A IMPORTÂNCIA DAS ARTES VISUAIS NAS SÉRIES INICIAIS

Publicado em: 05/11/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 5,087 |

POR QUE ENSINAR ARTE?

Após uma análise feita na Escola Municipal de Educação Básica Air Addor, chegamos a conclusão que a disciplina Educação Artística é caracterizada pela imposição de atividades já prontas, onde os alunos devem se submeter. Trabalhando com desenhos prontos somente para pintar, tirando todo o sentido da arte que é incentivar a produção do aluno.

 Então, foi realizado o projeto com intenção de mostrar para os professores que trabalhar arte com atividades diferenciadas e produzidas pelos alunos desenvolvem sua auto-estima, e o interesse em freqüentar a sala de aula.

 "A Educação em arte propicia o desenvolvimento do pensamento artístico e da percepção estética, que caracteriza um modo próprio de ordenar e dar sentido à experiência humana: o aluno desenvolve sua sensibilidade, percepção e imaginação, tanto ao realizar formas artísticas quanto na ação de apreciar e conhecer as formas produzidas por ele e pelos colegas, pela natureza e nas diferentes culturas". (PCN, 2001, p.19).

 A Educação em arte é uma prática ligada à produção e reconstrução de suas experiências, conhecendo a arte o aluno torna-se capaz de perceber sua realidade cotidiana mais vivamente, reconhecendo objetos e formas que estão à sua volta. Solicitando todos os sentidos como portas de entrada para uma compreensão mais significativa.

 Este trabalho evidência a importância de uma educação de qualidade onde o professor deve criar um ambiente de construção e de descoberta encorajando as crianças a desenvolver a sua criatividade. Assim o professor conduz o ensino proporcionando mais prazer na construção do conhecimento artístico, despertando na criança o prazer de criar.

 A Educação Artística é fragmentada muitas vezes pela falta de visão e de preparação do professor em trabalhar artes no desenvolvimento do indivíduo.

 Pensando nisso, montamos um projeto específico nesta área "O Prazer da Arte" que tem como objetivo incentivar o gosto de trabalhar arte de forma prazerosa, utilizando várias técnicas de pintura com resultados magníficos.

 "Na arte-Educação, o que importa não é o produto final obtido; não é a produção de boas obras de artes. Antes, a atenção deve recair sobre o processo de criação pelo qual o educador deve elaborar seus próprios sentimentos em relação ao mundo a sua volta". (DUARTE JUNIOR, 1988, p.73).

 A arte tem uma função tão importante quanto a dos outros conhecimentos, no processo de ensino e aprendizagem.

 Através da arte pode-se despertar a atenção de cada um para a sua maneira particular de sentir, sobre a qual se elaboram todos os outros processos racionais.

 "A Educação é por certo, uma atividade profundamente estética e criadora em si própria. Ela tem o sentido do jogo em que nos envolvemos prazerosamente em busca de uma harmonia. Na educação joga-se com a construção do sentido que deve fundamentar nossa compreensão do mundo e da vida que nele vivemos". (DUARTE JUNIOR, 1988, p.74).

 Durante o desenvolvimento do projeto, foi observado a criatividade e o interesse dos alunos em relação as atividades.

 No momento em que começa a produzir sua imaginação, flui o seu interesse de se destacar em sala, realizando atividades maravilhosas e criativas.

 A execução do projeto no Estágio Supervisionado foi gratificante não só para nós educadores, mas também para os educandos de 3ª e 4ª séries, que adoraram e aprenderam muito, modificando também a maneira de trabalho do professor de artes.

 Enfim, todas as pessoas comprometidas com a aprendizagem, deve ver a arte como forma de conhecimento e trabalhar para que esses conhecimentos se desenvolva.

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 8 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/a-importancia-das-artes-visuais-nas-series-iniciais-3616689.html

    Palavras-chave do artigo:

    arte construcao conhecimento

    Comentar sobre o artigo

    A Formação Rio Claro em Rio Claro, município de S.Paulo, é uma importante Formação do período Neógeno, com várias fácies que contam a história geológica de uma boa parte do interior de S.Paulo. Nas camadas argilosas encontramos fitofósseis que ajudam a entender as ocorrencias geológicas do Neógeno. Muitos autores produziram diversos trabalhos sobre a região. Cada um acrescentando novas informações a respeito. Este trabalho propõe um levantamento das principais produções sobre esta Formação.

    Por: Carlos Humberto Biagolinil Ciências> Biologial 22/01/2011 lAcessos: 216
    Jaconias Dias Rodrigues

    O presente artigo tem o objetivo de analisar o cotidiano das aulas de Artes numa Escola da na Rede Municipal de Serra. A pesquisa se constituiu na analise das atividades docentes e referências bibliográficas. No entanto possui caráter teórico –empírico com vistas a demonstrar e analisar a realidade do cotidiano das aulas de artes na escola.

    Por: Jaconias Dias Rodriguesl Educação> Educação Infantill 15/07/2011 lAcessos: 3,257

    Este artigo traz algumas discussões reflexivas sobre as linguagens da arte na infância, com ênfase nos aspectos conceituais e metodológicos. A arte na Educação infantil tem papel fundamental na construção de um indivíduo crítico, fornecendo-lhe experiências que o ajude a refletir, desenvolver valores, sentimentos, emoções e uma visão questionadora do mundo que o cerca.

    Por: Darci Martinsl Educação> Educação Infantill 04/10/2012 lAcessos: 321
    Andréa Aparecida Gouvêia

    Este artigo faz uma abordagem teórica quanto ao processo de construção do conhecimento, buscando compreender o desenvolvimento e valorização deste para a vida do ser humano, contextualizando um breve histórico sobre a teoria do conhecimento e na segunda parte discorremos sobre a gestão do conhecimento e a forma como este tem sido aplicado na vida do ser humano, a função da escola e sua influência na sociedade, sendo justificado pelo fato de ser um tema debatido e questionado na atualidade.

    Por: Andréa Aparecida Gouvêial Educação> Ciêncial 28/05/2010 lAcessos: 2,265

    Ressaltamos a importância dos conhecimentos pedagógicos para o professor da básica para efetivar uma ação pedagógica competente, reflexiva e inovadora. Diante do contexto atual, torna-se urgente rever as propostas de formação inicial dos professores, transformando-as num saber-fazer permanente.

    Por: Zeila Miranda Ferreiral Educação> Ensino Superiorl 19/11/2010 lAcessos: 5,639 lComentário: 1
    simiana ribeiro leal

    Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar e discutir como a Arte tem contribuído de forma relevante para o processo de ensino e da aprendizagem dos alunos da educação básica, e de como através da educação estética se pode construir interfaces, com outras áreas do conhecimento. Pode-se afirmar que através da quebra do conceito que Arte está isolada de outros saberes tradicionais, e que trabalhar a Arte de forma articulada com outras disciplinas, viabiliza um novo modelo de aprendizagem menos

    Por: simiana ribeiro leall Educação> Ensino Superiorl 15/11/2011 lAcessos: 715
    Erineia nascimento da Silva

    O folclore nasceu entre o fim do século XVIII e o inicio do século XIX, quando os estudiosos como os irmãos Grimm e Herdes iniciaram pesquisa sobre a poesia tradicional na Alemanha e "descobriu-se" a cultura popular, oposta a cultura erudita, cultuada pelas instituições oficiais, logo esse interesse espalhou-se por outros países, chegando ao Brasil, na comunidade escolar o folclore é uma realidade regional muito presente no dia-a-dia dos nossos alunos, e como não poderia deixar de ser, na vida

    Por: Erineia nascimento da Silval Educaçãol 13/06/2013 lAcessos: 71

    Projeto Artes e Cultura na Educação Infantil promovem o desenvolvimento integral das crianças por estar inserido em um ambiente de dispor de propostas lúdicas ao mesmo tempo em que contempla o educativo, pois a cultura de um povo é um bem mais precioso o qual devemos cultivar, por revelar sua identidade. Expressar tradições culturais, conhecimentos, contos e cantigas de roda nos faz viajar no tempo, com a literatura, podemos explorar várias habilidades na educação infantil.

    Por: Patricia Santosl Educação> Educação Infantill 08/10/2013 lAcessos: 91
    Leticia

    Este artigo é o resultado da experiência vivida no Estágio Supervisionado II em Educação Infantil, o qual foi realizado em uma escola pública da Rede de ensino de Maceió/AL, a partir de observações e produção de um projeto de intervenção que contemplasse uma das múltiplas linguagens da Educação Infantil. O projeto foi desenvolvido na turma do Jardim II, sendo uma proposta de intervenção de estudantes do 6° período do curso de Pedagogia da UFAL.

    Por: Leticial Educação> Educação Infantill 11/04/2012 lAcessos: 1,778

    Acredito que o gosto pela leitura se apreende, é lendo que as pessoas aprendem a gostar de ler, e já de pequenos podemos, ou não, criar o hábito de leitura. Já dizia Carlos Drummond de Andrade que "a leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede".

    Por: MARCIA AP.M.FARIASl Educação> Educação Infantill 25/03/2015

    Os contos nasceram, em geral, dos mitos; representam simbolicamente os acontecimentos humanos e sociais e reproduzem, em personagens e situações, valores que atravessam os séculos, porque correspondem a características permanentes do ser humano. Nelly Novaes Coelho, em seu livro Literatura Infantil: teoria, análise, didática, divide esse tipo de narrativa em contos de encantamento, contos maravilhosos e contos de fadas.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 13

    Uma das características mais marcantes da sociedade atual é seu alto grau de racionalização, isto é, cada vez mais de organiza em função do melhor aproveitamento do tempo. A busca incessante do lucro e de uma maior produtividade submete todos os setores da vida social às mais variadas formas de planejamento. A Educação na fica fora dessa tendência e nem escapa dessa racionalização.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015

    A escola tem sido responsabilizada há algum tempo pelos desvios de comportamento que se observa na vida social. Mas será sempre ela que tem essa responsabilidade? Ou será que ela responsabilidade foi imposta sem maiores questionamentos e agora de quem deve ser cobrada a recuperação dos indivíduos que não tem o comportamento esperado pela sociedade?

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 22

    Criar sempre foi uma característica do ser humano. Com essa capacidade o homem cria mas precisa ser despertado e isso só acontece com sua interação com o mundo. Desde o inicio dos tempos o homem cria e produz novas tecnologias. Sempre movido por suas necessidades e desejos. Assim, através dos objetos inventados modifica o mundo e sua relação com o universo. Desde as mais antigas ferramentas até os mais modernos aparelhos percebe-se que a tecnologia é útil, necessária e fascinante.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 14

    Ao longo da institucionalização da Sociologia como ciência no Brasil, várias pesquisas tiveram como objeto de estudo o professor e seu papel dentro das instituições educacionais e na sociedade global. Mas parece que ainda precisamos saber muito sobre essa profissão tão paradoxal: para uns é fundamental em qualquer sociedade que se proponha séria; para outros, uma profissão como outra qualquer, sem nenhuma especificidade e, para completar, em qualquer caso, quase sempre mal remunerada.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 11

    Por muito tempo discutiu-se a Educação no Brasil negligenciando sua relação com a economia. Porém, num certo momento, ficou impossível continuar a tentar analisar e explicar o processo educativo descolado da realidade econômica do país no qual ele se inseria. As implicações do desenvolvimento econômico do país de certa maneira apareceram na Educação, de uma forma ou de outra, particularmente quando se avalia os resultados do processo educativo.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 18
    Irineu Correia

    Este artigo analisa as contribuições de Vygostsky e Piaget para a construção do conhecimento na escola.

    Por: Irineu Correial Educação> Educação Infantill 07/03/2015 lAcessos: 17
    JUCILENE CATARINA DA VEIGA

    Este artigo tem o objetivo de mostrar a importância do pedagogo e sua contribuição em espaços de ensino não formal. Nesse sentido, o pedagogo é de grande importância em gerenciar projetos educacionais que contemple a necessidade da realidade da instituição na qual desempenha sua função. Para o desenvolvimento deste utilizamos: DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA e a colaboração de PASCOAL (2007).

    Por: JUCILENE CATARINA DA VEIGAl Educação> Educação Infantill 27/10/2011 lAcessos: 1,619
    JUCILENE CATARINA DA VEIGA

    Este artigo tem como objetivo apresentar uma proposta pedagógica sobre as manifestações folclóricas do Cururu e Siriri, na perspectiva da valorização da cultura cuiabana, para ser trabalhada nos Anos Iniciais, despertando o interesse e respeito em relação as danças tradicionais, enfatizando a história da cultura cuiabana e os instrumentos utilizados para a realização do evento.

    Por: JUCILENE CATARINA DA VEIGAl Educação> Educação Infantill 27/10/2011 lAcessos: 821
    JUCILENE CATARINA DA VEIGA

    Este artigo discute a Ética na Educação a partir da perspectiva de que o ser humano é um ser social-histórico, com uma visão ampla e ao mesmo tempo sintética e de uma visão de educação como ato de libertação. Refletir e seleciona alternativas buscadas pelo homem para atender às suas necessidades, determinando o seu perfil e sua forma ética de atuação, porque o "objeto da Ética é o ato humano, e o ato humano é produzido pela vontade."

    Por: JUCILENE CATARINA DA VEIGAl Educação> Educação Infantill 05/11/2010 lAcessos: 655
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast