Abordagem Teorica Da Orientaçao Educacional

Publicado em: 20/02/2010 |Comentário: 1 | Acessos: 4,549 |

    ABORDAGEM TEORICA DA ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL

 A orientação educacional tem como ferramenta primordial a observação, e a comunicação com o orientando, pois é a partir da comunicação que se tecem elos para a compreensão do problema apresentado, segundo Erasmo de Roterdã que defendeu o desenvolvimento do homem em todo o seu potencial, a linguagem é o começo de toda boa educação, já que é sinal da razão humana.

A formação do individuo deve, pois abranger princípios, éticos, estéticos e políticos formando um acorde entre o ser e o seu meio, para que possa interagir com o mesmo partindo de suas dificuldades e necessidades que devem ser vistas como fontes implícitas de potencialidades latentes, respeitando seus valores e seu meio social, o filosofo francês Michel de Montaigne acreditava que valores morais não podem ser objetivos e universais, mas dependem do sujeito e da situação em que se encontra, portanto o orientando deve ser visto sobre um prisma impar, graças à evolução dos estudos e pesquisas em diversas áreas a concepção das dificuldades das crianças estão mudando buscando um desenvolvimento integral do individuo.

 O comportamento um dos primeiros sintomas em uma dificuldade de aprendizagem, no que relatos de profissionais envolvidos com alunos afirmam que em grande parte alunos com dificuldades, apresentam comportamento “diferente” dos aceitáveis socialmente, Para Bandura que situa-se junto a outros clássicos como Freud, Skiner e Piaget, em suas obras resume seu prolongado esforço de investigação, como aprendizagem social e desenvolvimento de personalidade, que na perspectiva cognitivo social da aprendizagem, parte de um modelo de determinação recíproca entre o ambiente, a conduta e os fatores (pessoais, cognitivos, emocionais, etc), em que os comportamentos dependem dos ambientes e das condições pessoais. O mesmo teórico da ênfase a aprendizagem por observação, essa aprendizagem, no entanto não da-se só por meio formal, na escola, mas efetivamente e adquirida também em se ambiente não formal de aprendizagem, como a família, a comunidade em que vive o orientador em sua práxis e em sua pesquisa no estudo de caso, levando em consideração todos os aspectos que envolvem o aluno, norteando-se pelo meio onde está inserido seu atendido, de forma a basear-se na gênese do problema construindo de forma sistemática um plano de ação que antecede a solução do problema “o modo com que à ação é desempenhada resulta da consolidação, em que precem surgir a resolução do problema (Bruner, 1973).

  No entanto quando abordamos a orientação educacional diante de uma evolução teórico prática, ela acompanha o perfil que determinada época, muitas vezes deixando de se levar em consideração o intuito primordial de orientar e ser uma ação concientizadora, para atender apenas a anseios político-sociais, explicitando em algumas tendências o posicionamento do orientador educacional temos:

 

  • Na educação tradicional, características terapêuticas atendimento a alunos problemas.
  • Na educação renovada progressista auxilia no desenvolvimento cognitivo do aluno
  • Educação não-diretiva, é facilitador a de mudanças ,segundo a teoria de Rogers tinha atenção especial para a abordagem da não-diretividade do orientador
  • Educação tecnicista, seguia uma linha funcionalista, a orientação procurava, identificar aptidões nos alunos para determinado mercado de trabalho
  • .Na educação libertaria, assessor do professor, conselheiro
  • Na educação libertadora questionava-se concretamente a realidade das relações do homem com a natureza e com outros homens
  • Na educação cri tico dos conteúdos preparação do aluno para o mundo adulto, promover meios para a aquisição do conhecimento por parte dos alunos.

 A orientação educacional como um meios de assegurar o bom desenvolvimento da escola evolui de acordo com as necessidades da escola, chegando aos dias de hoje, com a função de auxiliar o educando de forma global transcendendo os muros da escola, abrangendo todos os aspectos do ser humano, em sua busca do conhecimento, buscando a solução de problemas e dificuldades encontrados pelo caminho através da observação e teoria segundo Paul Feyerabend:

     “Enfim descobrimos que o aprendizado novo desenvolve da observação para a teoria, mas sempre envolve ambos. A experiência aparece acompanhada de pressupostos teóricos e não antes dele; e a experiência sem teoria é tão incompreensível quanto (supostamente) a teoria sem experiência; eliminemos parte do conhecimento teórico de um ser ciente e teremos uma pessoa completamente desorientada”.

 Portanto o orientador educacional deve atrelar sua práxis com a fundamentação teórica para descobrir ferramentas para o desenvolvimento de seu trabalho.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/abordagem-teorica-da-orientacao-educacional-1884533.html

    Palavras-chave do artigo:

    abordagem teorica da orientacao educacional

    Comentar sobre o artigo

    Telma Lobo

    É inegável a transcendência do trabalho do Orientador Educacional, e cada dia cobra se mais força, nos marcos da comunidade educativa, a necessidade de acrescentar o atendimento a instrumentação na pratica profissional pedagógica, de modo que conduza a obtenção de resultados desejados. Nesse sentido propomos por através deste trabalho, investigar sobre o trabalho do Orientador Educacional na comunidade escolar numa perspectiva mediadora e facilitadora do processo ensino-aprendizagem. Por meio

    Por: Telma Lobol Educação> Ensino Superiorl 04/01/2011 lAcessos: 15,843
    Jonas Alfredo da Silva Santos

    RESUMO Este trabalho de conclusão de curso foi desenvolvido através de revisão bibliográfica, aplicação e pesquisa de campo, nomeado como "Projeto Aventura Educacional" que consiste na realização das atividades de aventura nas escolas públicas, tendo como objetivo atividades multidisciplinares que potencializam e contribuem com os valores culturais e sociais que se agregam ao processo de ensino com conhecimentos práticos das matérias curriculares.

    Por: Jonas Alfredo da Silva Santosl Educação> Educação Infantill 07/08/2011 lAcessos: 179
    Daniel Caraúna da Motta

    O que é psicopedagogia? Como e onde surgiu? Surgimento do termo "psicopedagogia" Objetivos e fundamentos primários... etc.

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Educação> Ciêncial 10/06/2011 lAcessos: 7,908
    MARCOS ANTONIO DOS SANTOS LIMA

    O trabalho que aqui venho apresentar é parte de minhas investigações a respeito da importância da Informática no Ensino de História. Na pesquisa, que teve como um dos seus frutos meu estudo a respeito do Uso da Informática no Ensino de História, pude abordar e desvendar alguns caminhos apontados pelo referencial bibliográfico sobre a temática que abrangia. O mundo contemporâneo passa por um processo de grandes transformações provocadas pela informática e pela revolução nas telecomunicações.

    Por: MARCOS ANTONIO DOS SANTOS LIMAl Educação> Ensino Superiorl 08/12/2010 lAcessos: 2,161
    Hellen Bessa de Oliveira

    Este trabalho tem como objetivo apresentar uma leitura sobre como está sendo tratada a questão da sexualidade na escola.

    Por: Hellen Bessa de Oliveiral Educação> Educação Infantill 28/05/2013 lAcessos: 140

    Trata-se de um estudo de caso onde os alunos buscavam informações na internet como referenciais bibliográficos na construção coletiva de conhecimento. O sujeito da pesquisa foi os educandos de uma turma da 8ª série do ensino fundamental numa escola da rede pública estadual que já vivenciam o uso do computador no seu cotidiano. Percebe-se que durante a pesquisa a função mediadora do professor foi fundamental na busca da leitura crítica dos referenciais disponíveis nos sites.

    Por: Neivaldo Oliveiral Educaçãol 16/03/2008 lAcessos: 3,474
    Elizeu Vieira Moreira

    Reflete sobre a trajetória da qualidade como parâmetro do processo de produção capitalista até sua transformação em Qualidade Total e sua ressignificação como simulacro e instrumento de controle nas políticas educacionais e das relações pedagógicas. Analisa a incorporação das novas tecnologias ao processo de formação dos gestores escolares a partir do Progestão/SEDUC iniciado em 2005.

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 29/06/2011 lAcessos: 797

    RESUMO A insuficiência da preparação dos futuros professores quanto ao domínio dos conteúdos da matéria a ensinar se manifesta, principalmente, em dificuldades para reelaborar os conteúdos científicos, adequando-os à promoção de aprendizagem de seus futuros alunos. Isso torna o ensino da Biologia muito mais complicado do que era para ser, pois os professores sendo formados de uma maneira inadequada reflete em uma educação não apropriada, descontextualizada e que não transmite algo significati

    Por: Marcia Amelia Gaspar Matosl Educação> Ciêncial 16/07/2010 lAcessos: 2,030
    JAIR APARECIDO RIBEIRO

    Este estudo se caracteriza como uma pesquisa bibliográfica de revisão de literatura, e também descritiva. Segue-se por uma abordagem descritiva abordando o tema Sistema Penitenciário e a Lei de Execução Penal (LEP), enfocamos a questão do trabalho do apenado com o fator de manutenção dos órgãos públicos, e apresentamos que a atividade de trabalho proporciona o resgate da dignidade e a alto-estima pessoal.

    Por: JAIR APARECIDO RIBEIROl Direito> Legislaçãol 03/04/2012 lAcessos: 374

    Com o advento da globalização, a educação é tida como o maior recurso de que se dispõe para enfrentar essa nova estruturação mundial. Objetiva-se evidenciar a importância dos alunos encontrarem na escola não só evidências de seu próprio mundo, mas também aparato capaz de os "cunharem" para uma participação social plena e não "fatiada", como sugere o estudo por disciplinas. Jovens e adultos, público cada vez mais informatizado, exige que as disciplinas deixem de ser apresentadas de forma isolada.

    Por: KÁTIA CÉLIA FERREIRAl Educaçãol 18/12/2014

    A expressão artística faz parte da história humana desde os tempos mais remotos. Sendo assim, a Arte é um dos modos de conhecimento ao qual os estudantes devem também ter acesso, assumindo-se como sujeitos capazes de apreciação estética e criação artística, articuladas aos processos e mediações da cultura contemporânea. Diante das mudanças pelas quais o ensino-aprendizagem de Arte passou, vê-se a necessidade de discorrer a respeito da presença desta disciplina no currículo escolar, revendo sua i

    Por: KÁTIA CÉLIA FERREIRAl Educaçãol 18/12/2014

    Sabe-se que a educação é responsável pela formação do aluno enquanto cidadão, de maneira a prepará-lo para a vida em sociedade, para que saiba atuar criticamente nesse meio. Assim, a escola inclusiva busca complementar a formação do aluno por meio das relações de convivência, uma vez que conviver com o diferente é parte desse processo de formação, até porque, como já mencionamos, é na escola que o aluno desenvolve seus aspectos cognitivos, motores e psicológicos.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    As revela à existência de ações políticas e sociais que possam concretizar e promover a efetividade da inclusão social da pessoa com necessidade educacional especial. Vejo que a sociedade deve compreender como se dá o processo de ensino-aprendizagem da criança com Síndrome de Down na Educação Básica, as dificuldades enfrentadas e as possibilidades e mecanismos de reconhecimento e aceitação dessas limitaçõ

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    No processo de inclusão a escola propõe a conviver com o "diferente", aceitá-lo, auxiliá-lo, e muitas vezes aprender algo com essas crianças. Entretanto para oferecer uma inclusão verdadeira é preciso entender as particularidades das crianças, mediar a socialização de forma que todos trabalham para o aprendizado de cada uma delas, em benefício de todos. Pretendo contribuir com as discussões éticas e educacionais que envolvem a formação da criança Down por meio da educação.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    A educação escolar é um dos contextos em que a criança aprende e desenvolve-se nos aspectos cognitivos, emocional e social. Por isso a necessidade de incluir a criança com necessidades especiais na escola, pois atender a todos é parte do processo educativo, por isso a diversidade cultural e outras questões sociais precisam ser vivenciadas também em sala de aula.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    Apresento algumas características que identificam a criança Down, o conceito de Educação Inclusiva e Educação básica, e da diversidade na educação. Relacionam-se aspectos positivos da inclusão da criança Down na Educação Básica e como deve acontecer essa inclusão, enumerando as dificuldades no processo de inclusão da criança Down na Educação Básica. Conceitua-se a Síndrome de Down e sua identificação, bem como o tratamento e a motivação para inserir a criança com deficiência na Educação Básica.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    O estudo realizado teve como foco principal compreender os avanços no processo de construção do conhecimento dos alunos de uma turma de 3º ano, através dos jogos matemáticos, priorizando, desse modo, a ludicidade no ensino. A pesquisa foi desenvolvida durante o estágio realizado pela acadêmica e pesquisadora junto a uma turma de 3º ano.

    Por: Luziane Da Silva Costal Educaçãol 15/12/2014 lAcessos: 11
    Tania Maria da Silva Nogueira

    Esta pesquisa trata-se de um estudo qualitativo e visa investigar a motivação dos alunos em uma escola pública do Distrito Federal, Centro de Apoio Integral à Criança Santa Maria - CAIC, quanto as suas produções artísticas, assim como a dinâmica de incentivo oportunizada a estes alunos diante da realização de trabalhos desenvolvidos no âmbito escolar com a exposição desses trabalhos na comunidade escolar. Para viabilizar esse estudo, utilizou-se a entrevista por meio de roteiro de pesquisa com o

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educação> Ensino Superiorl 05/03/2014 lAcessos: 50
    Tania Maria da Silva Nogueira

    Historicamente a escola é uma instituição com a função precípua de oferecer a educação de cunho formal e tem como norte os preceitos sociais de formação do individuo em determinado contexto histórico, por ser uma instituição social integradora das necessidades de sua sociedade, a escola proporciona a interação de valores, culturas assim como e propulsora da apresentação dos conteúdos historicamente produzidos e acumulados, a intencionalidade de suas ações a tornam mantenedora do saber sistematiz

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educação> Ensino Superiorl 05/03/2014 lAcessos: 160
    Tania Maria da Silva Nogueira

    A Educação Integral aponta para a formação do individuo sob vários aspectos, inclusive a construção de valores que o acompanharão vida afora, dentro e fora da escola, conceitos que oportunizarão aluno interagir com o mundo, com a sociedade da qual ele faz parte, com o outro e com a cultura da qual interage através de construções historicamente formuladas

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educaçãol 01/09/2013 lAcessos: 64
    Tania Maria da Silva Nogueira

    os estudantes a oportunidade de desenvolver atividade diversificada, como a Dança teoricamente dá aporte ao processo de ensino aprendizagem, sendo, pois um dos preceitos nos PCNs que recomenda o ensino da dança como uma atividade educativa, recreativa e criativa, e também propiciar situações para a construção do conhecimento, independente de se estar brincando, pulando ou dançando.

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educaçãol 01/09/2013 lAcessos: 162
    Tania Maria da Silva Nogueira

    O projeto tem como intuito primordial incentivar e dar condições concretas do aluno de realizar novas construções no que diz respeito à alimentação saudável

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educaçãol 01/09/2013 lAcessos: 49
    Tania Maria da Silva Nogueira

    o cultivo de uma horta pode ser um valioso instrumento educativo. O contato com a terra no preparo dos canteiros e a descoberta de inúmeras formas de vida que ali existem e convivem, o encanto com as sementes que brotam como mágica, a prática diária...

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educaçãol 26/02/2012 lAcessos: 985
    Tania Maria da Silva Nogueira

    Estamos diante de grandes problemas; convencermos-nos que nossa educação é péssima e então entendermos como melhorá-la. Precisamos urgentemente, modificar nossas praticas educacionais desatualizadas e desmotivantes, principalmente no ensino publico para ensinar a aprender, devendo-se agregar as praticas a um planejamento com uma nova forma de ministrar aulas, que seja mais dinâmica, interessante e participativa, isso não é uma utopia, mas uma possibilidade a ser realizada

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educaçãol 26/02/2012 lAcessos: 491
    Tania Maria da Silva Nogueira

    A subjetividade dos envolvidos no processo educativo deve ter primazia nas praticas aplicadas, com o intuito primordial da educação atual, ou seja, a construção do conhecimento pelo aluno, um conhecimento que deve ser construído pelo mesmo não sendo imposto e mecanizado.

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educaçãol 26/02/2012 lAcessos: 196

    Comments on this article

    0
    Zélia 10/11/2011
    Preciso falar com você e não tenho seu telefome.Me liga pois estou cursando pedagogia e gostaria de tirar algumas dúvidas com você.Obrigada.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast