Cuidados básicos da Enfermagem Em UTI

Publicado em: 09/05/2013 |Comentário: 0 | Acessos: 135 |

1. Introdução:

Tendo e vista a necessidade de enfermeiros nas unidades de tratamento intensivo, percebemos que esses pacientes precisam de mais cuidados, pois os mesmos  estão buscando cada dia mais uma maneira de ser feliz. Por isso  os profissionais têm que ter o prazer de trabalhar na área da saúde. 

2. Desenvolvimento:

Nessa pesquisa procuramos  visar, como os pacientes da (UTI) Unidade de Tratamento Intensivo devem ser tratados, tendo em vista a necessidade desses pacientes, é preciso um melhoramento no atendimento, para com esses clientes, e também para que eles possam sentir um ser humano.

Existe pacientes que exigem vários cuidados básicos, tem aqueles   pacientes que precisa do cuidado intensivo, cuidado intermediário, cuidado ao longo prazo, a domicílio e cuidado ambulatorial.   

 Podemos definir e falar sobre cada um dos cuidados que o paciente devem ter: Cuidado intensivo, é aqueles pacientes de auto risco que exigem cuidados constantes, e também tem o intermediário para pacientes que precisa de uma observação mais moderada , enfim o enfermeiro tem sua própria capacidade, e de ser eficiente e de mostrar um desempenho melhor de seu trabalho, o cuidado do enfermeiro designa para eles áreas específica, onde as atividades deles atendem com maior rigor as necessidades do paciente.

 A experiência mostra que a maioria dos hospitais cria um dos  elementos sem se preocupar com a organização de outras áreas, eles deveriam criar mais medidas harmônicas para o atendimento do paciente.        Por que Falar de Humanização em Terapia Intensiva? O humanismo pode ser falar com ideia de busca de preservação da dignidade humana.

 A internação de um paciente em uma UTI, rompe bruscamente seu  modo de viver, incluindo suas relações, e abalando suas  independência e esse abalo que o paciente leva deixa ele incapaz de mover seu próprio corpo por falta de privacidade, porque ele fica muito exposto as situações constrangedoras.     

          Segundo Gaiva Azevedo "O cuidado voltado o corpo biológico no sentido de recuperá-lo não têm respondido de forma satisfatória as necessidades de saúde dos indivíduos, exigindo do profissional da saúde."

          Podemos observar,  que o enfermeiro pode ajudar seus pacientes a ser curados através de várias maneiras e que trabalhando com o psicológico e espiritual, os pacientes podem ter uma recuperação melhor.

          AS UTI, têm sido  além de habilidades e competências, relacionais, ética e política, isso reflete no comportamento das pessoas, seus pares e no desenvolvimento de tarefas, rotinas e procedimentos, no alcance de objetivos voltados á qualidade e a excelência da assistência de enfermagem, influenciando as pessoas os resultados e a própria organização.

        Segundo Gomes, "A principal característica de uma UTI está na combinação do cuidado intensivo de enfermagem com a constante atuação médica no atendimento dispensado ao cliente critico e situações específica."

          Podemos observar que é indispensável um acompanhamento médico, para com os pacientes.

       O enfermeiro que atua em unidade de terapia intensiva desenvolve atividades voltadas   ao cuidado do paciente nas diferentes situações critica.   

      Para isso, este  profissionais  detém diferentes competências , como a de avaliar, sistematizar e  decidir sobre recursos humanos, físico, materiais e de informações no cuidado ao paciente, visando o trabalho em equipe, a eficácia e custo- efetividade, é o que os torna um auditor do cuidado.

Segundo  Viana."  A utilização de drenos, sondas e cateteres em UTI é recomendada de forma criteriosa o que constitui um desafio árduo para a enfermagem , pois hoje  a ideia é invadir cada vez menos pacientes critico."

         Podemos observar  que para o paciente se recuperar ele precisa de usar os aparelhos certos.

      O enfermeiro profissional ele têm que ter bastante paciência para com o paciente para que ele não venha se contaminar com nenhuma infecção hospitalar pois o paciente por ele esta numa UTI a imunidade dele é muito baixa, então se não tomar cuidado o paciente corre o risco de piorar sua situação enfim, percebemos que o enfermeiro têm dar a sua vida, para que através da sua outras possam sobreviver.

3. Considerações Finais:

O cuidado que o enfermeiro tem que ter com os pacientes exige dele uma boa conduta por se tratar de pacientes na fase terminal de suas vidas. Independente se o paciente está em estado mais grave o não, os enfermeiros tem que ter a paciência de lidar, e cuidar bem, para que eles se sintam bem acolhidos, apesar de saber que a sua situação é grave, por isso é preciso que os hospitais oferece, um tratamento de primeira qualidade, para que eles venham prolongar seus dias de vida mais elevada.

4. Referências Bibliográficas:

FIGUEIREDO, Nébia Maria Almeida de [ET AL], cit: atuação, intervenção e cuidados de enfermagem; 2º edição. rev. E atual- São Caetano do Sul, SP. Yends Editora, 2009.

SÁ, Ana Cristina de. Cuidado emocional em saúde. São Paulo. Rob editorial 2003.

SILVA, Maria Julia Paes da. Comunicação tem remédio. São Paulo, 6º edição. Editora gente, 2002.

VIANA, Renata Andrea Pietro Pereira. Enfermagem em terapia intensiva: Praticas baseadas em evidencias. São Paulo: Editora Atheneu, 2011.

VIEIRA, Alvaro de Bittencourt [ET AL], emergência: Atendimento e cuidados de enfermagem; 3º Edição. ver. E atual-São Caetano do Sul, São Paulo: Yends Editora, 2009.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/cuidados-basicos-da-enfermagem-em-uti-6587722.html

    Palavras-chave do artigo:

    enfermagem

    ,

    atencao

    ,

    uti

    Comentar sobre o artigo

    Resumo: Trata-se de um estudo de revisão bibliográfica, com objetivo de enfatizar os aspectos sobre humanização no ambiente de unidade de terapia intensiva a enfermagem e o cuidado humanizado. Humanizar é retomar o respeito à vida humana, considerando todos os aspectos adjacentes em sua existência. Especialmente na unidade de terapia intensiva, um local culturalmente desconhecido e incerto aos pacientes e familiares. Identificou-se que os cuidados intensivos são desafiadores, pois assistir o ser

    Por: TATIANA DANDOLINIl Saúde e Bem Estar> Medicinal 16/09/2012 lAcessos: 381
    Claudia Forlin

    A equipe de enfermagem está envolvida nos esforços para tratar com dignidade o paciente, considerando-o nos seus aspectos biológicos, sociais, psicológicos e espirituais. Entretanto,a condução do processo de terminalidade a equipe precisa ser treinada especificamente para lidar com situações que impõem a abordagem terapêutica para o paciente com doença avançada, onde as medidas terapêuticas, farmacológicas e não farmacológicas, visam conforto do paciente.

    Por: Claudia Forlinl Saúde e Bem Estar> Medicinal 15/04/2011 lAcessos: 3,216
    Larissa Moraes Coelho

    Larissa Moraes Coelho, Acadêmica de Enfermagem Formada em 11/09/2010 Univesc Lages/SC Graziela Souza Formiga, Esp. Enfermeira Orientadora

    Por: Larissa Moraes Coelhol Educação> Ensino Superiorl 28/09/2010 lAcessos: 1,423

    Unidade de cuidados intensivos neonatais é o local onde são internados, os recém-nascidos prematuros, que correm risco de vida e necessitam de cuidados 24h por dia, consequentemente necessitam de pessoas preparadas para atuação neste setor. Contudo, além dos recém nascidos prematuros, como aqueles que sofreram algum problema ao nascimento, devem sentir na UTI o carinho necessário para a sua evolução.É importante que os profissionais saibam as condutas necessárias para cada intercorrência.

    Por: jesseliane Alvesl Saúde e Bem Estarl 08/11/2011 lAcessos: 689
    Roger S Souza

    É a ciência que se dedica a promover, a manter e a restabelecer a saúde das pessoas. O enfermeiro (a) atua na proteção, na promoção e na recuperação da saúde, bem como na prevenção de doenças. Em hospitais, é indispensável em todos os setores, na Uti à psiquiatria.

    Por: Roger S Souzal Saúde e Bem Estar> Medicinal 21/06/2013 lAcessos: 21

    Durante a internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) a situação vivida pelo paciente é de grande desconforto e muito sofrimento, os mesmos se estende também a seus familiares. Cabe, assim, ao profissional de saúde, neste caso o enfermeiro, orientar, apoiar, passar informações. Usar da humanização não só com o paciente, mas também com seus familiares.

    Por: Fabiana Marçal da Silval Educação> Ensino Superiorl 09/05/2013 lAcessos: 24

    Este trabalho apresenta uma breve reflexão sobre educação continuada do enfermeiro através da Educação à Distância (EaD) via web como instrumento de atualização profissional.

    Por: Marcelo Ricardo Rosal Educação> Educação Onlinel 16/12/2012 lAcessos: 140
    Joselene Beatriz soares Silva

    O estresse emocional é um dos fatores propiciadores de doenças psicossomáticas em indivíduos de diferentes classes profissionais, em especial os da área da saúde. Por vezes as práticas educativas fazem parte da educação dos enfermeiros e devem ser realizadas em serviço concomitante as ações de enfermagem realizadas rotineiramente porque elas contribuem com o desenvolvimento de novas habilidades de enfrentamento do estresse.

    Por: Joselene Beatriz soares Silval Saúde e Bem Estar> Medicinal 28/08/2013 lAcessos: 63
    Tatiana Souto Chuff Del Barba

    Terapia Intensiva é descrito como local que conta com tecnologia de ponta concomitante a importância do olhar clínico, atenção e sensibilidade da equipe de enfermagem frente ao cliente. A vasta quantidade de profissionais que estão à beira leito, as técnicas e procedimentos invasivos utilizados na terapia intensiva destrói e impacta o bem estar desses familiares, o medo do doente não melhorar, o tempo de estadia no CTI e conseqüentemente evoluir ao óbito, já que o lugar é propício.

    Por: Tatiana Souto Chuff Del Barbal Saúde e Bem Estar> Medicinal 26/04/2013 lAcessos: 113
    Elaine Peres da Silva

    É indispensável ao desenvolvimento do ser humano o trabalho de sensibilização diante da sociedade, começando pela própria escola, o local de aprendizagem e formação do indivíduo. É preciso que o estudante, enquanto cidadão perceba a importância de sua participação nas questões que envolvem o meio ambiente, desde então, as pequenas ou grandes atitudes podem amenizar, mesmo que parcialmente, a contaminação da natureza.

    Por: Elaine Peres da Silval Educaçãol 27/03/2015 lAcessos: 12
    Fernando Corrêa manarim

    afirmamos que existem outras formas de jogar xadrez além da competição, ou seja, que o xadrez é uma ferramenta que pode trabalhar o praticante pedagógica e terapeuticamente, ensinando a se conhecer, conhecer os outros e conhecer o mundo a qual pertence. Isso pode ser comprovado na Lenda de criação do xadrez, conhecida como a Lenda de Lahur Sessa, lenda que pode ser encontrada na obra de Malba Tahan, "O Homem que calculava".

    Por: Fernando Corrêa manariml Educaçãol 16/03/2015

    1. Por que o regime de ciclos e a progressão continuada são tão criticados? 2. Qual a real eficácia da progressão continuada e quais são os problemas gerados por esta prática? 3. Quais suas implicações políticas? 4. Quais os aspectos negativos deste sistema? 5. Qual o papel do professor, do coordenador e supervisor escolar? 6. Qual a importância da avaliação neste processo?

    Por: EULER DE CASTRO SANTOSl Educaçãol 15/03/2015 lAcessos: 15

    RESUMO A violência é sem duvida, além de uma das grandes preocupações da sociedade, o grande problema a ser enfrentado, principalmente na dura realidade das escolas públicas do Brasil. Atinge a todos na escola, contudo a grande vitima deste problema é o professor, cada vez mais desmotivado e que se encontra quase sempre acuado e de mãos atadas diante do problema. Ocorre de maneira velada e de diversos modos, sendo, obviamente causada pela falta de limites e de ações efetivas para enfrentar o pro

    Por: EULER DE CASTRO SANTOSl Educaçãol 15/03/2015 lAcessos: 13

    Nesta Sociedade de Informação a comunicação assume um papel no desenvolvimento humano como ferramenta de leitura social numa intervenção libertadora na perspectiva social sobre a tecnologia num processo de diminuição das disparidades sociais na criação de políticas publica para a formação de uma cidadania. Atuando numa dimensão social e política através de programas sociais de inclusão digital para reduzir os problemas sociais relativos à marginalização e pobreza

    Por: Daniela Rosseti silval Educaçãol 12/03/2015
    Alinne do Rosário Brito

    O presente artigo tem como finalidade analisar as fases de ensino nas aulas de educação física escolar tendo como base os PCN`S, para facilitar este processo nas instituições de ensino. Portanto é um convite para refletir sobre à pratica pedagógica , ou seja, o processo de alfabetização especificamente no ensino fundamental através deste componente curricular.

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 11/03/2015

    O fundamentalismo islâmico é a maior ameaça a democracia e os direitos humanos desde o fim da Guerra Fria.Esse artigo tem por objetivo expor de forma breve,as suas origens durante o processo de partilha afro-asiática promovida pelos países europeu até a sua expansão na era da globalização sob a hegemonia dos EUA.

    Por: Mauricio Mendes de Oliveiral Educaçãol 09/03/2015
    Marlete Turmina Outeiro

    O artigo conta a história de uma família especifica, que venceram as adversidades e os preconceitos sociais, demonstraram a importância de unir-se em favor de um ideal coletivo, cujo objetivo apresenta memória histórica marco de 1985 a 2011, no Município de Abelardo Luz/SC. Os resultados discorrem a partir de um recorte da obra "A Inclusão Social pela Reforma Agrária: a saga de uma família sem-terra, escrito com base nos fatos que constam no diário da Sra. Rosa Turmina.

    Por: Marlete Turmina Outeirol Educaçãol 07/03/2015 lAcessos: 14
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast