Fontes De Energia Renováveis E Seus Principais Benefícios Para A Humanidade

Publicado em: 02/07/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 10,890 |

Fontes de energia renováveis e seus principais benefícios para a humanidade

Profº Raul Enrique Cuore Cuore

Resumo

A energia irradiada pelo sol se encaixa dentro das alternativas de fontes renováveis. O aumento das populações urbanas e a industrialização exigiram necessidades crescentes de energia. Aprimorar a eficiência dos aparelhos e a das técnicas para a obtenção de energia é o plano mais essencial para a criação de um sistema de energia seguro para o clima. É importante também mudar para combustíveis que poluam menos o meio ambiente, como é o caso da energia solar e eólica, ou ainda a combinação de produção de calor e energia, tudo isto tem um papel importante.

Palavras-chave: Energia; Fontes; Meio Ambiente.

1 introdução

A energia está presente em todas as atividades humanas: quando caminhamos, quando utilizamos alguma máquina, seja ela um carro, um computador ou nas indústrias. Atualmente há uma encruzilhada em relação ao problema do setor energético, o qual é absurdamente ineficiente.

Usinas de energia e prédios desperdiçam grande quantidade de calor, carros e caminhões dissipam a maior parte da energia de seu combustível, equipamentos domésticos desperdiçam energia até quando desligados, e também não podemos deixar de citar o problema ambiental, com conseqüências de desequilíbrios ecológicos.

Porém, não é possível entender este vasto tema se não conhecermos um pouco da história que rodeia as fontes de energia. Os conceitos de fontes de energia não-renováveis e renováveis também são importantes, já que o homem estrutura a organização socioeconômica da sociedade centrada nos recursos energéticos e o domínio dos territórios com base nessa detenção e poder, desencadeando conflitos regionais subjacentes a uma geopolítica mundial.

2 Um pouco de historia sobre as fontes de energia

Historicamente, podemos dizer que a Revolução Industrial marca, de forma muito clara, o início de um processo de transformações progressivas que vêm ocorrendo em diversas áreas da humanidade, sobretudo na economia, na sociedade, na tecnologia e no meio ambiente. As causas e conseqüências da mudança global do clima estão fortemente ligadas a estes quatro aspectos.

Com o advento das máquinas a vapor, que marca o começo da Revolução Industrial, representa também o início de um aumento acelerado do consumo de combustíveis fósseis. O carvão mineral tornava-se então o principal combustível das novas máquinas, cuja utilização cresceria de forma vertiginosa ao longo do século XIX.

Posteriormente, a utilização, cada vez maior, de derivados do petróleo como fonte energética para iluminação e em motores de combustão, cujas finalidades foram se diversificando na medida em que o processo de industrialização seguia seu curso, explicam a explosão no consumo de combustíveis fósseis desencadeada pela Revolução Industrial.

Vemos que no passado, o homem preocupava-se com a posse de minerais, de carvão e de borracha. Alguns países chegaram a envolver-se em guerras para poderem controlar a disponibilidade destes produtos.

Hoje as coisas são um pouco diferentes. Atualmente, vemos um “vilão” diferente: o aquecimento global. Com ele surge a preocupação com o uso de combustíveis que causem um menor impacto no meio ambiente.

3 as fontes de energia não-renováveis e renováveis

As fontes de energia podem ser divididas em dois grupos principais: não-renováveis e renováveis.

  1. 3.1 as fontes de energia não-renováveis

As fontes de energia não-renováveis se caracterizam por não ser possível repor o que já gastamos. Em algum momento vão acabar e podem ser necessários milhões de anos de evolução semelhante para poder contar novamente com eles. São aqueles cujas reservas são limitadas e estão sendo devastadas com a utilização. As principais são os combustíveis fósseis (petróleo, gás natural e carvão) e a energia nuclear.

  1. 3.1.1 Combustíveis fósseis

Os combustíveis fósseis podem ser usados na forma sólida (carvão), líquida (petróleo) ou gasosa (gás natural). Segundo a teoria mais aceita, foram formados por acumulações de seres vivos que viveram há milhões de anos e que foram fossilizados formando carvão ou hidrocarboneto. No caso do carvão se trata de bosques e florestas nas zonas úmidas e, no caso do petróleo e do gás natural de grandes massas de plâncton acumuladas no fundo de bacias marinhas.

Em ambos os casos, a matéria orgânica foi parcialmente decomposta, pela ação da temperatura, pressão e certas bactérias, na ausência de oxigênio. Segundo estudos científicos, o planeta pode fornecer energia para mais 40 anos (se for usado apenas o petróleo) e mais de 200 (se continuar a usar carvão).

  1. 3.1.2 Energia nuclear

Na energia nuclear; o núcleo atômico de elementos pesados como o urânio, pode ser desintegrado (fissão nuclear) e liberar energia radiante e cinética. Usinas termonucleares usam essa energia para produzir eletricidade. Uma conseqüência da atividade de produção deste tipo de energia são os resíduos nucleares, que podem levar milhares de anos para perder a sua radioatividade.

  1. 3.2 as fontes de energia renováveis

As fontes de energia renováveis são combustíveis que usam como matéria-prima elementos renováveis para a natureza, como a energia eólica, Biomassa, energia hídrica e energia solar, entre outras.

  1. 3.2.1 Energia eólica

A energia eólica é a energia gerada pelo vento. Utilizada há anos sob a forma de moinhos de vento, pode ser canalizada pelas modernas turbinas eólicas ou pelo tradicional cata-vento.

Uma restrição no aproveitamento deste tipo de energia é a questão do espaço físico, uma vez que tanto as turbinas quanto os cata-ventos são instalações mecânicas grandes e ocupam áreas extensas. Todavia, seu impacto ambiental é mínimo, tanto em termos de ruído quanto no ecossistema.

  1. 3.2.2 Biomassa

Ao falarmos de Biomassa podemos classificá-las de três maneiras: a biomassa sólida, líquida e gasosa.

A biomassa sólida tem como fonte os produtos e resíduos da agricultura (incluindo substâncias vegetais e animais), os resíduos das florestas e a fração biodegradável dos resíduos industriais e urbanos.

A biomassa líquida existe em uma série de bicombustíveis líquidos com potencial de utilização, todos com origem nas chamadas "culturas energéticas". Como um exemplo pode-se citar o biodiesel (obtido a partir de óleo de girassol); o etanol (produzido com a fermentação de hidratos de carbono; açúcar, amido, celulose); e o metanol (gerado pela síntese do gás natural).

Já a biomassa gasosa é encontrada nos efluentes agropecuários provenientes da agroindústria e nos aterros de resíduos sólidos urbanos. Estes resíduos são resultado da degradação biológica anaeróbia da matéria orgânica, e são constituídos por uma mistura de metano e gás carbônico. Esses materiais são submetidos à combustão para a geração de energia.

  1. 3.2.3 Energia hídrica

A energia hídrica é aquela que utiliza a força cinética das águas de um rio e a converte em energia elétrica, com a rotação de uma turbina hidráulica. À exceção das grandes indústrias hidrelétricas, que atendem ao vasto mercado, há também a aplicação da energia hídrica no campo através de pequenas centrais hidrelétricas, baseadas em rios de pequeno porte.

  1. 3.2.4 Energia Solar

A energia solar é aquela energia obtida pela luz do Sol, pode ser captada com painéis solares. A cada ano a radiação solar trazida para a terra leva energia equivalente a vários milhares de vezes a quantidade de energia consumida pela humanidade.

Através de coletores solares, a energia solar pode ser transformada em energia térmica, e usando painéis fotovoltaicos a energia luminosa pode ser convertida em energia elétrica.

Há dois componentes na radiação solar: radiação direta e radiação difusa. A radiação direta é a que vem diretamente do sol, sem reflexões ou refrações intermediárias. A radiação difusa é emitida pelo céu durante o dia, graças aos muitos fenômenos de reflexão e refração da atmosfera solar, nas nuvens, e os restantes elementos do atmosférico e terrestre. A radiação refletida direta pode ser concentrada e de utilização, embora não seja possível concentrar dispersa a luz que vem de todas as direções. No entanto, tanto a radiação direta quanto a radiação difusa são utilizáveis.

4 Vantagens e desvantagens da energia solar

Segundo (PALZ, 2002): “A energia solar recebida pela terra a cada ano é dez vezes superior a contida em toda a reserva de combustíveis fósseis. Mas, atualmente a maior parte da energia utilizada pela humanidade provém de combustíveis fósseis.”

A Energia Solar apresenta inúmeras vantagens, principalmente em países como o Brasil, onde o Sol é soberano na maioria das regiões o ano todo. Entre os benefícios podemos citar: é uma energia limpa, não polui, não consome combustível, a instalação é simples e sua manutenção mínima, a vida útil dos painéis é comprovadamente de 25 anos, permite a sua auto-suficiência energética.

A Energia Solar é a solução para levar a eletricidade aos locais aonde a rede convencional não chegou ou é fornecida de maneira precária. É cada vez mais utilizada, principalmente no meio rural, para iluminação, TV, telecomunicações, bombeamento de água e eletrificação em geral.

Este tipo de energia também possui algumas desvantagens, entre elas: existe variação da energia produzida, de acordo com a situação climática do local (por exemplo, locais chuvosos), durante a noite não existe produção de energia, fazendo-se necessários meios de armazenamento, que por vez se tornam caros é deficientes comparados com os outros meios de produção de energia.

5 beneficios da energia renovável para a humanidade

A vida moderna tem sido movida a custa de recursos esgotáveis que levaram milhões de anos para se formar. O uso desses combustíveis em larga escala tem mudado substancialmente a composição da atmosfera e o balanço térmico do planeta provocando o aquecimento global, de gelo nos pólos, chuvas ácidas e envenenamento da atmosfera e todo meio-ambiente. As previsões dos efeitos decorrentes para um futuro próximo, são catastróficas.

A utilização das energias renováveis em substituição aos combustíveis fósseis é viável e vantajosa. Além de serem praticamente inesgotáveis, as energias renováveis podem apresentar impacto ambiental muito baixo, sem afetar o balanço térmico ou a composição atmosférica do planeta.

O desenvolvimento das tecnologias para o aproveitamento das fontes renováveis poderá beneficiar comunidades rurais e regiões afastadas bem como a produção agrícola através da autonomia energética e conseqüente melhoria global da qualidade de vida dos habitantes.

6 o potencial das energias renováveis e seu crescimento

Muitos ainda vêem a geração de energia por fontes renováveis como uma iniciativa isolada, incapaz de atender à grande demanda de um país continental. A utilização de energias alternativas não pressupõe o abandono imediato dos recursos tradicionais, mas sua capacidade não deve ser subestimada. A Alemanha, por exemplo, provou como o uso das fontes renováveis pode ser útil ao Estado, à população e ao meio-ambiente. O país é responsável por cerca de um terço de toda a energia eólica instalada no mundo, representando metade da potência gerada em toda a Europa.

Segundo o Conselho Global de Energia Eólica (2008):

“As energias renováveis estão crescendo rapidamente no mundo e no final de 2008 já somavam 280 GW, o que representa um aumento de 16% em comparação com a capacidade instalada em 2007. O crescimento da energia renovável foi acima do esperado e que isso se deve à aprovação de políticas favoráveis às fontes alternativas, como uma forma de tentar reduzir as emissões de gases do efeito estufa, assim como satisfazer a procura crescente por energia, aumentar a segurança energética e estabilizar os custos”

O consumo de energia primária mundial poderá atingir duas a três vezes o consumo atual. Portanto, prevê-se que os maiores aumentos na procura de energia no futuro sejam dos países em vias de desenvolvimento, devido a um maior crescimento demográfico e crescimento e desenvolvimento econômico.

7 conclusão

A organização da sociedade também evolui e sofre mudanças. Se o recurso energético dominante escasseia, os preços aumentam, é provável que a necessidade leve ao desenvolvimento das energias renováveis, passando a ser dominantes no final do séc. XXI, ainda que na fase de transição, das fósseis para as renováveis, se assista a um aumento da exploração do gás natural, com maiores reservas do que o petróleo e menos poluente do que o carvão.

A emissão de gases poluentes tem provocado, nas últimas décadas, o fenômeno climático conhecido como efeito estufa. Este tem gerado o aquecimento global do planeta. Se este aquecimento continuar nas próximas décadas, poderemos ter mudanças climáticas extremamente prejudiciais para o meio ambiente e para a vida no planeta Terra.

Na luta para identificar-se a “fonte energética perfeita”, ou somente aperfeiçoar as fontes já identificadas, o ser humano vem se demonstrando bastante criativo e empregando os mais diversos meios. As fontes de energias renováveis podem ser a solução para o nosso planeta. O que falta é que todos, desde as grandes indústrias até as mais humildes residências, assumam seu papel neste processo de “reconstrução” do nosso planeta.

8 referências

PALZ, Wolfang. Energia Solar e Fontes Alternativas. São Paulo: Hemus, 2002.

SEMINÁRIO SOBRE OS DESAFIOS E OPORTUNIDADES PARA O MERCADO DE ENERGIA RENOVÁVEIS, 1., 2008, São Paulo. Brasil: Vento, energia e Investimento. São Paulo. Conselho Global de Energia Eólica, 2008.

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 8 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/fontes-de-energia-renovaveis-e-seus-principais-beneficios-para-a-humanidade-1008170.html

    Palavras-chave do artigo:

    energia fontes meio ambiente

    Comentar sobre o artigo

    O meio ambiente bem comum de uso do povo. O tema abordado neste trabalho tem como finalidade o seguinte questionamento: há instrumentos legais e administrativos para proteger e conservar o meio ambiente? O objetivo geral: confrontar aspectos positivos e negativos sobre a preservação e conservação ambiental, uma vez que há legislações e doutrinas, que disciplinam o tema, mas não conseguem atingir essa meta legal na sua totalidade.

    Por: joão batistal Direito> Legislaçãol 15/05/2012 lAcessos: 326
    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    RESUMO: A pesquisa apresenta algumas orientações teóricas referentes à educação infantil e a educação ambiental, visando proporcionar metodologias de exploração aos problemas ambientais orientados por princípios, valores e habilidades necessárias aos educandos para resolverem problemas. Além dessa discussão, pretendem-se aqui abordar as questões ambientais da atualidade e as chamadas oito metas do milênio para a qualidade de vida.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Educação Infantill 05/07/2011 lAcessos: 2,649

    O texto aborda de forma didática a relação entre meio-Ambiente, alimentos, biocombustíveis e considera o contexto do pré sal.

    Por: Ivan Santiago Silval Notícias & Sociedadel 27/06/2010 lAcessos: 429 lComentário: 1
    Eco Lógico

    Muito se fala em desenvolvimento ecônomico sustentável, mas afinal o que é isso? Como podemos fazer para levar um dia a dia mais sustentável e reduzir os impacto ao meio ambiente.

    Por: Eco Lógicol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 20/09/2012 lAcessos: 104
    Sergio Sebold

    O presente trabalho faz uma retrospectiva dos grandes encontros internacionais sobre a problemática do meio ambiente; estabelece algumas reflexões sobre o compromisso ético das nações na busca de uma solução que possa conseguir um desenvolvimento sustentável de longo prazo; e conclui com abandono da atual lógica de poder através da competitividade, pela lógica da solidariedade como o único parâmetro de sobrevivência.

    Por: Sergio Seboldl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 21/05/2011 lAcessos: 738

    Este artigo tem o objetivo de apresentar um sistema de gestão integrada de qualidade, Segurança, meio-ambiente, saúde e responsabilidade social – QSMS-RS, aplicado em uma organização do ramo de óleo e gás, em conformidade com os requisitos das normas NBR ISO 9001:2008, NBR ISO14001: 2004, OHSAS 18001:2007 e SA 8000.

    Por: Giselle Campanharol Negócios> Gestãol 01/06/2012 lAcessos: 871

    A consciência das comunidades no tratamento de assuntos relacionados ao meio ambiente é essencial para a otimização dos recursos. A energia não deve ser gerada a qualquer custo. É o conceito de economia ambiental.

    Por: Jair Capatti Jr.l Finançasl 09/02/2009 lAcessos: 12,411 lComentário: 1

    Aqui exponho a ligação entre GED - Gestão Eletrônica de Documentos e meio ambiente. Neste artigo conheceremos um pouco sobre esta tecnologia emergente.

    Por: Cláudio Ferreiral Marketing e Publicidadel 11/01/2011 lAcessos: 251
    Banheiros Quimicos Delta Ban

    Explana sobre sustentabilidade, o que é e sua função no meio ambiente. A preocupação de algumas empresas com a natureza utilizando produtos biodegradáveis, coleta de lixo seletiva entre outras coisas, para a melhoria da raça humana.

    Por: Banheiros Quimicos Delta Banl Educação> Educação Onlinel 11/12/2010 lAcessos: 281

    A questão ambiental salienta a necessidade de discussão em todos os níveis e dimensões da vida humana. O equilíbrio entre o meio natural e a sociedade é um ponto convergente entre todos os países e nações. Consiste o meio ambiente em todo espaço apreensível por nossos sentidos. O senso comum formula a idéia que meio ambiente seria um espaço remanescente, alheio a ação antrópica, entretanto é marca indissolúvel da organização do espaço da sociedade.

    Por: Neto de Azilel Religião & Esoterismo> Religiãol 15/03/2011 lAcessos: 229

    O presente artigo é um estudo bibliográfico que tem como objetivo principal abordar conceitos educacionais e metodologias desenvolvidas em sala de aula usando o lúdico como alternativa de metodologia. O trabalho justifica-se pela necessidade de se entender e adequar a aprendizagem às atuais demandas da educação é necessário conhecer alguns caminhos já percorridos pelo ensino e que se levam a uma redefinição dos objetivos, conteúdo e metodológicos.

    Por: Graciele de Miranda Oliveiral Educaçãol 21/10/2014
    Alinne do Rosário Brito

    O artigo busca pesquisar e relatar o que é o Programa Mesa Brasil SESC e dialogar com as ações do Governo do Estado do Amapá para que a segurança alimentar seja implementada atendendo as leis nacionais e as respectivas atuações das politicas públicas que o regem quanto a tentativa de diminuição da miséria na cidade de Macapá.

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 21/10/2014
    Tania R. Steinke

    Promover a valorização da formação continuada dos docentes e coordenadores pedagógicos que atuam no Ensino Médio das escolas públicas.

    Por: Tania R. Steinkel Educaçãol 19/10/2014

    Este artigo analisa de forma breve a teoria das Representações sociais, realizada por alguns estudiosos que contribuíram para a o avanço das representações sociais, bem como, os teóricos que tinham como base as investigações de como as pessoas transformam os conhecimentos científicos em conhecimento de senso comum na década de 60, e também a forma como adota a perspectiva comunicativa "genética" na apreensão do conhecimento veiculado a dinâmica do cotidiano.

    Por: Elizabeth Almeida dos Santosl Educaçãol 14/10/2014
    Erineia nascimento da Silva

    Resumo O aumentou consideravelmente do número de alunos especiais matriculados no ensino regular foi de aproximadamente 70% em 2014, em relação aos anos anteriores. Essa chegada dos alunos nas instituições públicas de ensinos promoveu serias mudanças de paradigmas em todos os profissionais da educação, mas seguiu junto um profissional fundamental na implementação desse novo olhar sobre a educação especial e principalmente sobre a inclusão.

    Por: Erineia nascimento da Silval Educaçãol 10/10/2014

    O SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) ajuda a milhões de brasileiros todos os anos através de seus Cursos Gratuitos oferecendo modalidades presenciais ou EAD (Ensino a Distância) para realização dos mesmos. Conheça alguns cursos grátis para 2015

    Por: sitesjoaoepaulol Educaçãol 09/10/2014

    A avaliação na Escola Ciclada já vem redefinida, ou seja, já está incorporada com novas idéias e nas aspirações, sua perspectiva está muito além de atribuir uma nota por simples burocracia institucional ou por simplesmente conferir o que foi "aprendido" ou não.

    Por: Delimar da S. F. Magalhãesl Educaçãol 02/10/2014

    A MATEMÁTICA E A MÚSICA POSSUEM LAÇOS MUITO FORTES DESDE A ANTIGUIDADE E O INTERESSANTE É QUE TEM MUITOS ALUNOS QUE GOSTAM DE MÚSICA E DIZEM QUE NÃO GOSTAM DE MATEMÁTICA. ENTÃO, SENDO ASSIM, É BEM INTERESSANTE MOSTRÁ-LOS A ELES ESTA FORTE RELAÇÃO.

    Por: Josimara L. Furtado dos Santosl Educaçãol 02/10/2014 lAcessos: 11
    Profº Raul Cuore

    A Vantagem do uso dos métodos computacionais em cálculo numérico é enorme. Com a popularização de computadores de baixo custo e de alta capacidade de processamento, praticamente todas as áreas de exatas tem feito uso cada vez mais intensivo dos métodos e técnicas computacionais na resolução de problemas, para os quais as soluções manuais são impraticáveis e/ou imprecisas. Este trabalho tenta dar uma visão geral sobre as vantagens dos softwares e simulações computacionais em relação ao cálculo numérico.

    Por: Profº Raul Cuorel Educação> Ciêncial 29/07/2009 lAcessos: 5,645 lComentário: 2
    Profº Raul Cuore

    Antes de nada devemos entender que inclusão é a nossa capacidade de entender e reconhecer o outro e, assim, ter o privilégio de conviver e compartilhar com pessoas diferentes de nós. A educação inclusiva acolhe todas as pessoas, sem exceção. É para o estudante com deficiência física ou mental, para os superdotados, todas as minorias e para a criança que é discriminada por qualquer outro motivo.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 09/07/2009 lAcessos: 12,319
    Profº Raul Cuore

    Ética e ciência, esta discussão necessita previamente passar pela concepção filosófica de “ser humano”, ‘ética’ e ‘ciência’. Na perspectiva existencialista, o homem é um ser capaz de autodeterminação, ou seja, ser sujeito do conhecimento e da ação. Em conseqüência, no campo ético, tudo aquilo que tira ou diminui essa dimensão de sujeito é considerado violência. Por sua vez, a ciência moderna ocidental contém em si um amplo projeto de dominação: da natureza, de si mesmo e do outro. Portanto, uma ciência ética só é possível a partir de uma nova postura diante da própria ciência e dos valores da sociedade.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 19/06/2009 lAcessos: 22,224 lComentário: 5
    Profº Raul Cuore

    A possibilidade da Educação a Distância também criou novos universos para os Educadores que nela irão desenvolver o seu trabalho. O Educador tem consciência que além da plataforma virtual os momentos presenciais se tornam de suma importância, tanto que, as grades dos cursos oferecidos prevêem estes encontros.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 14/06/2009 lAcessos: 435
    Profº Raul Cuore

    A violência e agressividade na juventude sempre existiram, mais atualmente estão tomando proporções incontroláveis. Existe uma necessidade urgente de retomar os valores morais e éticos que estão se tornando esquecidos pela juventude ou às vezes, tratados como obsoletos e fora da realidade. Este trabalho tem como objeto mostrar um pouco desta realidade que aflige a sociedade como um todo.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 30/05/2009 lAcessos: 5,473 lComentário: 2
    Profº Raul Cuore

    O processo de atenção na sala está intimamente ligado à forma com a qual o professor prepara e expõe suas aulas, sendo ele o responsável não só pelo cumprimento da grade curricular como intermediário entre o conhecimento e o aluno, procurando uma linguagem que se identifique com o dia-a-dia do mesmo. Deste modo, neste trabalho será analisado o desenvolvimento da atenção na aprendizagem escolar.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 30/05/2009 lAcessos: 2,737 lComentário: 1
    Profº Raul Cuore

    Para abordar as diferenças históricas entre a Probabilidade e a Estatística e importante compreender e relacionar o surgimento destas duas áreas da Matemática, assim como inseri-las no contexto do Ensino Superior na atualidade, no deixando de lado que com o advento da informática e o uso de planilhas eletrônicas, um novo ferramental é oferecido para a aplicação destas disciplinas.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 30/05/2009 lAcessos: 6,434 lComentário: 1
    Profº Raul Cuore

    Este trabalho trata da forma como as emissoras de televisão influem no desenvolvimento das crianças e pré-adolescentes através da programação, induzindo a comportamentos, crenças e modismos presentes na sociedade, ou seja, valores de sexualidade e gênero.

    Por: Profº Raul Cuorel Educaçãol 30/05/2009 lAcessos: 2,355

    Comments on this article

    1
    Vinicius 05/07/2010
    O cara vlw mesmovc me ajudo muito obrigado
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast