Sócrates E A Busca Da Sabedoria

Publicado em: 18/09/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 1,854 |

 

 

 

 

Sócrates era visto como um corruptor perigoso da juventude. A todos exortava a que não se preocupassem tanto com as coisas materiais, senão com a alma; que se tornassem pessoas boas. Um sábio que dizia nada saber e que poderia ter sido um ponto de inflexão cultural e dos costumes, mas não o foi. Tomou da cicuta cumprindo o destino que lhe fora imposto pelos juízes e políticos para as quais um povo que pensasse não seria conveniente. Quando o filósofo disse ser imortal, quis, talvez, significar que seus pensamentos e idéias sobreviveriam à sua morte e seguiriam pelos séculos como fachos luminosos para as inteligências que se decidissem por pensar.

 

Para o filósofo grego, nada mais interessava que a Verdade e a Justiça; por tal postura foi condenado pelo Estado decadente.

 

Para seu discípulo Platão, as virtudes seriam arquétipos que o ser humano traz consigo ao nascer (contrariamente ao conceito de pecado original colocado séculos depois na cultura ocidental), mas que, misteriosamente, ficariam aprisionadas no ser humano, esperando a liberação de seu mutismo. Haveria no Universo um impulso natural para a perfeição; os arquétipos estariam no mundo metafísico revestidos de profunda realidade e permanência. Os seres seriam transitórios, os arquétipos permanentes. O homem existira antes de sua existência temporal como arquétipo.

 

Aristóteles, herdeiro do pensamento de ambos, afirmara que a Natureza é um processo de autorrealização e autoaperfeiçoamento. O homem tem de transformar-se em Homem (humanismo). O que distingue o homem do animal é a razão. O sentido da existência seria o conhecimento. “Tudo da Natureza traz algo de divino em si.” A divindade é imanente à Natureza e não exterior a ela.

 

“Não se deve escutar a advertência daqueles que dizem que o homem deve pensar apenas no humano, o mortal apenas no mortal: antes, devemos empenhar-nos, tanto quanto o possível, em ser imortais.”

 

Interessante observar como os três pensadores se confundem num só, se complementam. Sabe-se que Sócrates foi um mestre oral, nada deixou escrito; todas as referências provêm de Platão, seu discípulo. E essas idéias atravessaram séculos de obscurantismo espiritual. E as palavras atribuídas a ele ao término de sua defesa viajaram no tempo como um misterioso sinal a ser decifrado: “É chegada a hora de partir: a mim, para morrer; a vós, para viver. Quem de nós enfrentará o melhor destino é desconhecido de todos, exceto de Deus.”

 

Existe um paralelismo entre o pensamento de Spinoza e o de Sócrates que diziam de formas similares que o homem não era o compacto, o tocável, senão o invisível, o da essência. Afirmavam que todo o ser humano tinha em seu interior tudo para se desenvolver; que deveria primeiro conhecer-se, e depois o que o cercava; que o princípio da sabedoria consistiria no reconhecimento da própria ignorância. Ambos foram condenados pelo poder político, por opor-se às idéias dos governantes e não cultuar suas personalidades, e nem as divindades do Estado.

 

Apesar de ter a oportunidade de fugir, o filósofo grego não o fez. "Sócrates é imortal. Podem matar o invólucro de Sócrates, mas Sócrates é imortal." E, segundo Platão, enfrentou a morte com serenidade. Talvez por ter compreendido que a morte verdadeira fosse o não pensar, a submissão aos pensamentos pensados por outras pessoas e à cruel ditadura dos mercadores da verdade.

 

Embora estes filósofos, como tantos outros que os sucederam, tivessem intuído um caminho e um conhecimento que transcendesse o dia-a-dia rotineiro de uma vida materializada e vazia, não conseguiram vislumbra-lo com clareza nem tampouco trilhá-lo, para que pudessem depois ensinar às gerações que lhes sucederiam. Deixaram marcos, avisos, alertas que não foram tomados em conta, e a humanidade mergulhou nos fanatismos de toda a espécie, sejam políticos ou religiosos, sempre muito próximos, e que têm distanciado a humanidade da verdade, que a tem separado em ideologias, raças, religiões, partidos políticos.

 

O que significa afinal preocupar-se com a alma? Como se tornar uma pessoa boa sem ser ingênua? O que é a verdade e a justiça? Como aperfeiçoar-se e transformar-se em Homem atingindo a imortalidade?

 

Cada ser humano haverá de buscar as respostas por si mesmo, pois as que foram entregues prontas não são mais que o pão amanhecido e duro da tergiversação. Respostas prontas imobilizam a inteligência, são formas padronizadas que impedem o movimento e a evolução.

 

Ao invés de procurar o elo perdido nos primatas, o homem do futuro haverá de buscá-lo em si mesmo, no seu coração e na sua consciência, na prerrogativa evolutiva que lhe foi dada neste sentido pelo Deus único que os céticos chamam de acaso, e cuja face visível é o Universo, e a invisível as suas leis que podem ir sendo conhecidas pelo homem em evolução.

 

 

Nagib Anderáos Neto

www.nagibanderaos.com.br

www.twitter.com/soaredna

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-artigos/socrates-e-a-busca-da-sabedoria-1246669.html

    Palavras-chave do artigo:

    socrates

    ,

    aristoteles

    ,

    platao

    Comentar sobre o artigo

    Edjar Dias de Vasconcelos

    O Assassinato de Platão. O Assassinato de Platão. Foi uma brincadeira platônica. Com os bárbaros. Que estabeleceram a democracia. Na cidade histórica de Atenas. Diante do Supremo Tribunal. Um filósofo aristocrata. Teve que se defender. Por ser contrário as novas leis. Estabelecidas pelo povo dório. Quando pela primeira vez dividiu. O corpo em duas realidades. Material e espiritual.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 20/04/2014 lAcessos: 22

    Descrever sobre a vida de Sócrates sem dúvida nenhuma é uma tarefa difícil, inclusive, quando se quer comparar a conjuntura passada aos parâmetros de hoje em dia.

    Por: KELLEN ETHERl Educaçãol 28/08/2009 lAcessos: 1,969 lComentário: 1
    Marcos Paterra

    A definição mais aceita, por ser considerada mais ampla, é aquela que considera a ciência cognitiva ou da cognição, como o estudo científico da mente ou da inteligência (LUGER, 1994). Portanto pode-se dizer que o Ser Congnoscente, é quando se aprende na interação com o meio e com os outros construindo sua identidade para alcançar o conhecimento e a autonomia.

    Por: Marcos Paterral Religião & Esoterismo> Meditaçãol 22/05/2010 lAcessos: 355
    Rogério de Sousa

    Ao longo de nossos debates me posicionei firmemente pelo Idealismo do Sócrates de Platão. Estes dois homens se tornaram divisores de águas no que diz respeito à Piadéia. Antes deles imperava a busca pela sabedoria. Após, reina o amor à sabedoria. Antes deles existia a Poesia e a Retórica. Após, nasce a Filosofia.

    Por: Rogério de Sousal Educação> Ensino Superiorl 25/04/2011 lAcessos: 1,262
    Marileide Camelo Rodrigues

    RESUMO Este artigo possui como foco principal explicar as origens da língua latina bem como a sua evolução. Aborda também as contribuições que a cultura grega trouxe para a formação do povo romano. Trata também da filosofia de Sócrates, um grande pensador grego que tem o pensamento voltado em busca da verdade, para ele os jovens deveriam ser os futuros dirigentes da elite. Outro filosofo abordado nesta obra é Platão que foi o primeiro pedagogo de Roma. Segundo Platão a educação tinha o objetivo

    Por: Marileide Camelo Rodriguesl Educaçãol 18/04/2010 lAcessos: 831 lComentário: 1

    Resumo  Devido às evoluções ocorridas na década de oitenta, na área contábil, houve a necessidade de atualizações dos "Princípios Fundamentais de Contabilidade (PFC)" através da Resolução CFC 750/93. Logo, em 28 de Maio de 2010, pelo processo de convergência das Normas Internacionais de Contabilidade, foi atualizada novamente, com a Resolução CFC 1282/10, para assegurar a aplicação correta das Normas Brasileiras de Contabilidade, frente aos novos Princípios de Contabilidade.

    Por: Neide Pena Cárial Educação> Ensino Superiorl 20/05/2011 lAcessos: 4,894

    Este artigo tem duplo objetivo, de uma lado interessa resgatar os principios filosoficos de nascimento da categoria teorica da LÒGICA. De outro questionar se o que hoje chamamos de lógica sequencia as noças ações e refloxoes enquanto menbros de uma sociedade

    Por: Roberto Carlos Amanajás Penal Ciênciasl 16/07/2010 lAcessos: 23,830 lComentário: 1

    História, Sociedade e Pensamento Educacional – Pedagogia Hospitalar: um breve histórico. Muito se tem falado sobre qualidade de vida. A Pedagogia Hospitalar vem se expandindo no atendimento à criança hospitalizada em uma visão humanística. O nosso trabalho deve estar voltado ao ser global. A Classe Escolar Hospitalar foi implantada no auxílio do tratamento de crianças e adolescentes.

    Por: JEANE PEREIRA MACEDOl Educação> Educação Infantill 13/10/2012 lAcessos: 180

    Uma análise sobre a contribuição do mundo grego para a era contemporânea

    Por: Alexandre Robson Martinêsl Educação> Línguasl 10/12/2010 lAcessos: 241
    Elaine Peres da Silva

    É indispensável ao desenvolvimento do ser humano o trabalho de sensibilização diante da sociedade, começando pela própria escola, o local de aprendizagem e formação do indivíduo. É preciso que o estudante, enquanto cidadão perceba a importância de sua participação nas questões que envolvem o meio ambiente, desde então, as pequenas ou grandes atitudes podem amenizar, mesmo que parcialmente, a contaminação da natureza.

    Por: Elaine Peres da Silval Educaçãol 27/03/2015 lAcessos: 11
    Fernando Corrêa manarim

    afirmamos que existem outras formas de jogar xadrez além da competição, ou seja, que o xadrez é uma ferramenta que pode trabalhar o praticante pedagógica e terapeuticamente, ensinando a se conhecer, conhecer os outros e conhecer o mundo a qual pertence. Isso pode ser comprovado na Lenda de criação do xadrez, conhecida como a Lenda de Lahur Sessa, lenda que pode ser encontrada na obra de Malba Tahan, "O Homem que calculava".

    Por: Fernando Corrêa manariml Educaçãol 16/03/2015

    1. Por que o regime de ciclos e a progressão continuada são tão criticados? 2. Qual a real eficácia da progressão continuada e quais são os problemas gerados por esta prática? 3. Quais suas implicações políticas? 4. Quais os aspectos negativos deste sistema? 5. Qual o papel do professor, do coordenador e supervisor escolar? 6. Qual a importância da avaliação neste processo?

    Por: EULER DE CASTRO SANTOSl Educaçãol 15/03/2015 lAcessos: 15

    RESUMO A violência é sem duvida, além de uma das grandes preocupações da sociedade, o grande problema a ser enfrentado, principalmente na dura realidade das escolas públicas do Brasil. Atinge a todos na escola, contudo a grande vitima deste problema é o professor, cada vez mais desmotivado e que se encontra quase sempre acuado e de mãos atadas diante do problema. Ocorre de maneira velada e de diversos modos, sendo, obviamente causada pela falta de limites e de ações efetivas para enfrentar o pro

    Por: EULER DE CASTRO SANTOSl Educaçãol 15/03/2015 lAcessos: 13

    Nesta Sociedade de Informação a comunicação assume um papel no desenvolvimento humano como ferramenta de leitura social numa intervenção libertadora na perspectiva social sobre a tecnologia num processo de diminuição das disparidades sociais na criação de políticas publica para a formação de uma cidadania. Atuando numa dimensão social e política através de programas sociais de inclusão digital para reduzir os problemas sociais relativos à marginalização e pobreza

    Por: Daniela Rosseti silval Educaçãol 12/03/2015
    Alinne do Rosário Brito

    O presente artigo tem como finalidade analisar as fases de ensino nas aulas de educação física escolar tendo como base os PCN`S, para facilitar este processo nas instituições de ensino. Portanto é um convite para refletir sobre à pratica pedagógica , ou seja, o processo de alfabetização especificamente no ensino fundamental através deste componente curricular.

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 11/03/2015

    O fundamentalismo islâmico é a maior ameaça a democracia e os direitos humanos desde o fim da Guerra Fria.Esse artigo tem por objetivo expor de forma breve,as suas origens durante o processo de partilha afro-asiática promovida pelos países europeu até a sua expansão na era da globalização sob a hegemonia dos EUA.

    Por: Mauricio Mendes de Oliveiral Educaçãol 09/03/2015
    Marlete Turmina Outeiro

    O artigo conta a história de uma família especifica, que venceram as adversidades e os preconceitos sociais, demonstraram a importância de unir-se em favor de um ideal coletivo, cujo objetivo apresenta memória histórica marco de 1985 a 2011, no Município de Abelardo Luz/SC. Os resultados discorrem a partir de um recorte da obra "A Inclusão Social pela Reforma Agrária: a saga de uma família sem-terra, escrito com base nos fatos que constam no diário da Sra. Rosa Turmina.

    Por: Marlete Turmina Outeirol Educaçãol 07/03/2015 lAcessos: 14

    O motorista paquistanês me levara a um shopping ao norte de Miami e dissera que viver na América lhe dava segurança. Sessenta por cento dos meus clientes são brasileiros. O Brasil deve ser um país muito rico. Rico nada, eu disse; lá é tudo muito caro; o povo pega avião, paga hotel e vem fazer compras em Miami; os impostos nos matam; a gente paga, paga, e o governo não devolve quase nada; falta escola, hospital, porto, aeroporto, estrada, transporte, segurança...

    Por: Nagib Anderáos Netol Literatura> Crônicasl 04/09/2013 lAcessos: 34

    Caiu a Pureza em Brasília A pureza caiu bem defronte do templo budista na asa sul. Havia duas placas nos arcos vermelhos que emolduravam a entrada: pureza e serenidade. A primeira soltou-se com o vento e ficou dependurada sobre a calçada.

    Por: Nagib Anderáos Netol Religião & Esoterismo> Religiãol 22/05/2012 lAcessos: 64

    O maior dos desastres é a guerra, a culminação de erros frutos do fanatismo, da ignorância e do materialismo. Os seres humanos vivem uma guerra sem-fim. De quando em quando se desenha outra muito grande como nestes tristes momentos, no longínquo e conturbado Oriente.

    Por: Nagib Anderáos Netol Educação> Ciêncial 13/03/2012 lAcessos: 137

    Quando pequenos, queremos crescer, e por acharmos que somos imortais, empurramo-nos como a areia que desce serena e decididamente na ampulheta em seus primeiros momentos. Os tempos da infância demoram a passar, assemelham-se à eternidade. Mais tarde, o tempo curva-se sobre nós e curvamo-nos à realidade, mas nossos sonhos e esperanças nos vão mantendo vivos, despertos, alegres, felizes e lutando. O espectro da morte passa ao largo, pois nosso entusiasmo é maior.

    Por: Nagib Anderáos Netol Relacionamentos> Amizadel 16/12/2010 lAcessos: 76

    The Art of Loving, o título original americano. No Brasil, publicado em 1960, fez grande sucesso entre jovens leitores, e Erich Fromm tornou-se autor consagrado. Quem não leu, ouviu falar. Os jovens se revoltaram contra o autoritarismo, as superstições e as guerras. Certas leituras eram obrigatórias: Simone, Hesse, Amado, Bertrand Russel. Os pais autoritários e o governo militar eram os alvos preferidos daquela rebeldia. O "Por que não sou Cristão" de Russel andava de mãos em mãos.

    Por: Nagib Anderáos Netol Literatura> Ficçãol 06/04/2010 lAcessos: 100

    Artigo 304 EDUCAÇÃO SUSTENTÁVEL Preservar o meio ambiente é preparar um mundo melhor para a humanidade do futuro e protegê-la dos equívocos cometidos no passado, colocando o homem como a figura central no teatro da vida; é pensar com inteligência e colaborar com a Natureza para o ser humano realizar o objetivo para o qual foi criado: viver harmonicamente e aprender com seus irmãos no magnífico cenário que lhe foi presenteado.

    Por: Nagib Anderáos Netol Educaçãol 01/03/2010 lAcessos: 1,142 lComentário: 1

    Tudo o que sei é que nada sei, teria dito Sócrates, a personagem de Platão. Eu menos, pois nem sei se nada sei, escreveu Fernando Pessoa no poema Agnosticismo Superior. O agnosticismo só admite conhecimentos adquiridos pela razão e evita qualquer conclusão não demonstrada. Ele trata as questões metafísicas como discussões inúteis, por serem, em sua visão, realidades incognoscíveis.

    Por: Nagib Anderáos Netol Educaçãol 01/09/2009 lAcessos: 832 lComentário: 1

    Não bastasse a extensa e duvidosa muralha física que cerca o continental império chinês, agora ela se estende aos âmbitos eletrônicos com severas restrições de acesso à informação pela internet para que o mundo não saiba das atrocidades que lá se comete e o escravizado povo não receba os ares da pouca liberdade que existe no mundo ocidental dito livre.

    Por: Nagib Anderáos Netol Literatural 10/07/2009 lAcessos: 765
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast