O processo de intervenção psicopedagógica

Publicado em: 05/09/2012 |Comentário: 0 | Acessos: 160 |

                              O PROCESSO DE INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA

        O processo de intervenção psicopedagógico tem em muito enfatizado as mudanças ocorridas na sociedade no decorrer do tempo, a imposição dos educadores e da família para uma rápida absorção dos conteúdos, que são trabalhados de forma complicada e extremamente cansativa na vida do aluno, faz levar as diversas considerações quais as hipóteses devem ser trabalhadas para tratar terapeuticamente o problema de aprendizagem do aluno.

        A psicopedagogia leva em consideração os estudos relacionados de ordem familiar e afetiva, que vai determinar as mudanças ocorridas nas questões emocionais do aluno e suas alterações comportamentais junto as atividades escolares que são impostas pelo o educador no decorrer das fases que irão ser trabalhadas para uma breve formalização do processo de ensino-aprendizagem da criança.

         Segundo Bossa ( 1994) é dever do psicopedagogo  analisar e captar sempre as perturbações referente ao processo de aprendizagem , havendo possibilidades de um acompanhamento participativo  da esfera educativa  , ajudando na interação  , onde deve haver a promoção de ações metodológicas, sendo essas ações adaptadas conforme a realidade  de cada indivíduo da esfera social , do qual  acontece os processos de orientação. O psicopedagogo transcorre em sua participação, através da equipe e possíveis projetos  tanto teóricos quanto na prática  de  planejamentos políticos educacionais , fazendo com que toda a comunidade escolar possa repensar nas atitudes docentes  e suas necessidades particulares no processo de ensino-aprendizagem.

          Portanto, é possível analisar que as atitudes tomadas pela comunidade escolar devem ser de toda a forma contemplada pela família da criança e suas interações quanto a autonomia da criança em aprender, e através desse processo único do desenvolvimento cognitivo do aluno será analisado durante o processo  de intervenção psicopedagógico.

        O sistema emblemático das relações familiares tem sido analisado através de sua importância no convívio da vida escolar do aluno e suas alterações comportamentais que irá de certa forma influenciar durante o processo terapêutico e análise do problema de aprendizagem apresentado pela criança, sendo comparado ao processo único de análise das hipóteses do que está ocasionando a problemática no processo de aprendizagem.

         De acordo com Souza (1995, p.58) os problemas psíquicos que se encontram na criança, podem servir de obstáculos no seu desenvolvimento cognitivo, e também em suas interações familiares  de maneira que as relações da criança com a família é  de grande influencia no processo de aquisição de seu conhecimento.

        Portanto é necessário que a família tenha uma atitude em saber interagir com a criança na medida em que o processo de aprendizagem vá ocorrendo naturalmente, e sua capacidade cognitiva vá absorvendo toda a contemplação de uma aquisição de conhecimento único que é trabalhado dentro de sala de aula, e que se for apresentado algum problema neste processo de interação, é necessário a intervenção terapêutica do psicopedagogo.

        Segundo Fernandez (1990, p.57) o processo de aprendizagem está dividido entre organismo, corpo, inteligência e desejo) e que estes quatro níveis estão ligados quando for constatado os problemas de aprendizagem apresentado pelo o aluno.

       A intervenção terapêutica deve trabalhar junto as ações conjuntas do desenvolvimento dos fatores que irão contribuir para o surgimento das dificuldades de aprendizagem apresentada pela criança, e também for analisar a participação da família e sua interação junto ao convívio da criança com os pais e a  escola.

Referência bibliográfica:

 BOSSA, Nadia A. A Psicopedagogia no Brasil: contribuições a partir da prática. Porto

Alegre, Artes Médicas, 2000.

FERNÁNDEZ, Alícia.  A inteligência aprisionada.  Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.       

http://www.psicopedagogia.com.br/opiniao/opiniao.asp?entrID=211

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/o-processo-de-intervencao-psicopedagogica-6169165.html

    Palavras-chave do artigo:

    psicopedagogia

    ,

    educacao

    ,

    alicia fernandez

    Comentar sobre o artigo

    João Beauclair

    Este artigo pretende abordar algumas questões essenciais no que concerne à formação pessoal em Psicopedagogia no nosso tempo presente. Compreende ser necessário ter coragem para re-significar os caminhos da Educação contemporânea e procura traçar os principais dilemas, desafios e tensões presentes na formação pessoal do/a psicopedagogo/a. A partir de uma sucinta discussão sobre os processos de autoria de pensamento como alternativa a tal questão, reforça que a pesquisa e práxis permanente, no agir e no pensar cotidiano, podem colaborar para que novas e significativas aprendências e ensinagens surjam no cenário da formação em Psicopedagogia no Brasil.

    Por: João Beauclairl Educaçãol 16/03/2009 lAcessos: 1,519
    Daniel Caraúna da Motta

    O que é psicopedagogia? Como e onde surgiu? Surgimento do termo "psicopedagogia" Objetivos e fundamentos primários... etc.

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Educação> Ciêncial 10/06/2011 lAcessos: 7,808

    Atrelada aos vários campos científicos, a psicopedagogia emerge da necessidade de buscar soluções para os problemas de aprendizagem. Este artigo apresenta uma discussão sobre o campo de atuação e a importância do psicopedagogo frente às dificuldades de aprendizagem. Através de um estudo bibliográfico selecionou-se os pontos relevantes para esta discussão. O psicopedagogo precisa incidir suas atenções na dificuldade de aprendizagem, prevenindo-a e/ou resolvendo-a.

    Por: Maria Luiza Ferreira Duquesl Educação> Ciêncial 27/06/2011 lAcessos: 7,471

    Palavras-chaves: Teoria, Intervenção, Aprender, Diagnóstico, Tratamento, Atuação do Psicopedagogo, Computador.

    Por: Rosania Richa Virginio de Barrosl Educaçãol 13/10/2009 lAcessos: 7,931
    Ivan Dionizio: Sociologo.

    Considerando a escola responsável por grande parte da formação do ser humano, o trabalho do Psicopedagogo na instituição escolar tem um caráter preventivo no sentido de procurar criar competências e habilidades para solução dos problemas. Com esta finalidade e em decorrência do grande número de crianças com dificuldades de aprendizagem e de outros desafios que englobam a família e a escola, a intervenção psicopedagogico ganha atualmente espaço nas instituições de ensino e empresariais.

    Por: Ivan Dionizio: Sociologo.l Educação> Ensino Superiorl 13/02/2012 lAcessos: 3,076

    O olhar clínico em psicopedagogia é um olhar que tem a intenção de perceber um sujeito que aprende, de forma inteira, em relação com os outros sujeitos, com a cultura, com a história, com os objetos de aprendizagem e com as normas estabelecidas no contexto em que vive.

    Por: Maria Zilda da Silva Barbosal Educação> Educação Onlinel 25/11/2014
    João Beauclair

    Escrever este artigo, "para chegar aos olhos, ouvidos e coração dos professores, educadores, psicopedagogos," enfim, sujeitos em interação com a aprendizagem humana foi um desafio aceito por ser esta uma das missões que buscamos realizar. Cabe-nos, à medida que nos posicionamos no ato de caminhar, e seguir caminhando depois de já ter percorridos alguns percursos, autorizarmo-nos ao sentipensar probabilidades e (im)possibilidades de sistematização de uma Didática do Assombro.

    Por: João Beauclairl Educação> Ensino Superiorl 25/07/2012 lAcessos: 157
    João Beauclair

    Com o campo de movimentações que se abre a cada um de nós ao estudar e aprender sobre Psicopedagogia, uma questão logo nos é posta: como sair do lugar de alunos, onde sempre estivemos ao longo de nossas formações? Lugar este onde, mesmo com todas as boas vontades de plantão, fomos e ainda somos, sujeitos passivos, nem sempre ouvintes atentos, por tantas vezes distraídos com outros temas, coisas outras, latentes em nosso viver.

    Por: João Beauclairl Educaçãol 23/08/2010 lAcessos: 247

    O presente trabalho especifica que através dos jogos e brincadeiras a criança adquire aprendizagem significativa, pois o ato de brincar proporciona para a ela uma relação entre as coisas e pessoas e ao compará-las constrói o seu conhecimento, a sua percepção de mundo e a estruturação de seus aspectos sociais, culturais e familiares, retratando seu contexto e percebendo seus futuros papéis, favorecendo assim seu desenvolvimento cognitivo, social e emocional.

    Por: Flávia Regina Araujol Educação> Educação Infantill 25/11/2011 lAcessos: 1,279

    Como obter as informações de que necessitamos para acompanhar os percursos dos estudantes? Como apreender os modos como eles representam os conceitos? Como saber o que pensam sobre o que ensinamos para pensarmos nas possibilidades pedagógicas que assegurariam a qualidade do ensino-aprendizagem? Como proceder para que os estudantes evidenciem seus avanços e suas dificuldades?

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014 lAcessos: 12

    Aprender com prazer, aprender brincando, brincar aprendendo, aprender a aprender, aprender a crescer: a escola é, sim, espaço de aprendizagem. Assim, é fundamental que cada professor se sinta desafiado a repensar o tempo pedagógico, analisando se ensina o que é de direito para os estudantes e se a seleção de conteúdos, capacidades e habilidades é de fato importante naquele momento.

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014 lAcessos: 21

    A prática educativa está fortemente relacionada a processos de comunicação e interação entre os seres, que a utilizam para assimilar seus saberes, habilidades, técnicas, valores, atitudes, e, através disso, construir novos saberes. Sendo assim, não se pode reduzir a educação ao simples ato de ensinar e a pedagogia como um conjunto de métodos que possibilita o ensino. Sendo assim, surge um questionamento essencial a todo aquele que quer compreender, viver e fazer pedagogia: quem é o pedagogo?

    Por: Maria Cristinal Educação> Educação Infantill 18/11/2014

    A questão da inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais em todos os recursos da sociedade ainda é muito incipiente no Brasil. Movimentos nacionais e internacionais têm buscado um consenso para formatar uma política de inclusão de pessoas portadoras de deficiência na escola regular.

    Por: Jania Gasques bordonil Educação> Educação Infantill 17/11/2014
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Nos anos iniciais, a disciplina que trabalha as noções históricas, de espaço e tempo é chamada de Estudos Sociais. Neste período o professor deve transmitir aos alunos noções fundamentais de organização da vida em sociedade, de como se organiza o próprio município, da atuação das autoridades, organizações e hierarquias, noções de respeito e educação cidadã, além dos deveres e direitos humanos.

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 15
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Como todos já sabem e ouviu-se muito falar, a educação autônoma é a mais viável e satisfatória nos dias de hoje. Com tantas transformações ocorrendo em tempo real, e em nível econômico, político e social, além de cultural também. Com base nisto, quero colocar alguns dos meus pensamentos sobre a educação.

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 11
    Liamara Lucia de Almeida Cacho

    Há tempos busca-se formar integralmente o homem, provavelmente, nenhuma palavra expressa mais essa ideia de formação humana que a palavra, oriunda da Cultura Grega, Paídeia, que exprimia o ideal de desenvolver no ser homem aquilo que era considerado próprio da sua natureza, essa ideia perpassou o humanismo renascentista chegando até aos nossos dias atuais. Diante disso, cabe perguntar: O que significa essa totalização da formação humana? Pode ser definido em um único conceito?

    Por: Liamara Lucia de Almeida Cachol Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 13

    A educação inclusiva é voltada de todos para todos, os ditos "normais" e as pessoas com algum tipo de deficiência poderão aprender em conjunto. Uma pessoa dependerá da outra para que realmente exista uma educação de qualidade. A função de separar e classificar os alunos, rotulando-os como menos ou mais capazes, dá lugar a de escolher cada um, valorizando suas potencialidades, sua linguagem, suas diferenças, bem como os instrumentos que ampliam suas possibilidades de aprender, de comunicar e de i

    Por: Darci Martinsl Educação> Educação Infantill 14/11/2014 lAcessos: 17

    este artigo tem como objetivo ao estudo da psicomotricidade e sua contribuição em seu processo de ensino-aprendizagem da criança e suas ações que possibilitam o trabalho do professor frente ao aluno que apresentam dificuldades em seu comportamento psicomotor e como os profissionais de educação poderá trabalhar através de atividades e observação comportamental do aluno , as emanações que o corpo deste mesmo aluno , muitas d vezes é um caminho a ser percorrido para um aprimoramento metodológico.

    Por: Rogério Dantas de Souzal Educação> Educação Infantill 23/02/2011 lAcessos: 789

    Este texto trata de estudos e pesquisas relacionados a problemática da qualidade de ensino , a diminuição da evasão escolar e o aumento de concluintes do ensino fundamental relacionando a metodologia de Paulo Freire em que o processo de ensino-aprendizagem ocorrem naturalmente.

    Por: Rogério Dantas de Souzal Educaçãol 25/06/2009 lAcessos: 970

    este texto vem apresentar um estudo relacionado forma de socialização do indivíduo perante a educação e as formas metodológicas como são passados os conteúdos nas escolas e como a educação é um processo de libertação do indivíduo na sociedade.

    Por: Rogério Dantas de Souzal Educaçãol 12/06/2009 lAcessos: 1,296

    Este artigo tem como finalidade apresentar as formas de comunicação e linguagem da elite e da classe trabalhadora tal como elas atuam na sociedade e sua influência na educação.

    Por: Rogério Dantas de Souzal Educaçãol 07/05/2009 lAcessos: 6,782
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast