Dica Aos Jovens: Que Curso Fazer Na Faculdade?

Publicado em: 02/03/2009 |Comentário: 51 | Acessos: 79,194 |

Decidir que curso fazer numa faculdade representa escolher que porta abrir dali para frente em sua vida... Muitas opções estarão presentes, mas o que devo escolher?

Pergunta comum... com respostas que ninguém, exceto você próprio, pode responder.
Seria muito simples a resposta se estivéssemos com nossas antenas "ligadas" e captando só o que nos interessa... mas raramente isso ocorre.
Ao invés disso, poluímos nosso "filtro" com milhares de informações e referências e nada parece fácil... 'nem sei o que quero, nem sei de que gosto' e assim vai...

E misturando informações que mais confundem que esclarecem, 'é a melhor opção, o que dá mais dinheiro', e assim segue – o fato é que o jovem deixa de ser o dono da escolha, da decisão... passa a seguir um rumo que não domina... nem sabe para que vale... e nem se vale mesmo... mas 'sabe' que é valorizado...
Por quem?
'Ora, ...não sei, só sei que falam tanto, que ou acaba entrando na minha cabeça ou ela fica vazia'.
Além disso, há algumas referências que enganam, tipo: 'ganha-se bem fazendo tal atividade'... 'veja: a concorrência é grande naquele curso, é o mais difícil... por certo deve ser o melhor...' e assim vai...

Com algumas variações, um espectro de pontos importantes (até que ponto?) ali estão...
Bom... Tem-se que resolver essa situação (criada por quem?).

Começa-se a ouvir especialistas (Em quê? Em ser felizes?)

Dá-se o exemplo de pessoas bem sucedidas (pelo prisma de quem?).
Por fim, sem ainda ter amadurecido, uma decisão é tomada... ponto final...
A partir dali, o jovem tenta se convencer que tudo o que vem é normal e faz parte do processo...

Bem, neste momento, proponho interromper o fluxo dos passos dados até aqui – sugiro uma reflexão para todo aquele que está buscando escolher um caminho para seu futuro.

Um fato é que dificilmente haverá tempo para amadurecer o suficiente até poder tomar uma decisão, mas quem tem que ter amadurecido, você ou a idéia? Eis a questão!
A idéia pode ser amadurecida, independente de sua idade ou do tempo, é questão pessoal.
Bem, como amadurecer uma idéia?
Ao meu ver, o melhor jeito é relacionando a idéia com o que é mais importante, que é o propósito - que, de fato, faz a idéia existir. Quando você percebe um propósito em fazer algo, a sua ligação será com o propósito e não com as idéias.
E como identifico um propósito?
Com porquês e para quês!
Para chegar nestes porquês e para quês sugiro os seguintes pontos para refletir:

Pontos para refletir:

1)Tente o mais que puder ser o dono de suas decisões - por mais fora do padrão ou erradas que possam aparentar. De fato, elas te conduzirão a um caminho, que é o seu, escolhido por você!... é inevitável você pode percorrê-lo melhor que qualquer outro que tentasse seguir... você o criou... você o escolheu! Ele é o seu caminho!

A sua responsabilidade é torná-lo atraente! Para você mesmo, primeiramente. A partir daí, você poderá visitar outros caminhos e apreciá-los, sem medo, mas sempre sabendo qual é o seu caminho.
Não confundir ser o dono das decisões naquilo que realmente interessa, em essência, com a superficialidade ou imaturidade de não participar de atividades coletivas, só porque não foi você quem decidiu o que fazer. Estamos falando aqui de um futuro – de seu futuro, de que faculdade escolher, de sua atividade profissional em alguns anos.

2) Só escolha aquilo que realmente o atraia... nunca fique na superfície daquilo que está sendo valorizado no momento... tipo o dinheiro ou a empregabilidade... etc, Pergunte-se: Gostaria de fazer isso o resto de minha vida?
Você gosta realmente? 
É importante saber que você não está sendo influenciado/a por visões limitadas e limitantes. Vale lembrar Tolstoi: "Há quem passe pelo bosque e só veja lenha para a fogueira."

3) Tente encontrar uma só pessoa - que tenha decidido fazer aquilo que gosta e acredita (o que quer que seja). Observe como a pessoa interage com o mundo, o que é importante para ela: são os grandes resultados ou seus momentos fazendo aquilo que gosta? Tente encontrar uma só pessoa que tenha escolhido viver do que gosta e que não esteja vivendo de maneira satisfatória.

4) Perceba quem é mais feliz: quem tem resultados valorizados pela sociedade que a cerca, ou aquela que valoriza aquilo que faz, independente da visão dos outros?

5) Acostume-se a perceber os valores naquilo que ninguém valoriza... Assim, naturalmente, você perceberá aquilo de que você gosta ou não, e a ter clareza para saber o quê e quando fazer.

6) Questione, pelo menos internamente, a lógica e a rigidez... Elas impedem uma vida flexível e densa em atitudes. A lógica e a rigidez matam a criatividade e a simplicidade, assim como a força do livre arbítrio, que por sua vez, moldam o caráter e a personalidade.

7) Relacione o que mais gosta de fazer; pense com calma, esqueça o mercado, os cursos de faculdade, simplesmente pense naquilo que gosta.
'Ah, gosto de esportes'. Por que não procurar algo relacionado a esportes.
'Ah, eu gosto de música mais que tudo'. Por que não procurar algo nesta linha?
'Ah, eu já me ligo mais em matemática, cálculos'. Por que não adentrar mais na filosofia que cerca este universo, há muita coisa interessante nele.

'Ah..eu não tenho nada de que realmente gosto!'
Será? Apenas reflita: há alguma coisa que te atrai mais que as outras, é questão de observar. Ao observar certos hábitos que você têm, pode até parecer bobagem para você, mas bobagens podem mostrar-lhe do que gosta.
Exemplos: você pode gostar de comer, ficar sem fazer nada, andar, dormir, ficar com alguém, sei lá.
Apenas pergunte-se: por que você é atraído a gostar daquilo ou de alguém?
Ao ter uma resposta, pergunte-se de novo: mas por quê? O que me atrai naquilo ou naquela pessoa?
Nova resposta e, se necessário, nova pergunta, até chegar a uma resposta que indique algo mais a ver com sua natureza. Do que realmente gosta e do que realmente atrai sua atenção. A partir daí, dos porquês você começará a juntar o sentido dos para quês. Para que fazer isso? Porque ...
Isso tem a ver com propósito – de vida, mais que de convenções e padrões.

Ao perceber internamente de que gosta, a sentir mais como você é, como é sua natureza, você começará a ver que suas escolhas e decisões terão mais a ver com propósitos que com idéias. Estas poderão mudar, de acordo com os cenários, momentos e situações, mas o propósito, este será mais profundo e mais estável. Ao ver esse processo acontecendo, mesmo as idéias começarão a ser mais originais e com um "que" pessoal.

A idéia é começar a identificar qual – no planeta todo, pode ser um caminho para você experimentar o que gosta no seu dia-a-dia. O propósito, talvez seja o de ser feliz. E, sendo feliz, interagir com outros e com a natureza.

O exercício que terá que fazer será o de sair da camada superficial e tentar ver o que tem mais a ver com você neste planeta. Siga sua intuição, lembrando sempre que, com certeza, há algo especial para você, que fará você sentir-se mais especial naquela atividade, de um jeito em que naturalmente você venha a se tornar bom naquilo, de uma maneira sua, pessoal. Essa percepção pode mostrar o seu sentido de vida. E este sentido ajudará a mostrar que suas escolhas e decisões têm que estar no mesmo sentido daquilo que você quer para você. Quando se está consciente disso, as suas escolhas parecerão mais leves e mais naturais. Por trás dessa leveza há uma  constatação: O que pode mudar nossa vida é a nossa consciência. E, de algum modo, você perceberá que sua identidade está no seu sentido de vida.

Fica aqui a dica: não se limite às atividades convencionais, há um universo de opções muito pouco conhecido ou valorizado pela maioria.

Platão dizia que mais importante que o caminho escolhido é o porquê você escolheu aquele caminho. Precisa mais?

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 29 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/dica-aos-jovens-que-curso-fazer-na-faculdade-797225.html

    Palavras-chave do artigo:

    vestibular

    ,

    educacao

    ,

    jovens

    Comentar sobre o artigo

    A implantação de cotas nas universidades públicas é uma das questões conflituosas da proposta de reforma na educação apresentada pelo MEC. Forma-se que os exames vestibulares são claramente injustos. Tendo em vista, que a maioria dos que ingressam na universidade são componentes da classe média alta que cursaram o ensino médio em instituições particulares. O presente trabalho buscará averiguar a política de cotas. Como esta política é determinante, qual a sua eficácia, se existe alguma lacuna, s

    Por: juniorparentel Educação> Ciêncial 01/07/2014
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo trata da evolução da Eja no Brasil e, em especial, no Estado do Espírito Santo, focalizando a questão da necessidade da oferta de uma educação de qualidade.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 18/04/2011 lAcessos: 2,207
    Antonio Carlos Machado

    Neste artigo discutiremos a presença das Tecnologias Educacionais de Informação e Comunicação para o eficaz processo de ensino-aprendizagem para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no caráter de inclusão digital, cujo objetivo investigar as ações desenvolvidas no cotidiano escolar, que visem à inserção dos alunos da EJA dentro desse novo contexto de mudanças sociais e do avanço da tecnologia, de forma a garanti-lo sua inclusão no mundo digital e no mercado de trabalho.

    Por: Antonio Carlos Machadol Educação> Educação Onlinel 03/12/2011 lAcessos: 1,066

    Resumo Este artigo apresenta a trajetória da educação de jovens e adultos e da educação profissional no Brasil estabelecendo relações com os diversos contextos históricos a partir das políticas públicas implementadas desde a Colônia até os dias atuais e identificando os mecanismos de acesso, permanência ou exclusão nessas modalidades de ensino no que diz respeito à educação formal. A análise efetuada mostra que tanto a educação de jovens e adultos quanto à educação profissional no Brasil têm em comum o caráter discriminatório e assistencialista, e aponta o que está sendo feito para integrar essas modalidades de ensino, de modo a promover a inclusão dos indivíduos que nelas estão inseridos.

    Por: Ivonete Sacramentol Educaçãol 09/02/2009 lAcessos: 12,728 lComentário: 12
    Tom Coelho

    Os vestibulares alimentam um sistema educacional que não prioriza o raciocínio, mas a memorização. A escola está afastada da realidade. Não forma cidadãos e não ensina a viver.

    Por: Tom Coelhol Educação> Ensino Superiorl 16/02/2011 lAcessos: 76
    Alexandre Penante

    AVANÇOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO ESTADO DO PARÁ PELA SEDUC

    Por: Alexandre Penantel Educação> Ciêncial 17/01/2011 lAcessos: 1,156 lComentário: 1
    Daniel Motta

    A revista Nova Escola é uma publicação de periodicidade mensal, criada em 1986 pela Fundação Victor Cívita. A revista é voltada à comunidade de professores do ensino fundamental. Entre suas editorias, ela aborda diversos assuntos da área educacional, sob as mais variadas formas de textos jornalísticos: entrevistas com especialistas, artigos, relatos de experiências, idéias para sala de aula e seções destinadas a divulgação de trabalhos desenvolvidos em diferentes comunidades do país.

    Por: Daniel Mottal Educação> Ensino Superiorl 05/11/2010 lAcessos: 4,556 lComentário: 1
    Nadir Neves

    Situação critica dos vestibulares, para os quais os alunos não os alunos das escolas públicas nunca estão preparados à altura, pois, as matérias cobradas nos vestibulares somente são vistas nos cursos partiulares pagos a um preço qu eo proletariado nunca pode ter acesso. Morte da moral para alunos da base da piramide social. postura conivente da garnde maioria dos evangelicos que tem permanecidos calados diante de tal descalabro. isto é o que o Brasil mostrará ao mundo durante a copa do mundo.

    Por: Nadir Nevesl Educação> Educação Infantill 09/12/2013 lAcessos: 28
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    OS JOVENS E SUA FUTURA PROFISSÃO Por: Sonia das Graças Oliveira Silva O Brasil precisa de jovens! De jovens dispostos a estudar muito e trabalhar também. Neste início de ano a chama da esperança brilha sobre vários jovens brasileiros, assim como em todo final de ano. É o temido vestibular que deixa a todos, filhos, pais e mães nervosos.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educaçãol 28/04/2008 lAcessos: 17,471 lComentário: 1

    Se fizéssemos um passeio pela história da educação, no Brasil, veríamos que muito pouco mudou desde o início até os dias de hoje. O que ocorreu foi uma sucessão de avanços e tropeços. Nos primeiros anos do nosso país a educação era aquela promovida pelos Jesuítas. Alterou-se para pior com a expulsão da Companhia de Jesus, permanecendo inalterada até a chegada da Família real, em 1808, e somente se incrementou e estruturou a partir da década de 1960.

    Por: NERI P. CARNEIROl Educação> Ciêncial 27/09/2008 lAcessos: 21,654 lComentário: 2

    Neste artigo, apresenta-se algumas relações entre a ditadura militar, as tendências pedagógicas e os reflexos do regime e das tendências na Educação contemporânea.

    Por: Gustavo H. de Toledo Ferreiral Educaçãol 17/11/2014

    Velocidade escalar média é a relação entre uma variação de espaço e o intervalo de tempo no qual ocorreu esta variação. Os alunos no inicio do estudo referente a velocidade média tendem a ter um bloqueio de conhecimento, pois se trata de algo novo para eles pois os mesmos acabaram de sair do ensino fundamental.

    Por: anacleil Educaçãol 17/11/2014

    Em 2014, dando continuidade ao projeto o tema escolhido foi cultura,que tem por objetivo resgatar as tradições artísticas, os costumes e a valorização do ser humano. Sendo assim foi proposta aos alunos dos primeiros e segundos anos do Ensino Médio uma pesquisa investigativa sobre o contexto histórico e cultural da cidade de Vila Bela da Santíssima Trindade.

    Por: Lilian Fiirstl Educaçãol 14/11/2014
    Benedicto Ismael Camargo Dutra

    Enfrentamos a estagnação econômica que avança pelo mundo, e fica mais difícil sair do subdesenvolvimento. Faltam estadistas e melhor preparo. As novas gerações são impacientes, sem humildade, querem resultado imediato com mínimo esforço.

    Por: Benedicto Ismael Camargo Dutral Educaçãol 14/11/2014

    As atividades experimentais, quando bem planejadas, são recursos importantíssimos no ensino. As aulas práticas são mais um aprendizado na vida do estudante, pois além da teórica ele exercer o que lhe foi ensinado fará com que ele absorva melhor o conteúdo e leve adiante o conhecimento adquirido. (FALA et al 2010.) Para tanto, este trabalho visou analisar, pesquisar e apresentar a importância e tipos diferentes de aulas práticas em uma escola pública no município de Tangará da Serra.

    Por: Patrícia Maria Barros Piovezanl Educaçãol 14/11/2014

    O jornalismo investigativo tem várias áreas a serem desenvolvidas. A Reprodução Simulada dos Fatos, mais conhecida como Reconstituição é uma dessas vertentes, onde o jornalista se expõe, e muitas vezes coloca em risco a sua integridade física em detrimento da função. A abordagem da temática tem relevância para uma melhor entendimento da atuação da perícia técnica, delegados, testemunhas e indiciados que podem mentir e o jornalista, compreendendo um pouco do assunto, poderá ter ferrament

    Por: Vânia Santosl Educaçãol 13/11/2014

    O lixo eletrônico tem se tornado um problema bastante sério, pois cresce em ritmo acelerado devido aos avanços tecnológicos dos equipamentos tornando os mesmos ultrapassados em tão pouco tempo. Esses objetos têm sido descartados na maioria das vezes de forma incorreta, provocando contaminação e poluição ao meio ambiente e prejudicando a saúde das pessoas, já que possuem substâncias químicas (chumbo, cádmio, mercúrio, berílio, etc.).

    Por: Fernandal Educaçãol 13/11/2014

    O projeto "Conquistando um sorriso" está sendo desenvolvido no segundo semestre do ano de 2014 na Escola Estadual 29 de Novembro pelos professores e alunos do ensino médio, turno matutino, visando ampliá-lo para o ano de 2015. Ele tem a perspectiva de mostrar aos alunos a importância de doar um pouco de si em projetos sociais, e ainda percebendo que a escola assume hoje um papel importante na sociedade é que nós decidimos colocar em prática este projeto.

    Por: anacleil Educaçãol 13/11/2014
    Herbert Santos

    A intuição abre canais que pavimentam as relações, desde o contato inicial, o interesse, até comunicação que estabelece comprometimento e dá sustentabilidade à parceria. Só de ser lembrada a Intuição já faz diferença. O atendimento mecânico, a recepção por belas modelos pode ter o papel de atrair, mas está com o tempo contado.

    Por: Herbert Santosl Negócios> Administraçãol 05/03/2009 lAcessos: 558
    Herbert Santos

    São as conexões que conduzem o fluxo que induz a estados de prosperidade e que estabelecem a sintonia com outros agentes que são importantes no processo. As conexões são determinantes em tornar as decisões e escolhas bem sucedidas ou não. São elas que podem induzir a evitar desgastes, transtornos e danos que podem não ser perceptíveis sob uma análise puramente lógica.

    Por: Herbert Santosl Negócios> Administraçãol 02/03/2009 lAcessos: 188

    Comments on this article

    9
    danilo 15/10/2011
    bom..terminei o ensino medio a 2 anos, queria trabalhar na area de computacao qual curso ou faculdade devo fazer.
    5
    Thiago 09/10/2011
    Quero fazer tecnologia da informação queria alguns conselho...
    6
    jaine santos 17/09/2011
    termino o ensino medio ano q vem e ainda estou em duvida em q curso fazer.. fico pensando qual é o melhor?psicologia,enfermagem,medicina ou arquitetura.. por favor me ajudem..
    5
    micarla 06/09/2011
    termino o ensino medio esse ano e nao tenho aminima ideia de que curso fazer porfavor alguem me ajude
    -2
    risonete alves de almeida 30/08/2011
    gostaria de saber que devo fazer para cursar uma faculdade de asistencia social na ufpb aqui em joao pessoa
    3
    FRAM 14/08/2011
    bom..to no ultimo ano do ensino médio e não tenho a minima ideia do q fazer,já tentei ver algumas opções mais nada me atraiu...O q eu faço...Preciso de ajuda urgente.....se alguem puder me ajudar agradeço...obrigada!!!!
    5
    marcel giglio 07/08/2011
    Porque devo ter um propósito fixo e solido dentro de mim, se a sugestão para chegar até ele foi desconstruir as ideias fixas como foi dito no sexto ponto a se pensar, a rigidez nos torna pouco criativos. Como ela pod atrapalhar e ajudar?
    Você é feliz? Existe alguem 100% feliz? Isso éum sonho que qualqquer um pode ter, pq todos podem alcansar? Se nao, como saber se sou uma dessas pessoas?
    3
    Tatiana 04/08/2011
    Tenho 24 anos, estava fazendo um curso tecnico em segurança do trabalho e nao terminei pq n gostei. E agora to sem saber o que fazer. Nao descobrir ainda qual carreira devo seguir. Ja nem durmo direito pensando nisso. So que tenho vontade na area de saude. preciso de uma luz. tem alguem ai q possa me dar uma forcinha?
    3
    Eliete 27/07/2011
    EU sou metalurgica,e estou atuando na area de inspeção.Mais eu não quero fazer engenharia.Qual faculdade devo fazer
    1
    Kélria 22/07/2011
    Adoreei as dicas ..
    Estava com muitas dúvidas. Depois que li as dicas
    até ficou mais claro as coisas que eu gosto. Parabéns ao autor.
    1
    luciana 16/07/2011
    gostaria de trabalhar em computador,mas nao sei o que faço na faculdade,sera que administração é essa area mim ajude?
    2
    Dayane mendes 27/06/2011
    Boim gente eu tenho 15 anos estou no 2 ano do Ensino Medio , Pois nao tenho nenhum ideia de curso, eu queria uma ajuda pra saber que tipo de curso eu devo fazer, e to muito afim de ingressa em uma faculdade quero muito construir meu futuro agora rs intão si vcs poder me ajudar Abraços.
    1
    Alyne 21/05/2011
    Boa tarde! Vi esta página sobre orientação vocacional e me interessei. Estou procurando um curso superior, mas não sei em que me formar. Faço cirso técnico em radiologia, mas não sei se de curso superior, irei me identivicar com isso mesmo. Me interessa muito a área da saúde, mas odeio acordar cedo e não sou muito boa em lidar com gente. Alguém poderia me ajudar?
    3
    DANIELLE 15/05/2011
    Gostaia de fazer uma faculdade de engenharia mas não sedi por onde comecar.Qual o primeiro passo para engresar em uma facul.Vestibular cursinhoo seii lá :s
    2
    Alessandra 09/05/2011
    Estou com 18 anos, logo farei 19, já estou um ano e meio que conclui o ensino médio, já entrei na faculdade de Economia, mas disisti, pois vi que não era pra mim. Trabalho na empresa do meu pai há um ano e meio, no setor RH. Odeio este setor, odeio lidar com pessoas, ten que ter muito sangue frio e paciência pra resolver os 'pepinos' da empresa, é muito triste você ir trabalhar cheia de vontade e voltar pra casa com a cabeça 'explodindo'. Realmente queria estudar algo em que eu mesma pudesse decidir as coisas, ou abrir um novo negócio, pra não ser pressionada e mandada o tempo todo, não quero isso pra mim, não gosto que me digam o que fazer, se é totalmente o contrário do que penso, ou do que é certo! Mas não sei o que fazer, pois só entendo de RH e técnicas administrativas, ou seja, só sei fazer o que eu odeio fazer. Por favor me ajudem, tenho muita de vontade de ter uma carreira onde eu fosse valarizada pelo meu trabalho, mas também tenho muito medo de enfrentar o mercado de trabalho sendo que a empresa um dia será minha, e quando chegar a hora de eu e minha irmã assumir a empresa, não sabermos nada, e levarmos a falência o que me pai fez a vida inteira! Por favor me ajudem
    0
    maris fernanda 22/04/2011
    eu ainda tenho 13 anos ,mas ja estou pensando no meu futuro . estou pensando em ser poliglóta acho que vai valer a pena ,entao por isso estou gargando todo mes 40 reais que ai quando eu completar 20 anos eu estarei com 3.360 reais ai ja posso fazer meu curso!!!
    0
    evandro 15/04/2011
    faço 21 anos e julho, e ainda não decidi oque eu quero da minha vida não sei se quero ficar preso em um escritorio eu gosto mesmo de liberdade,ajudem ai please.
    0
    marcio 11/04/2011
    pretendo cursar uma faculdade, e estou descidindo qual dos cursos escolher, mas pela minha idade de 33 anos tenho que tomar uma descisão certeira, vces podem me dar alguma dica sobre o que fazer.
    0
    victor silva 10/04/2011
    Boim gente como ta ai meu nome e victor. tenho 18 anos e to terminando os estudos, pois fiquei um ano sem estudar. estou no ultimo ano do insino medio nao tenho nenhum curso eu queria uma ajuda pra saber que tipo de curso eu devo fazer, e to muito afim de ingressa em uma faculdade quero muito construir meu futuro agora rs intão si vcs poder mida vlw.
    0
    FRANCISCO GUILHERME 29/03/2011
    Bom, gostaria de saber que curso eu faço ?
    estou prestes a terminar o ensino médio não sei o que vai ser...
    3
    vanessa lima 24/03/2011
    Bom,deu uma clariada nas minhas idéias;Porém não sei exatamente,por onde começar .
    Mas obrigado pela "Clariada" rsrs
    Esta muito bom!
    0
    pamela 22/03/2011
    Achei simplesmente claro, esplicativo, interessante vcs mudaram minha visao. agradeço.
    0
    Ricardo 18/03/2011
    Bom, gostaria de saber que curso eu faço ?
    estou prestes a terminar o ensino médio não sei o que vai ser...
    3
    Felipe 18/03/2011
    tenho 17 anos, fui reprovado 2 anos mais estes dois anos que fui reprovado
    serviu para, eu poder refletir e realmente estudar e parar com brincadeira,
    bom estou com uma grande duvida em que curso fazer na faculdade...
    me indetifico muito com computadores, tecnologia Etc...
    bom é isto seja oque deus quizér....
    -3
    Larissa Ingrid 14/03/2011
    Gente vou me casar daqui 5 anos, e não sei que faculdade vou fazer.Quero algo que seja de 3 a 4 anos de duração e que ganhe bem .Alguem pode me ajudar?
    (Estou no 1 ano do ensino medio)
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast