A Língua Evoluí e Sempre Evoluirá!

Publicado em: 19/09/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 154 |

Aponta-se uma diferença entre a linguagem da escola e a linguagem da criança quando consideramos a linguagem não como sistema forma, objeto de estudo, mas como sistema que reflete a nossa relação com o mundo, a nossa cultura. Um exemplo nítido de como essas diferenças acontece é quando nós professores apenas utilizamos o esquema de perguntas e respostas próprias do contexto curricular.

Depois de se compreender a importância de levar em conta todos os conhecimentos do aluno posso adentrar no mundo da linguagem sim porque tudo que falamos ou fazemos de certa forma é uma representação da linguagem. A linguagem é de certa forma essencial para que haja comunicação não ficando presa somente a um olhar, mais a um olhar multicultural. Não é só a linguagem um simples instrumento condutor da comunicação, que tem recursos secundários para expressar idéias, é a própria dimensão na qual se envolve a vida humana aquela que por excelência faz o mundo ser, só há mundo onde há linguagem no sentido especificamente humano.

No entanto para se construir uma formação cultural é preciso, uma reconstrução do mundo por meio da linguagem. O que demanda a desconstrução de verdades percebe-se a sabedoria nas populações indígenas, ou para desarticularmos a sinonímia entre a palavra "escravo" e os povos Afro descendentes no Brasil (...) manda quem pode obedece quem tem juízo (...) por uma educação (...) a língua evolui e sempre continuará a evoluir, pois a língua é como uma borboleta no casulo pronta para desabrochar nesse vasto universo da linguagem assim é percebível as constantes oscilações nas palavras.

Acredita-se que com o uso da internet, no futuro, próximo à essas mudanças provavelmente também interferirá na oralidade, porque na maior parte as pessoas tendem a escrever como falam uma vez falado desta forma certamente irá escrever da mesma forma. Pode-se constatar ao ver a maneira que os jovens não se preocupam mais com as palavras como um todo, pois estes sempre as reduzem o máximo que podem, exemplo disso são os torpedos enviados, as conversas no msn que delimitam uma quantidade de palavras a ser escritas e isso faz com que eles criem suas expressões escritas saindo totalmente das regras gramaticais, ou seja, há uma redução dos vocábulos, neste caso é pertinente o uso frequentemente dos metaplasmos.

Apesar de tudo e de todas as regras o mundo da linguagem evolui com uma enorme proporção, pois o que se diz agora amanhã já não terá tanto efeito como hoje por exemplo, as músicas da mídia em que utilizam de recursos da língua para fazerem sucessos, músicas estas que as vezes sem letra e nem melodia que o caso da música "creu" que se repete várias vezes a mesma palavra e as pessoas acham lindas e dançam apenas com uma palavra e outra, também são as melodias românticas que através da linguagem utilizada mexe com o sentimento do ser deixando apático a situação do momento.

Outro exemplo é a música da cantora Ivete Sangalo que na maioria das vezes mexe com os sentimentos, mas que empregam uma ortografia corretamente, não que obedeçam as regras gramaticais visto que se aproximam mais, observe no trecho "Se eu não te amasse tanto assim..." neste caso a cantora emprega o uso do pronome pessoal não ficando apagado, mas sim explícito que quem ama é ela e não o outro.

Partindo desta perspectiva serve para nós professores refletirmos sobre nossas práticas pedagógicas, principalmente no que se refere ao fato de agora estamos trabalhando sob a luz dos PCNS, cabe ressaltar também que os PCNS são compostos por uma parte comum a todos os territórios, constituindo assim a parte básica obrigatória a ser desenvolvida em qualquer região e a parte diversificada que vai variar de região para região para poder assim assegurar uma educação de qualidade e funcional para a vida das pessoas.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/a-lingua-evolui-e-sempre-evoluira-5232503.html

    Palavras-chave do artigo:

    alunos

    ,

    conhecimentos

    ,

    construcao

    Comentar sobre o artigo

    Antonio Rosemir do Carmo

    Este artigo tem como objetivo, analisar o processo de construção da aprendizagem através da mediação. Para tanto, o método utilizado foi à leitura de autores que abordam a temática, possibilitando uma reflexão do ponto de vista do autor sobre o desencadeamento da construção de aprendizagem mediada. O educador deve atuar como mediador do conhecimento, de forma que os alunos aprendam os saberes escolares em interação com o outro, e não apenas recebam-no passivamente.

    Por: Antonio Rosemir do Carmol Educaçãol 06/11/2014 lAcessos: 39
    Janaina Silveira

    O presente artigo aborda a temática das dificuldades de aprendizagem no que diz respeito à atuação do professor na tentativa de minimizá-las e de propiciar aos alunos a construção do conhecimento de modo significativo.

    Por: Janaina Silveiral Educaçãol 09/03/2011 lAcessos: 4,791
    ÁUREA MARIA SOARES LIMA

    A timidez é um problema psicológico gerado por distúrbios de comportamento. Entretanto, num ambiente em que se preparam crianças e jovens para a vida através do conhecimento, é inconcebível permitir-se que ainda hoje, com tantas inovações e práticas pedagógicas atualizadas e ditas construtivistas, exista um percentual tão significativo de crianças e adolescentes sofrendo as consequências da timidez em nossas salas de aula. Partindo-se desse princípio, a problemática abordada neste estudo se refe

    Por: ÁUREA MARIA SOARES LIMAl Educação> Educação Infantill 10/02/2015 lAcessos: 50
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Que se compreende por ciência interdisciplinar? Qual sua relação com o mundo cultural, em uma dialética possivelmente fragmentada, todo fenômeno observado pode ser percebido isoladamente dado ao caráter não interdisciplinar, aplicado a um projeto pedagógico.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 22/03/2014 lAcessos: 34

    RESUMO A educação brasileira encontra-se num momento de crise, pois, a função da escola vem mudando gradativamente, com essa mudança os professores estão sendo sobrecarregados durante o desenvolvimento de seu trabalho, já que além de ter que repassar seu conhecimento acadêmico, tem tido que repassar valores que até pouco tempo eram recebidos em casa, de seus responsáveis.

    Por: Eraldo Pereira Madeirol Educação> Educação Onlinel 27/09/2010 lAcessos: 18,401 lComentário: 2

    Nesta pesquisa nos propomos investigar acerca do uso de Recursos e Material Didático como ferramentas na construção de conceitos matemáticos nos anos iniciais do ensino fundamental. Com o objetivo de destacar importância da utilização dos Recursos e Materiais Didáticos para a aprendizagem matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental, realizamos uma pesquisa bibliográfica, com aporte teórico de vários autores, como, Piaget (1986, 2001), Piletti (1986) e Brasil (1998), dentre outros. No deco

    Por: Rosirene Abadia de S. Macedol Educaçãol 26/11/2014 lAcessos: 12
    Fayson Merege

    O presente artigo tem por finalidade apresentar sugestões e argumentos sobre o papel da escola como organização reflexiva, considerando o ensinar e o aprender, qual o papel do professor e de sua relação com o aluno e a necessidade de construir o conhecimento crítico, reflexivo e compartilhado.

    Por: Fayson Meregel Educaçãol 08/03/2012 lAcessos: 991
    Nathália Alves de Oliveira

    O texto discute conceitos fundamentais para a aplicação da afetividade na escola entre professor-aluno e toda a equipe escolar. Demonstra a compreensão da dimensão afetiva e sua relevância no desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem. A primeira parte analisa o processo ensino-aprendizagem como unidade, na qual a relação interpessoal professor-aluno é fator determinante. A segunda identifica o papel do professor na relação de troca com seus alunos de forma que valorize a afetividade ...''

    Por: Nathália Alves de Oliveiral Educação> Educação Infantill 08/02/2012 lAcessos: 3,241

    Ressaltamos a importância dos conhecimentos pedagógicos para o professor da básica para efetivar uma ação pedagógica competente, reflexiva e inovadora. Diante do contexto atual, torna-se urgente rever as propostas de formação inicial dos professores, transformando-as num saber-fazer permanente.

    Por: Zeila Miranda Ferreiral Educação> Ensino Superiorl 19/11/2010 lAcessos: 5,644 lComentário: 1
    Claudete Franklin

    Suscito as novas tecnologias como reconhecimento no processo de construção do conhecimento, onde o mundo comunicado é sempre fruto da ação cognitiva e não de identificação de realidades estáticas discretas e aprendidas diretamente, mas também um processo contínuo de sensações. Com isso, através de imagens, leituras, documentários, músicas, vozes tipos variados de sons, formarão relações cognitivas que irão ligando-se ao nosso cérebro, formando uma cadeia diversificada de conhecimentos e saberes.

    Por: Claudete Franklinl Educação> Ensino Superiorl 11/04/2011 lAcessos: 631

    Este artigo apresenta um breve histórico de como iniciou o atendimento as pessoas com deficiência até aos dias de hoje. Fala da Constituição Federal de 1988 que deu o primeiro passo a implementação da Educação Inclusiva no nosso país.

    Por: MARCIA AP.M.FARIASl Educação> Educação Infantill 30/03/2015 lAcessos: 11

    Ao destacar o tema "dificuldade de aprendizagem" muitos confundem esta concepção com uma desatenção em sala de aula ou 'espírito bagunceiro' das crianças. Mas a dificuldade de aprendizagem é tratada por muitos teóricos e estudiosos como um distúrbio ,que pode ser gerado por uma série de problemas cognitivos ou emocionais , afetando o individuo em qualquer área do desempenho escolar.Este artigo visa apresentar uma breve reflexão sobre essas concepções

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015

    Esta temática esta presente diariamente em reuniões que buscam analisar e discutir o problema, para então apontar formas para resolver os distúrbios disciplinares no cotidiano das escolas. A desmotivação e a indisciplina são os maiores obstáculos apresentados pelos professores, que se deparam no dia a dia com à desordem em sala de aula e na escola, além de apresentar como parte desta reclamação a desatenção dos alunos, a falta de interesse e de respeito dos estudantes.

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015 lAcessos: 12

    Este presente Artigo trata de uma reflexão sobre a temática da disortográfia e a importância do trabalho em conjunto dos profissionais educacionais, pacientes e familiares no diagnóstico,tratamento e superação desta distúrbio. Descrevendo a importância do apoio psicopedagogico para se superar tal dificuldade expressa e identificada geralmente nas séries iniciais do Ensino Fundamental.

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015 lAcessos: 11

    Acredito que o gosto pela leitura se apreende, é lendo que as pessoas aprendem a gostar de ler, e já de pequenos podemos, ou não, criar o hábito de leitura. Já dizia Carlos Drummond de Andrade que "a leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede".

    Por: MARCIA AP.M.FARIASl Educação> Educação Infantill 25/03/2015

    Os contos nasceram, em geral, dos mitos; representam simbolicamente os acontecimentos humanos e sociais e reproduzem, em personagens e situações, valores que atravessam os séculos, porque correspondem a características permanentes do ser humano. Nelly Novaes Coelho, em seu livro Literatura Infantil: teoria, análise, didática, divide esse tipo de narrativa em contos de encantamento, contos maravilhosos e contos de fadas.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 18

    Uma das características mais marcantes da sociedade atual é seu alto grau de racionalização, isto é, cada vez mais de organiza em função do melhor aproveitamento do tempo. A busca incessante do lucro e de uma maior produtividade submete todos os setores da vida social às mais variadas formas de planejamento. A Educação na fica fora dessa tendência e nem escapa dessa racionalização.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 11

    A escola tem sido responsabilizada há algum tempo pelos desvios de comportamento que se observa na vida social. Mas será sempre ela que tem essa responsabilidade? Ou será que ela responsabilidade foi imposta sem maiores questionamentos e agora de quem deve ser cobrada a recuperação dos indivíduos que não tem o comportamento esperado pela sociedade?

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 24
    Rojane da Silva Carvalho

    Então pensar na mudança é uma forma para diminuir a exclusão social das pessoas em todos os aspectos, principalmente no ambiente escolar, que é por regra sempre um ambiente bastante rico em diferenças.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 19/09/2011 lAcessos: 1,328
    Rojane da Silva Carvalho

    Os professores trazem inovações para a sala de aula? Esta concepção implica uma mudança total da escola, no sentido de ruptura com a padronização com o autoritarismo com a uniformidade de tratamento e também com a mudança do método pedagógico, por entender que o ser humano aprende na relação com o meio e que ele tem uma cultura que precisa ser dialogada com a escola.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 24/08/2011 lAcessos: 212
    Rojane da Silva Carvalho

    Trabalhar as diversas áreas do conhecimento para que as atividades de sala de aula sejam verdadeiras e não meras simulações é preciso criar situações onde escrever se torne uma necessidade com uma finalidade específica, não um exercício para aprender a escrever um dia, ser concretizado na prática, a educação não é apenas o desenvolvimento das potencialidades individuais, mas a expressão histórica e cultural.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 24/08/2011 lAcessos: 238
    Rojane da Silva Carvalho

    Deve se respeitar e instigar a oralidade dos educando nas séries iniciais, isso fará com que eles sintam-se valorizados e participem mais das aulas porque não existe uma única maneira de falar, e sim várias de acordo com o contexto linguístico dos falantes.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 24/08/2011 lAcessos: 494
    Rojane da Silva Carvalho

    O trabalho com a leitura é feita através de textos variados como narrativos, dissertativo, descritivo, jornais, músicas, contos, poemas, literatura de cordel, o desempenho dos alunos avança quando no desenvolvimento das atividades de leitura e escrita são direcionados pelo professor quando lhe aponta caminhos, sendo importante que as escolhas sejam voltadas para a realidade do aluno.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 24/08/2011 lAcessos: 107
    Rojane da Silva Carvalho

    Ficam evidentes que o processo de letramento ainda hoje é praticado nas escolas encontra-se envolto de práticas que negam ao aluno o fomento de um conhecimento que lhes possibilite uma visão de mundo aprofundada.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 22/08/2011 lAcessos: 240
    Rojane da Silva Carvalho

    Educar é priorizar por ações baseadas em uma ética pedagógica que ofereça oportunidade ao sujeito a saber exercer sua cidadania, com consciência, criticidade, contribuindo para que se possa fazer a sua própria história de uma reconstrução permanente de conhecimentos.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 22/08/2011 lAcessos: 123
    Rojane da Silva Carvalho

    O ato da educação na sociedade atual baseia-se na cooperação, em que o sujeito tenha condições de desenvolver habilidades para poder refletir na sua realidade como um ser que faz parte de uma aprendizagem.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 22/08/2011 lAcessos: 104
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast