Educação Dos Filhos: Tarefa Difícil

Publicado em: 09/04/2008 |Comentário: 10 | Acessos: 71,376 |

EDUCAÇÃO DOS FILHOS: TAREFA DIFÍCIL

Por: Sonia das Graças Oliveira Silva

A quem diga que educar um filho nos dias de hoje é uma tarefa de Hércules. São muitas as alegrias, mas são tantos os conflitos e aflições ao assumir os papéis de pai e mãe que o casal, muitas vezes, entra em pânico. Muitas perguntas passam pelas cabeças dos pais, sentem-se inseguros, desorientados e não têm ainda definidos os seus papéis de educadores.
A própria estrutura da família tem passado por alterações radicais, principalmente, no que se refere à distribuição de tarefas para o homem, para a mulher e para os filhos.
Um dos grandes problemas, bem visível na criação e educação dos filhos é a imposição de limites. Impor limites. Ter autoridade, sem ser autoritário. A autoridade torna-se uma manifestação de amor e afeto quando exercida com equilíbrio. Ela transmite segurança. A criança não amará mais os seus pais porque eles lhe dão total liberdade, porque pode fazer o que bem entender. Ela perceberá a falta de estrutura e de segurança, sentindo-se menos protegida para a vida. É importante os pais perceberem que a criança precisa de liberdade, mas que por si só não tem condições de avaliar o que é melhor ou pior para ela mesma. Educar é tarefa complexa. A cada nova etapa do desenvolvimento dos filhos há um novo desafio à criatividade e à flexibilidade dos pais, visto que deles é exigido mudanças de padrões de conduta e novos modos de atender os filhos em suas novas necessidades.

É de vital importância os pais darem aos filhos a segurança do seu amor. É mais importante a qualidade do afeto que a quantidade de tempo disponível aos filhos. A vida profissional dos pais nos dias atuais, apesar de suas elevadas exigências, pode ser ajustada a uma vida particular equilibrada. É necessário conceder tempo às crianças, para que sejam crianças. Muitos adultos sobrecarregam a agenda dos filhos como se fossem pequenos executivos. Horário para tudo: escola, balé, futebol, língua estrangeira, música, excesso de lições, outras atividades sociais, etc. E se esquecem que são, ainda, apenas crianças. Precisam brincar, partilhar, ter amigos, e, desse modo desenvolver a socialização, a convivência.
Os pais precisam transmitir valores aos filhos. Valores como respeito ao próximo, ética, cidadania, solidariedade, respeito ao meio ambiente, auto-estima, que levarão as crianças a serem adultos tranqüilos, carinhosos, flexíveis; adultos que sabem resolver problemas e são abertos ao diálogo e às mudanças do mundo.
Os caminhos de nossa evolução pessoal são difíceis e tortuosos, deparamo-nos com muitas frustrações, adversidades e desilusões, mas, quando superamos as dificuldades surgem as alegrias e desenvolvemos a nossa auto confiança. Não existem pais perfeitos, nem filhos perfeitos. Educando, convive-se com muitos erros e muitos acertos. O importante é dar exemplos certos, coisa que só se consegue educando com o coração.

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 21 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/educacao-dos-filhos-tarefa-dificil-382497.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao

    ,

    filhos

    ,

    pais

    Comentar sobre o artigo

    Armando Terribili Filho

    Artigo que explora co-responsabilidades no sistema educacional brasileiro, seja da área pública ou privada. Além de professores e do governo, há também os elaboradores de políticas públicas, os empresários responsáveis por algumas áreas do entorno educacional, como transportes.

    Por: Armando Terribili Filhol Educação> Ensino Superiorl 24/07/2008 lAcessos: 1,239 lComentário: 2
    Armando Terribili Filho

    A tecnologia da informação mostra-se como uma alternativa para avanço do ensino superior no Brasil. A preocupação é quanto à qualidade do ensino e sua eficácia; por isso, este artigo apresenta prós e contras à EAD (Educação a distancia). A conclusão é sua!

    Por: Armando Terribili Filhol Educação> Ensino Superiorl 15/02/2008 lAcessos: 2,950

    Uma discussão sobre a reportagem que saiu no portal de notícias G1, sobre pais de homossexuais que falam do amor e das lições de respeito mútuo.

    Por: Rafael Lourençol Relacionamentos> Sexualidadel 23/08/2011 lAcessos: 97
    Fernando João de Jesus Santana

    Nesta obra trás a historia de um quebra cabeça no pais, que assim vários interesse de profissionais para as vinculações da educação física, tendo assim trabalhos publicados sobre os cursos de universidades de todo o Brasil, que assim temos obra do professor Izenil Pena Marinho, que assim em 1940 formou-se os diversos cursos e contextualizações sobre historia de educação física.

    Por: Fernando João de Jesus Santanal Educaçãol 18/11/2011 lAcessos: 4,583
    André Reis

    Este trabalho traz um estudo da matéria educação em todas as Constituições brasileiras considerando o cenário social, econômico e político de cada período. A finalidade deste artigo é proporcionar um entendimento de como o assunto se desenvolveu até culminar na atual Constituição - cuja temática educacional é tratada como direito fundamental e incluída no rol de direitos sociais.

    Por: André Reisl Direito> Doutrinal 18/01/2011 lAcessos: 1,428
    Jaguaracy Conceição

    Se a Educação fosse um ser humano poderia haver uma feijoada ou churrasco fazendo "link" com cervejas geladas para prestigiar a efeméride. Como a realidade da Educação em nosso país é bastante controversa, a data poderá passar em brancas nuvens e quiça, tenha algo a festejar. Deixemos de lado comemorações e tais e vamos falar sério sobre Educação, nos reportando ao que explicita a Constituição da República Federativa do Brasil.

    Por: Jaguaracy Conceiçãol Educaçãol 28/04/2013 lAcessos: 21
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo discute a atuação dos conselhos estaduais de educação, sobretudo o do Espírito Santo, a partir de uma discussão existente no Estado de São Paulo.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 22/08/2012 lAcessos: 93
    Antonio Carlos Machado

    Neste artigo discutiremos a presença das Tecnologias Educacionais de Informação e Comunicação para o eficaz processo de ensino-aprendizagem para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no caráter de inclusão digital, cujo objetivo investigar as ações desenvolvidas no cotidiano escolar, que visem à inserção dos alunos da EJA dentro desse novo contexto de mudanças sociais e do avanço da tecnologia, de forma a garanti-lo sua inclusão no mundo digital e no mercado de trabalho.

    Por: Antonio Carlos Machadol Educação> Educação Onlinel 03/12/2011 lAcessos: 1,084

    A presente resenha mostra a visão do Antropologo Carlos Brandão sobre o que ele pensa sobre a educação.

    Por: Vicente Vagner Cruzl Educação> Ensino Superiorl 06/06/2010 lAcessos: 13,496 lComentário: 1
    marlucia pontes gomes de jesus

    O texto discute os dados apresentados na publicação organizada pelo economista Marcelo Neri na pesquisa intitulada "As razões da educação profissional: olhar de demanda", direcionando-os para a educação profissional no Espírito Santo.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 22/04/2012 lAcessos: 1,122

    Com o advento da globalização, a educação é tida como o maior recurso de que se dispõe para enfrentar essa nova estruturação mundial. Objetiva-se evidenciar a importância dos alunos encontrarem na escola não só evidências de seu próprio mundo, mas também aparato capaz de os "cunharem" para uma participação social plena e não "fatiada", como sugere o estudo por disciplinas. Jovens e adultos, público cada vez mais informatizado, exige que as disciplinas deixem de ser apresentadas de forma isolada.

    Por: KÁTIA CÉLIA FERREIRAl Educaçãol 18/12/2014

    A expressão artística faz parte da história humana desde os tempos mais remotos. Sendo assim, a Arte é um dos modos de conhecimento ao qual os estudantes devem também ter acesso, assumindo-se como sujeitos capazes de apreciação estética e criação artística, articuladas aos processos e mediações da cultura contemporânea. Diante das mudanças pelas quais o ensino-aprendizagem de Arte passou, vê-se a necessidade de discorrer a respeito da presença desta disciplina no currículo escolar, revendo sua i

    Por: KÁTIA CÉLIA FERREIRAl Educaçãol 18/12/2014

    Sabe-se que a educação é responsável pela formação do aluno enquanto cidadão, de maneira a prepará-lo para a vida em sociedade, para que saiba atuar criticamente nesse meio. Assim, a escola inclusiva busca complementar a formação do aluno por meio das relações de convivência, uma vez que conviver com o diferente é parte desse processo de formação, até porque, como já mencionamos, é na escola que o aluno desenvolve seus aspectos cognitivos, motores e psicológicos.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    As revela à existência de ações políticas e sociais que possam concretizar e promover a efetividade da inclusão social da pessoa com necessidade educacional especial. Vejo que a sociedade deve compreender como se dá o processo de ensino-aprendizagem da criança com Síndrome de Down na Educação Básica, as dificuldades enfrentadas e as possibilidades e mecanismos de reconhecimento e aceitação dessas limitaçõ

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    No processo de inclusão a escola propõe a conviver com o "diferente", aceitá-lo, auxiliá-lo, e muitas vezes aprender algo com essas crianças. Entretanto para oferecer uma inclusão verdadeira é preciso entender as particularidades das crianças, mediar a socialização de forma que todos trabalham para o aprendizado de cada uma delas, em benefício de todos. Pretendo contribuir com as discussões éticas e educacionais que envolvem a formação da criança Down por meio da educação.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    A educação escolar é um dos contextos em que a criança aprende e desenvolve-se nos aspectos cognitivos, emocional e social. Por isso a necessidade de incluir a criança com necessidades especiais na escola, pois atender a todos é parte do processo educativo, por isso a diversidade cultural e outras questões sociais precisam ser vivenciadas também em sala de aula.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    Apresento algumas características que identificam a criança Down, o conceito de Educação Inclusiva e Educação básica, e da diversidade na educação. Relacionam-se aspectos positivos da inclusão da criança Down na Educação Básica e como deve acontecer essa inclusão, enumerando as dificuldades no processo de inclusão da criança Down na Educação Básica. Conceitua-se a Síndrome de Down e sua identificação, bem como o tratamento e a motivação para inserir a criança com deficiência na Educação Básica.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    O estudo realizado teve como foco principal compreender os avanços no processo de construção do conhecimento dos alunos de uma turma de 3º ano, através dos jogos matemáticos, priorizando, desse modo, a ludicidade no ensino. A pesquisa foi desenvolvida durante o estágio realizado pela acadêmica e pesquisadora junto a uma turma de 3º ano.

    Por: Luziane Da Silva Costal Educaçãol 15/12/2014 lAcessos: 11
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    O professor (dirijo-me de forma genérica, pensando em professor ou professora) que trabalha direto com crianças precisa ter uma competência polivalente. Isso significa dizer que deverá trabalhar com conteúdos de naturezas diversas, que abrangem desde cuidados básicos essenciais até conhecimentos específicos provenientes das diversas áreas do conhecimento.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 11/07/2008 lAcessos: 354,981 lComentário: 17
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    A participação dos pais na educação dos filhos deve ser constante e consciente. A vida familiar e escolar se completa.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 11/07/2008 lAcessos: 341,258 lComentário: 29
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    O papel fundamental da educação no desenvolvimento das pessoas e das sociedades amplia-se ainda mais no despertar do novo milênio e aponta para a necessidade de se construir uma escola voltada para a formação de cidadãos (PCNs, 1998

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 11/07/2008 lAcessos: 400,952 lComentário: 13
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    Sabemos que o papel dos pais na vida de um filho é único. O espaço destinado ao pai ou à mãe é algo singular na vida de qualquer ser humano. O papel de pai e de mãe exige primeiramente uma reflexão. Considere-se que o filho não solicitou sua existência aos pais, ao contrário, por ação dos pais e influência divina forma-se um novo ser, a terceira pessoa de uma relação.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 1,120
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    A televisão, a criança, a escola e o lar são alguns temas muito debatidos na atualidade e objeto de grande polêmica. São necessárias várias reflexões e muita pesquisa. É nesse contexto que se insere a questão de como a criança pensa a TV

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 5,480 lComentário: 2
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    O que Sassaki imaginou para um futuro breve é que todas as pessoas acreditassem no paradigma da inclusão social como o caminho ideal para se construir uma sociedade para todos, e que todos por ela lutassem para que, juntos na diversidade humana, todos pudessem cumprir seus deveres de cidadania e gozar dos direitos civis, políticos, econômicos, sociais, culturais e de desenvolvimento.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 85,976 lComentário: 1
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    O tema “Televisão e Criança” tem sido objeto de controvérsias e carência de solução, e através de reflexão e pesquisa, tento mostrar o quanto a criança, pequeno telespectador, está inserida no ambiente televisivo. Analisando se existe saída para pais e educadores diante de tanta informação boa e má, concluí que não há mal intrínseco à TV, mas sim no uso que se faz dela. O desafio é fazer a criança descobrir outros prazeres, além da televisão.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 101,644 lComentário: 15
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    De modo geral a família é o primeiro grupo de pessoas com quem a criança tem contato assim que nasce. Sabe-se que o bebê logo apresenta suas preferências, seus gostos e suas diferenças individuais, então ao se integrar na família que já tem os seus hábitos, regras e seu modo próprio de viver, a criança aprenderá a se comportar e a modificar suas preferências, comunicando-se então, com esta família.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 1,729

    Comments on this article

    1
    Abu ramem 10/03/2011
    Na minha opinião, texto muito vago do ponto de vista prátco.No final consta : "educando com o coração'. Sei lá o que é isso quer dizer.
    2
    Priscilla 23/07/2010
    Gostei dos comentários. Mas nunca consigo colocá-los em prática, tenho dois filhos de 3 anos Gêmeos. Acho que estou ficando louca, pois não sei como agir.
    1
    filhinhas da mama 15/06/2010
    achamos injusto tudo o que dizem dos filhos da maezinha. . .
    eu e aminha irma maria e mariana somos as meninas mais bem educadas e fazemos tudo o que a mama manda por isso nao falem assim de nos :(

    Adoramo vos
    1
    Antonio Braz 12/03/2010
    Quero agradecer ao site por postar comentários a respeito do artigo do referido autor sinto-me agraciado de uma lição de ética e educação após a leitura sobre esse tema que considero muito sugestivo.
    0
    Consuellha 12/03/2010
    Gostei desse artigo pela linguagem do autor, redigir com muita coerência no que diz respeito a ética e educação;
    0
    gilvaneide 25/01/2010
    amei!
    confesso q eh muito dificil educar,e estou sempre pesquisando sobre "educação".
    tenho um filho de 04 aninhos, e tem horas que fico que nem uma louca me policiando me perguntando: meu deus sera que estou fazendo a coisa certa? sera q estou sabendo educar? crio meu filho sozinha, entao tenho q exercer os dois papeis! amo meu filho sou apaixonada por ele.... mas ainda sou insegura quanto a educaçao!
    0
    cris 16/06/2009
    adorei mi senti ate mesmo com mais confiança...pq as veses não sei como lida com minha filha...ela so tem 4 anos maios não sei lida com ela..e mi pergunto sera que sou uma boa maê...pq não sei por limits nela o pai tbm não sabe...fico com medo do futuro dela..
    mais agora vou tentar fazer coisas diferentes para melhora na educação dela..muito obrigada..
    1
    maria roci 02/06/2009
    educo meus filhos sozinha um de quinze outra de sete e um pouco dificil mas fazer oque posso para nao cometer erros tendo um pouco de autoridade como mae
    1
    Marlene Venancio Sperandio 05/05/2009
    Achei muito bom o artigo, conteude riquissimo. A conscientizacao dos pais para a necessidade urgente de mudancas radicais atraves de novos aprendizados que se adequem as necessidades dos filhos em suas diversas etapas de desenvolvimento,se faz necessaria, pois os filhos ja estao vindo pronto para atuarem nas mudancas radicais que se operara no planeta em pouco tempo. E quando chegar a hora de cada um desenpenhar seu papel, nao estarao preparados por falta de preparo dos proprios responsaveis de os encaminharem.
    1
    Amanda 25/03/2009
    Adorei seus comentários,gostei do seu ponto de vista, e vi que você entende muito de educação moral dos filhos. Eu tive sorte porque acho que tenho uma ótima educação que muitas pessoas não puderam ter. E olha que só tenho 16 anos, mais o caráter eu tenho e isso é muito importante. Ah! E você acaba de me ajudar em um trabalho :)
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast