APRENDIZAGEM INFANTIL

Publicado em: 12/11/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 697 |

INTRODUÇÃO

Vale lembrar ainda de dois outros fatores que tem mobilizado as discussões da área: a LDB 9394/96 que inclui a Educação Infantil na Educação Básica e a transferência paulatina das creches e pré-escolas da Assistência Social para a área da Educação.

É, portanto, neste contexto de resgate do sentido essencial da Educação Infantil, hoje, em nosso país, é que se propõe esta especialização.

O qual proporcionará discussões com o profissional da Educação Infantil no sentido de que se desenvolva:

A Compreensão de que o cuidar / educar como binômio indissociável - deve permear todo o trabalho com crianças de 0 a 5 anos;

O conhecimento dos processos de desenvolvimento infantil percebendo cada criança nas suas múltiplas dimensões: estética, corporal, ética, emocional, cognitiva.

O estudo dos processos de constituição da criança: a expressão, o afeto, a sexualidade, a socialização, o brincar, a linguagem, o movimento e o imaginário;

O trabalho com diversas linguagens: a da arte, da matemática, a corporal, a musical, a oral e a escrita, entre outras.

COMO SE DÁ O DESENVOLVIMENTO INFANTIL

O desenvolvimento da criança dependerá, igualmente, da possibilidade que ela tenha, de explorar seu ambiente, expressar suas emoções, ter contato com várias coisas e pessoas, estabelecer relações afetivas. Dependerá, em suma, de executar e exercitar tudo que é próprio de seu período de desenvolvimento, o que lhe permitirá sentir-se segura, desenvolver sua autonomia, constituindo-se como indivíduo.

Segundo Vygotsky o desenvolvimento infantil está intimamente relacionado ao contexto sócio-cultural em que a pessoa se insere e se processa de forma dinâmica (e dialética) através de rupturas e desequilíbrios provocadores de contínuas reorganizações por parte do indivíduo.

Podemos concluir que, para Vygotsky, o desenvolvimento do sujeito humano vem se dar a partir das constantes interações com o meio social em que vive já que as formas psicológicas mais sofisticadas emergem da vida social.

Para Walloon, homem é um sistema orgânico que precisa do meio social para se atualizar, pois é ele que regula o desenvolvimento do indivíduo.

A idéia central Walloniana é de que "a criança e a evolução deve ser encarada em termos de relações sempre novas entre um ser e um meio que se modifica reciprocamente". (1986:25). Esse é o papel do meio escolar, oferecer a condição para a integração das atividades infantis num sistema finalizado que tem uma unidade. A teoria de Piaget ressalta como ocorre o processo de atividade cognitiva humana. Para ele, o homem é essencialmente ativo ao conduzir de maneira reativa as etapas do seu desenvolvimento. Para Piaget os equilíbrios sucedem-se e constituem em estágios do desenvolvimento mental:

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CONSTIUIÇÃO BRASILEIRA 1998.

LEI DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO N° 9.394/1996.

PIAGET, J. O nascimento da inteligência na criança. 4ª ed. Rio de Janeiro: Livros técnicos e científicos editoras, 1987.         

VIGOTSKY, L. S. A Pré – história da Linguagem Escrita. A formação social da mente. São Paulo, Martins Fontes, 1998.

WALLON, Henri. As origens do caráter na criança. S.P: Difusão Européia do Livro, 1971;

     

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/aprendizagem-infantil-3657491.html

    Palavras-chave do artigo:

    palavras chave afetividade

    ,

    cuidados

    ,

    aprendizagem

    Comentar sobre o artigo

    Ana Carolina S. Ravagnani

    RESUMO: este trabalho retrata sobre alguns dos processos educativos necessários para a aprendizagem do corpo docente em busca de melhorias na qualidade do ensino. Enseja um método diferenciado para uma educação prazerosa e qualificado com olhar voltado para a humanização que se faz necessária na sala de aula e no dia a dia do relacionamento aluno-profissional. Alem disso, mostra que o Brasil esta tendo grandes avanços no que tange a evolução na Educação Inclusiva e seus processos de aprendizagem

    Por: Ana Carolina S. Ravagnanil Educação> Educação Infantill 27/07/2010 lAcessos: 1,375
    Berenice Neves Grisoste

    Este artigo relata a relação afetiva entre aluno/professor que é de extrema importância para o desenvolvimento de aprendizagem saudável entre os educandos, e adaptação dos mesmos ao meio físico e social. O desenvolvimento do aluno tem um valor imprescindível para o processo de construção de conhecimentos e da realidade em que ele vive. Percebe-se que o afeto é um grande laço que liga o professor e aluno, é um conjunto onde estão relacionados á autoestima, amor, sentimentos e valores, são essas r

    Por: Berenice Neves Grisostel Educação> Educação Infantill 24/11/2013 lAcessos: 100

    Este trabalho toma como percurso a descrição da prática docente na utilização dos jogos tradicionais, em instituição particular, na cidade de Salvador-Bahia. As discussões estão pautadas em Kishimoto; Friedmann; Chateau; Freire; Piaget e Vigotsky. Partindo do pressuposto de que se as aprendizagens são variadas, é necessário que o professor esteja em constante renovação e reflexão de sua prática, para que alcance as necessidades da criança.

    Por: Geraldo Francisco dos Santosl Educação> Educação Infantill 22/04/2011 lAcessos: 6,847 lComentário: 1
    Hilton Andrade dos Santos

    A presente obra é uma síntese de tudo que foi aprendido em sala de aula, na disciplina Família e Aprendizagem, onde o trabalho acadêmico foi apenas um meio de desenvolver e aplicar tudo o que foi ensinado pela professora Michele Pereira, UNIABEU, que serviu de mediadora no processo ensino e aluno, por conseguinte ressonou em conceitos imprescindíveis na formação destes discentes em formação técnico e profissional, na área de psicopedagogia. O caso apresentado é real e os nomes foram alterados.

    Por: Hilton Andrade dos Santosl Educação> Ensino Superiorl 02/04/2011 lAcessos: 5,307

    O presente estudo vem a ser uma resposta que desejo dar a mim mesma desde quando iniciei minha carreira de professora, sempre vi os professores acarretados de tarefas, na preparação de aula, preocupados com novas dinâmicas de ensino para tornar a aula mais interessante, mais atraente aos olhos dos alunos. Como resultado desses esforços sempre via os professores infelizes e desanimados, porque as atividades não foram recebidas como o planejado pelo professor, enfim este teve suas expectativas fru

    Por: MARRUSHl Educação> Educação Infantill 10/06/2012 lAcessos: 406
    Rosimeire Moreira Quintela

    RESUMO Esta pesquisa visa transformar métodos tradicionais contidos na escola levando os professores a participarem de pesquisas, práticas pedagógicas, inovações para que suas aulas se tornem mais criativas e produtivas. O objetivo é de auxiliar na superação do fracasso escolar em relação à leitura, pois se acredita na possibilidade de sucesso de todas as crianças...

    Por: Rosimeire Moreira Quintelal Educação> Educação Infantill 11/01/2012 lAcessos: 1,152
    Manoel Aparecido Martins

    A ludicidade faz parte do ser humano desde seu nascimento, é brincando que a criança vai conhecendo o mundo ao seu redor, vai se identificando, vai fazendo parte. O lúdico pode e deve ser utilizado no ensino de todas as disciplinas, até mesmo de forma interdisciplinar. Portanto é de fundamental importância um estudo mais aprofundado da natureza e importância desta disciplina nos dias atuais, bem como seu histórico e a aplicação do lúdico na mesma.

    Por: Manoel Aparecido Martinsl Educaçãol 17/06/2009 lAcessos: 14,934 lComentário: 4
    shirleidy de sousa freire

    Elencam-se questões referentes a uma temática bastante polêmica no mundo de hoje. Refere-se à inclusão de alunos com necessidades especiais que estão inclusos no ensino regular. Enfocaram-se algumas infoemações referentes ao histórico da educação especial no contexto brasileitro.

    Por: shirleidy de sousa freirel Educação> Educação Onlinel 25/06/2011 lAcessos: 2,937

    Os estudos recentes têm mostrado que as atividades lúdicas são ferramentas indispensáveis no desenvolvimento infantil, porque para a criança não há atividade mais completa do que o brincar. A proposta da escola lúdica ainda é um desafio. Temos a certeza de que um dia será para o aluno um centro de convivência e de busca de conhecimento, um lugar onde ele pode viver os momentos mais felizes de sua vida. Pela brincadeira, ela é introduzida no meio social do adulto, constituindo-se no modo de assim

    Por: Marta Nunes e Sirleide Carvalhol Educaçãol 15/10/2012 lAcessos: 270
    Zilda Ap. S. Guerrero

    No método de Frotagem o artista utiliza um lápis ou outra ferramenta de desenho, e faz uma "fricção" sobre uma superfície texturizada. O desenho pode ser deixado como está, ou pode ser utilizado como base para aperfeiçoamento. Essa técnica foi desenvolvida pelo pintor, escultor e artista gráfico alemão, Max Ernst, em 1925. Ele foi um dos fundadores do movimento "Dada" e posteriormente um dos grandes nomes do Surrealismo.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Educação Infantill 18/09/2014 lAcessos: 11

    Ênfase no aprender não é de hoje que existe esse modelo de avaliação formativa. A diferença é que ele é visto com o melhor caminho para garantir a evolução de todos os alunos, uma espécie de passo á frente em relação á avaliação conhecida como somativa.

    Por: Jania Gasques bordonil Educação> Educação Infantill 17/09/2014

    Atualmente, o tema Educação Física na Educação Infantil vem sendo objeto de estudo de múltiplos pesquisadores. Essa "nova" área de estudo justifica-se pelo fato de que o movimento, a corporeidade e o lúdico são de suma importância para o desenvolvimento da criança.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 16/09/2014

    A verdadeira educação é aquela que instiga o desejo do indivíduo a explorar, observar, trabalhar, jogar e acreditar-se. Levando em conta essa perspectiva, a educação precisa organizar seus conhecimentos, partindo dos interesses dos alunos e, desse modo, levá-los a outros patamares de aprendizagem, que são primordiais à formação e ao exercício da cidadania.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 16/09/2014

    O presente artigo objetiva investigar como Educação Infantil contribuem para o desenvolvimento da aprendizagem.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 15/09/2014

    O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma doença cercada de controvérsia. Por atingir principalmente crianças, muito pais enxergam problemas onde eles não existem — sintomas isolados são comuns nesta fase da vida. Também há quem não preste atenção ao conjunto de sintomas que a caracterizam: quadros de desatenção, hiperatividade e impulsividade de maneira exacerbada.

    Por: Jania Gasques bordonil Educação> Educação Infantill 14/09/2014

    Receber os estudantes com deficiência é um avanço. Mas faltam fazer da inclusão uma realidade e assegurar o direito à Educação

    Por: Jania Gasques bordonil Educação> Educação Infantill 14/09/2014
    Isabel Cristina

    Atualmente, a proposta de educação inclusiva tem gerado polêmicas discussões entre os que adotam uma posição integracionista, os que defendem a escola inclusiva ou ainda aqueles que sentem a importância de uma educação especializada para o aluno com necessidades educacionais especiais . No longo caminho a ser percorrido muitas são as dificuldades a serem enfrentadas, principalmente as que dizem respeito às barreiras físicas e atitudinais,constituídas dos estigmas, preconceitos e estereótipos.

    Por: Isabel Cristinal Educação> Educação Infantill 29/08/2014 lAcessos: 13

    RESUMO: Este artigo destaca o papel do orientador educacional o qual deve pautar seu trabalho na busca de compreender o desenvolvimento do grupo nos vários domínios e nas relações com o meio social da comunidade escolar, apontando para o exercício da cidadania fazendo convites e tendo criatividade e inovação.

    Por: Sônia Conceiçãol Educaçãol 12/11/2010 lAcessos: 1,120

    RESUMO: Este artigo relata que a palavra critério vem do latim criterium e do grego kriterion, que quer dizer discernir. Em sua acepção comum, é uma regra que se aplica para julgar a verdade. No sentido filosófico, é um signo ou característica que permite avaliar uma coisa, uma noção, ou apreciar um objeto.

    Por: Sônia Conceiçãol Educaçãol 12/11/2010 lAcessos: 1,216
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast