Qual o papel do professor no processo ensino aprendizagem?

Publicado em: 22/10/2012 |Comentário: 0 | Acessos: 348 |

A agilidade da evolução histórica da humanidade, a globalização e o surgimento de tecnologias cada vez mais avançadas contribui para que ocorram mudanças, também, na Educação.

A interação professor - aluno vem se tornando muito mais dinâmica nos últimos anos.

O professor tem deixado de ser um mero transmissor de conhecimentos para cada vez mais ser mais um orientador, um estimulador de todos os processos que levam os alunos a construírem seus conceitos, valores, atitudes e habilidades que lhes permitam crescer como pessoas, como cidadãos e futuros trabalhadores, desempenhando uma influência verdadeiramente construtiva (BOLANDIM, 2006).

No processo de aprendizagem as dimensões afetivas e cognitivas são inseparáveis, pois incorpora maneiras de pensar, sentir e agir que constituem o sujeito. O ideal é que as instituições escolares sociabilizem as novas gerações para sua inserção nos padrões sociais para garantir ferramentas da cultura através da promoção de relações harmoniosas e carregadas de valores e princípios (FRANCO, 2012).

Conforme Gadotti (1998), o conhecimento e desempenho eficaz da atividade pedagógica não requerer apenas o domínio de conteúdos e dos métodos e rotinas de trabalho essenciais ao professor, mas também o potencial de criatividade do educador. O processo de estímulo à criatividade do docente assume então grande dimensão, envolvendo a complexidade da personalidade do professor, no que diz respeito a seus recursos e potencialidades, aplicados no ato pedagógico.

O professor atua como influência direta no aluno em sua disposição em aprender e a forma como recebe os conteúdos trabalhados.

O professor deve buscar além de todo o seu arcabouço de domínio do conteúdo entender a amplitude de seu trabalho educativo. Observando a si, olhando para o mundo, reobservando a si e sugerindo ao aluno direções no aprendizado. Dessa forma o professor  encoraja o aluno  a se aventurar no mundo do conhecimento e das relações entre os outros humanos. (FRANCO, 2012)

A fluidez e flexibilidade do pensar pedagógico dependem da capacidade do educador de examinar e avaliar o problema que se apresenta, sob os vários aspectos que o compare. Ampliando o conjunto de enfoques, de pontos de vista e de dados sobre um problema e sobre problemas análogos, o pensamento do docente tornar-se-á mais flexível e maiores serão suas possibilidades de enfocar um problema sob um novo prisma, e assim buscar soluções criativas para o mesmo. (BOLANDIM, 2006)

Drucker (apud Cunha 1993), tem uma visão prospectiva do papel do professor fazendo a seguinte afirmação: "O professor será cada vez mais um supervisor e um mentor - talvez se aproximando bastante do que ele era na universidade medieval vários século atrás. O trabalho do professor será ajudar, orientar, servir de exemplo, incentivar. É bem possível que o seu trabalho deixe de ser primordialmente transmitir a matéria em si":

É preciso que os alunos encontrem sentido no que fazem na sala de aula, eles necessitam sentirem-se incluídos nesse processo, valorizados os seus saberes e importante como contribuinte. O docente deve oferecer atividades significativas, desafiadoras, contextualizadas, levando em conta os conhecimentos prévios dos educandos e incentivando para o desenvolvimento do seu potencial. Dessa forma o professor resgata a auto-estima, facilita e promove a admissão de todos os alunos no mundo letrado, do conhecimento. (BOLANDIM, 2006)

Para desempenhar adequadamente esse importante papel, o professor, deve se adequar ao maior número de meios e linguagens para mediar o conhecimento a fim de melhorar a aprendizagem. Sua postura deve ser diante de procurar uma forma melhor de exercer o seu trabalho, proporcionando ao aluno percepções positivas de sim mesmo promovendo a interação dos alunos em grupo.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BOLANDIM, Anísia L.S. Maia. O papel do professor e o processo ensino aprendizagem. http://www.ilhasolteira.com.br/colunas/index.php?acao=verartigo& idartigo=114484. 6727. 12/04/2006. Acessado em 24/09/2012.

CUNHA, Maria Isabel da. O bom professor e sua prática. 2ªed. Campinas, São Paulo: Papirus, 1992. DRUCKER, Peter F.. As Novas Realidades. 3ªed. São Paulo: Pioneira, 1993.

FRANCO, Francisco Carlos. Fundamentos da Educação Infantil. Braz Cubas. 2012.

GADOTTI, Moacir. Pedagogia da práxis. 2.ª ed., São Paulo, Cortez, 1998.

DMORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 3.ª ed., São Paulo: Cortez, 2001.

SILVA, Degmar Augusta da Silva. O Papel Do Professor No Processo Ensino - Aprendizagem Face Das Continuas E Rápidas Mudanças Advindas No Decorrer Do Séc. Xxi. www .artigonal.com/ensino-superior-artigos/o-papel-do-professor-no-processo-ensino-aprendizagem-face-das-continuas-e-rapidas-mudancas-advindas-no-decorrer-do-sec-xxi-385590.html. 12/04/2008. Acessado em 23/092012.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/qual-o-papel-do-professor-no-processo-ensino-aprendizagem-6262343.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao infantil

    ,

    ensino aprendizagem

    ,

    professor

    Comentar sobre o artigo

    O presente estudo propõem uma reflexão sobre as limitações e possibilidades do ensino de Geografia na Educação Infantil. São objetivos da pesquisa através de leituras, caracterizar as etapas da criança segundo teorias do desenvolvimento de Vygotsky e Piaget; especificar os conceitos importantes para auxiliar obter noções espaciais; analisar a importância da orientação espacial e temporal; pesquisar estratégias para trabalhar o ensino de Geografia na Educação Infantil.

    Por: maristela brum peroniol Educação> Educação Infantill 28/03/2011 lAcessos: 9,943 lComentário: 1
    Fábia Utsch

    No presente estudo tratei da inclusão apresentando o significado da palavra e trouxe o termo para a educação: escola e educação inclusiva. O termo inclusão se aplica em diversas situações e um cuidado especial precisa ser tomado para dar verdadeiro sentido à palavra na educação, pois se trata de aplicar o termo com pessoas. A partir dessa compreensão apresento algumas orientações para a inclusão na educação infantil.

    Por: Fábia Utschl Educação> Educação Infantill 28/11/2012 lAcessos: 172
    Nathália Alves de Oliveira

    A pesquisa monográfica tem como objetivo definir qual a importância da contação de histórias para a educação infantil através do estudo bibliográfico de teóricos sobre a literatura infantil. O estudo revela ainda a importância do professor ao inserir a literatura no seu planejamento para o processo de construção de competências, criatividade e criticidade, revelando histórias que despertam a imaginação, trabalham a concentração, ensinam princípios, o conceito entre o bem e o mal ...

    Por: Nathália Alves de Oliveiral Educação> Educação Infantill 08/02/2012 lAcessos: 5,245

    O objetivo deste estudo foi conhecer como se insere e desenvolve a educação ambiental na educação infantil em escolas públicas de dois municípios no Estado do Espirito Santo, Brasil. Trata de um estudo descritivo quantitativo. O universo da pesquisa foi 58 professores de Educação Infantil. O instrumento de coleta de dados foi um questionário de autopreenchimento com 13 perguntas objetivas sobre educação ambiental na comunidade escolar. Solicitou-se a assinatura do termo de consentimento livre e

    Por: DANIELE DE ALMEIDA NUNESl Educação> Educação Infantill 28/08/2014 lAcessos: 44

    No presente artigo apontaremos a indisciplina na Educação Infantil pelos docentes como um dos principais obstáculos ao trabalho pedagógico. O objetivo deste trabalho é tentar resgatar alguns aspectos da postura do professor em relação à manipulação e a falta de limites das crianças. Definir limites com os alunos, deixar claro o que é possível ser feito e em que situações eles poderão ser cobrados só auxilia em seu crescimento pessoal e em suas atividades estudantis.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 26/09/2014 lAcessos: 121
    WALERIA MARTINS RIBEIRO

    RESUMO O movimento corporal utilizada como estratégia para a passagem da Educação Infantil para 1ª série/2º ano do Ensino Fundamental, possibilita articular a movimentação do corpo na busca do saber, o que fará com que a criança desenvolva a personalidade, a conscientização de suas possibilidades de agir e transformar o mundo a sua volta, incentivando uma relação saudável com o próprio o corpo e o uso dele na aprendizagem. Dessa forma a Psicomotricidade se torna um importante instrumento de apr

    Por: WALERIA MARTINS RIBEIROl Educaçãol 15/07/2009 lAcessos: 1,832

    O presente artigo faz uma abordagem considerando o contexto da importância do processo ensino aprendizagem tendo em vista o desenvolvimento infantil com o objetivo da aquisição do conhecimento.

    Por: Edlene Maria da Silval Educação> Educação Infantill 09/11/2011 lAcessos: 6,349

    Na educação infantil existem ainda diferenças de crianças de pré-escola e educadores que trabalham em creche com a não existência de uma formação específica. Toda proposta pedagógica tem uma história e, nela , a afirmação dos professores envolvidos está presente de maneira central, sobretudo quando oferece possibilidades de lembrar a trajetória e de refletir sobre a prática.

    Por: Rosângela L. da Silva Mirandal Educação> Educação Infantill 18/11/2014

    RESUMO O presente artigo tem por finalidade realizar um relato do sentimento de infância no decorrer dos anos e do lúdico, bem como verificar os pressupostos teóricos que abordam sobre o lúdico na educação infantil. Objetiva também verificar a importância do professor trabalhar o lúdico na educação infantil, verificando a relevância que a ludicidade apresenta nesta fase da criança tanto em seu universo infantil quanto na vida escolar.

    Por: Liliane Cristina Fedrigol Educaçãol 01/12/2014 lAcessos: 53
    Jeane Correia Teixeira

    Multiculturalismos (ou pluralismo cultural) é um termo que descreve a existência de muitas culturas numa localidade, cidade ou país, com no mínimo uma predominante. (Wikipédia) O mundo é multicultural, uma verdadeira mistura de costumes, valores e individualidades. Vivemos em uma sociedade complexa, onde a escola é um dos locais onde os fenômenos sociais e diversas maneiras e concepções de vida social são compartilhadas. O preconceito étnico segue essas diferenças, onde o diferente para muito é

    Por: Jeane Correia Teixeiral Educação> Educação Infantill 01/03/2015
    Jeane Correia Teixeira

    Este artigo tem como objetivo principal comentar sobre importância da utilização de jogos, brincadeiras e objetos de aprendizagem para educandos surdos, afim de que se obtenham seu desenvolvimento e uma integração social entre elas e os ouvintes no ato de brincar e até mesmo a possibilidade de educar através destes. Visto que há na escola grandes dificuldades em se obter melhor aprendizagem dos surdos, interação com os ouvintes e que existem grandes dificuldades no seu letramento. A ideia para e

    Por: Jeane Correia Teixeiral Educação> Educação Infantill 01/03/2015

    O início do ano letivo é um momento de adaptação tanto para alunos quanto para professores, no qual escola e família devem trabalhar em conjunto para preparar as crianças e jovens para o retorno à rotina escolar

    Por: Central Pressl Educação> Educação Infantill 26/02/2015

    A utilização da musica de forma cognitiva na construção do conhecimento do educando na busca de uma liberdade Autônoma.

    Por: Daniela Rosseti silval Educação> Educação Infantill 25/02/2015 lAcessos: 13
    Genilda Vieira Rodrigues

    Segundo os estudiosos da educação infantil, a música não está só relacionada somente ao ensino e aprendizagem, mas em todos os momentos da vida do individuo. O presente artigo foi elaborado a partir da necessidade de compreender a importância da música na educação infantil, especialmente as cantigas de roda e tem como problemática: Até que ponto os docentes inserem na sua prática pedagógica as cantigas de roda como elemento norteador para o processo de ensino aprendizagem das crianças de 4 a 5 a

    Por: Genilda Vieira Rodriguesl Educação> Educação Infantill 21/02/2015
    Fabiana Saturnino da Silva

    O presente projeto foi desenvolvido com crianças de dois e três anos, tem como objetivo desenvolver hábitos saudáveis de higiene bucal na rotina da criança.

    Por: Fabiana Saturnino da Silval Educação> Educação Infantill 18/02/2015

    O presente artigo visa apresentar algumas reflexões acerca da indisciplina em sala de aula, a partir da implementação do Projeto de Intervenção na escola, que propôs uma observação e analise de como se processam as relações interpessoais na sala de aula. Abordará a postura do educador no enfrentamento do problema, enfocando a organização do trabalho coletivo como elemento norteador desse processo.

    Por: Arlete Luiza de Souzal Educação> Educação Infantill 17/02/2015 lAcessos: 14

    Os jogos, brinquedos e brincadeiras são inerentes ao universo infantil, sendo assim, o artigo intitulado "A importância das atividades lúdicas no universo da educação infantil" pretende investigar como a ludicidade contribui para a construção do conhecimento na educação infantil

    Por: Arlete Luiza de Souzal Educação> Educação Infantill 17/02/2015 lAcessos: 22
    Tamaris Fontanella

    O ensino tradicional é uma das concepções mais antigas e que predomina nas escolas até hoje. Na atualidade, frente à sociedade da informação, onde o aluno pode obter conhecimento em diversos canais de comunicação e na vasta rede da Internet, minha grande preocupação é: qual é será papel do professor?

    Por: Tamaris Fontanellal Educaçãol 25/04/2013 lAcessos: 70
    Tamaris Fontanella

    Na sociedade capitalista atual somos bombardeados, constantemente, pela mídia que cria e transfere modelos de realidades para que possamos consumir seus produtos e serviços. O que isso tem haver com o mito da caverna?

    Por: Tamaris Fontanellal Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 24/04/2013 lAcessos: 57
    Tamaris Fontanella

    Émile Dürkheim, considerado o fundador da Sociologia Moderna, introduziu o método de análise sociológica e o conceito de fatos sociais. Mas o que seriam fatos sociais?

    Por: Tamaris Fontanellal Educação> Ciêncial 24/04/2013 lAcessos: 52
    Tamaris Fontanella

    No meio acadêmico é comum o professor se deparar com o plágio em trabalhos de seus alunos, e no Brasil podem ocorrer posturas diversas dos mestres diante dessa situação.

    Por: Tamaris Fontanellal Educação> Ensino Superiorl 24/04/2013 lAcessos: 111
    Tamaris Fontanella

    Atualmente somos bombardeados de informações, mas nem todas as informações são importantes ao nosso desenvolvimento pessoal e profissional.

    Por: Tamaris Fontanellal Educaçãol 24/04/2013 lAcessos: 53
    Tamaris Fontanella

    O trabalho com a musculatura pélvica (MAP) há 3 variantes que conhecidos passo-a-passo proporcionará fortalecimento, controle e mobilidade em busca do prazer para que a mulher pse sinta mais segurae com boas sensações na relação sexual.

    Por: Tamaris Fontanellal Relacionamentos> Sexualidadel 22/10/2012 lAcessos: 162
    Tamaris Fontanella

    Cones vaginais ou pesinhos são pequenas cápsulas de material resistente e de formato anatômico utilizadas na prática do pompoarismo e ginástica pélvica com o objetivo de fortalecimento muscular. Como usar corretamente?

    Por: Tamaris Fontanellal Relacionamentos> Sexualidadel 22/10/2012 lAcessos: 508
    Tamaris Fontanella

    Pompoarismo não é fast food! Não é hoje que vou para a aula aprender e amanhã a minha musculatura estará firme, irrigada, lubrificada e eu estarei pronta para enlouquecer meu homem com tudo que aprenderei em um dia só! Neopompoarismo exige comprometimento, descobrimento do amor próprio, curiosidade, prática e periodicidade.

    Por: Tamaris Fontanellal Relacionamentos> Sexualidadel 22/10/2012 lAcessos: 80
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast