A importância da música na aprendizagem e sua sensibilização na Educação Infantil

Publicado em: 06/04/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 1,535 |

A importância da música na aprendizagem e sua sensibilização na Educação Infantil

Definir em uma palavra o que é MÚSICA, fica muito pessoal, pois cada ser humano tem uma sensibilidade e uma maneira peculiar de ver a vida.

A música está presente em diversas situações da vida humana.

"A música é a linguagem que se traduz em formas sonoras capazes de expressar e comunicar sensações, sentimentos e pensamentos, por meio da organização e relacionamento expressivo entre o som e o silêncio. A música está presente em todas as culturas, nas mais diversas situações: festas e comemorações, rituais religiosos, manifestações cívicas, políticas, etc. Faz parte da educação desde há muito tempo." (BRASIL, 1998: 45)

Nestes contextos, as crianças entram em contato com a cultura musical desde muito cedo e assim começam a aprender suas tradições musicais. Musicalizar não é ensinar música, mas é utilizar da música, é fazer a criança observar sons e silêncio de forma natural, sem nenhuma preocupação em torná-la músico.

Sendo a escola um lugar privilegiado para o desenvolvimento da atividade musical, já que a criança se expressa espontaneamente sonora e corporalmente, a Educação Infantil é o momento mais indicado para se iniciar o trabalho sistemático com a música. Por meio da música o educador trabalhará o esquema corporal, uma vez que a criança aponta as partes do corpo enquanto canta determinadas músicas. Passa a ter noção de tamanho, além de outras experiências corporais que a música lhe proporciona.

A criança precisa de vivências mais rica para construir uma imagem de si mesma a partir de sua identidade corporal, sua possibilidades físicas, sua singularidade. Quando uma criança brinca de roda, por exemplo: ela tem a oportunidade de vivenciar, de forma lúdica,  situações de perda, de escolha, de decepção, de dúvida, de afirmação.

A música também é importante do ponto de vista da maturação individual, isto é, do aprendizado das regras sociais por parte da criança, contribui para o desenvolvimento cognitivo, emocional, afetivo, social e cultura, traz benefício para a formação da personalidade, do desenvolvimento e do equilíbrio.

Analisando algumas práticas desenvolvidas, podemos perceber que a música como objeto de produção do conhecimento, torna-se um ingrediente indispensável ao professor como coadjuvante integral das potencialidades das crianças no cotidiano escolar. Por meio dela, é possível perceber diversas emoções, apurar os sentidos, atentar a criança para o aprendizado, oportunizar-lhe momentos criativos e espontâneos, tornando-a crítica.

Durante todo o desenvolvimento infantil, quando as crianças estão cantando, trabalham sua: concentração, memorização, coordenação motora e consciência corporal.

Ao mesmo tempo em que a música possibilita essa diversidade de estímulos, ela, por seu caráter relaxante, pode estimular a absorção de informações, isto é; a aprendizagem. LOSAVOV, cientista búlgaro afirma que:  "ouvindo música clássica, lenta, a pessoa passa do nível alfa (alerta) para o nível  beta (relaxados, mas, atentos); baixando a ciclagem cerebral, aumentam as atividades dos neurônios e as sinapses tornam-se mais rápidas, facilitando a concentração e a aprendizagem".

Professores usem e abusem da musicalização, com tantos benefícios, podemos ajudar a sensibilizar nossas crianças para que se tornem cidadãos mais alegres, conscientes e mais sociáveis.

Referências:

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. — Brasília: MEC/SEF, 1998. Vol.3.

BRÉSCIA, Vera Lúcia Pessagno. Educação Musical: bases psicológicas e ação preventiva. São Paulo: Átomo, 2003.

FISCHER, Julianne. Sugestões para o desenvolvimento do trabalho pedagógico.Timbó: Tipotil, 1997.

GAINZA, Violeta Hemsy de. Estudos de Psicopedagogia Musical.3. ed. São Paulo: Summus, 1988.

MÁRSICO, Leda Osório. A criança e a música: um estudo de como se processa o desenvolvimento musical da criança. Rio de Janeiro: Globo, 1982.

SNYDERS, Georges. A escola pode ensinar as alegrias da música?2. ed. São Paulo: Cortez, 1994.

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/a-importancia-da-musica-na-aprendizagem-e-sua-sensibilizacao-na-educacao-infantil-4546720.html

    Palavras-chave do artigo:

    musicalizacao

    ,

    aprendizagem

    ,

    educacao infantil

    Comentar sobre o artigo

    A música no contexto da educação infantil vem, ao longo de sua história, atendendo a vários objetivos, alguns dos quais alheios às questões próprias dessa linguagem. Tem sido em muitos casos, suporte para atender a vários propósitos, como a formação de hábitos, atitudes e comportamentos: lavar as mãos antes do lanche, escovar os dentes, respeitar o farol etc.; a realização de comemorações relativas ao calendário de eventos do ano letivo simbolizados no dia da árvore, dia do soldado e etc.

    Por: Eliane C. Oliveira Pinheirol Educaçãol 18/12/2013 lAcessos: 66

    Falar sobre musica no contexto escolar é uma tarefa complicada, pois, todas as escolas públicas e privadas do Brasil devem incluir o ensino de música em suas grades curriculares. A exigência surgiu com a lei nº 11.769, sancionada em 18 de agosto de 2008, que determina que a música deve ser conteúdo obrigatório em toda a Educação Básica. O objetivo não é formar músicos, mas desenvolver a criatividade, a sensibilidade e a integração dos alunos.

    Por: JEFERSON ANTONIO SERZOSKIl Educaçãol 23/02/2013 lAcessos: 96
    SANDRA VAZ DE LIMA

    A música deve ser valorizada no contexto escolar, uma vez que permite aos alunos contato direto a uma série de conhecimentos e sensações, gerando oportunidades de descobrir possibilidades expressivas

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educação> Educação Infantill 15/02/2010 lAcessos: 21,710 lComentário: 9

    A musicalização contribui com a construção de conhecimentos e das múltiplas inteligências do indivíduo. A música não pode ser privilégio de poucos, mas de forma democrática deve chegar a todos, independente de classe social. A música proporciona ao aluno análise crítica e senso reflexivo de diversas opiniões, situações, formas e costumes de diversos povos, regiões e religiões e pode ser usada na construção de conhecimentos. Este trabalho propõe o uso e pesquisa com professores o uso do recurso.

    Por: Carlos Humberto Biagolinil Educação> Educação Infantill 14/08/2010 lAcessos: 4,056

    Este trabalho teve como proposta o estudo da música no contexto da educação infantil. Tem como objetivo principal focalizar a ação do psicopedagogo e os benefícios existentes com a utilização da música para o desenvolvimento integral das crianças inclusive aquelas que apresentam necessidades especiais.

    Por: Jakelinel Educação> Ensino Superiorl 03/12/2011 lAcessos: 265

    A maioria das instituições responsáveis pela Educação Infantil prioriza a alfabetização, deixando de lado aspectos psicomotores que são indispensáveis a este processo. O "brincar" é facilmente trocado pelo "alfabetizar" e assim vão surgindo várias dificuldades na aprendizagem da criança.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 22/12/2008 lAcessos: 19,188 lComentário: 5

    Cantar é maravilhoso! "Quem canta seus males espanta". Todos gostam de brincadeiras. Essas cantigas de roda são muito importantes, pois pertencem à tradição oral e são transmitidas de geração a geração e contribuirá para ampliar a oralidade e a socialização e integração das crianças através da musica. Ao estabelecer relações entre o escrito e o oral, os alunos avançam em suas hipóteses de escrita.

    Por: Shirley Luiz de Oliveiral Educação> Educação Infantill 14/06/2014 lAcessos: 88
    Luizinho

    GANHE 6 MESES DE AULAS GRATIS, COMPRANDO VIOLINO, VIOLA OU CELLO NA ABC MUSICAL.

    Por: Luizinhol Arte& Entretenimento> Músical 26/07/2010 lAcessos: 1,692
    SANDRA VAZ DE LIMA

    A escola, enquanto espaço institucional para transmissão de conhecimentos socialmente construídos, pode se ocupar em promover a aproximação das crianças com propriedades de músicas diversificadas, realizando atividades que provoquem a ampliação e transformação do ambiente sonoro das crianças e que as coloquem em contato com a história da arte que vem sendo construída através dos séculos.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 15/02/2010 lAcessos: 1,166

    Ao destacar o tema "dificuldade de aprendizagem" muitos confundem esta concepção com uma desatenção em sala de aula ou 'espírito bagunceiro' das crianças. Mas a dificuldade de aprendizagem é tratada por muitos teóricos e estudiosos como um distúrbio ,que pode ser gerado por uma série de problemas cognitivos ou emocionais , afetando o individuo em qualquer área do desempenho escolar.Este artigo visa apresentar uma breve reflexão sobre essas concepções

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015

    Esta temática esta presente diariamente em reuniões que buscam analisar e discutir o problema, para então apontar formas para resolver os distúrbios disciplinares no cotidiano das escolas. A desmotivação e a indisciplina são os maiores obstáculos apresentados pelos professores, que se deparam no dia a dia com à desordem em sala de aula e na escola, além de apresentar como parte desta reclamação a desatenção dos alunos, a falta de interesse e de respeito dos estudantes.

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015

    Este presente Artigo trata de uma reflexão sobre a temática da disortográfia e a importância do trabalho em conjunto dos profissionais educacionais, pacientes e familiares no diagnóstico,tratamento e superação desta distúrbio. Descrevendo a importância do apoio psicopedagogico para se superar tal dificuldade expressa e identificada geralmente nas séries iniciais do Ensino Fundamental.

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015

    Acredito que o gosto pela leitura se apreende, é lendo que as pessoas aprendem a gostar de ler, e já de pequenos podemos, ou não, criar o hábito de leitura. Já dizia Carlos Drummond de Andrade que "a leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede".

    Por: MARCIA AP.M.FARIASl Educação> Educação Infantill 25/03/2015

    Os contos nasceram, em geral, dos mitos; representam simbolicamente os acontecimentos humanos e sociais e reproduzem, em personagens e situações, valores que atravessam os séculos, porque correspondem a características permanentes do ser humano. Nelly Novaes Coelho, em seu livro Literatura Infantil: teoria, análise, didática, divide esse tipo de narrativa em contos de encantamento, contos maravilhosos e contos de fadas.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 14

    Uma das características mais marcantes da sociedade atual é seu alto grau de racionalização, isto é, cada vez mais de organiza em função do melhor aproveitamento do tempo. A busca incessante do lucro e de uma maior produtividade submete todos os setores da vida social às mais variadas formas de planejamento. A Educação na fica fora dessa tendência e nem escapa dessa racionalização.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 11

    A escola tem sido responsabilizada há algum tempo pelos desvios de comportamento que se observa na vida social. Mas será sempre ela que tem essa responsabilidade? Ou será que ela responsabilidade foi imposta sem maiores questionamentos e agora de quem deve ser cobrada a recuperação dos indivíduos que não tem o comportamento esperado pela sociedade?

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 22

    Criar sempre foi uma característica do ser humano. Com essa capacidade o homem cria mas precisa ser despertado e isso só acontece com sua interação com o mundo. Desde o inicio dos tempos o homem cria e produz novas tecnologias. Sempre movido por suas necessidades e desejos. Assim, através dos objetos inventados modifica o mundo e sua relação com o universo. Desde as mais antigas ferramentas até os mais modernos aparelhos percebe-se que a tecnologia é útil, necessária e fascinante.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 14

    Em uma sociedade contemporânea, muitos ainda não compreendem a importância da educação física nas escolas. Alguns professores ainda pensam somente na linha tecnicista e esquecem que a função de educar também engloba os fatores psicossociais da criança, a cultura corporal de movimento e o contexto sociocultural em que a criança está inserida.

    Por: Marcia Rossi da Rochal Educaçãol 09/11/2010 lAcessos: 2,586
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast