A importância do teatro na educação infantil e ensino fundamental (séries iniciais)

Publicado em: 08/08/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 9,084 |

Historicamente o homem sempre teve a necessidade de representar, demonstrando suas tristezas, angústias, alegrias, no início para cultuar deuses e gradativamente se tornou uma atividade cultural encenada por muitos povos, e assim o teatro começou a fazer parte da nossa cultura.

Desde os tempos de Platão o teatro vem sendo abordado  com  a  intenção de  educar, sendo estudado e  centrado  com  valores didáticos, com intuito formador da personalidade do homem, neste período foi o único prazer literário disponível.

A palavra  "teatro"  deriva  dos  verbos  gregos  "ver,  enxergar",  lugar  de  ver,  ver  o mundo,  se ver no mundo,  se perceber, perceber o outro e a  sua  relação com o outro. Assim, pedagogicamente o teatro busca mostrar o comportamento social e moral, por meio do aprendizado de valores e pelo bom relacionamento com as pessoas.

Reverbel (1997) destaca que o teatro tem a  função de divertir  instruindo é uma verdade que ninguém pode contestar, pois seria negar-lhe a própria história.

Sendo assim, o trabalho com Teatro na instituição escolar tem uma importância fundamental na educação: o aluno aprende a improvisar, desenvolve a socialização, criatividade, coordenação, memorização, oralidade, leitura pesquisa,  criatividade, expressão corporal, a impostação de voz, vocabulário,  habilidades para  as  artes  plásticas  (pintura  corporal,  confecção  de  figurino  e  montagem  de  cenário), trabalha o  emocional, cidadania,  religiosidade,  ética, sentimentos, interdisciplinaridade, propicia o contato com obras clássicas, fábulas,  reportagens.

O teatro também permite que o professor perceba traços da personalidade, comportamento individual ou em grupo, bem como seu desenvolvimento, oportunizando um melhor direcionamento pedagógico, onde na realização de cenas dramáticas trabalha-se faz de conta, imaginação, interpretação.

Conforme Reverbel (1997) o objetivo na  escola não  é  ter um  aluno-autor, um  aluno-pintor ou um  aluno-compositor,  mas  sim  dar  oportunidades  a  cada  um  de  descobrir  o  mundo,  a  si próprio e a importância da arte na vida humana.

Dessa forma, a contribuição do teatro no desenvolvimento da criança seja na Educação Infantil ou Ensino Fundamental (séries iniciais), é grandiosa, ajuda o aluno no desenvolvimento de suas próprias potencialidades de expressão e comunicação, bem como proporciona o conhecimento de outro gênero, além da prosa e da poesia e favorece o processo de produção coletiva do saber cultural tanto no valor estético como educativo.

 

TIPOS E FORMAS DE TEATRO

 

Teatro de Máscaras: desde a Pré-História os homens usam máscaras, sejam nos rituais religiosos,  esculpidas em madeira, pintadas em couro e adornos de penas, ou feitas de conchas e madeira, ou desenhada no próprio rosto. Os alunos gostam muito de vestir máscaras, principalmente de super-heróis, é importante deixar que eles confeccionem as suas máscaras, pode-se usar sacos de papel, cartolinas, tecidos, tintas, pratos de papelão, jornal, material de sucata, etc., a atividade é prazerosa, sendo uma oportunidade de criar e recriar sua própria dialética, uma vez que promove a recreação, o jogo, a socialização, melhoria na fala da criança e desinibição.

 

Teatro de Sombras: é uma arte muito antiga, originária da China e se espalhou pelos países da Europa. Este tipo de teatro ainda é pouco conhecido no Brasil. É uma atividade muito divertida que estimula a criatividade da criança. Para sua realização é necessário: uma fonte luminosa (de 40 ou 60 watts, transparentes, dentro de latas de óleo para possibilitar a concentração da luz), uma tela (ou um lençol bem esticado) e silhuetas para serem projetadas (fantoches de varas, mãos que formam figuras de animais, proporcionando o desenvolvimento da criatividade e da motricidade, importante no período da pré-escola e da alfabetização.

 

Teatro de Fantoches: tem sua origem na Antigüidade, quando modelavam-se bonecos no barro, conseguindo mais tarde a articulação da cabeça e membros para fazer representações com eles. No Nordeste apareceu principalmente em Pernambuco, onde a tradição permanece até os dias de hoje. Somente em meados do século XX é que consolidou fortemente em nosso país. Para a confecção são utilizados: sucata, tachinhas, fita crepe, latas, sacos, durex, rolos de papel higiênico, tintas. Também pode utilizar luvas, pintura em meias e mãos com caneta esferográfica, carvão, tintas especiais, com acessórios enfeitando as mãos e os dedinhos das crianças. Como: lã, chapéu, meias, penas. Faz-se necessário que os alunos explorem todos os movimentos dos dedos, mãos e braços, criando uma atmosfera do conhecimento do próprio corpo, utilizando também as músicas populares, folclóricas ou clássicas.

 

Teatro de Varas: é uma variação do teatro de fantoches, onde estes são sustentados por uma vara, podendo ser confeccionados com cartolinas, bolinhas de isopor, de papel, colher-de-pau, palitos de churrasco, garfos vestidos com roupas de pano, palitos de picolé, copinhos de plástico sustentados por palitos. O fantoche de cone é um tipo de boneco muito encontrado em feiras livres e circos populares, podendo representar uma figura humana ou um animal, basta segurá-los pela vareta e dar-lhes o movimento de acordo com a situação.

 

Pantomima: é um jogo teatral realizado por gesto. Podemos exemplificar essa afirmação através deste exemplo: a primeira atividade proposta foi a de arrumar uma casa; os elementos foram entrando e ordenando aos cantos da cada, e ao final de cada um estava fazendo alguma coisa- ou lendo um livro, ou cozinhando, ou escutando música. Utiliza-se: caricaturas, dramatização (Charles Chaplin), uso de características fortes sem uso de palavras, às vezes tem um contexto social. Objetiva o divertimento, a socialização, a coordenação motora e aprender a usar o corpo como um todo.

 

Auto: uma peça teatral em um só ato, de caráter religioso, embora existam obras de temática profana e satírica, mas sempre com preocupações moralizantes. A princípio, eram representadas em solenidades cristãs. Com o surgimento de grandes autores, o "auto" transcendeu essa finalidade, tornando-se gênero autônomo e de alto significado literário.

 

Moralidade: (dramas litúrgicos) debatiam a questão religiosa sob a ótica do comportamento e do destino final do homem. Tinha um caráter mais intelectual do que os mistérios e os milagres. Em vez de utilizar as personagens da Bíblicas, servia-se de personagens alegóricas como a Luxúria, a Avareza, a Esperança, a Guerra, entre outras. Essas figuras personificavam defeitos, virtudes, acontecimentos, etc., com a intenção de transmitir lições morais e religiosas, e até, por vezes, políticas. Raramente continham sátiras ou pretendiam levantar polêmicas. Mais do que todos os outros tipos de teatro, a moralidade pode ser considerada um grande passo em direção ao teatro moderno.

 

Commedia dell'arte: uma forma popular de representação teatral marcada pela improvisação, comicidade e emprego de personagens fixos. A Sottie (de sot = bobo) era uma breve sátira (construtiva), geralmente de índole política, encenada por personagens simbólicos: o parvo (tolos), o truão (vagabundo ou palhaço) ou o bobo. Às vezes os tipos tinham autenticidade e eram até psicologicamente bem construídos.

 

Farsa: também uma sátira, mas diferentes das sottie, porque não tinha intentos políticos. Somente representava os defeitos, as fraquezas e os acontecimentos cômicos da vida das pessoas. Histórias de clérigos e feiras eram muitas vezes aproveitadas para pequenas farsas. Era um espetáculo teatral cem por cento popular.

 

Teatros com música: Teatro Nô ( tradicional forma japonesa baseada na narração de antigas histórias por meio de movimentos e danças). Teatro Kabuki (popular japonês, caracterizado pela combinação de música, dança, mímica, encenação e figurinos). Teatro de Revista (gênero que combina números de música, dança e humor. Muito popular no Brasil nas décadas de 1930 e 1940).

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 8 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/a-importancia-do-teatro-na-educacao-infantil-e-ensino-fundamental-series-iniciais-5106817.html

    Palavras-chave do artigo:

    escola desenvolvimento teatro

    Comentar sobre o artigo

    Cia de Teatro

    Quando se estuda teatro logo vemos que as aulas práticas são bem descontraídas e divertidas, mas tudo contribui para o desenvolvimento do corpo e da voz do estudante de teatro e é claro que o curso de teatro também contribui com o desenvolvimento educacional em suas aulas teóricas que contam sobre a história do teatro e coisas relacionadas ao assunto.

    Por: Cia de Teatrol Arte& Entretenimento> Artel 22/10/2014

    Implantar uma cultura de paz, fortalecendo o respeito à diversidade humana, a solidariedade, a união e todos os sentimentos bons de um ser a outro, para reduzir a violência dentro da nossa escola e cultivar a cultura da paz para todas as pessoas que fazem parte da nossa comunidade escolar.

    Por: Marcia Amelia Gaspar Matosl Educação> Ciêncial 02/10/2010 lAcessos: 1,955

    É um tema ainda que desperta muita curiosidade a razão do aparecimento dessas doenças em pacientes com o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), pois tem pacientes que apresentam esse mesmo vírus e mesmo depois de longos anos, tem casos de mais de 20 anos sem aparecer estas, a causa disso é uma grande incógnita. A HIV parasita as células T do sistema imunológico humano, responsável pela defesa do organismo humano. A hipótese mais aceita atualmente afirma que o parasito ao infeccionar esse sistem

    Por: Priscila Dias de Carvalhol Saúde e Bem Estar> Medicinal 19/11/2010 lAcessos: 1,034
    Escola Aberta Centro

    Visite nosso projeto e conheça nossas atividades desenvolvidas que nos faz se destacar das escolas formais, onde nosso objetivo maoir é ensinar de uma maneira bem divertida e diferente. Através de atividades lúdicas como dança, teatro, música, esporte (judô) tentamos mostrar a nossos alunos que a importancia maior é os estudos e que é possivel sim aprender brincando. Visitem nosso site: www.escolaabertacentro.com.br

    Por: Escola Aberta Centrol Educação> Educação Infantill 07/05/2010 lAcessos: 874 lComentário: 1
    Escola Aberta Centro

    O projeto Escola Aberta Centro de teresina atende crianças e adolescentes em situação de risco socila e familar, onde estes recebem atendimentos psicológicos e educacional, realizam atividades como dança, música, teatro, esporte (judô).

    Por: Escola Aberta Centrol Educaçãol 02/05/2010 lAcessos: 281
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo relembra a tragédia de Santa Maria, tentando demonstrar que a questão de insegurança da população está presente em órgãos públicos desprovidos de equipamentos de segurança contra incêndios, incluindo-se aí as escolas públicas.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 18/04/2013 lAcessos: 85

    Estamos as vésperas da Copa de 2014. E eu, como moradora do Bairro de Itaquera me sinto desrespeitada. Agora se fala em obras na região. Desenvolvimento, e etc. Tudo por que? Por que em 2014 teremos a abertura da copa aqui, em São Paulo - SP. E nós, moradores? Onde está o respeito por nós? Nós que vivemos neste bairro, até então esquecido e longínquo. E nós, não merecíamos respeito?

    Por: Rosangelal Negócios> Gestãol 23/11/2010 lAcessos: 219
    Ramon Vitor

    O interesse do público, sobretudo o público jovem, pelo teatro. Apesar de não receber o seu devido valor sempre, indiscutivelmente o teatro é fundamental na formação cultural e pessoal de qualquer pessoa. Ele nos faz conhecer mais sobre a nossa própria cultura que a cada vez mais as pessoas não dão o devido valor, apesar de esta ser uma identidade, carregada por todos nós.

    Por: Ramon Vitorl Arte& Entretenimento> Artel 09/03/2011 lAcessos: 158
    Andréia Camargo Fleck

    O artigo visa apresentar um breve relato sobre a realização da IV mostra de Ciência e Tecnologia realizada na Escola Estadual João Nepomuceno de Medeiros Mallet no município de nova xavantina – MT, onde foram oferecidos aos alunos palestras e oficinas com o Tema: Ser Humano, Ciência e Tecnologia para o desenvolvimento social, os trabalhos foram confeccionados pelos alunos de acordo com a oficina escolhida e apresentados numa exposição no dia 19 de novembro de 2014. Andreia Camargo Fleck

    Por: Andréia Camargo Fleckl Educação> Ciêncial 29/11/2014 lAcessos: 20
    Fernando Corrêa manarim

    afirmamos que existem outras formas de jogar xadrez além da competição, ou seja, que o xadrez é uma ferramenta que pode trabalhar o praticante pedagógica e terapeuticamente, ensinando a se conhecer, conhecer os outros e conhecer o mundo a qual pertence. Isso pode ser comprovado na Lenda de criação do xadrez, conhecida como a Lenda de Lahur Sessa, lenda que pode ser encontrada na obra de Malba Tahan, "O Homem que calculava".

    Por: Fernando Corrêa manariml Educaçãol 16/03/2015

    1. Por que o regime de ciclos e a progressão continuada são tão criticados? 2. Qual a real eficácia da progressão continuada e quais são os problemas gerados por esta prática? 3. Quais suas implicações políticas? 4. Quais os aspectos negativos deste sistema? 5. Qual o papel do professor, do coordenador e supervisor escolar? 6. Qual a importância da avaliação neste processo?

    Por: EULER DE CASTRO SANTOSl Educaçãol 15/03/2015

    RESUMO A violência é sem duvida, além de uma das grandes preocupações da sociedade, o grande problema a ser enfrentado, principalmente na dura realidade das escolas públicas do Brasil. Atinge a todos na escola, contudo a grande vitima deste problema é o professor, cada vez mais desmotivado e que se encontra quase sempre acuado e de mãos atadas diante do problema. Ocorre de maneira velada e de diversos modos, sendo, obviamente causada pela falta de limites e de ações efetivas para enfrentar o pro

    Por: EULER DE CASTRO SANTOSl Educaçãol 15/03/2015

    Nesta Sociedade de Informação a comunicação assume um papel no desenvolvimento humano como ferramenta de leitura social numa intervenção libertadora na perspectiva social sobre a tecnologia num processo de diminuição das disparidades sociais na criação de políticas publica para a formação de uma cidadania. Atuando numa dimensão social e política através de programas sociais de inclusão digital para reduzir os problemas sociais relativos à marginalização e pobreza

    Por: Daniela Rosseti silval Educaçãol 12/03/2015
    Alinne do Rosário Brito

    O presente artigo tem como finalidade analisar as fases de ensino nas aulas de educação física escolar tendo como base os PCN`S, para facilitar este processo nas instituições de ensino. Portanto é um convite para refletir sobre à pratica pedagógica , ou seja, o processo de alfabetização especificamente no ensino fundamental através deste componente curricular.

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 11/03/2015

    O fundamentalismo islâmico é a maior ameaça a democracia e os direitos humanos desde o fim da Guerra Fria.Esse artigo tem por objetivo expor de forma breve,as suas origens durante o processo de partilha afro-asiática promovida pelos países europeu até a sua expansão na era da globalização sob a hegemonia dos EUA.

    Por: Mauricio Mendes de Oliveiral Educaçãol 09/03/2015
    Marlete Turmina Outeiro

    O artigo conta a história de uma família especifica, que venceram as adversidades e os preconceitos sociais, demonstraram a importância de unir-se em favor de um ideal coletivo, cujo objetivo apresenta memória histórica marco de 1985 a 2011, no Município de Abelardo Luz/SC. Os resultados discorrem a partir de um recorte da obra "A Inclusão Social pela Reforma Agrária: a saga de uma família sem-terra, escrito com base nos fatos que constam no diário da Sra. Rosa Turmina.

    Por: Marlete Turmina Outeirol Educaçãol 07/03/2015 lAcessos: 12

    A tecnologia mais especificamente a tecnologia de informação e comunicação assume papel no desenvolvimento humano como ferramenta de leitura e práxis social numa intervenção libertadora na perspectiva social sobre a tecnologia num processo de diminuição das disparidades sociais na criação de políticas publica para a formação de uma cidadania. Atuando numa dimensão social e política através de programas sociais de inclusão digital para reduzir os problemas sociais relativos à marginalização e pob

    Por: Daniela Rosseti silval Educaçãol 02/03/2015
    SANDRA VAZ DE LIMA

    Empreendedores são pessoas que desejam participar ativamente da construção de um mundo novo, não apenas como expectadores, mas como atores das mudanças globais da atualidade. De modo geral a pesquisa busca conhecer as ações dos empreendedores nas organizações e dessa forma, saber como eles podem e devem contribuir para o crescimento e desenvolvimento. Especificamente buscou-se: diagnosticar o perfil "empreendedor"; identificar os desafios que a administração propõe ao gestor público.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 20/08/2013 lAcessos: 205
    SANDRA VAZ DE LIMA

    A Educação Especial é uma modalidade da Educação Básica, fundamentada no princípio da atenção à diversidade. Integram-se o Ensino Regular e a Educação Especial numa concepção da Educação Inclusiva, buscando a participação e permanência de todos os alunos na escola, numa educação de qualidade, onde o atendimento as pessoas com necessidades especiais não requer um ambiente especifico e único, mas sim necessita de recursos físicos, humanos e materiais para que seja possível atender a todos, adaptan

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 24/07/2012 lAcessos: 2,452
    SANDRA VAZ DE LIMA

    A Tecnologia Educacional é entendida como a área que estuda a aplicação das Tecnologias da Informação e Comunicação - TIC - na educação, a partir de um embasamento da didática, psicologia da aprendizagem e desenvolvimento tecnológico. Assim, as alterações no sistema educativo visam levar em conta as diferenças pessoais, estilos cognitivos, ritmos de aprendizagem, afinidades, áreas de interesse, estratégias de pensamento e motivação.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 24/07/2012 lAcessos: 198
    SANDRA VAZ DE LIMA

    Não existe uma única concepção sobre a EaD, pois o conceito evoluiu ao longo do tempo, influenciado pelo avanço das tecnologias da informação e da comunicação. Além disso, a concepção de educação a distância pode variar conforme o autor, sua base teórico-conceitual e sua concepção do que significam educação, ensino e aprendizagem.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 24/07/2012 lAcessos: 211
    SANDRA VAZ DE LIMA

    A expectativa é ao mesmo tempo ligada a pessoa e ao interpessoal, também a expectativa se realiza no hoje, e futuro presente, voltado para o ainda-não, para o não experimentado, para o que apenas pode ser previsto. Assim, percebe-se que a expectativa é um sentimento que surge diante de novidades, do diferente.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 24/07/2012 lAcessos: 106
    SANDRA VAZ DE LIMA

    Com os anos as análises históricas sofreram inúmeras mudanças, tendo historiadores como Jules Michelet que se preocupavam com histórias nacionais, espírito do povo, representando heróis. Tal autor chamou a atenção por identificar um agente sem rosto – o povo, as massas, como personagem da história e como protagonista dos acontecimentos.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 24/07/2012 lAcessos: 210
    SANDRA VAZ DE LIMA

    Conforme o texto "Correntes, campos temáticos e fontes", a escrita e a leitura são indivisíveis e estão contidas no texto, permitindo a comunicação e veicula representações, onde o historiador pergunta sobre quem fala e de onde fala, discutindo sobre ela. As relações entre essas instancias não são diretas nem reflexas, mas sim intermediadas pelo discurso narrativo, e para o entendimento da História Cultural pode ser o da metáfora, pois o discurso explica, fala de algo que se percebe e se entende

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 24/07/2012 lAcessos: 238
    SANDRA VAZ DE LIMA

    Entende-se que a História é construída conforme as práticas, as culturas de um determinado povo, uma organização social, onde o habitus integra os espaços de experiências, funcionando a cada momento vivido como matriz de sensações.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 24/07/2012 lAcessos: 84
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast