As Dez Virgens E O Encontro Do Esposo Para As Bodas

Publicado em: 17/03/2009 |Comentário: 2 | Acessos: 4,424 |

AS DEZ VIRGENS  E O ENCONTRO DO ESPOSO PARA AS BODAS.

PAI S DAS NOIVAS:

Preparam-se, hoje é o grande dia de irem encontrar com o noivo.

AS NOIVAS:

É verdade, estamos ansiosas por este momento.

PAI S DAS NOIVAS:

Arrumaram tudo para a viagem?

AS VIRGENS:

Sim, arrumamos.          

O  SENTINELA:

O que querem aqui/

AS VIRGENS:

Estamos à espera no noivo, podemos esperar aqui?

SENTINELA:

Podem sim, mais ele pode demorar, não se sabe.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

Vamos encostar aqui, já é tarde.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Vamos deixar nossas lâmpadas acesas e olhem bem se tem azeite de reserva, de repente o noivo demore e não nos pegue desprevenidas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

Que nada, ele vai  chegar logo.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Pode ser que isso aconteça, mas é melhor estarmos prevenidas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

Nos não trouxemos azeite de reserva não, porque ele logo virá e não precisaremos de reserva.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Se vocês tenham tanta certeza assim então vão dormir que nós também queremos descansar até que o noivo chegue.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

Está bem, boa noite, que as melhores consigam.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Que Deus tenha piedade de vós.

SENTINELA:

Acordem o noivo está chegando.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Meninas o noivo está chegando, preparem as lâmpadas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

As nossas lâmpadas secaram o azeite. O que faremos agora?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Prevenimos vocês quando chegar, mas disseram que o noivo ia chegar logo.

 AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Por favor nos ajudem!

AS VIRGENS PREVENIDAS:

 Em que podemos ajudá-las?

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Dei-nos um pouco do vosso azeite.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Não podemos ajudá-las, se dermos do nosso azeite vai faltar para nossas lâmpadas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Ajude-nos pelo menos a achar nossas lâmpadas, nessa escuridão.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Isto, podemos fazer, mas só isto.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Pelo menos vendam um pouco do vosso azeite.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

De maneira alguma venderemos de nosso azeite.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Mas o que faremos então?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Vão até o mercado e comprem azeite.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Ajude-nos.

 AS VIRGENS PREVENIDAS:

Não podemos fazer nada, se vendermos do nosso azeite vai faltar tanto para nós e para vocês, portanto vão comprar no mercado.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Vamos meninas encontrarem o noivo.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Meu vestido agarrou em um pau, ajudem-me.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Senhor, abra-nos a porta.

O NOIVO:

Quem sois vós?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Somos as virgens prevenidas senhor.

NOIVO:

Deixem as entrar para as bodas, são minhas convidadas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Como esse mercado é longe.

NOIVO:

E as outras virgens ainda não chegaram?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Não senhor.

NOIVO;

O que aconteceu com elas?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Os azeites das suas lâmpadas acabaram e elas foram ao mercado comprar.

NOIVO;

Quantas vezes meus mensageiros avisaram que não deviam faltar azeite em suas lapadas e elas não deram crédito.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Senhor o senhor tem azeite para nos vender? O azeite das nossas lâmpadas acabou.

MERCADOR:

Tenho sim.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Vamos meninas encontrarem o noivo.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Que festa linda, e que lugar maravilhoso.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Senhor, chegamos, abra-nos a porta.

NOIVO;

Quem sois vós?

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

As virgens que foram comprar azeite senhor, abra-nos a porta.

NOIVO:

Apartai-vos, de mim, eu não vos conheço.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Mas Senhor, nós pregamos em seu nome, expulsamos demônios e fizemos até milagres.

NOIVO:

Agora é tarde de mais.As portas já foram cerradas,Não há mais jeito para vocês, terão que receber o castigo.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

O Senhor o que será de nós?

 NOIVO:

Tiveram muito tempo para fazerem o bem e não o fizeram.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/as-dez-virgens-e-o-encontro-do-esposo-para-as-bodas-820335.html

    Palavras-chave do artigo:

    amor a deus

    Comentar sobre o artigo

    Paulo Cesar Tomaz

    Como seres humanos que somos necessitamos amar e ser amados. A Bíblia nos mostra que Deus é amor, e Ele mesmo nos deu prova disso.

    Por: Paulo Cesar Tomazl Religião & Esoterismo> Evangelhol 23/04/2013 lAcessos: 46
    Ivan Guedes

    Porque Deus te ama de tal maneira Ele nunca desiste de você!

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 25/10/2010 lAcessos: 610

    Cada pessoa deve entender que após revelar-se a si mesma na prática do bem, estará naturalmente na presença de DEUS.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Notícias & Sociedade> Cotidianol 31/08/2012 lAcessos: 54
    Erick e Conceição

    Diferentes por completos mas iguais no nome (AMOR)!

    Por: Erick e Conceiçãol Religião & Esoterismo> Evangelhol 29/09/2009 lAcessos: 997

    A necessidade de um mestre para orientar nossas crianças.

    Por: Luiz Carlos Ramosl Literatura> Crônicasl 14/06/2009 lAcessos: 124

    Amor não é só sentimento, assim como o perdão não é só sentimento. Isto porque todo sentimento depende do outro: “amar e ser amado”, “amar e ser correspondido”. Se o amor é só sentimento então ele é circunstancial ou seja dependem das circunstâncias externas e não é algo do meu ser, da minha vida. “Sentimentos são circunstanciais. Amar é uma decisão, é uma ação.

    Por: ASHBELL SIMONTON REDUAl Relacionamentos> Relações Amorosasl 22/07/2008 lAcessos: 88,515 lComentário: 6
    Moacyr de Lima e Silva

    Vamos encontrar por aqui uma pequena estória que demonstra o quanto é importante sabermos agradecer os desígnios de Deus, sejam eles quais forem, para que possamos realmente evoluir em individualidade.

    Por: Moacyr de Lima e Silval Literatura> Crônicasl 31/08/2010 lAcessos: 35
    Antônio Júnior

    Eu tinha um desejo muito grande de saber o sentido da vida e a razão de eu ter vindo a esse mundo. Eu queria saber se era fruto do acaso ou se eu fazia parte do plano de algo maior: Deus. Da minha forma eu fiz uma simples oração: Deus, se o Senhor existe mesmo, eu quero te conhecer! Vem ao meu encontro!

    Por: Antônio Júniorl Religião & Esoterismo> Evangelhol 27/09/2013 lAcessos: 31

    Não é raro que olhamos para dentro de nós e deparamo-nos com situações escuras de pecados, desarmonias e de desencontros, de angustias e memorias retorcidas, de preocupações e ansiedades perfurantes... E nos perguntamos: como vamos vencer? Como vamos superar, como vamos atravessar tal vale profundo?

    Por: Fernando Martinsl Religião & Esoterismo> Evangelhol 24/12/2014 lAcessos: 30

    é um "mini livro" de 20 folhas com reflexões sobre o amor de Deus e o amor humano, o propósito e o sentido da vida que se encontram em deus e não nas coisas materiais

    Por: Fernando Martinsl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/12/2014 lAcessos: 25
    Elaine Peres da Silva

    É indispensável ao desenvolvimento do ser humano o trabalho de sensibilização diante da sociedade, começando pela própria escola, o local de aprendizagem e formação do indivíduo. É preciso que o estudante, enquanto cidadão perceba a importância de sua participação nas questões que envolvem o meio ambiente, desde então, as pequenas ou grandes atitudes podem amenizar, mesmo que parcialmente, a contaminação da natureza.

    Por: Elaine Peres da Silval Educaçãol 27/03/2015 lAcessos: 12
    Fernando Corrêa manarim

    afirmamos que existem outras formas de jogar xadrez além da competição, ou seja, que o xadrez é uma ferramenta que pode trabalhar o praticante pedagógica e terapeuticamente, ensinando a se conhecer, conhecer os outros e conhecer o mundo a qual pertence. Isso pode ser comprovado na Lenda de criação do xadrez, conhecida como a Lenda de Lahur Sessa, lenda que pode ser encontrada na obra de Malba Tahan, "O Homem que calculava".

    Por: Fernando Corrêa manariml Educaçãol 16/03/2015

    1. Por que o regime de ciclos e a progressão continuada são tão criticados? 2. Qual a real eficácia da progressão continuada e quais são os problemas gerados por esta prática? 3. Quais suas implicações políticas? 4. Quais os aspectos negativos deste sistema? 5. Qual o papel do professor, do coordenador e supervisor escolar? 6. Qual a importância da avaliação neste processo?

    Por: EULER DE CASTRO SANTOSl Educaçãol 15/03/2015 lAcessos: 15

    RESUMO A violência é sem duvida, além de uma das grandes preocupações da sociedade, o grande problema a ser enfrentado, principalmente na dura realidade das escolas públicas do Brasil. Atinge a todos na escola, contudo a grande vitima deste problema é o professor, cada vez mais desmotivado e que se encontra quase sempre acuado e de mãos atadas diante do problema. Ocorre de maneira velada e de diversos modos, sendo, obviamente causada pela falta de limites e de ações efetivas para enfrentar o pro

    Por: EULER DE CASTRO SANTOSl Educaçãol 15/03/2015 lAcessos: 13

    Nesta Sociedade de Informação a comunicação assume um papel no desenvolvimento humano como ferramenta de leitura social numa intervenção libertadora na perspectiva social sobre a tecnologia num processo de diminuição das disparidades sociais na criação de políticas publica para a formação de uma cidadania. Atuando numa dimensão social e política através de programas sociais de inclusão digital para reduzir os problemas sociais relativos à marginalização e pobreza

    Por: Daniela Rosseti silval Educaçãol 12/03/2015
    Alinne do Rosário Brito

    O presente artigo tem como finalidade analisar as fases de ensino nas aulas de educação física escolar tendo como base os PCN`S, para facilitar este processo nas instituições de ensino. Portanto é um convite para refletir sobre à pratica pedagógica , ou seja, o processo de alfabetização especificamente no ensino fundamental através deste componente curricular.

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 11/03/2015

    O fundamentalismo islâmico é a maior ameaça a democracia e os direitos humanos desde o fim da Guerra Fria.Esse artigo tem por objetivo expor de forma breve,as suas origens durante o processo de partilha afro-asiática promovida pelos países europeu até a sua expansão na era da globalização sob a hegemonia dos EUA.

    Por: Mauricio Mendes de Oliveiral Educaçãol 09/03/2015
    Marlete Turmina Outeiro

    O artigo conta a história de uma família especifica, que venceram as adversidades e os preconceitos sociais, demonstraram a importância de unir-se em favor de um ideal coletivo, cujo objetivo apresenta memória histórica marco de 1985 a 2011, no Município de Abelardo Luz/SC. Os resultados discorrem a partir de um recorte da obra "A Inclusão Social pela Reforma Agrária: a saga de uma família sem-terra, escrito com base nos fatos que constam no diário da Sra. Rosa Turmina.

    Por: Marlete Turmina Outeirol Educaçãol 07/03/2015 lAcessos: 14

    Estes escritos tem objetivo de despertar o desejo pela leitura e a interpretação de texto.

    Por: João do Rozario Limal Arte& Entretenimento> Artel 06/04/2011 lAcessos: 498

    Alguns comentários que retrata algo sobre a educação, a fome e a injustiças do nosso pais e dos demais paises menos favorecidos.

    Por: João do Rozario Limal Arte& Entretenimento> Artel 04/04/2011 lAcessos: 3,312

    Estes poucos escritos religiosos em forma de teatro tem o objetivo de resgatar algo sobre o diluvio e a arca de No´pe.

    Por: João do Rozario Limal Arte& Entretenimento> Artel 13/06/2010 lAcessos: 1,522 lComentário: 1

    Este simples poema retrata como os filhos devem cultivar o amor a suas mães.

    Por: João do Rozario Limal Literatural 04/05/2010 lAcessos: 727

    Estes escritos retratam o nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Por: João do Rozario Limal Literatural 20/12/2009 lAcessos: 841 lComentário: 1

    Este pequeno conto tem o objetivo de alertar a juventude sobre a realidade em que vivem.

    Por: João do Rozario Limal Educação> Educação Infantill 10/10/2009 lAcessos: 3,744 lComentário: 2

    Pequena peça de teatro que retrata contos de fadas e a raridade da união da familia.

    Por: João do Rozario Limal Educaçãol 02/09/2009 lAcessos: 614 lComentário: 1

    Pequena peça de teatro voltado para a emotivação e resgate dos sonhos de cada ser neste planeta.

    Por: João do Rozario Limal Educaçãol 30/08/2009 lAcessos: 18,327 lComentário: 8

    Comments on this article

    0
    JOANA FONTES 17/10/2010
    Sou evangélica graças ao bom Deus que me escolheu, pois de mim mesmo não peceberia o grande amor dele por mim. Esse é um amor verdadeiro que o homem jamais poderá dar a alguém de entregar - se no lugar de outrem, só Deus entregou seu filho único e só Jesus morreu por todos nós na cruz. Hoje oque predomina é o egoismo e um sentimento carnal e ainda dizem que é Amor.
    0
    sueli 15/07/2009
    meu irmao,que lindo tudo isso que Jesus te abencoe muito,a paz.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast