Educação No Brasil: Como Está?

Publicado em: 20/01/2009 |Comentário: 3 | Acessos: 8,027 |

A situação da educação no Brasil apresentou melhorias significativas na última década do século XX: houve queda substancial da taxa de analfabetismo e, ao mesmo tempo, aumento regular da escolaridade média e da freqüência escolar (taxa de escolarização).


É importante sabermos que existem quase 57 milhões de estudantes matriculados em todos os níveis de ensino.  Este número significa somente 1/3 dos brasileiros freqüentam diariamente a escola (professores e alunos).


De acordo com o PNAD - IBGE houve um queda no índice de analfabetismo em nosso país nos últimos dez anos (1992 a 2002).


Em 1992, o número de analfabetos correspondia a 16,4% da população. Esse índice caiu para 10,9% em 2002. Ou seja, um grande avanço, embora ainda haja muito a ser feito para a erradicação do analfabetismo no Brasil. Outro dado importante mostra que, em 2006, 97% das crianças de sete a quatorze anos freqüentavam a escola.


Outro dado importante é a queda no índice de repetência escolar, que tem diminuído nos últimos anos, devido também reforma no sistema de ensino chamado educação escolar continuada.


É preciso que olhemos para a educação como um processo contínuo e eficaz. Tenhamos desta maneira um ambiente favorável para que crianças e jovens possam estudar sem preocupação com a violência.


No entanto, a situação da educação no Brasil ainda não é satisfatória, principalmente em algumas das cinco grandes regiões do país.


Por fim, a educação Brasileira tem solução, e temos que acreditar e realizar isso, desde que seja realizado um trabalho de comprometimento de todos os envolvidos na educação.

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 9 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/educacao-no-brasil-como-esta-730313.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao

    ,

    brasil

    ,

    ensino

    Comentar sobre o artigo

    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo retoma a polêmica sobre a data de corte para o ingresso de crianças no ensino fundamental, discutindo o objetivo primeiro da ampliação do período de duração dessa etapa de ensino e as poucas possibilidades de que ele seja alcançado.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 30/12/2011 lAcessos: 464
    shirleidy de sousa freire

    Elencam-se questões referentes a uma temática bastante polêmica no mundo de hoje. Refere-se à inclusão de alunos com necessidades especiais que estão inclusos no ensino regular. Enfocaram-se algumas infoemações referentes ao histórico da educação especial no contexto brasileitro.

    Por: shirleidy de sousa freirel Educação> Educação Onlinel 25/06/2011 lAcessos: 3,371
    Camila Peres

    O autor define as diferenças, nos âmbitos do ensino de didática as seguintes palavras: Educação, instrução e ensino, a fim de propor ao estudante das áreas educacionais, uma ótica que visa discutir os saberes da educação, e o posicionamento político e democrático dos educandos diante da realidade do convívio escolar. Define que educação é um conjunto de informações que influenciam o ser, e determina a personalidade. Instrução é o domínio dessas informações passadas durante a educação. O ensino é que permite como e onde acontecem educação e instrução, o autor apresenta uma inter-relação entre essas palavras aparentemente iguais.

    Por: Camila Peresl Educaçãol 13/09/2009 lAcessos: 4,165 lComentário: 4
    Carlos Henrique Araújo

    Expõe os desafios, os obstáculos para alcançar um educação de qualidade para o Brasil.

    Por: Carlos Henrique Araújol Educaçãol 11/01/2010 lAcessos: 994 lComentário: 1
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo trata da evolução da Eja no Brasil e, em especial, no Estado do Espírito Santo, focalizando a questão da necessidade da oferta de uma educação de qualidade.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 18/04/2011 lAcessos: 2,219

    O presente trabalho possui seu desenvolvimento baseado em pesquisas bibliográficas, acerca das dificuldades de acesso dos estudantes a formação profissional, pois os estes após o término do ensino médio devem escolher em relação a sua formação profissional, chega o momento de escolher pelo ensino técnico profissional de nível médio ou pela formação acadêmica, este trabalho se baseia em confrontar essas duas realidades.

    Por: HEBISONl Educaçãol 02/06/2011 lAcessos: 916

    Resumo Este artigo apresenta a trajetória da educação de jovens e adultos e da educação profissional no Brasil estabelecendo relações com os diversos contextos históricos a partir das políticas públicas implementadas desde a Colônia até os dias atuais e identificando os mecanismos de acesso, permanência ou exclusão nessas modalidades de ensino no que diz respeito à educação formal. A análise efetuada mostra que tanto a educação de jovens e adultos quanto à educação profissional no Brasil têm em comum o caráter discriminatório e assistencialista, e aponta o que está sendo feito para integrar essas modalidades de ensino, de modo a promover a inclusão dos indivíduos que nelas estão inseridos.

    Por: Ivonete Sacramentol Educaçãol 09/02/2009 lAcessos: 12,747 lComentário: 12
    André Reis

    Este trabalho traz um estudo da matéria educação em todas as Constituições brasileiras considerando o cenário social, econômico e político de cada período. A finalidade deste artigo é proporcionar um entendimento de como o assunto se desenvolveu até culminar na atual Constituição - cuja temática educacional é tratada como direito fundamental e incluída no rol de direitos sociais.

    Por: André Reisl Direito> Doutrinal 18/01/2011 lAcessos: 1,428
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo faz uma retrospectiva da educação profissional no Brasil sobre o prisma do seu objetivo inicial que era o de "atender aos desvalidos da sorte", direcionando o tema para a situação no Espírito Santo, utilizando artigo do presidente do Conselho Estadual de Educação.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 18/02/2012 lAcessos: 248
    Alexandre Penante

    AVANÇOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO ESTADO DO PARÁ PELA SEDUC

    Por: Alexandre Penantel Educação> Ciêncial 17/01/2011 lAcessos: 1,162 lComentário: 1

    Com o advento da globalização, a educação é tida como o maior recurso de que se dispõe para enfrentar essa nova estruturação mundial. Objetiva-se evidenciar a importância dos alunos encontrarem na escola não só evidências de seu próprio mundo, mas também aparato capaz de os "cunharem" para uma participação social plena e não "fatiada", como sugere o estudo por disciplinas. Jovens e adultos, público cada vez mais informatizado, exige que as disciplinas deixem de ser apresentadas de forma isolada.

    Por: KÁTIA CÉLIA FERREIRAl Educaçãol 18/12/2014

    A expressão artística faz parte da história humana desde os tempos mais remotos. Sendo assim, a Arte é um dos modos de conhecimento ao qual os estudantes devem também ter acesso, assumindo-se como sujeitos capazes de apreciação estética e criação artística, articuladas aos processos e mediações da cultura contemporânea. Diante das mudanças pelas quais o ensino-aprendizagem de Arte passou, vê-se a necessidade de discorrer a respeito da presença desta disciplina no currículo escolar, revendo sua i

    Por: KÁTIA CÉLIA FERREIRAl Educaçãol 18/12/2014

    Sabe-se que a educação é responsável pela formação do aluno enquanto cidadão, de maneira a prepará-lo para a vida em sociedade, para que saiba atuar criticamente nesse meio. Assim, a escola inclusiva busca complementar a formação do aluno por meio das relações de convivência, uma vez que conviver com o diferente é parte desse processo de formação, até porque, como já mencionamos, é na escola que o aluno desenvolve seus aspectos cognitivos, motores e psicológicos.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    As revela à existência de ações políticas e sociais que possam concretizar e promover a efetividade da inclusão social da pessoa com necessidade educacional especial. Vejo que a sociedade deve compreender como se dá o processo de ensino-aprendizagem da criança com Síndrome de Down na Educação Básica, as dificuldades enfrentadas e as possibilidades e mecanismos de reconhecimento e aceitação dessas limitaçõ

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    No processo de inclusão a escola propõe a conviver com o "diferente", aceitá-lo, auxiliá-lo, e muitas vezes aprender algo com essas crianças. Entretanto para oferecer uma inclusão verdadeira é preciso entender as particularidades das crianças, mediar a socialização de forma que todos trabalham para o aprendizado de cada uma delas, em benefício de todos. Pretendo contribuir com as discussões éticas e educacionais que envolvem a formação da criança Down por meio da educação.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    A educação escolar é um dos contextos em que a criança aprende e desenvolve-se nos aspectos cognitivos, emocional e social. Por isso a necessidade de incluir a criança com necessidades especiais na escola, pois atender a todos é parte do processo educativo, por isso a diversidade cultural e outras questões sociais precisam ser vivenciadas também em sala de aula.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    Apresento algumas características que identificam a criança Down, o conceito de Educação Inclusiva e Educação básica, e da diversidade na educação. Relacionam-se aspectos positivos da inclusão da criança Down na Educação Básica e como deve acontecer essa inclusão, enumerando as dificuldades no processo de inclusão da criança Down na Educação Básica. Conceitua-se a Síndrome de Down e sua identificação, bem como o tratamento e a motivação para inserir a criança com deficiência na Educação Básica.

    Por: Rosely dos Santos Ferreiral Educaçãol 17/12/2014

    O estudo realizado teve como foco principal compreender os avanços no processo de construção do conhecimento dos alunos de uma turma de 3º ano, através dos jogos matemáticos, priorizando, desse modo, a ludicidade no ensino. A pesquisa foi desenvolvida durante o estágio realizado pela acadêmica e pesquisadora junto a uma turma de 3º ano.

    Por: Luziane Da Silva Costal Educaçãol 15/12/2014 lAcessos: 11

    Popularmente há uma tendência em se julgar à sanidade da pessoa, de acordo com seu comportamento, de acordo com sua adequação às conveniências sócio-culturais como, por exemplo, a obediência aos familiares, o sucesso no sistema de produção, a postura sexual, etc.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 74,484 lComentário: 21

    É um grupo de sintomas incapacitantes permanentes, resultantes de danos as áreas do cérebro responsáveis pelo controle motor. Não progressiva que pode ter origem antes, durante ou logo após o nascimento e se manifesta na perda ou no comprometimento do controle sobre a musculatura voluntária. Caracteriza por um distúrbio de movimento ou postura dependendo do local e magnitude do dano os sintomas podem variar.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 8,808 lComentário: 11

    O TCE é uma agressão ao cérebro, não de natureza degenerativa ou congênita, mas causada por uma força física externa, que pode produzir um estado diminuído ou alterado de consciência, que resulta em comprometimento das habilidades cognitivas ou do funcionamento físico.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 22,809 lComentário: 11

    O AVE, ou Acidente Vascular Encefálico é a terceira maior causa de morte no mundo desenvolvido, atrás apenas das doenças coronárias e de todos os tipos de câncer.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 11,479

    Falar sobre os direitos de um deficiente não é coisa fácil! Neste artigo, relataremos situações sociais e profissionais sobre os direitos dos deficientes.

    Por: Alexandre Vieiral Direito> Legislaçãol 20/01/2009 lAcessos: 7,432 lComentário: 3

    Relatar sobre apnéia e ronco, para alguns pode parecer uma brincadeira, assim como gozações do cotidiano, porém para as quem possui, é de grande frustração social e também familiar.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 727

    Embora tenha sido reconhecida primeira vez em 1981 a imunodeficiência adquirida (AIDS) se tornou um importante problema de saúde pública dessa geração. Nas várias semanas ou meses após a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), muitos indivíduos desenvolvem uma doença semelhante à mononucleose com duração de uma a duas semanas.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 2,392 lComentário: 1

    Podemos definir a cardiopatia como qualquer doença que atinja o coração. Mas como detectar uma doença no Coração?

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 137,232 lComentário: 20

    Comments on this article

    0
    Hellen Rose 15/11/2011
    é muito interresante eu estou fazendo um trabalho sobre esse tema eu pesquisei aki tomara que eu ganha um ponto em.....
    2
    Rafaela 14/06/2010
    Naum entendi nada.....
    Pq sou idiota...O_O
    -2
    Leandro 11/11/2009
    Olá Alexandre, recebi seu link através de um dos leitores do meu blog... vou postar seu texto, ok?
    visite: http://leandromanesduque.blogspot.com
    Sua participação será bem-vinda.
    Abs,
    Leandro
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast