O Reforço Escolar E A Melhoria Da Apendizagem Dos Educandos

Publicado em: 01/10/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 15,401 |

1.O que fazer para vencer as dificuldades encontradas na escola?

 

Na maioria das escolas públicas brasileiras, é comum encontrarmos grande parte dos educandos com enormes dificuldades de aprendizagem, esses alunos se sentem inferiores por não acompanhar o ritmo da turma. É com esse propósito que o reforço escolar vem romper as barreiras da desigualdade de raciocínio, auxiliando o professor a fazer com que os educandos adquiram as competências almejadas.

A falta de assimilação do que o professor fala e explica por parte dos alunos, tem gerado um debate de alta relevância, já que a aprendizagem é o ponto chave para o desempenho de tudo. Procurando buscar subsídios para fazer acontecer a aprendizagem, percebeu-se que precisava-se de algo diferente capaz de estimular o gosto pela escola.

O reforço escolar tem por objetivo a aprendizagem dos educandos em nível de desigualdade com o ritmo da turma, consolidando e ampliando os conhecimentos, enriquecendo as experiências cultuais e sociais, para assim ajudá-lo a vencer os obstáculos presentes em sua aprendizagem.

Para que o reforço escolar tenha êxito, é necessário bastante cuidado como planejamento, definição de metas, escolha de alternativas envolvendo os educandos, e principalmente a união de pais escola e comunidade para assim ser uma ação articulada em conjunto. O reforço tem que fazer parte do plano pedagógico da escola e desenvolvido na própria escola pelos professores em um horário diferente do turno das aulas normais, deve ter características diferentes das aulas, más, ao mesmo tempo uma integração entre elas, para que o educando seja estimulado a aprender de forma nova.

Durante as atividades de reforço escolar, é possível desenvolver um conjunto de atividades bastante amplo, atividades que interessem os alunos pelo novo, más que faça parte do seu dia-a-dia, dando assim um sentido ao que aprender, assim fazendo com que as atividades aconteçam de forma contínua, ou seja, mesmo que o aluno esteja em casa, na rua, na igreja, etc. ele aprenderá e fará relação do que ver com a sala de aula, pois quando um conhecimento tem sentido na sua vida, se faz relação do conteúdo com o cotidiano.

         Os alunos que  participam do reforço escola, sempre apresentam avanços em sua aprendizagem, pois tiveram voltados pra si a atenção necessária  para desenvolver-se.Muitas das vezes os regentes de ensino não se preocupam com os alunos com nível de aprendizagem baixa, e vão seguindo ministrando suas aulas como que eles fossem invisível, o que piora a situação na maioria, pois as dificuldades são acumuladas e os alunos passam a se ver como incapazes.

            É nesta proposta que se da a importância da observação dos educandos, o professor precisa conhecer bem seus alunos, para assim identificar as principais dificuldades enfrentadas por eles e descobrir a melhor maneira de barrá-las.São muitas as maneiras de deixar uma aprendizagem mais criativa, jogos, musicas, livros, passeios, historias, etc.São apenas poucas das inúmeras formas de ludicidar o aprender , e cabe ao educador encontrar a melhor maneira pois só ele é capaz de conhecer seu aluno.

 

 

Considerações finais

 

Ao final fica demonstrado o quanto o reforço escolar tem importância na vida de todos na escola, ele é algo que deve ser incentivando para que todos venham a ter oportunidades iguais de aprendizagem, podendo se tornar cidadãos ativos, críticos e participativos no âmbito de nossa sociedade.fica também exposto que o reforço é algo que vem para somar o é dado em sala de aula e não pode ser uma aula avulsa, sem planejamento e sem nenhuma ligação com o cotidiano do aluno.

 

Referências Bibliográficas

 

 DANTE, Luiz R. A didática e a resolução de problemas.São Paulo: Ática, 1989.

 

PARANÁ.Secretaria de Estado de Educação.  Ensinar e aprender.Impulso inicial e vol. 1 a 3. Curitiba: SEED, 1997

 

 

 

 

 

 

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/o-reforco-escolar-e-a-melhoria-da-apendizagem-dos-educandos-1290785.html

    Palavras-chave do artigo:

    palavras chaves escola

    ,

    dificuldades de aprendizagem

    ,

    solucao

    Comentar sobre o artigo

    Janaina Silveira

    O presente artigo aborda a temática das dificuldades de aprendizagem no que diz respeito à atuação do professor na tentativa de minimizá-las e de propiciar aos alunos a construção do conhecimento de modo significativo.

    Por: Janaina Silveiral Educaçãol 09/03/2011 lAcessos: 4,783

    fazer a relação entre a função do professor como mediador da aprendizagem e como pessoa humana de múltiplas relações no mundo.

    Por: Jorge Rocha Gonçalvesl Educação> Ensino Superiorl 29/05/2010 lAcessos: 1,140

    A criança perante um "ambiente bem estruturado e preparado" se mantém mais interessada em aprender. E com a socialização aprendem a "sorrir mais", pois se relacionam com mais pessoas para se comunicarem e se desinibirem, soltando assim sua criatividade em interação com "outras crianças e outros adultos," e aceitam os incentivos recebidos com preparação e amor de todos da instituição.

    Por: Priscila Bazonl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 28/08/2011 lAcessos: 2,729

    A presente pesquisa foi elaborada tendo por objetivo estudar o fenômeno assédio moral nas relações de trabalho educacional em face de sua relevância na sociedade. Desta forma pretende-se conhecer, analisar e compreender este mal que atinge as instituições de ensino, buscando contribuir para o esclarecimento do fenômeno, como preveni-lo e reprimi-lo.

    Por: Arianal Educação> Ensino Superiorl 02/04/2011 lAcessos: 1,294

    RESUMO O presente artigo objetiva em analisar o papel do psicopedagogo e as suas intervenções nas dificuldades de aprendizagem. É preciso criar meios eficazes e inovador na construção do saber, porque o problema de dificuldades de aprendizagem dentro do espaço escolar é uma das problemáticas com a qual o psicopedagogo e o educador deparam-se constantemente nos dias atuais. O profissional nessa área deve procurar promover a melhor maneira possivel de utilizar a intervenção psicopedagogica como t

    Por: pedro josél Educação> Ensino Superiorl 23/11/2012 lAcessos: 320

    O ensino de língua inglesa em um mundo globalizado se torna essencial a todos, pois, independente da razão, seja ela econômica, social, diplomática ou comercial, a necessidade de falar um idioma e conhecer a cultura de outra nação é bem antiga, por isso, os PCNs incluíram dentro dos seus parâmetros o ensino de língua inglesa. Porém, os discentes de faculdades e universidades sentem dificuldades em adquirir esse idioma e transmiti-lo.

    Por: Dayse S. Damascenol Educação> Línguasl 07/11/2010 lAcessos: 3,946 lComentário: 2

    A presente monografia vem demonstrar que o brinquedo e a brincadeira na pré-escola é de um aspecto muito importante na interação da criança com o adulto, com o outro. E a brincadeira em grupo serve para socializar crianças e a compreensão de regras. Elas aprendem a lidar com os sentimentos, interagir, resolver conflitos e desenvolver a imaginação e criatividade para resolver problemas. E, portanto, contra este pensamento que buscamos e é de fundamental importância que professores tenham conhe.

    Por: João do Rozario Limal Educação> Educação Onlinel 01/06/2008 lAcessos: 126,583 lComentário: 14

    Sendo o Projeto Pedagógico um documento referencial para o desenvolvimento de um ensino de qualidade, o estudo aborda a importância da participação do professor na sua elaboração e na sua implementação. A pesquisa se baseia em nossa experiência em educação no Ensino Fundamental e Infantil onde percebemos que não é comum a participação dos docentes nos planos da escola, principalmente, o Projeto "Político" Pedagógico, e que o mesmo quase sempre não está à disposição da comunidade escolar. Assim,

    Por: Neide Pena Cárial Educação> Ensino Superiorl 26/06/2011 lAcessos: 13,056

    O presente estudo vem a ser uma resposta que desejo dar a mim mesma desde quando iniciei minha carreira de professora, sempre vi os professores acarretados de tarefas, na preparação de aula, preocupados com novas dinâmicas de ensino para tornar a aula mais interessante, mais atraente aos olhos dos alunos. Como resultado desses esforços sempre via os professores infelizes e desanimados, porque as atividades não foram recebidas como o planejado pelo professor, enfim este teve suas expectativas fru

    Por: MARRUSHl Educação> Educação Infantill 10/06/2012 lAcessos: 458

    O presente artigo traz informações acerca do reforço escolar, e, sua contribuição para o processo ensino aprendizagem como ferramenta de auxilio na formação do individuo, a fim de sanar as dificuldades decorrentes de vários fatores - externos e internos - que comprometem o letramento e a alfabetização desta criança. Este estudo tem como objetivo geral: investigar de que maneira o reforço escolar tem contribuído para o processo ensino aprendizagem e como objetivos específicos: estimular o aprende

    Por: LUCINETE ARAGÃO MASCARENHASl Educação> Educação Infantill 09/02/2015 lAcessos: 32

    Ao destacar o tema "dificuldade de aprendizagem" muitos confundem esta concepção com uma desatenção em sala de aula ou 'espírito bagunceiro' das crianças. Mas a dificuldade de aprendizagem é tratada por muitos teóricos e estudiosos como um distúrbio ,que pode ser gerado por uma série de problemas cognitivos ou emocionais , afetando o individuo em qualquer área do desempenho escolar.Este artigo visa apresentar uma breve reflexão sobre essas concepções

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015

    Esta temática esta presente diariamente em reuniões que buscam analisar e discutir o problema, para então apontar formas para resolver os distúrbios disciplinares no cotidiano das escolas. A desmotivação e a indisciplina são os maiores obstáculos apresentados pelos professores, que se deparam no dia a dia com à desordem em sala de aula e na escola, além de apresentar como parte desta reclamação a desatenção dos alunos, a falta de interesse e de respeito dos estudantes.

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015

    Este presente Artigo trata de uma reflexão sobre a temática da disortográfia e a importância do trabalho em conjunto dos profissionais educacionais, pacientes e familiares no diagnóstico,tratamento e superação desta distúrbio. Descrevendo a importância do apoio psicopedagogico para se superar tal dificuldade expressa e identificada geralmente nas séries iniciais do Ensino Fundamental.

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Infantill 27/03/2015

    Acredito que o gosto pela leitura se apreende, é lendo que as pessoas aprendem a gostar de ler, e já de pequenos podemos, ou não, criar o hábito de leitura. Já dizia Carlos Drummond de Andrade que "a leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede".

    Por: MARCIA AP.M.FARIASl Educação> Educação Infantill 25/03/2015

    Os contos nasceram, em geral, dos mitos; representam simbolicamente os acontecimentos humanos e sociais e reproduzem, em personagens e situações, valores que atravessam os séculos, porque correspondem a características permanentes do ser humano. Nelly Novaes Coelho, em seu livro Literatura Infantil: teoria, análise, didática, divide esse tipo de narrativa em contos de encantamento, contos maravilhosos e contos de fadas.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 14

    Uma das características mais marcantes da sociedade atual é seu alto grau de racionalização, isto é, cada vez mais de organiza em função do melhor aproveitamento do tempo. A busca incessante do lucro e de uma maior produtividade submete todos os setores da vida social às mais variadas formas de planejamento. A Educação na fica fora dessa tendência e nem escapa dessa racionalização.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015

    A escola tem sido responsabilizada há algum tempo pelos desvios de comportamento que se observa na vida social. Mas será sempre ela que tem essa responsabilidade? Ou será que ela responsabilidade foi imposta sem maiores questionamentos e agora de quem deve ser cobrada a recuperação dos indivíduos que não tem o comportamento esperado pela sociedade?

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 22

    Criar sempre foi uma característica do ser humano. Com essa capacidade o homem cria mas precisa ser despertado e isso só acontece com sua interação com o mundo. Desde o inicio dos tempos o homem cria e produz novas tecnologias. Sempre movido por suas necessidades e desejos. Assim, através dos objetos inventados modifica o mundo e sua relação com o universo. Desde as mais antigas ferramentas até os mais modernos aparelhos percebe-se que a tecnologia é útil, necessária e fascinante.

    Por: Alexandrina M. P. de Fariasl Educação> Educação Infantill 08/03/2015 lAcessos: 14

    Comments on this article

    1
    patricia 29/03/2011
    ola,to cursando o curso de psicologia,e gostaia que vc falasse um pouco sobre o reforço nas faculdades(nivelamento ou aprimoramento).
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast