Construção da pátria: o papel dos pais dos alunos e dos professores

Publicado em: 16/05/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 185 |

CONSTRUÇÃO DA PÁTRIA: O PAPEL DOS PAIS DOS ALUNOS E DOS PROFESSORES

 

Existe uma frase de Cristovam Buarque, senador atuante no senado brasileiro, que em um discurso, não recordo quando, atingiu a missão que escolhi percorrer durante a minha passagem por esta vida: "Uma nação se faz com os soldados que a defendem e com os professores que a constroem". Sinto que a primeira parte desta frase cabe a todo cidadão que se diz brasileiro, e sabe de forma sábia e justa defender não apenas o lugar que escolheu para passar os seus dias enquanto aqui estiver, mas também a gente com a qual escolheu conviver.

Ao povo carioca, acredito que sabedoria e justiça não residem em todos que escolheram aquele lugar. Pode estar nos soldados que defendem a terra e nos moradores dela, porém muitos destes moradores, por não terem atribuído à escola o valor que a mesma possui, partiram em busca de um estilo de vida diferente: drogas e armas. A proteção da venda das mesmas reside no que atualmente está acontecendo com aquele povo. Acredito que se encaixam aqui também palavras de Cristovam Buarque: "O Brasil, atualmente é formado por uma pequena elite cultural e uma grande massa de analfabetos". Se o educador Paulo Freire ainda estivesse conosco, acredito que a palavra "analfabetos" já não era mais conhecida pelos brasileiros.

Porém, ela ainda está presente neste país, e como ainda existe, o que cabe a todo bom educador? Tentar eliminá-la, assim como tentou Paulo Freire, que apesar de não ter conseguido, ganhou vários discípulos, não apenas no Brasil, mas lá fora também. Cristovam Buarque, neste país, é um deles. Este é um soldado assim como você, professor: Foi professor também, ama a arte de ensinar e, dia após dia tenta, em seus discursos, valorizar os professores que se entregam de corpo e alma para a construção de uma pátria digna daqueles que a escolheram.

Acredito que quando se educa as crianças ou os jovens para adquirirem conhecimentos sem compaixão, é muito provável que a atitude deles para com as outras crianças ou jovens venha a ser uma combinação de inveja daqueles que ocupam posições superiores às suas, competitividade agressiva para com seus pares e desdém pelos menos afortunados, o que leva a uma propensão para a ganância, para a presunção, para os excessos e, muito rapidamente, para a perda da felicidade. Como será que vem trabalhando os educadores e até mesmo os pais dos educandos do Rio de Janeiro e de outros estados que já possuem crianças ou jovens embutidos no mundo das drogas? Conhecimento é importante. Muito mais, porém, é o uso que lhe damos.

Ao professor, cabe um repasse dos conhecimentos que adquiriu em toda a sua vida de estudante. Mas será que este repasse é feito ao educando com amor e paixão?

Aos pais cabe ensinar-lhes a viver. Vale ressaltar que muitos pais são verdadeiros catedráticos da anulação, doutores singulares da castração do extraordinário potencial humano de que a criança é dotada. Depois reclamam de que seus filhos adolescentes são agressivos, não os respeitam. Não será isso fruto do que eles mesmos plantaram? Será que os filhos receberam destes pais o espírito de defesa da pátria onde residem?

Quem merece descrédito: os professores mal pagos ou os pais, pela educação errada que receberam? O ano letivo está aí, a escola continua no seu lugar. Não está na hora de pensar, professor? Pense, depois chame os pais de seus alunos para pensarem juntos. Um pensamento conjunto sempre traz melhores resultados. Vá em frente!

 

 

 

 

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/construcao-da-patria-o-papel-dos-pais-dos-alunos-e-dos-professores-4776506.html

    Palavras-chave do artigo:

    pais

    ,

    professores

    ,

    alunos

    Comentar sobre o artigo

    Nathália Alves de Oliveira

    O texto discute conceitos fundamentais para a aplicação da afetividade na escola entre professor-aluno e toda a equipe escolar. Demonstra a compreensão da dimensão afetiva e sua relevância no desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem. A primeira parte analisa o processo ensino-aprendizagem como unidade, na qual a relação interpessoal professor-aluno é fator determinante. A segunda identifica o papel do professor na relação de troca com seus alunos de forma que valorize a afetividade ...''

    Por: Nathália Alves de Oliveiral Educação> Educação Infantill 08/02/2012 lAcessos: 3,008

    O presente estudo vem a ser uma resposta que desejo dar a mim mesma desde quando iniciei minha carreira de professora, sempre vi os professores acarretados de tarefas, na preparação de aula, preocupados com novas dinâmicas de ensino para tornar a aula mais interessante, mais atraente aos olhos dos alunos. Como resultado desses esforços sempre via os professores infelizes e desanimados, porque as atividades não foram recebidas como o planejado pelo professor, enfim este teve suas expectativas fru

    Por: MARRUSHl Educação> Educação Infantill 10/06/2012 lAcessos: 433
    Roseli de oliveira silva

    A importância da relação professor aluno, a interação, o que isso possibilita enquanto facilitadores na questão da aprendizagem. Utilizando uma história infantil. faixa etária de 5 a 6 anos. Recortando retalhos para fazer uma colcha os personagens vão reunindo e costurando lembranças. Entre recordações engraçadas, tristes, alegres e embaraçosas Felipe descobre o sentido da saudade. Nesta história são resgatados os valores das memórias que fazem parte da constituição da identidade de cada um.

    Por: Roseli de oliveira silval Educação> Educação Infantill 05/08/2012 lAcessos: 207
    Aline Jacques

    O professor é um líder. Para os alunos, o professor é a imagem de um ideal, podendo ser positivo ou negativo.

    Por: Aline Jacquesl Educação> Educação Infantill 19/11/2013 lAcessos: 46
    Emanuel

    Estudo sobre a vinculação encontra-se associado aos trabalhos pioneiros desenvolvidos por John Bowlby e Mary Ainsworth. No percurso pessoal e profissional de Bowlby encontramos um particular interesse pelo estudo da qualidade das interacções afectivas na família e pela importância das experiências precoces de separação, privação e perda no desenvolvimento psicossocial da criança. Este interesse, reforçado pela sua experiência enquanto voluntário num internato de crianças e jovens problemáticos.

    Por: Emanuell Educaçãol 06/12/2013 lAcessos: 61
    Agnaldo Fernandes Silva

    A ausência dos Pais na escola tem trazido preocupações para os responsáveis pelo ensino; diretores, coordenadores pedagógicos e professores. Essa preocupação está trazendo reflexões que pode buscar soluções para resolver o problema. Os responsáveis pelos filhos tenta justificar a ausência na escola, mas é preciso fazer um trabalho coletivo para resolver tal situação. Para isso a educação precisa tomar novos rumos, trazendo os pais para as discussões promovida pela escola.

    Por: Agnaldo Fernandes Silval Educação> Educação Infantill 21/03/2011 lAcessos: 863 lComentário: 1
    Janaina Silveira

    O presente artigo aborda a temática das dificuldades de aprendizagem no que diz respeito à atuação do professor na tentativa de minimizá-las e de propiciar aos alunos a construção do conhecimento de modo significativo.

    Por: Janaina Silveiral Educaçãol 09/03/2011 lAcessos: 4,575
    Rita de Cássia Santos Almeida

    Este artigo trata de questões relativas à constituição do homem como ser social, a necessidade e a importância da comunicação nas relações sociais, bem como o papel da linguagem nessa circunstância. Desperta para a forma de se expressar, uma vez que a palavra, por carregar um conteúdo ideológico, em determinadas situações envolve não só o racional, mas principalmente o emocional. Assim, enfatiza a dimensão axiológica, em especial, na relaçãoprofessor-aluno em sala de aula.

    Por: Rita de Cássia Santos Almeidal Educação> Ensino Superiorl 16/03/2012 lAcessos: 134
    Abrew Amambahy

    A página fala sobre a importância da reunião de pais e da participação das famílias dentro de um projeto educativo na escola e algumas dicas para os professores de como aproveitar ao máximo o encontro com os responsáveis pelos alunos.

    Por: Abrew Amambahyl Educaçãol 27/11/2009 lAcessos: 12,507

    Como obter as informações de que necessitamos para acompanhar os percursos dos estudantes? Como apreender os modos como eles representam os conceitos? Como saber o que pensam sobre o que ensinamos para pensarmos nas possibilidades pedagógicas que assegurariam a qualidade do ensino-aprendizagem? Como proceder para que os estudantes evidenciem seus avanços e suas dificuldades?

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014 lAcessos: 12

    Aprender com prazer, aprender brincando, brincar aprendendo, aprender a aprender, aprender a crescer: a escola é, sim, espaço de aprendizagem. Assim, é fundamental que cada professor se sinta desafiado a repensar o tempo pedagógico, analisando se ensina o que é de direito para os estudantes e se a seleção de conteúdos, capacidades e habilidades é de fato importante naquele momento.

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014 lAcessos: 19

    A prática educativa está fortemente relacionada a processos de comunicação e interação entre os seres, que a utilizam para assimilar seus saberes, habilidades, técnicas, valores, atitudes, e, através disso, construir novos saberes. Sendo assim, não se pode reduzir a educação ao simples ato de ensinar e a pedagogia como um conjunto de métodos que possibilita o ensino. Sendo assim, surge um questionamento essencial a todo aquele que quer compreender, viver e fazer pedagogia: quem é o pedagogo?

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014

    A questão da inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais em todos os recursos da sociedade ainda é muito incipiente no Brasil. Movimentos nacionais e internacionais têm buscado um consenso para formatar uma política de inclusão de pessoas portadoras de deficiência na escola regular.

    Por: Jania Gasques bordonil Educação> Educação Infantill 17/11/2014
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Nos anos iniciais, a disciplina que trabalha as noções históricas, de espaço e tempo é chamada de Estudos Sociais. Neste período o professor deve transmitir aos alunos noções fundamentais de organização da vida em sociedade, de como se organiza o próprio município, da atuação das autoridades, organizações e hierarquias, noções de respeito e educação cidadã, além dos deveres e direitos humanos.

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 14
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Como todos já sabem e ouviu-se muito falar, a educação autônoma é a mais viável e satisfatória nos dias de hoje. Com tantas transformações ocorrendo em tempo real, e em nível econômico, político e social, além de cultural também. Com base nisto, quero colocar alguns dos meus pensamentos sobre a educação.

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Há tempos busca-se formar integralmente o homem, provavelmente, nenhuma palavra expressa mais essa ideia de formação humana que a palavra, oriunda da Cultura Grega, Paídeia, que exprimia o ideal de desenvolver no ser homem aquilo que era considerado próprio da sua natureza, essa ideia perpassou o humanismo renascentista chegando até aos nossos dias atuais. Diante disso, cabe perguntar: O que significa essa totalização da formação humana? Pode ser definido em um único conceito?

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 13

    A educação inclusiva é voltada de todos para todos, os ditos "normais" e as pessoas com algum tipo de deficiência poderão aprender em conjunto. Uma pessoa dependerá da outra para que realmente exista uma educação de qualidade. A função de separar e classificar os alunos, rotulando-os como menos ou mais capazes, dá lugar a de escolher cada um, valorizando suas potencialidades, sua linguagem, suas diferenças, bem como os instrumentos que ampliam suas possibilidades de aprender, de comunicar e de i

    Por: Darci Martinsl Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 17
    ivonete frasson

    Busca-se aqui analisar a ausência de valores no meio social em que vivemos e a importância de se buscar diferentes formas de resgatá-los.

    Por: ivonete frassonl Educação> Educação Infantill 16/05/2011 lAcessos: 533
    ivonete frasson

    Este artigo busca fazer uma reflexão do papel do educador na era tecnológica em que estamos, dos avanços que permitem também a ele futurar seus conteúdos e daquilo que se faz importante para colocar em prática seu trabalho educacional.

    Por: ivonete frassonl Educação> Ensino Superiorl 16/05/2011 lAcessos: 150
    ivonete frasson

    Este artigo analisa a quebra de valores que atualmente faz-se presente no meio social em que se vive.

    Por: ivonete frassonl Educação> Ensino Superiorl 29/04/2011 lAcessos: 71
    ivonete frasson

    Faz-se aqui uma análise da política governamental do Brasil em relação à Educação, desde a época da ditadura militar até os dias atuais.

    Por: ivonete frassonl Educaçãol 29/04/2011 lAcessos: 45
    ivonete frasson

    Estamos no 3º milênio e precisamos, urgentemente, como cidadãos ou educadores reestruturar ou reconhecer a importância dos valores humanos juntamente com os educandos.

    Por: ivonete frassonl Educação> Educação Infantill 18/04/2011 lAcessos: 1,994
    ivonete frasson

    Este artigo faz uma análise da educação no Brasil, os fatos históricos que a marcaram e a forma de educação recebida pelos atuais educadores brasileiros.

    Por: ivonete frassonl Educação> Ensino Superiorl 18/04/2011 lAcessos: 154
    ivonete frasson

    Este artigo tem como objetivo refletir a passagem do educador Paulo Freire pela educação brasileira, como iniciou seu trabalho como educador no Brasil, a coordenação do Plano Nacional de Alfabetização, seu trabalho também realizado fora do Brasil e seu retorno do exílio, em 1980.

    Por: ivonete frassonl Educação> Ensino Superiorl 18/04/2011 lAcessos: 64
    ivonete frasson

    Este artigo traz a realidade da educação no Brasil, a falta de vontade do homem brasileiro de educar-se, oferecendo oportunidades dos dominantes dominá-los. A operação bancária que ainda reside na educação brasileira, ou seja, educadores que recheiam as crianças e jovens com conteúdos, pretendendo apenas que eles os memorizem, nada mais.

    Por: ivonete frassonl Educação> Ensino Superiorl 13/04/2011 lAcessos: 185
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast