Distúrbios de aprendizagem

Publicado em: 27/07/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,308 |

                     DISTINÇÃO DE DISTÚRBIO DE APRENDIZAGEM

 

DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM: caracteriza-se por um  baixo rendimento escolar, não relacionado a retardo mental, danos sensoriaism físicos ou desequilíbrios emocionais. Apresenta diversas causas: técnicas de ensino, meio familiar e escolar desestimulantes, recursos humanos, físicos ou didáticos, etc.

DEFICIÊNCIA DE APRENDIZAGEM: se associa a uma incapacidade intelectual, abrangendo retardos mentais - com comprometimento geral - motor, cognitivo, social que ocasionará um constante atraso na aprendizagem.

DISTÚRBIO DE APRENDIZAGEM: relaciona-se a alterações neurológicas, não associadas a deficiências ou dificuldades. Compreende aqueles que apresentam situações problemáticas envolvendo capacidades de expressão, compreensão e raciocíonio matemático, entretanto é comum a criança ter excelente desempenho em um conteúdo e não apresentar desenvolvimento em outro, Origina-se de disfunções cerebrais genéticas ou adquiridas.

                        

                         TIPOS DE DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM

Retardamento mental: provém de uma imaturação cerebral - desenvolvimento cerebral retardado - que prejudica o desenvolvimento da linguagem.

Lesão cerebral: poderá ocorrer por acidente e atingir centros nervosos vitais da aprendizagem.

Disfunção cerebral mínima, genética ou congênita: caracteriza-se pelo mau funcionamento do cérebro, por hereditariedade; má formação do embrião; problemas pré-natais, traumas sofridos pelo bebê na hora do parto ou problemas pós-parto.

É uma síndrome que pode aparecer em crianças com inteligência média ou superior, com problemas de aprendizagem ou certos distúrbios de comprtamentos, associados a desvio de funcionamento do sistema nervoso central.

Nesta disfunção destacam-se outras dificuldades: DISGRAFIA: ( traçado irregular das letras - letra feia, ilegível); DISORTOGRAFIA: (incapacidade de escrever corretamente - escrita espelhada, palavras erradas, etc); DISCALCULIA: (dificuldade em matemática -  número ou sequência numérica invertidos); DISLALIA: (dificuldade de expressar e articular palavras - a criança fala omitindo letras e palavras podendo escrever assim, fato que ocasionará a Dislexia.

Além de apresentarem também distúrbios neurológicos,distúrbios da inteligência, problemas de comportamento e problemas escolares;

Dislexia: refere- se a criança que apresentam dificuldades de aprendizagem específicas da leitura e escrita, não decodificam palavras simples;  omitem letras ou apalavras; trocam ou acrescentam letras; mostram insuficiência no processo fonológico; dificuldade de síntese - prejudicial à leitura.

Os distúrbios de aprendizagem não se resumem a um aspecto particular, mas a uma somatória  de fenômenos sociais, psicológicos, neurológicos, pedagógicos e familiares, que apresentam sentido pleno quando relacionado  à história de cada criança ou adolescente, ponderando-se as  interações e os conflitos que marcam essa história.

Portanto, os distúrbios de aprendizagem devem ser analisados e tratados, considerando todo o seu caráter histórico. 

 

 

 

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/disturbios-de-aprendizagem-2912350.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao educacao infantil dificuldade de aprendizagem disturbios de aprendizagem deficiencia de aprendizagem aprendizagem

    Comentar sobre o artigo

    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    O artigo discute as causas sobre as dificuldades de aprendizagem apontando a dislexia como uma das principais provedoras de dificuldades. Iniciou-se apresentando a origem do problema relativo às dificuldades de aprendizagem vista pela psicanálise, a partir daí apresentou-se os problemas que interferem na alfabetização, argumentou-se segundo as teorias dos vários autores pesquisados, sobre as dificuldades na leitura, além de dissertar sobre algumas concepções pedagógicas sobre alfabetização.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Educação Infantill 15/05/2014 lAcessos: 136
    Thiago R. Silva

    O presente artigo tem como intuito demonstrar os fatores que influenciam na dificuldade dos discentes no processo de leitura e escrita no período da alfabetização. Vale salientar que a prática pedagógica é fator preponderante na aquisição dessas habilidades e as dificuldades advindas desse processo, pois os mecanismos adotados pelos docentes durante a intervenção psicopedagógica propiciará a esses um avanço qualitativo no desenvolvimento cognitivo, social, cultura e até mesmo em seu relacionamen

    Por: Thiago R. Silval Educação> Educação Infantill 14/07/2011 lAcessos: 6,673

    Este trabalho tem como ponto de partida a coleta de informações a cerca da deficiência. Partindo do histórico das deficiências, buscou-se fazer um retrospecto histórico, abrangendo como foco a Deficiência Intelectual. Tendo assim como objetivo compreender a importância do jogo enquanto atividade lúdica, no desenvolvimento e aprendizagem da criança com Deficiência Intelectual.

    Por: Carina Heil Albrechtl Educaçãol 09/09/2010 lAcessos: 7,937 lComentário: 4
    Fábia Utsch

    No presente estudo tratei da inclusão apresentando o significado da palavra e trouxe o termo para a educação: escola e educação inclusiva. O termo inclusão se aplica em diversas situações e um cuidado especial precisa ser tomado para dar verdadeiro sentido à palavra na educação, pois se trata de aplicar o termo com pessoas. A partir dessa compreensão apresento algumas orientações para a inclusão na educação infantil.

    Por: Fábia Utschl Educação> Educação Infantill 28/11/2012 lAcessos: 144

    A discalculia é um distúrbio neurológico que afeta a habilidade com números. Esse distúrbio faz com que a pessoa se confunda em operações matemáticas. Hoje, acontece dos alunos que necessitam de atendimento diferenciado para o seu desenvolvimento cognitivo encontrarem um profissional não atualizado, que adota práticas educativas descontextualizadas, não observando os interesses e as necessidades dos aprendizes. Assim, o insucesso na aprendizagem aparece como consequência de um ensino inadequado.

    Por: Keila Regina da Silva Correial Educação> Ensino Superiorl 07/05/2011 lAcessos: 5,563

    O presente trabalho aborda um assunto de estrema importância para o avanço dos direitos educacionais garantidos na Constituição Brasileira, quando se entende que a educação é direito de todos. Em um breve histórico, que versa sobre o contexto no qual fizeram parte as pessoas com deficiência rumo ao processo de inclusão na educação superior, buscaremos apresentar os avanços relacionados à inclusão dos mesmos, como também as atenções voltadas para esse público de discente.

    Por: Duanne Granjal Educação> Ensino Superiorl 21/07/2011 lAcessos: 586

    Este trabalho científico contempla de maneira sucinta a Educação Inclusiva e a importância do psicopedagogo na área social e educacional, em especial a inclusão das crianças e adolescentes no âmbito da educação do Ensino Infantil ao Ensino Superior como também as questões de fazer valer à integração das leis na educação e da concepção da Psicopedagogia na formação das pessoas com necessidades especiais no âmbito escolar e social, utilizando a Prática pedagógica, da afetividade, da dedicação e do

    Por: Maria Ivanilda Campos Pinheirol Educação> Educação Infantill 02/12/2011 lAcessos: 2,386

    O presente artigo trata-se de um estudo de caso sobre o uso de softwares educativos no processo de aprendizagem do educando com sequelas decorrentes de Paralisia Cerebral. Para tanto, buscamos investigar como o uso de softwares educativos contribui no processo de aprendizagem de educando com tais sequelas. Neste sentido, recorremos ao método etnográfico, bem como a vídeografia, realizada em uma escola pública no município de Ipojuca/PE.

    Por: Domicia B. Lins de Santanal Educaçãol 06/05/2013 lAcessos: 104

    O estudo feito, nos leva a pensar em uma prática educativa respaldada na teoria, porém jamais podendo esquecer que no dia-a-dia como profissional da psicopedagogia, estará na companhia de indivíduos que são capazes de construir seu próprio conhecimento. O psicopedagogo tem o papel de investigar e intervir mediante as dificuldades.

    Por: Michele -Psicopedagogal Educação> Ensino Superiorl 10/06/2011 lAcessos: 1,838 lComentário: 1
    Fábia Utsch

    Esta pesquisa tem por objetivo mostrar que as crianças que são portadoras de autismo podem e devem se adaptar ao meio social e comunicativo, promovendo a busca pela sociabilidade e independência. Objetiva ainda, mostrar como identificar e estabelecer formas de reconhecimento do autismo.

    Por: Fábia Utschl Educação> Educação Infantill 28/11/2012 lAcessos: 266

    Como obter as informações de que necessitamos para acompanhar os percursos dos estudantes? Como apreender os modos como eles representam os conceitos? Como saber o que pensam sobre o que ensinamos para pensarmos nas possibilidades pedagógicas que assegurariam a qualidade do ensino-aprendizagem? Como proceder para que os estudantes evidenciem seus avanços e suas dificuldades?

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014 lAcessos: 12

    Aprender com prazer, aprender brincando, brincar aprendendo, aprender a aprender, aprender a crescer: a escola é, sim, espaço de aprendizagem. Assim, é fundamental que cada professor se sinta desafiado a repensar o tempo pedagógico, analisando se ensina o que é de direito para os estudantes e se a seleção de conteúdos, capacidades e habilidades é de fato importante naquele momento.

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014 lAcessos: 19

    A prática educativa está fortemente relacionada a processos de comunicação e interação entre os seres, que a utilizam para assimilar seus saberes, habilidades, técnicas, valores, atitudes, e, através disso, construir novos saberes. Sendo assim, não se pode reduzir a educação ao simples ato de ensinar e a pedagogia como um conjunto de métodos que possibilita o ensino. Sendo assim, surge um questionamento essencial a todo aquele que quer compreender, viver e fazer pedagogia: quem é o pedagogo?

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014

    A questão da inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais em todos os recursos da sociedade ainda é muito incipiente no Brasil. Movimentos nacionais e internacionais têm buscado um consenso para formatar uma política de inclusão de pessoas portadoras de deficiência na escola regular.

    Por: Jania Gasques bordonil Educação> Educação Infantill 17/11/2014
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Nos anos iniciais, a disciplina que trabalha as noções históricas, de espaço e tempo é chamada de Estudos Sociais. Neste período o professor deve transmitir aos alunos noções fundamentais de organização da vida em sociedade, de como se organiza o próprio município, da atuação das autoridades, organizações e hierarquias, noções de respeito e educação cidadã, além dos deveres e direitos humanos.

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 14
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Como todos já sabem e ouviu-se muito falar, a educação autônoma é a mais viável e satisfatória nos dias de hoje. Com tantas transformações ocorrendo em tempo real, e em nível econômico, político e social, além de cultural também. Com base nisto, quero colocar alguns dos meus pensamentos sobre a educação.

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Há tempos busca-se formar integralmente o homem, provavelmente, nenhuma palavra expressa mais essa ideia de formação humana que a palavra, oriunda da Cultura Grega, Paídeia, que exprimia o ideal de desenvolver no ser homem aquilo que era considerado próprio da sua natureza, essa ideia perpassou o humanismo renascentista chegando até aos nossos dias atuais. Diante disso, cabe perguntar: O que significa essa totalização da formação humana? Pode ser definido em um único conceito?

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 13

    A educação inclusiva é voltada de todos para todos, os ditos "normais" e as pessoas com algum tipo de deficiência poderão aprender em conjunto. Uma pessoa dependerá da outra para que realmente exista uma educação de qualidade. A função de separar e classificar os alunos, rotulando-os como menos ou mais capazes, dá lugar a de escolher cada um, valorizando suas potencialidades, sua linguagem, suas diferenças, bem como os instrumentos que ampliam suas possibilidades de aprender, de comunicar e de i

    Por: Darci Martinsl Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 17

    Para que haja um processo inclusivo significativo na Educação Infantil é necessário que se pense um trabalho que envolva esta prática.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 2,509 lComentário: 1

    A musicalização é fator primordial na Educação Infantil, sendo co-responsável por grandes avanços no desenvolvimento global das crianças.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 3,122 lComentário: 1

    O presente projeto visa trabalhar a função de compra e venda com crianças na educação infantil.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 1,534

    O presente texto visa proporcionar ao leitor um breve conhecimento sobre algumas das principais doenças oculares, tanto em caráter informativo como preventivo.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Saúde e Bem Estarl 23/12/2008 lAcessos: 18,658 lComentário: 11

    A Educação Infantil é o início da vida escolar de muitas crianças. Atualmente pode se dizer que todas as crianças passam por ela, tanto em creches, instituições publicas, ONGs ou em instituições particulares. Entretanto, em todas as situações é necessário que o profissional da Educação Infantil tenha um perfil apropriado a esta fase do desenvolvimento infantil, esteja aberto a sugestoes e a troca de experiências tão essenciais a este trabalho.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 23/12/2008 lAcessos: 76,832 lComentário: 13

    A maioria das instituições responsáveis pela Educação Infantil prioriza a alfabetização, deixando de lado aspectos psicomotores que são indispensáveis a este processo. O "brincar" é facilmente trocado pelo "alfabetizar" e assim vão surgindo várias dificuldades na aprendizagem da criança.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 22/12/2008 lAcessos: 19,097 lComentário: 5

    Pode se afirmar que Mobbing é o Bullying nas empresas, sendo o maior responsável pelo afastamento de muitos profissionais de seus locais de trabalho, bem como de situações desagradáveis envolvendo seus funcionários.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Relacionamentos> Relações Amorosasl 18/12/2008 lAcessos: 2,465 lComentário: 4

    Embora o Bullying tenha sido alvo de pesquisas envolvendo as séries iniciais e Ensino Médio, evidências comprovam sua prática também no Ensino Superior.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Ensino Superiorl 17/12/2008 lAcessos: 9,804 lComentário: 6
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast