Alta Habilidade

Publicado em: 02/02/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 1,112 |

ALTA HABILIDADE

 

O aluno com alta habilidade tem necessidades educacionais especiais. Apresenta, em comparação com a maioria das pessoas, significativas diferenças intelectuais, necessitando de recursos especializados para desenvolver plenamente o seu potencial.

 

A proposta pedagógica da escola que tem alunos altamente capazes deve orientar a operacionalização do currículo como um recurso para promover o desenvolvimento e a aprendizagem destes alunos. Assim, a atitude favorável da escola para diversificar e flexibilizar o processo de ensino e de aprendizagem vem atender às diferenças individuais dos alunos.

 

A priorização de recursos para atender alunos com alta habilidade é justificada pela identificação destes. O que faz necessário a adoção de um currículo aberto e propostas curriculares diversificadas e, também, a necessidade de incluir professores especializados, serviços de apoio, como sala de recurso e outros.

 

Nessa medida, é importante que se realize a adaptação de currículo para torná-lo apropriado às peculiaridades dos alunos com necessidades educacionais especiais, tornando-o dinâmico, alterável, possível de ampliação, a fim de que atenda realmente a todos os educandos.

 

Portanto, está mais do que na hora das escolas se prepararem para receber, e de fato, educar não só indivíduos como também as diferentes formas de aprendizagem que cada indivíduo traz dentro de si.

 

É reconhecendo e identificando as diferenças, bem como as dificuldades, que realmente exercemos o papel de educador.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/alta-habilidade-751892.html

    Palavras-chave do artigo:

    alta habilidade escola educador

    Comentar sobre o artigo

    O presente artigo apresenta um estudo bibliográfico sobre as Altas habilidades Superdotação O tema ainda é pouco discutido, especialmente pelos mitos que impedem os educadores de perceber com mais clareza os alunos que se enquadram nestas características. Muitas são as concepções divergentes sobre um mesmo perfil, iniciando pela própria denominação utilizada.

    Por: Iracilda Gabriell Educação> Ensino Superiorl 05/05/2014 lAcessos: 91
    SANDRA VAZ DE LIMA

    Ao se referir as pessoas com Altas Habilidades logo é ressaltado a questão da diferença, sendo comum o posicionamento em relação ao diferente, baseando em valores e expectativas normativas determinadas pelo grupo social do qual se faz parte.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 15/02/2010 lAcessos: 1,887
    Inez Kwiecinski

    O objetivo deste artigo é reunir informações sobre o conceito e as concepções das altas habilidades, uma vez que tais concepções e conceitos sobre altas habilidades/superdotação são de suma importância, sobretudo quando se admite que qualquer prática educativa deve sempre partir de um referencial teórico. Superdotação é um conceito ainda em estudo, sabemos, porém que, este conceito serve para expressar alto nível de inteligência e indica desenvolvimento acelerado das funções cerebrais.

    Por: Inez Kwiecinskil Educação> Educação Infantill 18/08/2011 lAcessos: 1,346
    Flavio Andrade

    É impressionante como o mundo pode parecer pequeno se formos considerar quantas pessoas possuem ou possuíam um QI acima de 180. A Terra, esse nosso famoso planeta, constituinte de humanos, mais ou menos cerca de 6,8 bilhões de pessoas.

    Por: Flavio Andradel Educação> Ciêncial 24/07/2010 lAcessos: 675
    Flavio Andrade

    Após o acompanhamento do filme “Gênio Indomável”, pretendo demonstrar particularmente, através de uma reflexão, como o docente deve se preparar para enfrentar os desafios do processo educacional de crianças e adolescentes portadores de habilidades especiais ou altas habilidades (superdotados), como se comportam e como devem ser tratados pelo professor de maneira que possam juntos obter êxito em suas atividades.

    Por: Flavio Andradel Educaçãol 24/02/2010 lAcessos: 2,979
    Orleine R. Alcântara

    Este artigo tem como objetivo principal apresentar o educar pela pesquisa como uma abordagem para o desenvolvimento de educando com altas habilidades/superdotação. O educar pela pesquisa visa inovar a prática em sala de aula. Tal inovação se caracteriza pela motivação e incentivo dos educandos, por parte dos educadores, pelo gosto e necessidade da pesquisa em sala de aula.

    Por: Orleine R. Alcântaral Educação> Ciêncial 16/04/2010 lAcessos: 1,508 lComentário: 2
    Rosana  Vidal

    Este artigo apresenta algumas considerações sobre o processo de inclusão, elaboradas a partir dos relatos de professores e de instituições que trabalham com alunos com necessidades educacionais especiais incluídos em classes regulares nas instituições de ensino da rede pública e privada. Apresenta a narrativa dos professores que atuam com crianças com necessidades especiais e não possuem formação em Educação Especial e de professores que possuem especialização na área, assim como o parecer das instituições de ensino e o sentimento dos pais e ou responsáveis deste alunado. O estudo também proporciona a visão da evolução da educação especial no Brasil de 1996 a 2006.

    Por: Rosana Vidall Educaçãol 25/06/2009 lAcessos: 47,345 lComentário: 4

    Educação Inclusiva: desafios da escola pública, tem como objetivo principal o de analisar como tem se preparado as escolas públicas município de Juara em Mato Grosso para inclusão a fim de receber Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais(PNEE) em suas instituições, assim como nas salas de recursos multifuncionais.Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo estudo de caso, envolvendo as Secretarias de Educação, professores e alunos de salas de recursos e gestão escolar.escolar.Os principi

    Por: GILSON DA SILVA METKAl Educação> Ensino Superiorl 01/12/2014 lAcessos: 16

    Mesmo a sociedade jogando toda a responsabilidade para a escola ela é sim a grande mentora da inclusão, pois, é na escola que essa criança se sentira igual aos outros, haverá a socialização e vendo as outras crianças, sentiram vontade de se superarem a cada dia, pois serão motivadas pelo próprio ambiente escolar.

    Por: Cátia Martins Bernardes Lenzil Educaçãol 24/08/2014 lAcessos: 23

    A tecnologia mais especificamente a tecnologia de informação e comunicação assume papel no desenvolvimento humano como ferramenta de leitura e práxis social numa intervenção libertadora na perspectiva social sobre a tecnologia num processo de diminuição das disparidades sociais na criação de políticas publica para a formação de uma cidadania. Atuando numa dimensão social e política através de programas sociais de inclusão digital para reduzir os problemas sociais relativos à marginalização e pob

    Por: Daniela Rosseti silval Educaçãol 02/03/2015
    Didasko Centro Educacional

    Sempre vemos muita gente com muitas dúvidas sobre a funcionalidade do ENEM,segue explicativo.

    Por: Didasko Centro Educacionall Educaçãol 26/02/2015
    Genilda Vieira Rodrigues

    Este artigo tem por objetivo apresentar estudos aprofundados sobre a educação inclusiva dando ênfase à questão envolvida no que se refere ao trabalho do professor com alunos portadores de deficiência. No decorrer da produção serão expostos conceitos de Educação Especial e Educação Inclusiva pontuando o saber fazer e o aprender diante das dificuldades encontradas em trabalhar com alunos portadores de necessidades especiais, ressaltando ainda mostrar alguns dos recursos e as estratégias utilizados

    Por: Genilda Vieira Rodriguesl Educaçãol 21/02/2015 lAcessos: 12

    Propriedade vocabular é muito importante na hora de redigir o texto, uma vez que saber empregar as palavras mais adequadas no momento enriquece muito o conteúdo do texto e, além disso, torno-o mais clara e objetivo. Mesmo que o texto seja um mero exercício escolar, antes de construí-lo, pergunte-se: para quem escrevo? O tipo de receptor determina a forma de sua mensagem. Um panfleto dirigido a crianças precisa ter uma linguagem fácil, direta, sem rebuscamento.

    Por: Professor Leol Educaçãol 19/02/2015

    Quando se ouve falar em educação, pensamos em escola, em educação formal. E quando o assunto é família temos vários pensamentos. Educação e Família são dois temas bastante complexos, porque educação é muito mais que escolarização, letramento e formação, sendo que família é a instituição mais antiga da sociedade e sofre constantes transformações. Ambas tem a função de socializar e transformar o homem biológico em um ser social.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educaçãol 16/02/2015

    Propostas Pedagógica e a Participação da Família no Resultado. A progressão escola é um instrumento que pode mudar a realidade desses estudantes que estão fora da faixa etária escolar. Determinadas escolas contemplam dentro do seu projeto político pedagógico, o sistema de progressão. Para que funcione a progressão em uma escola é necessário que haja engajamento por parte dos docentes, dos estudantes e da família. É importante ressaltar, que a família também tem um papel fundamental...

    Por: Elonir dutra terral Educaçãol 13/02/2015

    Diante dos agravos causados pela violência doméstica, tais entraves se estendem também ao processo educacional da criança e adolescente. Por outro lado, esta situação nem sempre é conhecida pelos seus educadores no campo acadêmico, causando assim uma lacuna no campo da avaliação pedagógica que, muitas vezes, abrangem somente o campo intelectual. Este trabalho tem por objetivo fazer uma análise sobre os impactos da violência doméstica no processo ensino-aprendizagem.

    Por: Jiane Martins Soaresl Educaçãol 12/02/2015
    ÁUREA MARIA SOARES LIMA

    A educação é um direito humano substancial, e como tal, precisa ser garantido universalmente. As conquistas das mulheres brasileiras em relação á educação, vêm crescendo consideravelmente e com isso, reduzindo significativamente o analfabetismo. O número de mulheres no mercado de trabalho cresceu gradativamente e isso ocorreu devido à determinação para conquistar seu espaço, milímetro a milímetro, dentro e fora de casa, e especialmente do empenho em subir novos degraus de instrução.

    Por: ÁUREA MARIA SOARES LIMAl Educaçãol 10/02/2015 lAcessos: 12

    A casa desempenha um papel muito importante na comunidade Kalunga, pois é na casa que esse povo sempre se reúne. Na cozinha, junto ao fogão de barro, as mulheres preparam a comida. Por ser caro o custeio do fogão à gás e difícil o transporte é que o fogão à lenha prevalece. Enquanto isso, os homens contam “causos”, riem e se distraem fumando um cigarro de palha ou bebendo uma dose de pinga para abrir o apetite.

    Por: Leda Arminda Machado Barrosl Educaçãol 02/02/2009 lAcessos: 1,023

    A comunidade do Vão de Almas, apesar de dispersa em suas roças, tem forma de organização semelhante: vivem da agricultura de subsistência. As principais culturas no vão de almas são mandioca, milho e arroz. Suas principais atividades econômicas são produção de farinha e de mandioca. Os que possuem melhores condições criam bois, vacas e bezerros nas pastagens próximas.

    Por: Leda Arminda Machado Barrosl Educaçãol 02/02/2009 lAcessos: 871

    Investigar as formas de apropriação do espaço geográfico ocupado pelos Kalungas, mapeando algumas diferenças de gênero, tem por finalidade compreender a geografia econômica e a geografia social.

    Por: Leda Arminda Machado Barrosl Educaçãol 02/02/2009 lAcessos: 1,277 lComentário: 1

    Todos aqueles negros que ocuparam os vãos da Serra da Contenda na Chapada dos Veadeiros tinham um pedaço de terra e todos os membros da família podiam usar essa terra em comum, dividindo a produção. Na concepção deste povo, a terra era apenas um lugar para morar. Essas terras eram deles, pois tinham sido doadas ou adquiridas por um antepassado comum.

    Por: Leda Arminda Machado Barrosl Educaçãol 02/02/2009 lAcessos: 646

    Dos inúmeros quilombos formados e destruídos, sabe-se que apenas um resistiu à força da insensatez e do tempo. Kalunga é o nome da comunidade remanescente de quilombo situada no Estado de Goiás, desde o período colonial, nos municípios de Cavalcante, Monte Alegre e Teresina de Goiás, ocupando uma área que constitui-se numa das maiores comunidades do país.

    Por: Leda Arminda Machado Barrosl Educaçãol 02/02/2009 lAcessos: 2,372 lComentário: 1

    A escravidão existia na África desde tempos desconhecidos. Era uma realidade institucional, não somente exercida na prática, mas sancionada pelas leis e pelos costumes.Portanto, os antepassados dos kalungas não eram povos que desconheciam este regime.

    Por: Leda Arminda Machado Barrosl Educaçãol 02/02/2009 lAcessos: 1,260

    Outra forma bastante interessante é trabalhar modalidades de texto através do conhecimento de mundo do aluno. Explicar a tipologia textual usando casos que estão na mídia, como o caso Isabela Nardoni.

    Por: Leda Arminda Machado Barrosl Educação> Línguasl 02/02/2009 lAcessos: 8,669 lComentário: 2

    A avaliação da aprendizagem deve ter como um de seus propósitos subsidiar a prática dos professores, oferecendo diagnósticos significativos para a definição e a redefinição do trabalho escolar, podendo corrigir os rumos do processo educativo em curso.

    Por: Leda Arminda Machado Barrosl Educaçãol 02/02/2009 lAcessos: 1,314

    Comments on this article

    0
    angelina 29/08/2009
    nenhum
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast