Geometria

Publicado em: 26/11/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 1,077 |

GEOMETRIA

        “ O USO DA GEOMETRIA NA VIDA DOS ALUNOS “

 

  A palavra Geometria significa, em grego, medir a terra. Os agrimensores egípcios ( 2000 a.C ) recorriam à Geometria para determinar a área de seus campos e para delimitar suas terras quando as cheias anuais do Nilo apagavam marcas anteriores.

                         Por volta de 600 a.C., filósofos e matemáticos gregos, entre eles Tales e Pitágoras, passaram a sistematizar os conhecimentos geométricos da época. Foi, porém, com o matemático grego Euclides ( por volta de 300 a.C.) que a Geometria realmente se desenvolveu, fazendo da cidade egípcia de Alexandria, onde ele vivia, o centro mundial da Geometria. Para Euclides, a Geometria era uma ciência dedutiva cujo desenvolvimento partia de hipóteses básicas: os axiomas ou postulados.

                         Sistematizando os conhecimentos que outros poços antigos haviam adquirido de forma desordenada através do tempo, Euclides deu-lhes ordem lógica, estudando a fundo as propriedades figuras geométricas, as áreas e os volumes.

                         Situar-se, reconhecer a posição dos objetos no espaço, saber orientar-se são competências particularmente importantes. No entanto, são poucos freqüentes, mas são atividades que contribuem para desenvolver tais competências.

                          A capacidade de visualizar é fundamental na geometria, tanto no sentido de captar e interpretar as informações visuais, como no de expressar as imagens mentais por meio de representações, gráficas ou não.

                         Há algum tempo, recomenda-se o estudo de simetria no Ensino Fundamental. Essa indicação justifica-se pela inegável importância do conceito, tanto no campo científico, como nas demais atividades humanas. Simetria é, sem dúvida, um dos princípios básicos para a formulação de modelos matemáticos para os fenômenos naturais. Do ponto de vista matemático, mas não formal, o conceito de simetria envolve três noções básicas: um conjunto de elementos; uma transformação “interna” desse conjunto em si mesmo; a existência de um subconjunto desse conjunto maior, que fica invariante quando submetido a tal transformação. Os exemplos maios simples da simetria surgem, na geometria, nos casos em que o conjunto é o plano, a transformação é uma de suas isometrias e o subconjunto em causa é a figura simétrica em relação a tal isometria.

                        Assim, a Geometria é constantemente aplicada na vida prática: nos projetos de edifícios, pontes, estadas, carros e aviões; na navegação aérea e marítima; na balística; no cálculo do volume de areia, cimento e água, nos moldes de costura.

 

                                REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

GIOVANI & BONJORNO. Matemática Completa. 2ª Série, ensino

    Médio, p. 214, PNLEM 2009/2010/2011, Ministério de Educação.

 

Guia de Livros Didáticos. PNLD 2008. Matemática.

 

Programa Gestão da Aprendizagem Escolar Gestar II. COFES/

   DIPRO/FNDE/MEC

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/geometria-1509929.html

    Palavras-chave do artigo:

    geometria

    ,

    estatistica

    ,

    probabilidade

    Comentar sobre o artigo

    Os educadores matemáticos, em nosso país e no exterior, têm atribuído um lugar de destaque para o ensino das grandezas e medidas. Isto é um reconhecimento da importância deste tema nas atividades humanas, das mias corriqueiras às mais complexas, nos vários ramos da tecnologia e da ciência. Também reflete o papel relevante das questões relativas às grandezas na evolução da própria Matemática, evidenciada nas suas inúmeras conexões com aritmética, álgebra, geometria, estatística e probabilidade.

    Por: ernandes magalhaesl Educaçãol 26/11/2009 lAcessos: 7,427 lComentário: 1
    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    No Brasil, nos últimos tempos, o ensino da matemática tem vivido uma situação de colapso permanente em todos os graus de ensino, desde o Ensino Fundamental até o ensino superior, onde o insucesso atinge índices preocupantes. Não estamos pensando apenas nas reprovações, mas em um número crescente de educandos que não gostam de matemática, não entendem para que serve e não compreendem verdadeiramente a sua relevância.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Ensino Superiorl 16/01/2013 lAcessos: 111
    Eduardo Henrique Gaspar

    Este artigo pretende contribuir para a discussão sobre o ensino de Matemática no curso médio, tendo em vista os recentes Parâmetros Curriculares Nacionais para esse nível de ensino. O texto compreende três núcleos: notas sobre as mudanças que vêm sendo propostas sobre o ensino brasileiro;

    Por: Eduardo Henrique Gasparl Educação> Ciêncial 11/11/2011 lAcessos: 276
    Romilda Aparecida Lima

    O artigo aborda a trajetória da educação e a inserção da mulher no mercado de trabalho. A escola tanto do ponto de vista existencial, quanto acadêmico é vista como passagem simbólica que a levaria à ocupação dos escassos lugares sociais e, ainda, é fragilizada diante das incertezas que se percebe nesse campo, dos ensaios pedagógicos que ousa efetivar e, temos na maioria dos casos a falta de tempo para se dedicar à educação, pois sua responsabilidade educacional é abrangente como mãe, mulher, pai

    Por: Romilda Aparecida Limal Educação> Ensino Superiorl 31/10/2012 lAcessos: 64

    Muita informaçao para voce que adora engenharia matematica, este assunto é muito importante para seus estudos.

    Por: samuell Educaçãol 22/10/2010 lAcessos: 832
    SANDRA VAZ DE LIMA

    O artigo busca demonstrar a importância da prática do xadrez no âmbito escolar como suporte pedagógico, utilizado como possibilidade de construção na formação dos alunos

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 15/02/2010 lAcessos: 1,992

    Depressão é uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, que altera o humor e costuma estar associada com baixa autoestima e culpa, e normalmente traz consigo distúrbios do apetite (comer demais, ou praticamente nada), e de sono (dormir demais, ou quase nada), entretanto um dos aspectos mais nocivos é a falta de perspectivas, um sentimento de ausência de futuro, de impossibilidade de solução dos problemas, que muitas vezes leva até ao suicídio.

    Por: Central Pressl Educaçãol 31/10/2014
    Erineia nascimento da Silva

    O lúdico proveniente da palavra latina "ludus" que significa jogos. Que segundo DANTAS, 1988, representa liberdade para brincar livremente, gratuitamente, prazerosamente. Tornando a brincadeira uma expressão máxima do lúdico, desde da antiga Roma e Grécia em períodos remotos da civilização ocidental utilizava os brinquedos na educação com base nas idéias de Platão e Aristóteles.

    Por: Erineia nascimento da Silval Educaçãol 28/10/2014
    Sebastiana Braga

    A formação profissional não consiste apenas em ouvir palestra ou fazer determinados cursos. Pelo contrario, ela é um processo continuo e progressivo, onde através da aprendizagem se acumula conhecimento e este por sua vez vai sendo transformado em práticas bem sucedidas. Dessa forma deve ser pensado numa multiplicidade de saberes que através de um projeto para formação continuada que se complemente e que aborde um tema central a todas as áreas no intuito do melhoramento do ensino aprendizagem.

    Por: Sebastiana Bragal Educaçãol 27/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Sei o quanto. Tudo isso não significa nada. Apesar da interminável beleza dos universos. Contínuos. Sei do insignificado das coisas. Do delírio dos deuses. Das franquezas das razões não lógicas. A metafísica não indutiva.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educaçãol 25/10/2014
    Amanda Souza Machado

    Este trabalho é uma continuação das discussões, pesquisas e reflexões ocorridas durante a elaboração do artigo científico sobre como os educadores exploram as fantasias das crianças, produzidas a partir dos programas de televisão. O artigo propõe-se a apresentar as influências da TV no imaginário das crianças e qual é o papel dos educadores neste momento.

    Por: Amanda Souza Machadol Educaçãol 23/10/2014

    O presente artigo é um estudo bibliográfico que tem como objetivo principal abordar conceitos educacionais e metodologias desenvolvidas em sala de aula usando o lúdico como alternativa de metodologia. O trabalho justifica-se pela necessidade de se entender e adequar a aprendizagem às atuais demandas da educação é necessário conhecer alguns caminhos já percorridos pelo ensino e que se levam a uma redefinição dos objetivos, conteúdo e metodológicos.

    Por: Graciele de Miranda Oliveiral Educaçãol 21/10/2014 lAcessos: 14
    Alinne do Rosário Brito

    O artigo busca pesquisar e relatar o que é o Programa Mesa Brasil SESC e dialogar com as ações do Governo do Estado do Amapá para que a segurança alimentar seja implementada atendendo as leis nacionais e as respectivas atuações das politicas públicas que o regem quanto a tentativa de diminuição da miséria na cidade de Macapá.

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 21/10/2014 lAcessos: 17
    Tania R. Steinke

    Promover a valorização da formação continuada dos docentes e coordenadores pedagógicos que atuam no Ensino Médio das escolas públicas.

    Por: Tania R. Steinkel Educaçãol 19/10/2014

    Os educadores matemáticos, em nosso país e no exterior, têm atribuído um lugar de destaque para o ensino das grandezas e medidas. Isto é um reconhecimento da importância deste tema nas atividades humanas, das mias corriqueiras às mais complexas, nos vários ramos da tecnologia e da ciência. Também reflete o papel relevante das questões relativas às grandezas na evolução da própria Matemática, evidenciada nas suas inúmeras conexões com aritmética, álgebra, geometria, estatística e probabilidade.

    Por: ernandes magalhaesl Educaçãol 26/11/2009 lAcessos: 7,427 lComentário: 1
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast