Sintomas e meios para trabalhar com alunos com Dislexia

Publicado em: 01/11/2013 |Comentário: 0 | Acessos: 46 |

OS SINTOMAS DE DISLEXIA NA CRIANÇA E MEIOS PARA AJUDAR UMA CRIANÇA COM DISLEXA

Quando falamos de dificuldades na leitura em geral e especificamente do distúrbio de leitura, a dislexia. É muito importante analisar os principais sintomas , os tratamentos e ações pedagógicas frente a uma criança com esta dificuldade.

Algumas características observáveis em criança com dislexia são:

*Histórico familiar de problema de leitura e escrita.

* Atraso para começar a falar de modo inteligível.

* Impulsividade

*frases confusas, com migrações de letras: "A gata preta prendeu o filhote " vez de"a gata preta perdeu o filhote".

*Uso excessivo de palavras substitutas ou imprecisas (coisa, negócio)

* Nomeação imprecisa ( como heloptero para helicóptero)

* Confusão nas palavras que indicam direção, como dentro, fora, em cima/embaixo, direita/ esquerda.

*Tropeços, colisões com objetos ou quedas freqüentes.

* Dificuldades em encontrar palavras que rimam.

* Dificuldade em seqüência verbal como dias da semana, meses ou anos, ou visuais como seqüência de blocos coloridos.

* Criatividade aguçada.

* Facilidade com desenhos e cores.

* Prazer em ouvir outras pessoas lendo para ela, mas falta de interesse em conhecer letras e palavras.

O PROFESSOR E O TRABALHO COM O ALUNO DISLÉXICO

Apesar de muitas vezes o professor se sentir que está sozinho para lidar com as dificuldades que aparecem na sala de aula, seu papel é de fundamental importância para a identificação da dislexia e também poderá facilitar um encaminhamento precoce e intervenção apropriada.

Alguns aspectos como a perda de interesse da aprendizagem, baixo desempenho escolar, problemas emocionais, e declínio na confiança e na autoestima também devem ser levados em consideração para identificar uma dificuldade na aprendizagem.

O professor pode ajudar fazendo leitura de tudo o que acontece na sala de aula, facilitar a percepção auditiva e visual da sala, oferecer avaliações oralmente em algumas vezes, deve dar mais tempo em avaliações escritas. Não descontar erros na escrita. Trabalhar com textos e figuras  que pertencem na realidade do aluno. Trabalhar com atividades que trabalhem a memória das palavras. Concluindo o professor deverá ser sempre o mediador da aprendizagem, não expor o aluno com dificuldade, mesclar sua turma para que todos aprendam juntos, ter persistência,  buscar sempre a melhor forma de intervenção observar e saber interpretar os gestos e sinais de dificuldade em cada aluno.

O professor precisa trabalhar com atividades estimulantes, usar letras em tamanho maior e com cores para reforçar a visualidade. Fazer brincadeiras que usam as partes do corpo como braços, pernas, mãos, cabeça, boca e outros. Fazer atividades em que o aluno percorra caminhos como contorno de uma letra, um número e ou figuras. Fazer muita leitura e de diversas maneiras como: individual, em duplas, em grupos, deitado, sentado, dentro ou fora da sala. Precisa ter cuidado com as correções, apontar somente os erros mais relevantes e mostrar como fazer por várias vezes, nunca criticar em voz alta e na frente de outros alunos. Lembrar que o aluno tem outros conhecimentos e que podem ser mostrados. O professor também precisa repetir várias vezes cada atividade para que seu aluno entenda o comando. E lembrar que a escrita cursiva é mais fácil a memorização do que a de forma, pois auxilia a velocidade e a memorização da forma ortográfica da palavra.

Lembrar que um professor e uma escola descomprometidos não servem para o aluno e para um aluno com dificuldade na aprendizagem é um grande prejuízo.

O importante é nunca desistir dos alunos porque o crescimento deles dependem muito do professor.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CAPOVILA, Alessandra G.S. e CAPOVILLA, Fernando. Problemas de leitura e Escrita: como identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica. 5ª Ed. São Paulo: Memmon. 2007.

SHAYWITZ,Sally, Entendendo a dislexia, um novo e completo programa para todos os níveis de problemas de leitura. Trad. Vinicius Figueira. Porto Alegre: Artmed, 2006.

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/sintomas-e-meios-para-trabalhar-com-alunos-com-dislexia-6816976.html

    Palavras-chave do artigo:

    sintomas

    ,

    dislexia

    Comentar sobre o artigo

    Esta pesquisa tem como objetivo trabalhar com a dislexia, apresentando seu conceito, sua classificação como forma de auxiliar os professores e a família, facilitando o diagnóstico e entendimento desse distúrbio de aprendizagem que afeta no Brasil, cerca de 40% das crianças em séries iniciais de alfabetização, e, em países mais desenvolvidos, a porcentagem diminui 20% em relação ao número total de crianças também em séries iniciais.

    Por: RANILDAl Educaçãol 17/09/2010 lAcessos: 8,540
    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    O artigo discute as dificuldades de aprendizagem sintetizando a dislexia como uma das principais causas. A caracterização da pesquisa se deu por meio de pesquisa bibliográfica sobre dificuldades de aprendizagem e dislexia, apresentando os distúrbios de e na leitura, escrita e articulação. Dissertando-se sobre a origem dos problemas relativos às dificuldades de aprendizagem na visão da psicanálise, apresentaram-se os problemas que interferem na alfabetização.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Educação Infantill 22/05/2014 lAcessos: 71

    As vezes encontramos dificuldade para percebermos alguns problemas na aprendizagem de nossos alunos um deles é a dislexia conceituada como um transtorno genético e hereditário,podendo ser causada pela produção exacerbada de testosterona pela mãe, durante a gestação.veremos neste artigo alguns exemplos de dificuldades causadas pela dislexia. Boa Sorte. Autora.

    Por: Dirce Portol Educação> Educação Infantill 27/10/2010 lAcessos: 1,426

    A partir da dificuldade que eu, portador da Disléxia, surgiu a necessidade de criar adaptações para facilitar o meu dia a dia. Quero utilizar este Blog para desmistificar muita baboseira a respeito da Dislexia. Existe uma vontade em relação a querer fazer as pessoas acharem que ser Disléxico é bom, isto é uma piada de muito mau gosto. Há uma lista interminável de celebridades disléxicas. Ser Disléxico na verdade é uma grande m...., significa sofrer e sofrer muito.

    Por: robertomelgel Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 01/04/2011 lAcessos: 492
    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    O artigo discute as causas sobre as dificuldades de aprendizagem apontando a dislexia como uma das principais provedoras de dificuldades. Iniciou-se apresentando a origem do problema relativo às dificuldades de aprendizagem vista pela psicanálise, a partir daí apresentou-se os problemas que interferem na alfabetização, argumentou-se segundo as teorias dos vários autores pesquisados, sobre as dificuldades na leitura, além de dissertar sobre algumas concepções pedagógicas sobre alfabetização.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Educação Infantill 15/05/2014 lAcessos: 93

    O presente trabalho decorre de uma monografia de conclusão do curso de especialização em Psicopedagogia – Abordagem Clínica e Institucional, do Centro Universitário Franciscano – UNIFRA/RS, intitulada "Dislexia: um Distúrbio de Aprendizagem em Questão". Com este trabalho, objetiva-se contribuir para a relação entre Escola e Dislexia visto que esse processo gera consequências que repercutem na marginalização do aluno disléxico. Contudo, percebe-se que as estratégias pedagógicas para o acompanhame

    Por: fabiana lacerda da silval Educação> Educação Infantill 09/09/2010 lAcessos: 3,164
    Sizelandia Santos Ribeiro

    Este trabalho apresenta uma reflexão sobre a inclusão do disléxico em uma classe regular de ensino sob a perspectiva de um trabalho docente inclusivo. Reflete a prática docente inclusiva, implicações e sugestões práticas sobre o processo de ensino-aprendizagem, objetivando um melhor desenvolvimento dos aspectos bio-psico-sociais do disléxico. Discute e repensa valores e crenças sob uma perspectiva inclusiva e a parceria de um trabalho desenvolvido entre escola, família e profissionais envolvidos

    Por: Sizelandia Santos Ribeirol Educaçãol 11/11/2009 lAcessos: 1,317
    SANDRA MARA DALLE CORT DENARDI

    Esta pesquisa abrange os problemas relacionados aos distúrbios de aprendizagem de leitura, a dislexia. A dislexia é um distúrbio de aprendizagem que, por envolver áreas básicas da linguagem, pode tornar árduo esse processo; porém, com acompanhamento adequado, a criança pode redescobrir suas capacidades e o prazer de aprender. O disléxico é potencialmente um mau leitor, embora consiga ler. O disléxico lê, mas lê mal, sua leitura é lenta e sofrível. Jogos, leituras, compartilhadas, atividades espe

    Por: SANDRA MARA DALLE CORT DENARDIl Educação> Educação Infantill 18/01/2011 lAcessos: 6,000

    O propósito desta pesquisa é entender o motivo que algumas pessoas apresentam facilidade em aprender certas coisas até mesmo complexas, e na escola apresentam extrema dificuldade em aprender a ler.

    Por: Eliane Nascimentol Educaçãol 18/12/2013 lAcessos: 32

    São inúmeros, mas iremos apontar os que consideramos como mais importantes: 1 – A qualidade de ensino em uma escola técnica (Etec) é considerada excelente. 2 – As Etec´s contam com equipes de Professores e Coordenadores muito bem preparadas e comuma estrutura completa de salas, laboratórios e equipamentos de última geração.

    Por: Thonny Siqueiral Educaçãol 17/09/2014
    Erineia nascimento da Silva

    O aluno especial tem algumas necessidade de auto realização igual aos demais alunos, assim como ele precisa ter sua autoestima valorizada para contribuir na definição de suas habilidades intelectuais, a interação social com a comunidade escola lhe dará segurança, o apoio dos pais e fundamental nesse processo.

    Por: Erineia nascimento da Silval Educaçãol 11/09/2014
    Erineia nascimento da Silva

    Cérebro é o órgão onde se forma a cognição, o órgão mais organizado do corpo humano. Portando a cognição pode emergir no cérebro e nele acontece dinâmicas evolutivas que permitem ao ser humano revelar-se como um ser auto-eco-organizador, para isso e necessário o envolvimento das funções bio-psico-sociais ou bioantropologicas.

    Por: Erineia nascimento da Silval Educaçãol 08/09/2014
    Formacerta.pt

    Este artigo informa sobre o curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, uma formação frequentemente procurada (e essencial) por indivíduos que querem entrar no mercado de formação profissional.

    Por: Formacerta.ptl Educaçãol 08/09/2014

    O presente texto aborda sobre Saúde em Educação, como incentivo entre desenvolvimento social, psicológico, cultural e saúde educacional. Pois o artigo preocupa-se e questiona-se sobre a formação de crianças e adolescentes e a saúde pública escolar.

    Por: Reginaldo Posol Educaçãol 07/09/2014

    O presente texto possui uma abordagem reflexiva simples e ao mesmo tempo um foco informativo sobre as três áreas de "ciências" Psicopedagogia, Psicologia Transpessoal e Educação, numa prespectiva relacionada á Educação de maneira prática e explicativa.

    Por: Reginaldo Posol Educaçãol 07/09/2014

    O objetivo deste estudo foi verificar como a mídia influencia o desenvolvimento moral da criança, quando da sua exposição nos meios de comunicação a partir de uma denúncia não verídica de violência sexual em uma escola infantil do município de Vila Velha, Espírito Santo. Trata de um estudo descritivo, desenvolvido na Unidade Municipal de Educação Infantil "José Silvério Machado", Jardim Marilândia, Vila Velha, ES. Participaram do estudo 10 professores.

    Por: ADRIANA CHAGAS MEIRELES ZURLOl Educaçãol 28/08/2014 lAcessos: 16

    O objetivo deste estudo foi contribuir para o entendimento de quais são os fatores que determinam o sucesso escolar de alunos dos meios populares, por meio da percepção dos educadores. Trata de um estudo descritivo, quantitativo e qualitativo. O instrumento de coleta dos dados foi um questionário estruturado com perguntas objetivas e subjetivas As perguntas objetivas se relacionam a identidade dos professores e vivência no ambiente escolar. As subjetivas buscam conhecer quais os fatores que poss

    Por: SANDRA MARIA TEIXEIRA GRADIMl Educaçãol 28/08/2014

    ESTE PROJETO FOI ELABORADO PARA QUE AS FAMILIAS DOS ALUNOS POSSAM ESTAR PARTICIPANDO DE ATIVIDADES NA ESCOLA ONDE SEUS FILHOS OU PARENTES SE SINTAM MAIS FELIZES E ESTIMULADOS A APRENDER.

    Por: Adelina Aparecida Mazurekl Educação> Educação Infantill 18/06/2014 lAcessos: 13

    Este projeto foi elaborado para auxiliar na leitura dos alunos e também para reunir a familia do aluno em uma atividade prazerosa.

    Por: Adelina Aparecida Mazurekl Educação> Educação Infantill 18/06/2014 lAcessos: 15

    O PRESENTE PROJETO FOI ELABORADO PARA SER DESENVOLVIDO COM OS PROFESSORES DE UMA ESCOLA MUNICIPAL EM FORMAÇÃO CONTINUADA.

    Por: Adelina Aparecida Mazurekl Educação> Ensino Superiorl 03/10/2013 lAcessos: 45
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast