Distúrbios de aprendizagem

Publicado em: 27/07/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,301 |

                     DISTINÇÃO DE DISTÚRBIO DE APRENDIZAGEM

 

DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM: caracteriza-se por um  baixo rendimento escolar, não relacionado a retardo mental, danos sensoriaism físicos ou desequilíbrios emocionais. Apresenta diversas causas: técnicas de ensino, meio familiar e escolar desestimulantes, recursos humanos, físicos ou didáticos, etc.

DEFICIÊNCIA DE APRENDIZAGEM: se associa a uma incapacidade intelectual, abrangendo retardos mentais - com comprometimento geral - motor, cognitivo, social que ocasionará um constante atraso na aprendizagem.

DISTÚRBIO DE APRENDIZAGEM: relaciona-se a alterações neurológicas, não associadas a deficiências ou dificuldades. Compreende aqueles que apresentam situações problemáticas envolvendo capacidades de expressão, compreensão e raciocíonio matemático, entretanto é comum a criança ter excelente desempenho em um conteúdo e não apresentar desenvolvimento em outro, Origina-se de disfunções cerebrais genéticas ou adquiridas.

                        

                         TIPOS DE DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM

Retardamento mental: provém de uma imaturação cerebral - desenvolvimento cerebral retardado - que prejudica o desenvolvimento da linguagem.

Lesão cerebral: poderá ocorrer por acidente e atingir centros nervosos vitais da aprendizagem.

Disfunção cerebral mínima, genética ou congênita: caracteriza-se pelo mau funcionamento do cérebro, por hereditariedade; má formação do embrião; problemas pré-natais, traumas sofridos pelo bebê na hora do parto ou problemas pós-parto.

É uma síndrome que pode aparecer em crianças com inteligência média ou superior, com problemas de aprendizagem ou certos distúrbios de comprtamentos, associados a desvio de funcionamento do sistema nervoso central.

Nesta disfunção destacam-se outras dificuldades: DISGRAFIA: ( traçado irregular das letras - letra feia, ilegível); DISORTOGRAFIA: (incapacidade de escrever corretamente - escrita espelhada, palavras erradas, etc); DISCALCULIA: (dificuldade em matemática -  número ou sequência numérica invertidos); DISLALIA: (dificuldade de expressar e articular palavras - a criança fala omitindo letras e palavras podendo escrever assim, fato que ocasionará a Dislexia.

Além de apresentarem também distúrbios neurológicos,distúrbios da inteligência, problemas de comportamento e problemas escolares;

Dislexia: refere- se a criança que apresentam dificuldades de aprendizagem específicas da leitura e escrita, não decodificam palavras simples;  omitem letras ou apalavras; trocam ou acrescentam letras; mostram insuficiência no processo fonológico; dificuldade de síntese - prejudicial à leitura.

Os distúrbios de aprendizagem não se resumem a um aspecto particular, mas a uma somatória  de fenômenos sociais, psicológicos, neurológicos, pedagógicos e familiares, que apresentam sentido pleno quando relacionado  à história de cada criança ou adolescente, ponderando-se as  interações e os conflitos que marcam essa história.

Portanto, os distúrbios de aprendizagem devem ser analisados e tratados, considerando todo o seu caráter histórico. 

 

 

 

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/disturbios-de-aprendizagem-2912350.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao educacao infantil dificuldade de aprendizagem disturbios de aprendizagem deficiencia de aprendizagem aprendizagem

    Comentar sobre o artigo

    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    O artigo discute as causas sobre as dificuldades de aprendizagem apontando a dislexia como uma das principais provedoras de dificuldades. Iniciou-se apresentando a origem do problema relativo às dificuldades de aprendizagem vista pela psicanálise, a partir daí apresentou-se os problemas que interferem na alfabetização, argumentou-se segundo as teorias dos vários autores pesquisados, sobre as dificuldades na leitura, além de dissertar sobre algumas concepções pedagógicas sobre alfabetização.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Educação Infantill 15/05/2014 lAcessos: 117
    Thiago R. Silva

    O presente artigo tem como intuito demonstrar os fatores que influenciam na dificuldade dos discentes no processo de leitura e escrita no período da alfabetização. Vale salientar que a prática pedagógica é fator preponderante na aquisição dessas habilidades e as dificuldades advindas desse processo, pois os mecanismos adotados pelos docentes durante a intervenção psicopedagógica propiciará a esses um avanço qualitativo no desenvolvimento cognitivo, social, cultura e até mesmo em seu relacionamen

    Por: Thiago R. Silval Educação> Educação Infantill 14/07/2011 lAcessos: 6,541

    Este trabalho tem como ponto de partida a coleta de informações a cerca da deficiência. Partindo do histórico das deficiências, buscou-se fazer um retrospecto histórico, abrangendo como foco a Deficiência Intelectual. Tendo assim como objetivo compreender a importância do jogo enquanto atividade lúdica, no desenvolvimento e aprendizagem da criança com Deficiência Intelectual.

    Por: Carina Heil Albrechtl Educaçãol 09/09/2010 lAcessos: 7,835 lComentário: 4
    Fábia Utsch

    No presente estudo tratei da inclusão apresentando o significado da palavra e trouxe o termo para a educação: escola e educação inclusiva. O termo inclusão se aplica em diversas situações e um cuidado especial precisa ser tomado para dar verdadeiro sentido à palavra na educação, pois se trata de aplicar o termo com pessoas. A partir dessa compreensão apresento algumas orientações para a inclusão na educação infantil.

    Por: Fábia Utschl Educação> Educação Infantill 28/11/2012 lAcessos: 133

    A discalculia é um distúrbio neurológico que afeta a habilidade com números. Esse distúrbio faz com que a pessoa se confunda em operações matemáticas. Hoje, acontece dos alunos que necessitam de atendimento diferenciado para o seu desenvolvimento cognitivo encontrarem um profissional não atualizado, que adota práticas educativas descontextualizadas, não observando os interesses e as necessidades dos aprendizes. Assim, o insucesso na aprendizagem aparece como consequência de um ensino inadequado.

    Por: Keila Regina da Silva Correial Educação> Ensino Superiorl 07/05/2011 lAcessos: 5,509

    O presente trabalho aborda um assunto de estrema importância para o avanço dos direitos educacionais garantidos na Constituição Brasileira, quando se entende que a educação é direito de todos. Em um breve histórico, que versa sobre o contexto no qual fizeram parte as pessoas com deficiência rumo ao processo de inclusão na educação superior, buscaremos apresentar os avanços relacionados à inclusão dos mesmos, como também as atenções voltadas para esse público de discente.

    Por: Duanne Granjal Educação> Ensino Superiorl 21/07/2011 lAcessos: 575

    Este trabalho científico contempla de maneira sucinta a Educação Inclusiva e a importância do psicopedagogo na área social e educacional, em especial a inclusão das crianças e adolescentes no âmbito da educação do Ensino Infantil ao Ensino Superior como também as questões de fazer valer à integração das leis na educação e da concepção da Psicopedagogia na formação das pessoas com necessidades especiais no âmbito escolar e social, utilizando a Prática pedagógica, da afetividade, da dedicação e do

    Por: Maria Ivanilda Campos Pinheirol Educação> Educação Infantill 02/12/2011 lAcessos: 2,293

    O presente artigo trata-se de um estudo de caso sobre o uso de softwares educativos no processo de aprendizagem do educando com sequelas decorrentes de Paralisia Cerebral. Para tanto, buscamos investigar como o uso de softwares educativos contribui no processo de aprendizagem de educando com tais sequelas. Neste sentido, recorremos ao método etnográfico, bem como a vídeografia, realizada em uma escola pública no município de Ipojuca/PE.

    Por: Domicia B. Lins de Santanal Educaçãol 06/05/2013 lAcessos: 90

    O estudo feito, nos leva a pensar em uma prática educativa respaldada na teoria, porém jamais podendo esquecer que no dia-a-dia como profissional da psicopedagogia, estará na companhia de indivíduos que são capazes de construir seu próprio conhecimento. O psicopedagogo tem o papel de investigar e intervir mediante as dificuldades.

    Por: Michele -Psicopedagogal Educação> Ensino Superiorl 10/06/2011 lAcessos: 1,819 lComentário: 1
    Fábia Utsch

    Esta pesquisa tem por objetivo mostrar que as crianças que são portadoras de autismo podem e devem se adaptar ao meio social e comunicativo, promovendo a busca pela sociabilidade e independência. Objetiva ainda, mostrar como identificar e estabelecer formas de reconhecimento do autismo.

    Por: Fábia Utschl Educação> Educação Infantill 28/11/2012 lAcessos: 247
    Simone Andrade R. S. Rodrigues

    No cenário educativo, os jogos ajudam a criança no seu desenvolvimento físico, afetivo, intelectual e social, pois, por meio das atividades lúdicas, a criança forma conceitos, reforça habilidades, estabelece relações lógicas, além de desenvolver a expressão oral e corporal.

    Por: Simone Andrade R. S. Rodriguesl Educação> Educação Infantill 27/10/2014
    Simone Andrade R. S. Rodrigues

    Entende-se por racismo no futebol, qualquer prática racista oriunda de xingamentos ou algum tipo de sinal obsceno, praticada em campo durante alguma partida de futebol ou ainda nas arquibancadas, direcionada a algum dos participantes diretos da partida. A rivalidade entre times pode ser uma das explicações, mas alguns casos se tornaram tão polêmicos que atingiram em cheio a mídia e as pessoas pela revolta do ato completamente errôneo.

    Por: Simone Andrade R. S. Rodriguesl Educação> Educação Infantill 26/10/2014
    Simone Andrade R. S. Rodrigues

    Iniciamos esta discussão indagando aos nossos leitores se em algum momento pararam para observar as inúmeras expressões faciais que docentes e educandos protagonizam em sala de aula? Frente a isto nos questionamos: o que aconteceu com nossos alunos? O que houve com a docilidade, amabilidade, respeito, e admiração com a figura docente? Por quais caminhos se dispersaram? E por que não dizer a humanização do ambiente escolar?

    Por: Simone Andrade R. S. Rodriguesl Educação> Educação Infantill 26/10/2014
    edivaldo coelho da silva

    EDUCAÇÃO NAS ESCOLAS SOBRE SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CRIANÇAS PARA AS MESMAS AO CHEGAS DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES ESTAREM PREPARADAS PARA AS ADVERSIDADES DOS RISCOS ENCONTRADOS NAS ATIVIDADES LABORAIS A ATUAR COM SEGURANÇA.

    Por: edivaldo coelho da silval Educação> Educação Infantill 26/10/2014 lAcessos: 11
    ELISETE AMADOR PEREIRA

    Nosso artigo de opinião vem tratando do perfil ou papel do Coordenador Pedagógico em nossa escola, na cidade de Alto Araguaia- MT. Percebemos que o papel do Coordenador Pedagógico em nossa escola tem sido diferente do que realmente deve ser, ou seja, o Coordenador Pedagógico tem desempenhado funções alheias às suas, fazendo mais o papel administrativo e burocrático do que o pedagógico. é sobre isso que falaremos aqui, dando nossa opinião.

    Por: ELISETE AMADOR PEREIRAl Educação> Educação Infantill 23/10/2014

    O presente artigo aborda o sistema de ensino de língua portuguesa envolvendo o aluno com dislexia e os professores que atuam na 5º serie, no contexto educacional de nível fundamental II.Visa investigar, as metodologias adotadas em sala nas aulas de língua portuguesa e se são suficientes para proporcionar aulas apropriadas quão grandemente necessárias, para contemplar as especificidades do aluno disléxico, de maneira a assegurar o seu aprendizado.

    Por: Taynara Freitas de Souzal Educação> Educação Infantill 22/10/2014 lAcessos: 15

    As conexões entre brincar, aprender e ensinar são perceptíveis quando o educador consegue conciliar os objetivos pedagógicos com os objetivos dos alunos. Ensinando a aprender contribuindo para o desenvolvimento da subjetividade, para a construção do ser humano autônomo e criativo, preparando para o exercício da cidadania e da vida coletiva incentivando a buscar justiça social e igualdade com o respeito à diferença.

    Por: Rosana Maciel Averl Educação> Educação Infantill 12/10/2014 lAcessos: 39

    Este artigo tem como objetivo apresentar a pesquisa sobre o impacto do programa escola da família na vida de crianças e adolescentes da Escola Vicente Minicucci na cidade de Franca . A pesquisa foi desenvolvida na Escola Estadual Vicente Minicucci, na cidade de Franca - SP. Seguindo os métodos de observação e questionário aplicados aos responsáveis e participantes do programa. Foi possível perceber que esse programa tem sido de suma importância pelo fato de tirar as crianças da rua, lugar

    Por: Leticia Oliveiral Educação> Educação Infantill 06/10/2014 lAcessos: 24

    Para que haja um processo inclusivo significativo na Educação Infantil é necessário que se pense um trabalho que envolva esta prática.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 2,502 lComentário: 1

    A musicalização é fator primordial na Educação Infantil, sendo co-responsável por grandes avanços no desenvolvimento global das crianças.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 3,119 lComentário: 1

    O presente projeto visa trabalhar a função de compra e venda com crianças na educação infantil.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 1,532

    O presente texto visa proporcionar ao leitor um breve conhecimento sobre algumas das principais doenças oculares, tanto em caráter informativo como preventivo.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Saúde e Bem Estarl 23/12/2008 lAcessos: 18,620 lComentário: 11

    A Educação Infantil é o início da vida escolar de muitas crianças. Atualmente pode se dizer que todas as crianças passam por ela, tanto em creches, instituições publicas, ONGs ou em instituições particulares. Entretanto, em todas as situações é necessário que o profissional da Educação Infantil tenha um perfil apropriado a esta fase do desenvolvimento infantil, esteja aberto a sugestoes e a troca de experiências tão essenciais a este trabalho.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 23/12/2008 lAcessos: 76,722 lComentário: 13

    A maioria das instituições responsáveis pela Educação Infantil prioriza a alfabetização, deixando de lado aspectos psicomotores que são indispensáveis a este processo. O "brincar" é facilmente trocado pelo "alfabetizar" e assim vão surgindo várias dificuldades na aprendizagem da criança.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 22/12/2008 lAcessos: 19,075 lComentário: 5

    Pode se afirmar que Mobbing é o Bullying nas empresas, sendo o maior responsável pelo afastamento de muitos profissionais de seus locais de trabalho, bem como de situações desagradáveis envolvendo seus funcionários.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Relacionamentos> Relações Amorosasl 18/12/2008 lAcessos: 2,464 lComentário: 4

    Embora o Bullying tenha sido alvo de pesquisas envolvendo as séries iniciais e Ensino Médio, evidências comprovam sua prática também no Ensino Superior.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Ensino Superiorl 17/12/2008 lAcessos: 9,781 lComentário: 6
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast