Família e Escola: uma parceria de sucesso

11/12/2013 • Por • 4,603 Acessos

Desenvolvimento

Diante de todas as constatações acerca da presença e participação dos pais na educação do filho, é para a melhor aprendizagem  porém cada vez menos os pais estão aparecendo nas escolas, a grande maioria alegam a falta de tempo, porque tantos pais quanto mães hoje cumprem jornadas de trabalhos extensas e exaustivas. As famílias que conseguem acompanhar a vida escolar dos filhos de maneira adequada, infelizmente é a minoria. Em uma pesquisa da fundação Victor Cibita (FVC) que sondou 840 pais de alunos da rede publica de São Paulo os entrevistados consideraram a própria participação de seus filhos como o terceiro fator mais importante para o professor ensinar melhor, com isso o aluno se sente seguro, que está sendo amado e acompanhado pelos pais, sua autoestima favorece para uma  melhor aprendizagem.

Na pratica o papel da família  inclui  garantir um espaço adequado para a realização das tarefas, dar aceso as fontes de pesquisas,0fornecer os materiais necessários, estabelecer com a criança ou o adolescente uma rotina de estudos, cobrar  pontualidade, concentração e capricho e até solicitar que o trabalho seja refeito quando visivelmente foi  produzido  só por obrigação. Sua principal missão é estimular o comprometimento e a responsabilidade.

Educar exige cuidados e cuidar com amor é educar, envolvendo, acolher, ouvir , encorajar e apoiar no sentido de desenvolver e construir conhecimento para a vida. Não se aprende só ouvindo, mas fazendo, praticando.

Contudo cabe a família essa educação informal, pois a escola é uma extensão da educação formal. Educar para crescer.

Referencias bibliográficas

Revista Claudia nov./2012

Brasil. Ministério da educação/Conselho Nacional de Educação. Parecer CNB/CEB n°7/2010-Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. http://portal.mec.gov.br.