Relacao Da Pedagogia Com Outras Ciencias

Publicado em: 22/01/2009 |Comentário: 6 | Acessos: 26,426 |











RELAÇÃO DA PEDAGOGIA COM OUTRAS CIÊNCIAS














Dedicatória



Este trabalho e dedicado a todos os amantes da ciência pedagógica e aqueles que directa ou indirectamente contribuem para o desenvolvimento dela: os nossos pais.



Uma dedicatória especial aos meus pais por me terem dado apoio na realização deste trabalho e por ter realizado um dos maiores sonhos da minha vida: estudar pedagogia.



Vai também uma dedicatória especial a Nota Positiva (em www.notapositiva.com) por me dar a opurtunidade de partilhar os meus conhecimentos com os outros.






















Introdução



O presente trabalho tem como tema: relação da pedagogia com outras ciências e como objectivo principal descrever o percurso da pedagogia ate ser considerada  ciência e a sua relação com algumas ciências (psicologia, sociologia, filosofia, ciências políticas, ética, economia política, história, moral, antropologia cultural, biologia e até com a didáctica).



A metodologia usada para a realização deste trabalho foi a da consulta bibliografica, que consistiu na leitura e análise das informações de diversas obras que se debruçam sobre o tema acima mencionado e também em consultas na internet. Os autores das referidas obras estão devidamente citados dentro do trabalho e tambem na bibliografia final.



O trabalho está organizado em dois capítulos: O primeiro descreve a pedagogia como ciência, onde faz um breve resumo do percuso da pedagogia desde os tempos mais antigos ate ser considarada como ciência e enunciando o seu objecto de estudo. 0 segundo faz uma relação da pedagogia com outras ciências, onde fez a relação com as seguintes ciencias: psicologia, sociologia, filosofia, ciências políticas, ética, economia política, história, moral, antropologia cultural, biologia e com a didactica. Para além dos referidos capitulos o trabalho apresenta conclusão e bibliografia com as obras e sites consultados na realização deste trabalho.










 CAPITULO I: Pedagogia como Ciência



1.1. Surgimento da Pedagogia



 As ideias relativas a educação já vem desde os tempos mais antigos e não estavam organizados de uma forma sistematizada. Um exemplo dos pensamentos da educação nos povos “ditos” primitivos são os pensamentos relegiosos, políticos, morais e os trabalhos manuais diários como: a pesca, a caca, a recoleção, a cozinha que passavam de geração em geração sem haver uma instituicao organizada onde podiam se transmitir esses conhecimentos.



A pedagogia surgiu na Grécia Antiga e Significava etmologicamente: conduzir a criança ao saber, onde:



Paido= criança;



Agogo= conduzir/levar;



Gia= saber/ciência.



Apesar do remoto tempo da sua existência, demorou muito tempo para ser considerada ciência, isto é, como um conjunto sistematizado de verdades demonstradas sobre a educação (HOZ;s/d: 27).



Somente no seculo XVII é que a pedagogia foi elevada a categoria de ciência, devido a obras como “O Tratado Sobre a Educação” de Luis Vives (sec. XVI) e “Didáctica Magna” de Coménio (sec. XVII), que contribuiram para a sistematização do pensamento pedagógico e oferecendo uma “autonomia” parcial em relação a Filosofia.



Actualmente, a Pedagogia é definida como sendo “a filosofia, ciência e arte técnica da educação” (PILLETI; 1991:24) ou também “como uma rede de de enunciados sobre o fazer educativo (...)” (LIBANEO;1996:27).





1.2. Objecto de Estudo da Pedagogia



O objecto de estudo da pedagogia e a educação, instrução e ensino do Homem, onde:






  • Educação pode ser entendida em vários sentidos dentre  os quais destacaremos dois que sao: sentido social e o sentido restrito pedagógico.





No sentido social a educação é o processo de transmisão/mediação da experiência social acumulada pelas gerações mais velhas para as mais novas, com vista a prepara-las  para a vida e para o trabalho na sociedade onde vivem.



No sentido restrito pedagógico a educação pode ser entendida como uma actividade intensional e organizada, orientada para o desenvolvimento integral da personalidade, isto é, um sistema estreitamente organizado virado para a formação da personalidade.






  • A instrução é a formação intelectual e de desenvolvimento de capacidades cognitivas mediante o domínio de certo nível de conhecimento programado e sistematizado.



  • O ensino coresponde a acção, meios e condições para a realização da instrução e da educação.





A pedagogia estuda os diversos aspectos do ser Humano que pretendem ser atingidos com a acção educativa:



·        Aspecto fisico;



·        Aspecto moral;



·        Aspecto intelectual;



·        Aspecto social;



·        Aspecto profissional e outros.






CAPITULO II: Relação da Pedagogia com Outras Ciências



2.1. Relação da Pedagogia com  Psicologia



Tendo em conta que o objecto de estudo da psicologia é o comportamento e as actividades mentais de todos animais e o da Pedagogia que é a educação, instrução e ensino do Homem, veremos que a psicologia fornece fundamentos para alguns aspectos da apendizagem do aluno.



Por exemplo: aspectos ligados a motivação para que o aluno se interesse pela matéria.



Aos alunos com necessidades educativas especiais, precisam de uma educação “especial” e um acompanhamento psicológico adequado, isto é, o professor deve estar munido de ferramentas da psicologia para lhe dar com os alunos com necessidades educativas especiais.



A selecção dos conteúdos e meios didácticos apropriadios para a mediação da aula, devem ter em conta o desenvolvimenmto psíquico da criança. Essa avaliação (do desenvolvimento psíquico da criança) é fornecida pela psicologia.



A psicologia na educação não se limita na sala de aula, mas se estende para todos os intervenientes do processo do ensino-aprendizagem, ajudando na elaboração dos currículos e na resolução dos confitos entre professores, entre professor e a direcção da escola, entre o professor e ele mesmo e até entre o professor com a comunidade.



A psicologia contribui para o enrequiecimento da teoria e o melhoramento da prática educativa.



A psicologia também estuda aspectos importantes do processo de ensino-aprendizagem, tais como as implicacao das fases do desenvolvimento dos alunos conforme as idades e os mecanismos psiquicos presentwes na assimilaxcao da matéria e no desenvolvimento das habilidades.



A relação da pedagogia com a psicologia não é de dependência, mas sim de interdependência, porque a pedagogia oferece mecanismos para o desenvolvimento das capacidades psiquicas pouco desenvolvidas nos alunos.



Ralação da Pedagogia com a Sociologia



A sociologia estuda o meio em que as pessoas se encontram e padagogia nesse caso estuda a educação como prática social (LIBANEO;1996:57), orienta-se pelos objectivos da sociedade onde ela ocorre.



A sociedade tem sempre a necessidade de educacar porque sempre precisa de passar os conhecimentos das gerações mais velhas para as gerações “imaturas”. Sendo assim, não há sociedade sem educcação.



Como foi dito anteriormente, a educação deve ter em conta os objectivos da sociedade onde ela ocorre, cada sociedade tem o seu modelo de educação,. Assim, cada mudança que ocorre na sociedade afecta também o processo educativo dessa sociedade. Pode se considerar a educação como sendo um processo dinâmico.



A pedagogia tem em vista o desenvolvimento integral do ser Humano, para que este possa integrar-se no sistema social de que faz parte.



Ajuda aos professores a reconhecer a relação existente entre e escola e a sociedade, permitindo que este medeie a sua aula com a colaboração da sociedade e que também participe nas actividades da sociedade onde se encontra. Um dos exemplos da relação da pedagogia com a sociologia é a integração do currículo local no novo currículo do ensino básico em Moçambique.



Em suma, a educação é o meio pelo qual a sociedade renova perpetualmente as condições da sua propria existência. A sociedade só poderá viver  se entre os membros da mesma se existir uma ceta homogeniedade na maneira de pensar e essa homogenidade só pode ser fornecida pela educação (DURKHEIM;2001:55).



Relação da Pedagogia com a Filosofia



Sendo a filosofia o amor a sabedoria, não tem um objecto de estudo definido, isto é, estuda a globalidade das coisas e é considerada a mãe de todas as ciências (POLITZER; s/d:14), é evidente que influencie no pensamento pedagógico.



Ela abrange os princípios fundamentais da educação como as relações entre a educação e a vida quotidiana.



Esclarece o que deve ser a educação; para que sociedade educar; para onde deve se conduzir as novas gerações e com que valores educar as pessoas.



Em suma, a pedagogia busca bases filosóficas para melhor esclarecer  o papel da educação no desenvolvimento das sociedades.



Relação da Pedagogia com as Ciências Politicas



As ciências políticas analisam o sistema governativo de uma sociedade  e a maneira de viver da mesma.



Assim, a realização do  processo educativo de um país/ sociedade depende do sistema governativo do mesmo e as mudanças que afectam o sistema governativo dessa sociedade, também afectam o processo educativo.



O discurso  educativo consubstanciado nos planos do governo para o sector, concentra--se na melhoria da qualidade do ensino e no alargamento da rede escola, particularmente da educação básica” (Ministério da Educação Apud NGOENHA;2000:199).



Por sua vez, a pedagogia fornece quadros para a manutenção do sistema governativo.



Relação da Pedagogia com a Ética



A ética é uma ciência que estuda o comportamento humano na sua relação com o meio natural e social, visando assegurar a prática das boas normas culturais e sociais.



A ética ajuda a  pedagogia a  delinear as suas regras/princípios  de acordo com as normas de cada sociedade.



A pedagogia por sua vez ajuda na modificação de alguns hábitos e custumes  das sociadades que não sejam válidos para um determinado contexto, visto que  as sociedades se desenvolvem  e algumas normas precisam de ser revistas para se ajustarem a nova realidade.



Relação da Pedagogia com a Economia Política



A economia política é a ciência dos interesses da sociedade e, como todas as verdadeiras ciências, baseia-se na experiência, cujos resultados metodicamente agrupados e alinhados, se tornaram princípios das verdades gerais” (disponível em www.geocities.com/neri_iscsp/ICS.html).



Assim, a qualidade e a quantidade da educação depende das condições financeiras que o estado oferece e que as populacoes sao capazes de de ivestir neste domínio.



Relação da Pedagogia com a Historia



É a ciência social que estuda o passado com o intuito de melhor compreender o presente e prespectivar o futuro ( disponível em www.geocities.com/neri_iscsp/ICS.html).



Assim, ajuda a compreender a evolucao do pensamento educativo e ajuda a pedagogia a perpectivar o futuro da educação.



Repensar na educação na sua dimensão histórica, permitira reconstruir a história da educação em Moçambique e buscar bases teoricas para projetar nesta área um projecto de educação que supere os sistemas educativos coloniais (NGOENHA;2000:200).



O educador para poder educar uma certa pessoa, é necessário que se conheça o seu passado.



Relação da Pedagogia com a Moral



Moral é a teoria normativa da acção humana enquanto submetida ao Bem, ao dever de praticar o Bem. É uma teoria relacionada com a qualidade dos actos ” ( disponível em www.geocities.com/neri_iscsp/ICS.html).



Assim, a educação como objecto de estudo da pedagogia tem como finalidade desenvolver em cada indivíduo toda a perfeição de que ele e susceptível (KANT Apud DURKHEIM;2001:6) e para que se atinja essa perfeição é necessário que as pessoas pratiquem o bem.



Um homem só pode ser moral se for social porque para haver princípios morais tem que haver uma sociedade onde são aplicados esses princípios.



Relação da Pedagogia com a Antropologia Cultural



Estuda o Homem como ser criador, portador e transmissor de cultura.



Os dados fornacidos pela antropologia cultural são importantes para o desenvolvimento da educação,  visto que os conhecimentos são transmitidos de geração em geração.



Par melhor comprender o processo educativo é necessário que conhecer a história do povo em que este ocorre, seus hábitos e costumes.



Relação da Pedagogia com a Didáctica



Tendo em conta o objecto de estudo da didactica “a problemática do ensino, enquanto prática da educação, e o estudo da educação em tempos, ou seja, no qual a aprendizagem é intencionalmente almejada, no qual os sujeitos envolvidos (professor e aluno) e suas acções (o trabalho com o conhecimento) são estudados nas sua dimensões histórico-culturais”( LIBANEO;1996:59).



A didáctica fornece à pedagogia as ferramentas necessárias para a execução do processo de ensino-aprendizagem.









Conclusão



No final deste trabalho, que tinha como tem a a relação da pedagogia com outras ciências e como objectivo descrever o percurso da pedagogia até ser considerada ciência e a sua relação com outras ciências, constou que a pedagogia é uma ciência que como qualquer outra levou o seu tempo para definir o seu objecto de estudo e considerar-se ciência “autónoma” da filosofia.



Concluiu que a pedagogia como uma ciência humana, precisa do apoio de outras ciências para o esclarecimento do seu objecto de estudo. No presente trabalho destacou a relação com a biologia, psicologia, sociolocia, ciencias politicas, antropologia cultural, economia politica, historia, moral, etica e didáctica.



Notou que relação da pedagogia com as outras que referiu anteriormente não é de total dependência, mas sim uma relação recíproca.

















Bibliografia



DURKHEIM, Emile; Sociologia, Educacao e Moral; 2ª ed; Res Editora; Porto; 2001.



HOZ, Víctor Garcia; Principios da Pedagogia Sistematica;3ª ed; Livraria Civilizacoes; Porto;



LIBANEO, Jose Carlos at al; Pedagogia, Ciencia da Educacao?; Editora Cortez; Sao Paulo; 1996.



NGOENHA, Severino Elias; Estatuto e Axiologia da Educacao: o Paradigmatico      Questionamento da Missao Suica; Livraria Universitaria; Maputo; 2000.



POLITZER, Georges at all; Principios Fundamentais da Filosofia; Hemus Editora, S/d.



www.geocities.com/neri_iscsp/ICS.html











Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 17 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/relacao-da-pedagogia-com-outras-ciencias-733892.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao

    ,

    ensino

    ,

    instrucao

    Comentar sobre o artigo

    Camila Peres

    O autor define as diferenças, nos âmbitos do ensino de didática as seguintes palavras: Educação, instrução e ensino, a fim de propor ao estudante das áreas educacionais, uma ótica que visa discutir os saberes da educação, e o posicionamento político e democrático dos educandos diante da realidade do convívio escolar. Define que educação é um conjunto de informações que influenciam o ser, e determina a personalidade. Instrução é o domínio dessas informações passadas durante a educação. O ensino é que permite como e onde acontecem educação e instrução, o autor apresenta uma inter-relação entre essas palavras aparentemente iguais.

    Por: Camila Peresl Educaçãol 13/09/2009 lAcessos: 4,073 lComentário: 4
    Públio Athayde

    Este texto, no qual coloco algumas ideias que estão sendo alinhavadas, é parte de uma discussão latente, mas também candente, cuja postulação central é a de que a educação é função da família e deve ser prerrogativa da esfera de vida privada, ao passo que a instrução pode ser praticada na vida pública do indivíduo, por instituições públicas ou privadas – sem privilégios.

    Por: Públio Athaydel Educação> Ciêncial 05/12/2010 lAcessos: 145

    “Fundamentos de educação” começa por explicar o conceito de “Educação”. Não é tarefa das mais fáceis, visto que há, pelo menos, dezenas de definições, cada qual tomando “educação sob um determinado ponto de vista”. No sentido Etimológico educar é “tirar para fora”as capacidades do aluno , ou seja, aquelas coisa que ele tem em germe no seu espírito. A educação não opera milagres, não faz qualquer indivíduo se transformar num gênio, mas apenas pode desenvolvolvêlo até o limite de suas próprias capacidades. Mas a definição etimológica se apresenta

    Por: Miriam Nunesl Educação> Ciêncial 23/06/2008 lAcessos: 3,910 lComentário: 3
    Professor Marcos Paulo

    Esta modalidade de ensino não pode ser encarada como uma panacéia para todos os males da educação brasileira. Há um esforço muito grande dos educadores e pesquisadores da educação em mostrar que os problemas da educação brasileira não se concentram somente no interior do sistema educacional, mas, antes de tudo, refletem uma situação de desigualdade e polaridade social, produto de um sistema econômico e político perverso e desequilibrado...

    Por: Professor Marcos Paulol Educação> Educação Onlinel 15/09/2011 lAcessos: 229

    Livro escrito pelo catedrático Prof. Américo Menezes observa que o maior Problema Nacional parte da Educação do povo. ´´Só cuidamos de instruir, precisamos educar``.

    Por: Celso Fernandesl Educaçãol 15/05/2009 lAcessos: 485
    Professor Marcos Paulo

    Walter Perry e Greville Rumble (1987, 1­2) afirmam que a característica básica da educação a distância é o estabelecimento de uma comunicação de dupla via, na medida em que professor e aluno não se encontram juntos na mesma sala requisitando, assim, meios que possibilitem a comunicação entre ambos como correspondência postal, correspondência eletrônica, telefone ou telex, rádio, "modem", vídeo­disco controlado por computador, televisão apoiada em meios abertos de dupla comunicação, etc.

    Por: Professor Marcos Paulol Educação> Educação Onlinel 15/09/2011 lAcessos: 156

    Para Norberto Bobbio, a existência de um direito, seja em sentido forte ou fraco, implica sempre a existência de um sistema normativo, onde por "existência" deve entender-se tanto o mero fator exterior de um direito histórico ou vigente quanto o reconhecimento de um conjunto de normas como guia da própria ação. A figura do direito tem como correlato a figura da obrigação.

    Por: SEBASTIÃO FERNANDES SARDINHAl Educação> Ensino Superiorl 04/05/2009 lAcessos: 2,040 lComentário: 2
    André Reis

    Este trabalho traz um estudo da matéria educação em todas as Constituições brasileiras considerando o cenário social, econômico e político de cada período. A finalidade deste artigo é proporcionar um entendimento de como o assunto se desenvolveu até culminar na atual Constituição - cuja temática educacional é tratada como direito fundamental e incluída no rol de direitos sociais.

    Por: André Reisl Direito> Doutrinal 18/01/2011 lAcessos: 1,408
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo faz uma retrospectiva da educação profissional no Brasil sobre o prisma do seu objetivo inicial que era o de "atender aos desvalidos da sorte", direcionando o tema para a situação no Espírito Santo, utilizando artigo do presidente do Conselho Estadual de Educação.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 18/02/2012 lAcessos: 242

    Resumo Este artigo apresenta a trajetória da educação de jovens e adultos e da educação profissional no Brasil estabelecendo relações com os diversos contextos históricos a partir das políticas públicas implementadas desde a Colônia até os dias atuais e identificando os mecanismos de acesso, permanência ou exclusão nessas modalidades de ensino no que diz respeito à educação formal. A análise efetuada mostra que tanto a educação de jovens e adultos quanto à educação profissional no Brasil têm em comum o caráter discriminatório e assistencialista, e aponta o que está sendo feito para integrar essas modalidades de ensino, de modo a promover a inclusão dos indivíduos que nelas estão inseridos.

    Por: Ivonete Sacramentol Educaçãol 09/02/2009 lAcessos: 12,717 lComentário: 12

    Depressão é uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, que altera o humor e costuma estar associada com baixa autoestima e culpa, e normalmente traz consigo distúrbios do apetite (comer demais, ou praticamente nada), e de sono (dormir demais, ou quase nada), entretanto um dos aspectos mais nocivos é a falta de perspectivas, um sentimento de ausência de futuro, de impossibilidade de solução dos problemas, que muitas vezes leva até ao suicídio.

    Por: Central Pressl Educaçãol 31/10/2014

    O presente artigo discorre contribuição da literatura infantil no desenvolvimento social, emocional e cognitivo da criança.

    Por: neide figueiredo de souzal Educaçãol 29/10/2014

    Faz-se necessário que a avaliação seja orientada pela lógica da continuidade dos processos de formação.

    Por: neide figueiredo de souzal Educaçãol 29/10/2014
    Erineia nascimento da Silva

    O lúdico proveniente da palavra latina "ludus" que significa jogos. Que segundo DANTAS, 1988, representa liberdade para brincar livremente, gratuitamente, prazerosamente. Tornando a brincadeira uma expressão máxima do lúdico, desde da antiga Roma e Grécia em períodos remotos da civilização ocidental utilizava os brinquedos na educação com base nas idéias de Platão e Aristóteles.

    Por: Erineia nascimento da Silval Educaçãol 28/10/2014
    Sebastiana Braga

    A formação profissional não consiste apenas em ouvir palestra ou fazer determinados cursos. Pelo contrario, ela é um processo continuo e progressivo, onde através da aprendizagem se acumula conhecimento e este por sua vez vai sendo transformado em práticas bem sucedidas. Dessa forma deve ser pensado numa multiplicidade de saberes que através de um projeto para formação continuada que se complemente e que aborde um tema central a todas as áreas no intuito do melhoramento do ensino aprendizagem.

    Por: Sebastiana Bragal Educaçãol 27/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Sei o quanto. Tudo isso não significa nada. Apesar da interminável beleza dos universos. Contínuos. Sei do insignificado das coisas. Do delírio dos deuses. Das franquezas das razões não lógicas. A metafísica não indutiva.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educaçãol 25/10/2014
    Amanda Souza Machado

    Este trabalho é uma continuação das discussões, pesquisas e reflexões ocorridas durante a elaboração do artigo científico sobre como os educadores exploram as fantasias das crianças, produzidas a partir dos programas de televisão. O artigo propõe-se a apresentar as influências da TV no imaginário das crianças e qual é o papel dos educadores neste momento.

    Por: Amanda Souza Machadol Educaçãol 23/10/2014

    O presente artigo é um estudo bibliográfico que tem como objetivo principal abordar conceitos educacionais e metodologias desenvolvidas em sala de aula usando o lúdico como alternativa de metodologia. O trabalho justifica-se pela necessidade de se entender e adequar a aprendizagem às atuais demandas da educação é necessário conhecer alguns caminhos já percorridos pelo ensino e que se levam a uma redefinição dos objetivos, conteúdo e metodológicos.

    Por: Graciele de Miranda Oliveiral Educaçãol 21/10/2014 lAcessos: 14

    este artigo mostra as modificacoes que ocorrem na puberdade e no inicio da adolescencia, visto que a puberdade considera-se o inicio da adolescencia. para melhor compreender a adolescencia, necessitamos de conhecer como sao as manifestacoes, como pais ou como educadores.

    Por: MANHIQUEl Psicologia&Auto-Ajudal 02/10/2009 lAcessos: 5,959

    Comments on this article

    1
    araujo 14/01/2011
    estou gratificado com vossa disponiblidade de escrever e espero vossa ajuda para ajuda para a minha aprendizagem pedagogica.obrigado mesmo
    0
    Domingos 15/11/2010
    qual será a tua rasao para o tal
    0
    Ernesto Miguel 29/06/2009
    Quero tanto fazer este curso mais quero que me informem correctamente
    0
    NotaPositiva 15/04/2009
    Em nome do notapositiva.com, muito obrigado pela dedicatória.
    0
    Diogo mateus Pombal 04/04/2009
    É a primeira oportunidade que me aparece e não estou muito bem imformado. Gostaria que me dessem mais informaçõe acerca.
    1
    micael 05/03/2009
    gostaria de acreditar que fosse verdade mas depois do que ando a ver nao da, por favor responda-me uma coisa. so visitante de que? veja so a palhacada que fica a tentar seguir vossas orientacoes...
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast