidades, é ampliar o repertório do aluno com a exposição de maior diversidade de gêneros textuais. A dosagem e a experiência devem ser planejadas considerando que a formação do leitor é um processo de amadurecimento. Quanto antes começar mais sentido fará na vida do leitor.

Cuidados especiais e métodos para o ensino da leitura

 Na idade pré-escolar e nos primeiros anos de escola, contar e ler histórias em voz alta, falar sobre livros de gravuras é muito importante para o desenvolvimento do vocabulário, e mais importante ainda para a motivação da leitura.

No processo de alfabetização é preciso encontrar meios para se evitar a leitura mecânica de sílabas e palavras para que se possa obter maior compreensão. A praticada leitura silenciosa se compreende melhor quando se lê em silêncio.

É importante salientar também que praticar a leitura exige naturalmente alguns cuidados, principalmente quando essa prática é em sala de aula. O professor deve se atentar para fatores fundamentais como, por exemplo, a timidez do aluno, que obviamente pode prejudicar sua leitura perante o restante da classe. Assim, se no momento em que o aluno estiver lendo, já nervoso e os colegas começam a rir dele, além de causar desconforto ao aluno, dependendo da reação do próprio professor, este aluno poderá adquirir até mesmo um bloqueio, causando prejuízo o seu processo de leitura. O professor, portanto, deve tomar muito cuidado para não cometer erros, principalmente por se tratar de algo tão complexo que é a leitura em sala de aula.

 Enfim se os efeitos da leitura fossem conhecidos e reconhecidos de um modo geral, os indivíduos responsáveis, as autoridades e a sociedade fariam mais para desenvolver a motivação e o interesse da leitura e para criar hábitos permanentes de leitura.

 Considerações Finais

 Portanto, o que se pode concluir é que a leitura amplia os horizontes do conhecimento e faz com que o indivíduo viaje no mundo das idéias permitindo-lhe uma visão crítica do mundo real.

Porém a que se concluir também que a leitura desprovida de crítica pode levar a simples aceitação mecânica dos argumentos e situações. Por isso é de fundamental importância desenvolver as capacidades críticas juntamente com as capacidades da leitura.

Enfim, a leitura é o melhor meio de impedir o perigoso raciocínio em "preto e branco", (o bem contra o mal) de contrabalançar os instrumentos de persuasão e manipulação subconsciente, pois ler é trocar, ler não é só receber. Ler é comparar as experiências narradas pelo escritor, comparar o próprio ponto de vista dele, recriando e idéias e revendo conceitos.

 

 REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

BAMBERGER, Richard. Como Incentivar o Hábito de Leitura. São Paulo: Ática, 1995.

KLEIMAN, Ângela. A concepção escolar da Leitura: oficina de leitura (teoria e prática) São Paulo: Pontes Editores, 1993.

_________ Aspectos cognitivos da leitura. Campinas, São Paulo: Pontes Editores, 1989.

 FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 29. ed. São Paulo: Cortez, 1994.

 ________ Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. (coleção Leitura)

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/a-importancia-da-leitura-para-a-construcao-do-conhecimento-na-sociedade-comtemporanea-3767615.html

    Palavras-chave do artigo:

    leitura

    ,

    conhecimento

    ,

    realidade

    Comentar sobre o artigo

    A pesquisa apresenta uma análise das dificuldades de aprendizagem na leitura no ensino fundamental. esta pesquisa serve para nos orientar para projeto de monografia do curso de pedagogia.

    Por: maria aparecidal Educação> Educação Infantill 12/12/2011 lAcessos: 4,691

    Este estudo originou-se de uma experiência docente proporcionada pelo GEEMPA (Grupo de Estudos sobre Educação, Metodologia de Pesquisa e Ação) que, em parceria com o Ministério da Educação (MEC), objetiva alfabetizar crianças consideradas "desafiadoras" por não estarem inseridas na norma adequada de idade para a alfabetização. Dada a importância da aprendizagem da leitura e escrita para a plena inserção social, constata-se como fundamental investigar e compreender as contribuições da Psicopedago

    Por: Rafaela Falcãol Educação> Educação Infantill 19/10/2011 lAcessos: 304

    Este artigo tem o objetivo de mostrar algumas reflexões acerca da temática da prática da leitura. Verifica-se a suma importância da leitura como requisito básico para a sociedade em que se vive, para aquisição de novos graus de ensino e para a interação entre indivíduo e o que se lê. Reconhecer a importância da leitura e incentivar a formação do hábito de ler na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, deve ser papel primordial de todos os envolvidos no processo educacional de um indivíduo. Neste sentido, a leitura passa a ser um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. O presente artigo apresenta conceitos que ressaltam a leitura, enfoca a importância do contato da criança desde cedo com o livro e dá algumas dicas para se desenvolver o hábito de ler.

    Por: NEILA DE SOUZA SILVAl Educaçãol 05/07/2009 lAcessos: 20,007 lComentário: 2
    RONALDO CAMPELLO

    RESUMO O objetivo principal desta revisão é discutir a importância da leitura no universo escolar e além dele, no sentido de compreender a leitura como passaporte para a formação de sujeitos portadores de seu próprio protagonismo cultural. Ler é um hábito de poucos, ler, além de proporcionar um melhor entendimento do mundo nos trás a realidade e também nos transporta para fora dela, é a chave que nos conduz a mundos extraordinários e também nos torna críticos, céticos.

    Por: RONALDO CAMPELLOl Educação> Educação Infantill 14/09/2010 lAcessos: 8,059

    A leitura e a escrita são caminhos importantes que levam ao desenvolvimento do conhecimento, e por consequência, o progresso pessoal e profissional.

    Por: Lucivanda Mira Coêlhol Educação> Ensino Superiorl 20/01/2011 lAcessos: 9,073
    Alana Sardinha Freitas

    O artigo relata experiências vivenciadas numa escola de Educação Infantil na cidade de Itapetinga, Ba, durante a aplicação de um Projeto de Leitura"Histórias Infantis no Contexto da Pré-escola: Janelas Abertas Para Novos Leitores",com objetivo de despertar nas crianças hábitos de leitura e um olhar crítico sobre o mundo. Contribuindo para o desenvolvimento da autonomia, da criatividade, das múltiplas habilidades, o uso das potencialidades na realização das atividades propostas. Apresenta ainda o

    Por: Alana Sardinha Freitasl Educação> Educação Infantill 31/10/2011 lAcessos: 1,992
    Evilasio Ferreira de Sousa

    Aprender a ler o mundo é uma prática fundamental, a leitura e a escrita e uma pratica que contribui para a formação de cidadãos capazes de enfrentar a dominação econômica,social,cultural. Quando começamos a organizar os conhecimentos adquiridos, a partir das situações que a realidade impõe então estamos procedendo à leitura; A linguagem tem como objetivo principal a comunicação sendo socialmente construída e transmitida culturalmente. Portanto, o sentido da palavra instaura-se no contexto, apar

    Por: Evilasio Ferreira de Sousal Educação> Educação Infantill 18/10/2011 lAcessos: 2,548

    O presente trabalho tem por objetivo apresentar a aquisição da leitura e da escrita, onde a mesma se inicia muito antes do que geralmente se imagina, quando a criança, antes mesmo de entrar na escola, começa a tomar contato com materiais escritos. O processo de aprendizagem da leitura e da escrita tem o propósito de observar a evolução do aprendizado, sendo assim, necessário diagnosticar os fatores que podem estar interferindo para poder fazer com que a criança evolua e acompanhe o que é pedido.

    Por: ARIUSKA SOARES BRASILEIROl Educaçãol 20/04/2011 lAcessos: 2,655
    Carla Cardoso Gomes

    O presente artigo é resultado de uma pesquisa para a obtenção do título de graduada do curso de Pedagogia pela Faculdade Evangélica Cristo Rei – FECR, realizada com alunos do Ensino Fundamental I, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Monsenhor José Borges. O objetivo dessa pesquisa é explicitar a concepção de leitura realizada por alunos do 4º Ano do Ensino Fundamenta I e também do professor.

    Por: Carla Cardoso Gomesl Educação> Educação Infantill 05/08/2014 lAcessos: 59
    Erineia nascimento da Silva

    O lúdico proveniente da palavra latina "ludus" que significa jogos. Que segundo DANTAS, 1988, representa liberdade para brincar livremente, gratuitamente, prazerosamente. Tornando a brincadeira uma expressão máxima do lúdico, desde da antiga Roma e Grécia em períodos remotos da civilização ocidental utilizava os brinquedos na educação com base nas idéias de Platão e Aristóteles.

    Por: Erineia nascimento da Silval Educaçãol 28/10/2014
    Sebastiana Braga

    A formação profissional não consiste apenas em ouvir palestra ou fazer determinados cursos. Pelo contrario, ela é um processo continuo e progressivo, onde através da aprendizagem se acumula conhecimento e este por sua vez vai sendo transformado em práticas bem sucedidas. Dessa forma deve ser pensado numa multiplicidade de saberes que através de um projeto para formação continuada que se complemente e que aborde um tema central a todas as áreas no intuito do melhoramento do ensino aprendizagem.

    Por: Sebastiana Bragal Educaçãol 27/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Sei o quanto. Tudo isso não significa nada. Apesar da interminável beleza dos universos. Contínuos. Sei do insignificado das coisas. Do delírio dos deuses. Das franquezas das razões não lógicas. A metafísica não indutiva.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educaçãol 25/10/2014
    Amanda Souza Machado

    Este trabalho é uma continuação das discussões, pesquisas e reflexões ocorridas durante a elaboração do artigo científico sobre como os educadores exploram as fantasias das crianças, produzidas a partir dos programas de televisão. O artigo propõe-se a apresentar as influências da TV no imaginário das crianças e qual é o papel dos educadores neste momento.

    Por: Amanda Souza Machadol Educaçãol 23/10/2014

    O presente artigo é um estudo bibliográfico que tem como objetivo principal abordar conceitos educacionais e metodologias desenvolvidas em sala de aula usando o lúdico como alternativa de metodologia. O trabalho justifica-se pela necessidade de se entender e adequar a aprendizagem às atuais demandas da educação é necessário conhecer alguns caminhos já percorridos pelo ensino e que se levam a uma redefinição dos objetivos, conteúdo e metodológicos.

    Por: Graciele de Miranda Oliveiral Educaçãol 21/10/2014 lAcessos: 14
    Alinne do Rosário Brito

    O artigo busca pesquisar e relatar o que é o Programa Mesa Brasil SESC e dialogar com as ações do Governo do Estado do Amapá para que a segurança alimentar seja implementada atendendo as leis nacionais e as respectivas atuações das politicas públicas que o regem quanto a tentativa de diminuição da miséria na cidade de Macapá.

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 21/10/2014 lAcessos: 17
    Tania R. Steinke

    Promover a valorização da formação continuada dos docentes e coordenadores pedagógicos que atuam no Ensino Médio das escolas públicas.

    Por: Tania R. Steinkel Educaçãol 19/10/2014

    Este artigo analisa de forma breve a teoria das Representações sociais, realizada por alguns estudiosos que contribuíram para a o avanço das representações sociais, bem como, os teóricos que tinham como base as investigações de como as pessoas transformam os conhecimentos científicos em conhecimento de senso comum na década de 60, e também a forma como adota a perspectiva comunicativa "genética" na apreensão do conhecimento veiculado a dinâmica do cotidiano.

    Por: Elizabeth Almeida dos Santosl Educaçãol 14/10/2014 lAcessos: 12
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast