Projeto de música na escola

Publicado em: 12/06/2010 |Comentário: 1 | Acessos: 6,532 |

ESTADO DE GOIÁS

SUBSECRETARIA REGIONAL DE URUAÇU

COLÉGIO ESTADUAL JOSINO SILVA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Elaborado por:

 

Iracilda Silva de Araújo

Professora

 

Rossimar Pereira da Costa Oliveira

Diretora

 

Amaralina – GO, 28 de Janeiro de 2010.

 

 

I – IDENTIFICAÇÃO

 

 

 

 

 

Título do projeto: Educação Musical

 

Duração: Ano letivo de 2010

 

Número de estudantes: 40

 

Subsecretaria Regional de Uruaçu

 

Município de Amaralina

 

Unidade Escolar: Colégio Estadual Josino Silva

 

Professor responsável: Iracilda Silva de Araújo

 

Telefone: (62) 3384 3134

 

Endereço eletrônico: sacildapgtu@hotmail.com

 

Amaralina –GO, 28 de janeiro de 2010.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

II – INTRODUÇÃO

 

 

Uma notícia de jornal, um programa de rádio, um show na TV, um evento distinto e até um festival marcam que a midiabilidade é fator presente e primordial do século XX; enfim, a produção dessa força áudio-visual atenta e atende às mais distintas e distantes áreas da população brasileira e mundial.

 

A música tanto vocal quanto instrumental, resulta da necessidade de aproveitamento dessas tendências e aptidões artísticas dos alunos. Consistindo, praticamente, em treino intensivo da música vocal e instrumental para o desenvolvimento estético e artístico do educando. Procura aproveitar a habilidade criadora, explorando e incentivando o gosto pela música.

 

As atividades musicais servem-se de oportunidades várias, que as demais atividades do currículo oferecem para atividades de canto individual ou conjunto. Nas comemorações escolares, estejam elas ligadas à Integração Social ou a Língua Portuguesa, deve-se aproveitar tais acontecimentos para exercícios musicais proveitosos de educação artística.

 

Ensina-se a cantar, buscando-se manifestações dos alunos interessados em cantar. A voz, o ritmo e a própria expressão, resultam de atividades naturais de canto coral e individual.

 

As combinações de sons nas composições, as emoções transmitidas e interpretadas pela voz, formam-se atividades essencialmente educativas da inteligência, da sensibilidade e do raciocínio não menos úteis às emoções e aos pensamentos, como meio de comunicação muito proveitosos à aprendizagem.

 

No entanto o canto,ao mesmo tempo em que exercita as cordas vocais e os movimentos respiratórios, auxilia a moral na formação de bons hábitos do cidadão, levando ao educando o conhecimento de novas tendências tanto artísticas quanto lingüísticas, ou seja, preparando-o para a vida.

 

 

III–JUSTIFICATIVA

 

 

 

 

O projeto de música "Alunos En Canto" do Colégio Estadual Josino Silva, tem a finalidade de trazer pra comunidade escolar, experiências de vida, de grandes cantores e compositores da nossa Música Popular Brasileira, e levar essas experiências a outras instituições, mostrando a grande importância da música dentro de uma instituição escolar.

 

A música não só eleva o espírito a condição humana, como também enobrece o homem, modificando a cada dia sua forma de pensar, agir e interagir com outras pessoas, ela estimula o raciocínio e faz com que nos tornemos cidadãos preparados para a vida.

 

Por conseguinte, a música dentro da comunidade escolar, não só irá fazer com que esses alunos se tornem cidadãos cada vez mais capacitados, como também irá tirá-los das ruas, da rotina, modificar a forma de se divertirem, de se expressarem. Enfim, a música é tão importante na vida escolar como as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e etc., pois irá deixar o aluno com prazer de estudar e ao mesmo tempo de se divertir.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IV - OBJETIVOS

 

 

 

1 – Geral

 

Aproveitar e explorar as tendências e aptidões artísticas dos educandos, incentivando o gosto pela música e despertando, assim, o senso rítmico e artístico, que os auxiliarão a socialização, à formação de caráter, integrando-os na vida escolar.

 

2 – Específicos

 

  • Alegrar, dar vida ao ambiente escolar.
  • Desenvolver e exercício do ritmo.
  • Discriminação auditiva musical.
  • Incentivar a solução de conflitos de modo pacífico.
  • Aplicar os fundamentos e suas técnicas corretamente, com aproveitamento.
  • Participação com lealdades, espírito artístico, tolerância, honestidade e coragem nas atividades de grupos.
  • Favorecer o trabalho de socialização do educando.
  • Auxiliar a formação do hábito da disciplina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

V – CONTEÚDO

 

  • Como ensinar uma canção: Vocalização e exercícios de vocalização;
  • Canto Orfeão: Seleção das vozes e prática Musical;
  • Banda Rítmica;
  • Poesias e coro falado;
  • Hinos Oficiais;
  • A maneira prática de tocar flauta doce;

-Asa Branca;

-Luar do Sertão;

-Noite Feliz;

-Parabéns pra você;

-Valsa da Despedida;

-Capelinha de Melão;

-Cai, cai, Balão;

  • Comemorações escolares e Datas comemorativas;
  • Letras e Músicas;

-Ciranda da bailarina- Chico Buarque;

-Pais e filhos – Legião urbana;

-Aquarela – Toquinho;

-Hino Nacional Brasileiro;

-Frutos da terra- música goiana;

-Músicas goianas;

-Maracatu - os meninos de São Caetano;

-Aquarela Brasileira – Gal Costa;

-Vira-Virou – Kleiton e Kleber;

-Se todos fossem iguais a você- Tom Jobim;

-Weve – Tom Jobim;

-Leide Laura – Roberto Carlos;

-O caderno – Toquinho;

- Direitos da Criança e do Adolescente;

-Marchinhas de Carnaval;

- 50 Anos da Bossa Nova;

●Projetos de Músicas,

-O Brasil do Século XX;

-Cartola;

VI- METODOLOGIA

 

 

 

  • Aulas expositivas.
  • Aulas práticas.
  • Exercícios práticos de aprendizagem.
  • Vídeos.
  • Exercícios de conhecimento técnico vocal.
  • Exercícios físicos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VII – CRONOGRAMA

 

 

Janeiro – Elaboração do projeto.

 

Fevereiro – Avaliação e aprovação do projeto.

 

Março – Início das aulas técnicas.

 

Abril – Apresentação do Coral "Alunos En Canto"

 

Maio – Como montar uma Banda rítmica; Poesias e coro falado;

 

Junho – Apresentação da banda rítmica e das poesias

 

Julho – Férias escolares.

 

Agosto – Ensaios de Hinos Oficiais, e como tocar flauta doce

 

Setembro – Apresentação dos Hinos Oficiais e músicas na flauta doce.

 

Outubro – Ensaios de Músicas da MPB e Projetos

 

Novembro – Apresentação dos projetos: O Brasil do século XX e Cartola.

 

Dezembro – Encerramento das atividades com um musical de Natal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VIII – QUADRO DE HORÁRIOS

1 – Horário de aula das disciplinas escolares.

Dia

 

Hora

 

SEGUNDA

 

TERÇA

 

QUARTA

 

QUINTA

 

SEXTA

07:50 / 08:40

 

6º A – E. F.

 

7º A – E. F.

 

08:40 / 09:30

 

6º A – E. F.

 

7º A – E. F.

 

09:45 / 10:35

 

8º A – E. F.

 

9º A – E. F.

 

10:35 / 11:25

 

8º A – E. F.

 

9º A – E. F.

 

12:30 / 13:20

1º A – E. F.

2º A – E. F.

6º B – E. F.

9º B – E. F.

 

13:20 / 14:10

1º A – E. F.

2º A – E. F.

6º B – E. F.

9º B – E. F.

 

14:10 / 15:00

 

3º A – E. F.

 

3º A – E. F.

 

15:15 / 16:05

 

7º B – E.F.

 

8º B – E. F.

 

16:05 / 16:45

 

7º B – E.F.

 

8º B – E. F.

 

19:00 / 19:45

1º B – E. F.

 

2º B – E. F.

 

 

19:45 / 20:30

1º B – E. F.

 

2º B – E. F.

 

 

20:30 / 21:15

3º B – E. F.

 

3º B – E. F.

 

 

2 – Horário de aula para o desenvolvimento do projeto

Dia

 

Hora

 

SEGUNDA

 

QUARTA

 

SEXTA

 

LOCAL

16:00 / 18:00

MASCULINO E FEMININO

MASCULINO E FEMININO

MASCULINO E FEMININO

Josino Silva

09:00 / 11:00

MASCULINO E FEMININO

MASCULINO E FEMININO

MASCULINO E FEMININO

Josino Silva

09:00 / 10:40

PLAN. PROJ.

PLAN. PROJ.

PLAN. PROJ.

Josino Silva

IX – QUADRO INFORMATIVO DO NÚMERO DE VAGAS DO PROJETO

 

Número de alunos por série

 

 

 

Turma feminina

 

Série

Turno

Nº de alunos

Série

Turno

Nº de alunos

matutino

03

noturno

03

matutino

02

noturno

02

matutino

03

noturno

02

matutino

05

 

 

 

Total de alunos: 20

 

 

 

 

Turma masculina

 

Série

Turno

Nº de alunos

Série

Turno

Nº de alunos

vespertino

05

vesp./ not.

02

vespertino

03

vesp./ not

02

vespertino

03

vesp./ not

03

vespertino

02

 

 

 

Total de alunos: 20

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

X – RECURSOS MATERIAIS

 

 

Materiais Necessários e Inexistentes na Unidade Escolar

 

Xerox:

Para xerocar as letras das músicas, partituras e outros

Pastas:

Para colocar as letras das músicas e partituras

Flautas Doces – YAMAHA:

Para os alunos aprenderem a prática instrumental

Microfones:

Para as apresentações;

Caixa Amplificadora ou de som:

Para as apresentações

Teclado – YAMAHA – PSR 450 OU 550:

Para Ministrar as aulas

Uniformes para o Coral:

Para as apresentações

Disquetes:

Para Ministrar as aulas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

XI – AVALIAÇÃO

 

 

 

 

  • A avaliação será contínua e será analisado se o aluno alcançou satisfatoriamente os objetivos propostos durante o período de aprendizagem.

 

  • Serão avaliados na organização e conhecimento a apresentação, o comportamento, a organização e o domínio do conteúdo.

 

 

  • Na avaliação da participação, serão observados a frequência, a pontualidade, o interesse a prontidão e participação do indivíduo e do grupo nas atividades.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

XII – BIBLIOGRAFIA

 

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: apresentação dos temas transversais/ Secretaria de Educação Fundamental. -Brasília: MEC/SEF, 1997, 527 p.

BNL. Educação Musical – Coleção Magistério. Curitiba – Paraná, 1990, 176p.

WORMS, Luciana Salles. Brasil século XX: ao pé da letra da canção popular Nova Didática, Curitiba, 2002, 200p.

_________. Música popular: do gramofone ao rádio e TV. Ática, São Paulo, 1981, 243p.

OLIVEIRA, Solange Ribeiro de et      al.Música e Literatura. Ed. SENAC, São Paulo, 2003, 161p.

FAGUNDES. Marcelo Dantas. Aprendendo a Cantar. Ed. Keyboard Editor Musical, São Paulo, 1999, 132p.

FERREIRA, Martins. Como Usar a Música na Sala de Aula. São Paulo, Contexto, 2001, 238p.

CARTOLA. O melhor de Cartola: Melodias e Letras. São Paulo : Irmãos Vitale, 1998, 73p.

 

 

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 5 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/projeto-de-musica-na-escola-2619135.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao musica aprendizagem

    Comentar sobre o artigo

    Carla Cardoso Gomes

    O presente artigo é resultado de uma pesquisa para a obtenção do título de graduada do curso de Pedagogia pela Faculdade Evangélica Cristo Rei – FECR, realizada com alunos do Ensino Fundamental I, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Monsenhor José Borges. O objetivo dessa pesquisa é explicitar a concepção de leitura realizada por alunos do 4º Ano do Ensino Fundamenta I e também do professor.

    Por: Carla Cardoso Gomesl Educação> Educação Infantill 05/08/2014 lAcessos: 31
    Educa

    Atividades e sugestões para educação infantil, planejamento semanal para berçário, maternal I, maternal II, jardim I e jardim II. Material de Apoio para professores da educação infantil e mais 6 e-books grátis. Kit planejamento infantil mais pesquisa para educação infantil. Kit pesquisa para educação infantil. Plano para gestores - área administrativa pedagógica e comunitária. Planejamento a partir de projetos. Modelos de enfeites de natal

    Por: Educal Educação> Educação Infantill 05/12/2011 lAcessos: 1,038

    Falar sobre musica no contexto escolar é uma tarefa complicada, pois, todas as escolas públicas e privadas do Brasil devem incluir o ensino de música em suas grades curriculares. A exigência surgiu com a lei nº 11.769, sancionada em 18 de agosto de 2008, que determina que a música deve ser conteúdo obrigatório em toda a Educação Básica. O objetivo não é formar músicos, mas desenvolver a criatividade, a sensibilidade e a integração dos alunos.

    Por: JEFERSON ANTONIO SERZOSKIl Educaçãol 23/02/2013 lAcessos: 73

    Desde a época em que habitava as cavernas, o ser humano vem manipulando cores, formas, gestos, espaços, sons, silêncios, superfícies, movimentos, luzes etc, com a intenção de dar sentido a algo, de comunicar-se com os outros.A comunicação entre as pessoas e as leituras de mundo não se dão apenas por meio da palavra como também pela arte.

    Por: Jandira Antonia da Conceiçãol Educação> Educação Infantill 26/07/2011 lAcessos: 1,040

    Este trabalho teve como proposta o estudo da música no contexto da educação infantil. Tem como objetivo principal focalizar a ação do psicopedagogo e os benefícios existentes com a utilização da música para o desenvolvimento integral das crianças inclusive aquelas que apresentam necessidades especiais.

    Por: Jakelinel Educação> Ensino Superiorl 03/12/2011 lAcessos: 243
    simiana ribeiro leal

    Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar e discutir como a Arte tem contribuído de forma relevante para o processo de ensino e da aprendizagem dos alunos da educação básica, e de como através da educação estética se pode construir interfaces, com outras áreas do conhecimento. Pode-se afirmar que através da quebra do conceito que Arte está isolada de outros saberes tradicionais, e que trabalhar a Arte de forma articulada com outras disciplinas, viabiliza um novo modelo de aprendizagem menos

    Por: simiana ribeiro leall Educação> Ensino Superiorl 15/11/2011 lAcessos: 604

    Esta investigação almeja uma reflexão sobre o contexto do ludismo como proposta metodológica capaz de promover situações significativas na construção do conhecimento na modalidade da EJA - Educação de Jovens e Adultos.

    Por: Iracilda Gabriell Educação> Ensino Superiorl 20/01/2011 lAcessos: 2,102
    Rosilene Coimbra Costa Pinto

    É notória a crise pela qual a educação vem passando nos dias atuais: professores descontentes, alunos desmotivados, pais preocupados. No entanto, acredita-se que para uma possível melhora deste quadro se faz necessário, além da formação contínua dos professores, a introdução da ludicidade como subsídio no processo de construção do conhecimento cognitivo, físico, social e psicomotor, desenvolvendo nos educandos o prazer ao construir o próprio aprendizado de forma mais atraente e estimuladora.

    Por: Rosilene Coimbra Costa Pintol Educação> Educação Infantill 02/03/2012 lAcessos: 4,233
    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    A pesquisa possibilitou-nos demonstrar a importância das atividades lúdicas na aprendizagem, visto que os jogos e brincadeiras são, conforme diversos estudiosos, experiências que se correlacionam ao ambiente e devem ser aplicadas as crianças em fase escolar, indiferente de idade e série. Ostentada por expressivos referenciais teóricos, a proposta de trabalho apresentada permite afirmar a existência de jogos e brincadeiras infantis, que se bem aplicadas, auxiliarão no desenvolvimento infantil.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Educação Infantill 15/05/2014 lAcessos: 136

    O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma doença cercada de controvérsia. Por atingir principalmente crianças, muito pais enxergam problemas onde eles não existem — sintomas isolados são comuns nesta fase da vida. Também há quem não preste atenção ao conjunto de sintomas que a caracterizam: quadros de desatenção, hiperatividade e impulsividade de maneira exacerbada.

    Por: Jania Gasques bordonil Educação> Educação Infantill 14/09/2014

    Receber os estudantes com deficiência é um avanço. Mas faltam fazer da inclusão uma realidade e assegurar o direito à Educação

    Por: Jania Gasques bordonil Educação> Educação Infantill 14/09/2014
    Isabel Cristina

    Atualmente, a proposta de educação inclusiva tem gerado polêmicas discussões entre os que adotam uma posição integracionista, os que defendem a escola inclusiva ou ainda aqueles que sentem a importância de uma educação especializada para o aluno com necessidades educacionais especiais . No longo caminho a ser percorrido muitas são as dificuldades a serem enfrentadas, principalmente as que dizem respeito às barreiras físicas e atitudinais,constituídas dos estigmas, preconceitos e estereótipos.

    Por: Isabel Cristinal Educação> Educação Infantill 29/08/2014 lAcessos: 11

    O objetivo deste estudo foi conhecer como se insere e desenvolve a educação ambiental na educação infantil em escolas públicas de dois municípios no Estado do Espirito Santo, Brasil. Trata de um estudo descritivo quantitativo. O universo da pesquisa foi 58 professores de Educação Infantil. O instrumento de coleta de dados foi um questionário de autopreenchimento com 13 perguntas objetivas sobre educação ambiental na comunidade escolar. Solicitou-se a assinatura do termo de consentimento livre e

    Por: DANIELE DE ALMEIDA NUNESl Educação> Educação Infantill 28/08/2014

    O que acontece pode ser considerado como bastante simples, sendo que o alfabeto ilustrado acaba por se tratar de um papel ou até mesmo uma fita decorativa que poderá ser utilizada na parede, ou até mesmo em um móvel.

    Por: anamarial Educação> Educação Infantill 27/08/2014
    Ariane David

    Para que o professor possa ser mediador no contato com a leitura, precisa dominar alguns conceitos, saber o que é leitura, como ela acontece e quando, que sensação ela deve acarretar em nós, a abrangência que o ato de ler possui; ler não é decodificar, lemos tudo a nossa volta e com todos os nossos sentidos, na verdade lemos sem saber ler. A criação de um ambiente alfabetizador é um dos caminhos para esse contato com o mundo letrado dentro da sala de aula.

    Por: Ariane Davidl Educação> Educação Infantill 25/08/2014 lAcessos: 12

    O presente artigo visa analisara importância do brincar no desenvolvimento e aprendizagem na educação infantil. Tem como objetivo conhecer o significado do brincar, conceituar os principais termos utilizados para designar o ato de brincar, tornando-se também fundamental compreender o universo lúdico

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 22/08/2014 lAcessos: 21
    Carla Cardoso Gomes

    O presente artigo tem como objetivo apresentar os principais fatores que influenciam nas dificuldades dos discentes nos processos de aprendizagem. Uma pessoa que não conseguiu desenvolver todas as habilidades de leitura e noção matemática encontrará muitas dificuldades e desafios para relacionar-se com a sociedade de um modo geral. Quando a Escola não ajuda com um atendimento personalizado e especifico, a criança deixa de vivenciar situações de construção da identidade.

    Por: Carla Cardoso Gomesl Educação> Educação Infantill 05/08/2014 lAcessos: 32
    Iracilda S. Araújo

    O presente estudo é de inegável importância, pois nos evidencia a música dentro do seu contexto literário, com o compromisso de ampliar nosso conhecimento sobre a história do Brasil através de letras e canções que perpassaram as gerações e marcaram em "sangue" a alma brasileira. Procura-se nesta pesquisa associar os fatos e momentos de nossa vida social e política à literatura musical produzida por inúmeros autores/compositores em seus momentos de devaneios e de mártires, sufocados por um conte

    Por: Iracilda S. Araújol Educação> Ensino Superiorl 12/06/2010 lAcessos: 643
    Iracilda S. Araújo

    Com este livro, ligado ao momento político vivido no Brasil (às vésperas da extinção do AI-5, que dava força total à censura e às perseguições políticas totalmente arbitrárias), Ruth Rocha inaugura a Série dos Reizinhos ou a Tetralogia dos Reis (difundida rapidamente os que escrevem para crianças).

    Por: Iracilda S. Araújol Educação> Educação Infantill 12/06/2010 lAcessos: 3,044
    Iracilda S. Araújo

    Este trabalho tem como referência, uma das maiores escolas práticas que o teatro já teve. O TBC – Teatro Brasileiro de Comédia, não foi só um teatro que acolheu como parte do elenco amadores, mas também foi o revelador de grandes nomes da história teatral brasileira. Inaugurado em 1948, o Teatro Brasileiro de Comédia foi um divisor de águas no teatro e dramaturgia de nosso país. O TBC trouxe ao trabalho teatral, estabilidade, dedicação direcionada e segurança nos projetos. Marcou o início de um

    Por: Iracilda S. Araújol Educação> Ensino Superiorl 12/06/2010 lAcessos: 1,623 lComentário: 2

    Comments on this article

    1
    Juliana Alencar 02/12/2010
    Olá sou aluna do ensino médio de Imperatriz no Maranhão e estou fazendo um trabalho da escola que trata da música como disciplina escolar, gostei muito do seu conteudo e estou pegando se voce tivesse alguns graficos ou ideias para mim manda agradeceria. um beijo e uma otima noite !
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast