AS TIC´S NA SALA DE AULA: CONTRIBUIÇÃO PARA A APRENDIZAGEM DAS CRIANÇAS

Publicado em: 04/09/2010 |Comentário: 1 | Acessos: 9,975 |

1 INTRODUÇÃO

 

Atualmente vê-se uma grande ascensão da tecnologia, seja em grandes projetos, empresas e também em instituições de ensino. A tecnologia está cada vez mais acessível as pessoas. Percebe-se que a compra de produtos com tecnologia digital tem crescido bastante, em todas as camadas sociais. As tic´s, ao contrário do que muitas pessoas pensam, está presente na vida do homem desde a antiguidade, contitui-se meios eficazes de comunicação e informação.

Os meios de informação são todas as formas de gerar, armazenar, veicular, processar e reproduzir a informação. Os meios de comunicação é toda forma de veicular informação, incluindo as mídias mais tradicionais, como uso de pergaminhos, de tambores na selva, de livros, de revistas, do rádio, da televisão, das redes de computadores, etc.

Varias questões estão relacionadas ao uso das tecnologias e dos meios de comunicação nas escolas, especificamente nas salas de aula. Trabalhar com as Tic´s além de ser uma necessidade real é um modo de inserção dos indivíduos no mundo letrado e digital.

O projeto de pesquisa tem como tema "As tic´s na sala de aula: contribuição para o aprendizado das crianças", o referido tema foi escolhido porque constitui-se um ramo de conhecimento novo na educação e poucos autores discorreram sobre o mesmo, e além do mais, por se tratar de assunto que ainda causa muita desconfiança, por parte dos educadores.

Torna-se inaceitável, na época em que estamos, em pleno século XXI, que os professores ainda trabalhem apenas com quadro e giz. Diante das descobertas tecnológicas atuais, a escola torna-se então uma unidade de difusão dessas novas mídias, incrementando o uso das mesmas na vida dos alunos e usando-as como mais um recurso à serviço da aprendizagem das crianças.

O tema proposto trata a questão das tic´s como algo já vivenciado na sala de aula e, consequentemente na escola, mostrando as facilidades e a praticidade de se trabalhar com essas tecnologias na sala de aula. Os objetivos pretendidos são que os educadores incrementem as tic´s no seu ambiente de sala de aula e as use como mais um suplemento de enriquecimento das aulas e um instrumento poderoso para a aprendizagem das crianças.

As tic´s nada mais são os meios de comunicação e informação, que são utilizados pelos homens desde a pré-história, através de vestígios e sinais desenhados nas paredes de cavernas.

Portanto, esse tema é de fundamental importância, pois trará subsídios para a compreensão da importância das Tic´s no ambiente da sala de aula, servindo de fonte de pesquisas posteriores, tanto para educadores, quanto para pesquisadores da ár

 

2 AS TIC´S NO AMBIENTE ESCOLAR

 

Atualmente a tecnologia está presente em todos os setores da sociedade é um componente social importante na vida moderna. O Núcleo Curricular Básico-Multieducação(1996) diz o seguinte:

 

O acesso à mídia impressa e eletrônica, ao vídeo, ao computador, às redes e apropriação de suas linguagens e estéticas, não é uma utopia ou um desvario, é a condição básica da habitação do cidadão ao diálogo social, afetivo, político, profissional, o cidadão da sociedade informático-mediática necessita adquirir habilitação técnica e linguística que lhe permita transitar e sobreviver no meio informacional na qual está imerso (p.134)

 

E quem dará essa instrução para a formação de um cidadão inteirado de sua realidade? A escola jamais poderia ser indiferente, pois se constitui um lugar de posturas e mudanças sociais. É na escola onde encontra-se o âmago das modificações de origem social.

A informática educativa é uma realidade e deve ser inserido no contexto escolar, como destaca Haetinger (2005), desta forma acreditamos que a informática aplicada aos processos educacionais pode oferecer um caminho de mudanças para a velha escola, claro que nunca como ‘salvadora da pátria', mas como mais uma ferramenta a serviço dos professores.

De fato a escola, e principalmente os professores, precisam encarar essas novas tecnologias de forma natural, buscando oportunidade de aperfeiçoar-se para a operação dessas novidades tecnológicas. Dificuldades são muitas, incertezas quanto ao alcance dos objetivos propostos inúmeras, porém de certo se tem que, enquanto o docente não tiver consciência de seu papel de agente de transformação, mudanças não ocorrerão (MIRIAN C.D, MELLO, 1991).

Mesmo que a escola não ofereça subsídios para a inserção das novas tecnologias o professor tem o dever, como agente de transformação e formador de opinião, de oferecer para seus educandos conhecimentos e interações com essas tecnologias, tendo em vista que fazem parte do quotidiano de muitos deles. Com relação ao professor Haetinger (p. 70, 2005) diz que "se continuar não interagindo o ensino com a vida prática dos alunos está correndo o risco de ficar falando sozinho, na sala de aula ou no universo virtual".

Ainda com relação as tecnologias, Haetinger (2005), complementa:

Em nosso trabalho de educadores devemos sempre... Oportunizar aos alunos o acesso a informação e a construção de conhecimentos coletivos. Ao oferecermos este tipo de vivência, buscamos a motivação do aluno e o comprometimento do mesmo com a aprendizagem individual e do grupo ao qual ele pertence (p. 71).

 

A escola mudou, não vivemos mais aquele ensino metódico e puramente mensurável, onde o professor detinha todo o conhecimento. A sociedade, seus padrões e ritmos mudaram, estamos no século XXI, na Pós-modernidade, onde as máquinas são responsáveis por grande parte do desenvolvimento mundial. Precisamos então, como educadores, analisar como as Tic´s podem nos ajudar a favorecer a aprendizagem das nossas crianças. Atualmente, uma discussão pertinente entre os educadores não questiona se "o aluno aprende ou não aprende" ou "o quanto ele aprende", mas está voltada a questões mais amplas como: "de que modo podemos favorecer a aprendizagem?", que ações pedagógicas adotaremos para facilitar a construção de conhecimentos?  Haetinger (2005).

 

4.2 A INSERÇÃO DA MULTIMÍDIA NA SALA DE AULA

Já existem em varias escolas o uso dos meios de multimídia nas próprias salas de aulas, como lousas digitais, computadores com acesso a internet e distribuição de notebooks para as crianças nos primeiros anos do ensino escolar, é o caso do Jardim de Infância Municipal Doutor Luiz Silveira, em Piraí/RJ (Revista Nova Escola). São muitos os casos de sucesso na utilização da tecnologia na sala de aula como aliada no processo de ensino aprendizagem, provando assim que o uso das Tic´s pode e deve ser uma prática constante nas salas de aula, atuando como mais um suplemento de ensino. sobre o uso da informática como recurso pedagógico, a inclusão da informática como recurso pedagógico é mais do que querer, é fundamental para desenvolver todas as possibilidades do saber. Haetinger (2005).

A idéia de utilizar computadores para ensinar as crianças a se tornarem melhores pensadores teve início com Seymour Papert, para quem o computador iria "ampliar a escola" revolucionar e educação e reformular a mente das crianças. Sua linguagem de programação projetada especialmente para as crianças deveria provocar o estímulo para essa revolução. Influenciado pelo psicólogo e filósofo suíço Jean Piaget, com quem estudou, Papert afirma ter combinado as complexas teorias de desenvolvimento infantil de Piaget com seu próprio trabalho no campo da inteligência artificial. Essa fusão aparente levou à criação da linguagem logo, a qual, Papert esperava, sistematizaria o uso de computadores no aprendizado, começando na pré-escola, ou até mais cedo ainda.

Muitos outros estudiosos e pesquisadores defendem o uso das tecnologias no ambiente escolar, em especial o uso do computador como recurso pedagógico, mas advertem para o uso adequado dessa ferramenta.

 

O computador jamais poderá ser utilizado de forma a ameaçar o contato com a própria realidade, a alienar a criança: mas, mas ao contrário, deverá ser usado sempre para fortalecê-la, por meio de tomada de consciência de si mesma como alguém capaz de lidar com representações simbólicas, mantendo os pés firmes no chão. (Oliveira, 1999, p. 11)

 

O desafio dos educadores da atualidade é ensinar aos seus alunos a metalinguagem, a diversidade de linguagem existente e sua utilização na vida prática. MacLuhan (1997, p.33) fala que atualmente a resposta é ensinar aos estudantes nas escolas como se ‘metacomunicarem' e como aprenderem ‘meta-habilidades' de forma que possam se adaptar ao mundo tecnológico em transformação.

 

4.3 A RELAÇÃO DAS CRIANÇAS COM AS TIC´S

 

Será que as crianças nos primeiros anos escolares dominam as novas tecnologias? Como é a relação com o desconhecido (será desconhecido)? Tentaremos responder aqui estas e outras questões concernentes ao uso das tecnologias por parte das crianças no ambiente escolar. As novas tecnologias são também fontes de aprendizado para as crianças.

Para Morin (2000) A criança também é educada pela mídia, principalmente pela televisão. Aprende a informar-se, a conhecer - os outros, o mundo, a si mesma-, a sentir, a fantasiar, a relaxar, vendo, ouvindo, "tocando" as pessoas na tela, pessoas estas que lhe mostram como viver, ser feliz e infeliz, amar e odiar. A relação com a mídia eletrônica é prazerosa – ninguém obriga que ela ocorra; é uma relação feita através da sedução, da emoção, da exploração sensorial, da narrativa aprendemos vendo as histórias que os outros nos contam. Mesmo durante o período escolar a mídia mostra o mundo de outra forma – mais fácil, agradável, compacta sem precisar fazer esforço. Ela continua educando como contraponto à educação convencional, educa enquanto estamos entretidos.

Há muitos programas computacionais que podem favorecer a aprendizagem das crianças, por meio do visual e do áudio as crianças assimilam mais os conceitos pretendidos, além de se divertirem e aprenderem. No Congresso Educar (2002) se discutiu que há programas para crianças de cinco anos que as ajudam a fazer relações mentais e cognitivas, que normalmente só fariam mais tarde, quando estivessem alfabetizadas. A geração da cibercultura, diz ela, vem absorvendo com a internet um novo paradigma mental, que no futuro fará dessas crianças adultos com maior capacidade de aprender por si mesmos.

Percebe-se então que as crianças desde pequenas têm contato com diversas mídias e através delas elas aprendem muita coisa. As mídias são meios pelos quais as crianças aprendem de forma prazerosa e dinâmica, seu uso na escola favorece em muito a obtenção de conhecimentos.

Portanto, as Tic´s através de suas facilidades e diversidade de uso, favorecem em muito o aprendizado das crianças, pois através destas mídias as mesmas aprendem com muito mais entusiasmo e interagem de forma prática com essas novas tecnologias, já fazem parte, na maioria das vezes, de seu cotidiano. Além do mais através das Tic´s o aprendizado acontece de forma dinâmica e atrativa, incentivado a participação das crianças nas diversas atividades realizadas na sala de aula, com a mediação do professor e funcionando como mais um riquíssimo recurso de ensino.

Para Haetinger (2005) o aluno através destas ferramentas, [as novas tecnologias] deve se comprometer muito mais com o aprendizado, o que não acontecia com o ensino tradicional, de apenas recepção de conteúdos. Sob a própria perspectiva do construtivismo, as novas tecnologias dão a noção do concreto e do prazeroso, oferecendo ao educando uma maior interação com a aprendizagem. Papert (apud. Almeida, 2000) diz que a característica principal do construcionismo é a noção de concretude como fonte de ideias e de modelos para a elaboração de construções mentais.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Diante do exposto, sobre a importância das Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC como facilitadora e promotora da aprendizagem, pode-se afirmar que ainda são muitos os desafios para a implantação das mesmas no ambiente da sala de aula, mas aos poucos estão surgindo idéias para a incrementação dessas tecnologias no ambiente escolar.

A temática foi de fundamental importância, pois trouxe um enfoque maior à questão do uso das novas tecnologias como auxiliadora e facilitadora da aprendizagem das crianças. Além de ressaltar a contribuição das Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC como recurso pedagógico eficiente e rico para utilização, por parte dos educadores.

Pode-se concluir que as TIC além de serem um recurso pedagógico interessante e importante para o professor, é uma ferramenta que torna a aprendizagem das crianças mais significativa e mais prazerosa, contribuindo inclusive para a felicidade da criança na escola e estimulando-a a vir para a escola.

Pode-se também, com a escrita do artigo, construir uma fonte de pesquisa para estudiosos, pesquisadores e educadores, oferecendo-os subsídios para as suas práticas de pesquisa e ensino, além do mais pretende-se com o mesmo uma maior atenção e valorização das TIC no ambiente escolar, mais especificamente na sala de aula.

 

 

REFERÊNCIAS

HAETINGER, Max G. O Universo Criativo da Criança na educação: coleção Criar.vol. 03. Rio Grande do Sul, 2005.

 

ESCOLA, Nova. Computadores na pré-escola. Disponível em: < http://revistaescola.abril.com.br/educacao-infantil/4-a-6-anos/computadores-pre-escola-556251.shtml>. Acesso em: 26 maio 2010.

 

NETO, Hermínio Borges & Suzana Maria Campelo Borges. O papel da informática educativa no desenvolvimento do raciocínio lógico. Disponível em: Acesso em: 27 de maio 2010.

 

CORTELAZZO, Iolanda B. C. Pedagogia e Novas Tecnologias: Tecnologias Interativas e Colaborativas. Disponível em: < www.boaaula.com.br/iolanda/disciplinas/pedago10.ppt> Acesso em: 27 maio de 2010.

 

 

<!--[if gte mso 9]><xml> Normal021falsefalsefalsePT-BRX-NONEX-NONEMicrosoftInternetExplorer4 </xml><![endif]--><!--[if gte mso 9]><xml> </xml><![endif]--><!--[if !mso]-->

<object id="ieooui" classid="clsid:38481807-CA0E-42D2-BF39-B33AF135CC4D"> </object>

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/as-tics-na-sala-de-aula-contribuicao-para-a-aprendizagem-das-criancas-3200875.html

    Palavras-chave do artigo:

    tic

    ,

    novas tecnologias

    ,

    aprendizagem

    Comentar sobre o artigo

    Zilda Fajoses Gonçalves

    Situações educacionais e suas relações cotidianas, onde a curiosidade e as novas descobertas geram novas questões dentro do conteúdo e há mudança da abordagem inicial de "Ensino por projetos" para "Aprendizagem por projetos" criando-se uma mescla das duas.

    Por: Zilda Fajoses Gonçalvesl Educaçãol 10/10/2010 lAcessos: 497
    Antonio Carlos Machado

    Neste artigo discutiremos a presença das Tecnologias Educacionais de Informação e Comunicação para o eficaz processo de ensino-aprendizagem para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no caráter de inclusão digital, cujo objetivo investigar as ações desenvolvidas no cotidiano escolar, que visem à inserção dos alunos da EJA dentro desse novo contexto de mudanças sociais e do avanço da tecnologia, de forma a garanti-lo sua inclusão no mundo digital e no mercado de trabalho.

    Por: Antonio Carlos Machadol Educação> Educação Onlinel 03/12/2011 lAcessos: 1,026

    O presente trabalho tem como propósito apresentar um estudo através de uma análise bibliográfica sobre a incorporação das tecnologias da informação e da comunicação na educação básica. Apontando algumas reflexões e discussões acerca do uso das tecnologias no cotidiano e nas práticas pedagógicas dos professores de educação básica.

    Por: Patricia Coelhol Educação> Educação Onlinel 24/08/2010 lAcessos: 4,575 lComentário: 1
    vanessa de fatima silva moura

    Ao se considerar relevante o aprofundamento e o conhecimento em relação à formação docente para o uso de novas tecnologias educacionais. Percebe-se que a formação de professores para a utilização das novas Tecnologias de Informação e Comunicação, de forma específica os computadores, que têm contribuído na educação e aprimoramento da pratica educativa, que deve ser pautada pela compreensão das possibilidades e limites deste instrumento na concretização do papel educativo da escola.

    Por: vanessa de fatima silva moural Educaçãol 18/07/2011 lAcessos: 1,516
    Máira Leilaine

    Este trabalho tem por objetivo principal mostrar a importância do uso das TICs no âmbito escolar uma vez que estas estão presentes em todo momento, de modo a tornar significativo seu uso bem como a necessidade do educador em se atualizar e fazer parte desse novo mundo tecnológico de aprendizagem.

    Por: Máira Leilainel Educaçãol 09/08/2014 lAcessos: 16
    Tania Maria da Silva Nogueira

    Voltando através de pesquisa a tempos remotos, vemos que a tecnologia evoluiu de forma rápida, alcançando todos os segmentos sociais , chegando aos dias atuais oferecendo uma enorme gama de equipamentos, sistemas informacionais, recursos ricos e abrangentes em todos os sentidos. E portanto nítido a necessidade de se aplicar tais recursos tecnológicos na pratica pedagógica em todo o processo educacional .

    Por: Tania Maria da Silva Nogueiral Educaçãol 08/11/2009 lAcessos: 2,422 lComentário: 1
    Elizabete Rosa

    Este artigo apresenta um estudo sobre as Tecnologias da Informação no Ensino de História e Geografia. A sociedade do século XIX está inserida num contexto em que as novas tecnologias da informação se fazem presentes no cotidiano das pessoas. Entender que a preparação do aluno para exercer direitos e cumprir deveres nesse contexto, implica na formação adequada desse indivíduo, fazendo uso do que lhe seja disponível em termos de tecnologias.

    Por: Elizabete Rosal Educação> Ensino Superiorl 29/12/2011 lAcessos: 537

    A tecnologia, em especial aquelas associadas ao computador e a internet, tem promovido uma reviravolta na vida pessoal e profissional. Queira quer não os avanços tecnológicos tem modificado a forma como nos relacionamos com tais eventos. Com a educação não é diferente, pois ao permitir a exploração de novos campos no ensino e na aprendizagem, cria-se novas demandas educacionais que exigem uma formação sintonizada com as tecnologias da informação e comunicação.

    Por: Alberto Amoriml Educaçãol 01/08/2009 lAcessos: 1,056 lComentário: 1

    O processo de ensino-aprendizagem esta exigindo do professor cada vez mais; Dedicação, conhecimento e atualização, no mundo contemporâneo, essas exigências tem cobrado um novo método ou nova pratica que possibilite ao professor repassa os conteúdo ministrado de uma forma dinâmica, eficiente e prazerosa.

    Por: EMANUEL ADEITON DE O.ANDRADEl Educação> Educação Onlinel 29/11/2010 lAcessos: 629

    O presente artigo é um estudo bibliográfico que tem como objetivo principal abordar conceitos educacionais e metodologias desenvolvidas em sala de aula usando o lúdico como alternativa de metodologia. O trabalho justifica-se pela necessidade de se entender e adequar a aprendizagem às atuais demandas da educação é necessário conhecer alguns caminhos já percorridos pelo ensino e que se levam a uma redefinição dos objetivos, conteúdo e metodológicos.

    Por: Graciele de Miranda Oliveiral Educaçãol 21/10/2014
    Alinne do Rosário Brito

    O artigo busca pesquisar e relatar o que é o Programa Mesa Brasil SESC e dialogar com as ações do Governo do Estado do Amapá para que a segurança alimentar seja implementada atendendo as leis nacionais e as respectivas atuações das politicas públicas que o regem quanto a tentativa de diminuição da miséria na cidade de Macapá.

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 21/10/2014 lAcessos: 12
    Tania R. Steinke

    Promover a valorização da formação continuada dos docentes e coordenadores pedagógicos que atuam no Ensino Médio das escolas públicas.

    Por: Tania R. Steinkel Educaçãol 19/10/2014

    Este artigo analisa de forma breve a teoria das Representações sociais, realizada por alguns estudiosos que contribuíram para a o avanço das representações sociais, bem como, os teóricos que tinham como base as investigações de como as pessoas transformam os conhecimentos científicos em conhecimento de senso comum na década de 60, e também a forma como adota a perspectiva comunicativa "genética" na apreensão do conhecimento veiculado a dinâmica do cotidiano.

    Por: Elizabeth Almeida dos Santosl Educaçãol 14/10/2014
    Erineia nascimento da Silva

    Resumo O aumentou consideravelmente do número de alunos especiais matriculados no ensino regular foi de aproximadamente 70% em 2014, em relação aos anos anteriores. Essa chegada dos alunos nas instituições públicas de ensinos promoveu serias mudanças de paradigmas em todos os profissionais da educação, mas seguiu junto um profissional fundamental na implementação desse novo olhar sobre a educação especial e principalmente sobre a inclusão.

    Por: Erineia nascimento da Silval Educaçãol 10/10/2014

    O SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) ajuda a milhões de brasileiros todos os anos através de seus Cursos Gratuitos oferecendo modalidades presenciais ou EAD (Ensino a Distância) para realização dos mesmos. Conheça alguns cursos grátis para 2015

    Por: sitesjoaoepaulol Educaçãol 09/10/2014

    A avaliação na Escola Ciclada já vem redefinida, ou seja, já está incorporada com novas idéias e nas aspirações, sua perspectiva está muito além de atribuir uma nota por simples burocracia institucional ou por simplesmente conferir o que foi "aprendido" ou não.

    Por: Delimar da S. F. Magalhãesl Educaçãol 02/10/2014

    A MATEMÁTICA E A MÚSICA POSSUEM LAÇOS MUITO FORTES DESDE A ANTIGUIDADE E O INTERESSANTE É QUE TEM MUITOS ALUNOS QUE GOSTAM DE MÚSICA E DIZEM QUE NÃO GOSTAM DE MATEMÁTICA. ENTÃO, SENDO ASSIM, É BEM INTERESSANTE MOSTRÁ-LOS A ELES ESTA FORTE RELAÇÃO.

    Por: Josimara L. Furtado dos Santosl Educaçãol 02/10/2014 lAcessos: 11
    Francisco Ivanilson da Costa

    A escola, sendo o âmago das tranformações sociais, deve estar "sintonizada" com as mudanças socioculturais da sociedade. Não pode parar no tempo e ignorar o surgimento de novas formas de ensinar e aprender na Era Digital.

    Por: Francisco Ivanilson da Costal Educação> Educação Onlinel 10/12/2011 lAcessos: 819

    Comments on this article

    1
    vanessa 15/03/2011
    É muito importante que haja um aprofundamento no uso de tecnologias nas escolas, pois este é um ambienteque se formam profissionais e atualmente o mercado de trabalho esta bastante concorrido e quem não tem no minimo um curso de informatica não consegue um emprego.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast