Poluição, Devemos Preservar O Ar Que Respiramos

26/11/2009 • Por • 7,493 Acessos

                                POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA

           “DEVEMOS PRESERVER O AR QUE RESPIRAMOS”

                        

 

                           O mundo atual enfrenta uma série problemas de caráter ambiental, os principais são o desmatamento de florestas naturais e a poluição do ar, o processo provoca a emissão de CO2 (dióxido de carbono) na atmosfera. Nos dias de hoje, quase todas as grandes cidades mundiais sofrem com os efeitos da poluição do ar. Cidades como São Paulo, Belo Horizonte, Tóquio, Nova Iorque e Cidade do México estão na relação das mais poluídas do mundo. Este tipo de poluição tem provocado muitos problemas nas grandes cidades. A saúde das pessoas, por exemplo, é a mais afetada com a poluição atmosférica. Várias doenças respiratórias como a bronquite, rinite e asma levam milhares de adultos e crianças aos hospitais todos os anos. A poluição também tem causado danos aos ecossistemas e ao patrimônio histórico e cultural.
                         A poluição gerada nos centros urbanos de hoje são resultado, principalmente, da queima dos combustíveis fósseis como, por exemplo, carvão mineral e derivados do petróleo (gasolina e diesel). A queima destes produtos tem lançado um alto nível de monóxido e dióxido de carbono na atmosfera terrestre. Estes dois combustíveis são responsáveis pela geração de energia que, alimenta os setores industrial, elétrico e de transportes de grande parte das economias do mundo.      Portanto, colocá-los de lado Resultado desta poluição, a chuva ácida mata plantas, animais e vai corroendo, com o passar do tempo, monumentos históricos (prédios,monumentos,igrejas,etc).
                              O clima do planeta também é afetado pela poluição atmosférica atualmente é extremamente complicado.

  1. A cada dia, veículos e indústrias lançam um volume intolerante de poluentes na atmosfera, aumentando mais e mais a concentração de elementos tóxicos suspensos no ar, como o gás carbônico.

                      Depois de emitido e inspirado, esse gás na forma de monóxido de carbono (CO) é assimilado pelo sistema circulatório, formando um composto estável com a molécula de hemoglobina, denominado de carboxiemoglobina, impedindo assim o transporte de oxigênio, causando problemas respiratórios. Mas se não bastasse, os demais elementos químicos resultantes desta forma de poluição também ocasionam outros eventos destrutivos, por exemplo: maximização do efeito estufa, a chuva ácida, inversões térmicas, além de contribuir com o progressivo aquecimento global. Entre as soluções para controle da poluição atmosférica, podem ser citados: Utilização de combustível e formas de energia menos agressivas ao ambiente; instalação de filtros antipoluentes nas indústrias; obrigatoriedade do uso de catalisadores nos automóveis; a revitalização (arborização) de grandes centros urbanos (metrópoles).

                        Observar a poluição visual na escola e em seu entorno.  Os murais das escolas algumas vezes pecam pela falta ou pelo excesso de informações. Quando há muitas informações não conseguimos encontrar o que queremos, ou ler as informações porque há sobreposição de recortes. O professor poderá aproveitar esse recurso para dar um exemplo de poluição visual. O professor poderá começar a atividade perguntando aos alunos se há algum mural na escola (se não houver, o professor poderá questionar sobre cartazes). Posteriormente, perguntar se o mural possui muitos recortes, se é fácil de ler as informações, se os recortes são antigos, se estão rasgados, se estão em boas condições. Em seguida, sugerir aos alunos como poderiam organizar um mural para a sala de aula.

                       Diante das notícias negativas, o homem tem procurado encontrar medidas para solucionar estes problemas ambientais. Os sistemas tecnológicos estão avançando no sentido de criar máquinas e combustíveis cada vez menos poluentes ou que não gerem nenhuma poluição. Muitos automóveis já estão utilizando gás natural como combustível. No Brasil, por exemplo, temos milhões de automóveis movidos a álcool, combustível renovável, não fóssil, que poluí pouco. Testes realizados com hidrogênio tem mostrado que num futuro bem próximo, os carros poderão usar um tipo de combustível que lança no ar apenas vapor de água.

                     

                    REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

DUARTE, Gouvêa, Ruth. Lições da Natureza. São Paulo, Atual, 2000.

PEARCE, Fred. O Aquecimento Global. São Paulo, Publifolha, 2002.

 

 

SIMÃO, Nehme Simão & PEREIRA, Koff  Schlz Ely. Discutindo a

    Preservação da vida- Educação Ambiental. Rio de Janeiro, Nova

   Fronteira, 1998.     

 

     GASPAR, Alberto. Experiências de Ciências. São Paulo: Ática, 1996.

 

 

 

 

 

Perfil do Autor

mariosangela