O Educador Profissional

25/09/2009 • Por • 4,603 Acessos

EDUCADOR PROFISSIONAL

Pensar nos profissionais da educação é extremamente complexo, mas ao mesmotempo devemos ser realistas e honestos com nossas implicações. Procuramos sempre culpados para dizer que a educação está à beira de um colapso.

A primeira hipótese que surge é o sistema como um todo que não funciona, mas à grande verdade, está voltada para os educadores que tem a maior culpa dessa fatia negativa em que está a educação brasileira.

Não sejamos hipócritas de não pensar que a principal responsabilidade é dos educadores em sua maioria. Até porque muito dos educadores que se formam tem em sua mente que já estão prontos para iniciar a carreira profissional e tudo o que ele sabe já é o suficiente. Longe disso, quem pensa dessa maneira.

Muitos eles esquecem que o conhecimento está sempre em evolução, a todo o momento é modificado alterado e implementado com as necessidades que vão surgindo na sociedade.

Todos nós precisamos evoluir e nessa evolução o conhecimento também vai se modificando. Pois surgem sempre outras necessidades e outras teorias que irão derrubar aquelas que não faziam parte das nossas vidas ou daquele contexto.

Quando os profissionais se formam fica evidente que eles não estão totalmente preparados para atingir as expectativas e as incertezas que existem dentro do ambiente escolar. Pois eles se formam e pensam que já sabem tudo, e que não irão precisar de mais nada. É só colocar tudo aquilo que ele aprendeu em poucos anos de pesquisa e pronto está tudo acabado e perfeito.

Longe desta perfeição; primeiramente o educador deve ter seu principal pensamento o comprometimento com o saber e o fazer. Depois procurar ser um líder na busca por melhorias pessoais e ser um educador pesquisador que procura sempre estar pronto para adquirir novos conhecimentos, e com isso suas competências vão tornando uma pessoa mais preparada e pronta para administrar a dificuldades que irão surgir no decorrer de sua vida escolar.

Os que precisamos na educação é de pessoas que sejam capazes de ser flexíveis, que possuem em sua meta principal o comprometimento profissional, e que busquem na metadisciplinariedade a união das competências que possam deixar o seu trabalho mais reconhecido através de uma qualidade expressamente verdadeira e fundamentada nas inovações do conhecimento.

Paulo Marcelo

Perfil do Autor

Paulo Marcelo Paulek

EDUCADO, FAMILIAR, ESTUDIOSO, BRINCALHÃO E PRONTO PARA APRENDER.