Refletindo Sobre o Ensino de Língua Portuguesa

Publicado em: 16/08/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 182 |

A gramática é de difícil compreensão por ser de forma muito padronizada, dessa maneira, a aula deixa de estar no papel apenas como um conteúdo que deve ser aplicado passando para o campo do aproveitamento intelectual do aluno. O professor como transmissor de conhecimentos deve trazer o ensino da língua como forma de contextualização e não apenas como parte de um conteúdo pré-estabelecido, pois de nenhuma forma pode se deixar de ensinar a gramática. O professor administra a disciplina de Língua Portuguesa diferenciando-o das demais envolvendo os conteúdos em abordagens mais diretas, dando ênfase a vida do aluno, pois em tudo está exposto o domínio das idéias mostrando para o aluno que ele é capaz e não um indivíduo incapacitado no que compete regras.

                Analisar a importância do ensino da língua nas escolas verificando em algumas circunstâncias como o mesmo é passado em sala de aula. Observamos em muitas escolas ainda sendo passado de forma presa, prontas e acabadas que é facilmente encontradas nos livros didáticos. Dessa forma, a aula fica monótona, chata e sem sentido deve ser aplicado para o campo do aproveitamento intelectual do aluno analisando a importância do ensino da linguagem e da gramática na escola, verificando em algumas circunstâncias como é passado de forma errônea em sala de aula.

                Segundo Sírio Possenti no texto por que (não ensinar gramática na escola), ele faz uma critica com relação ao ensino da linguagem materna nas escolas brasileiras, ou seja, a gramática é passada para os alunos de uma forma muito fragmentada. "A função da escola é permitir aos alunos o domínio da língua padrão em especial em sua modalidade escrita." (p. 110). Pode-se observar uma grande distância do ensino da gramática para com a realidade de alguns alunos, propiciando ao educando o diálogo com a própria realidade e o mundo a sua volta.  Assim, como se pode ensinar regras e mais regras relacionadas a concordâncias verbais ou a escrita, se encontrarmos em nossa realidade alunos que nem sempre sabem o básico verbalmente.

Conforme Possenti, (1996) "Sou completamente contrário a um discurso que circulou durante alguns anos, é verdade que é um domínio relativamente restrito que defendia com alguma coerência e outro tanto de equivoco a seguinte proposta: Já que a Língua padrão é um dialeto do grupo de elite de um país, ensiná-la a população socialmente marginalizada como única modalidade escolar aceitável poderia significar uma espécie de violência cultural, de violência ideológica, de forma de desvalorização e destruição da cultura e da ideologia popular." (p. 110). De acordo com o autor isso é considerado como uma violência cultural e ideológica. Diante dessa idéia se pode fazer uma ponte do Português com a Linguística e falarmos da variação linguística em sala de aula, se a sociedade cobra o tempo todo, uma língua padrão gramaticalmente correto e as pessoas que não se enquadram nessa categoria são consideradas marginalizadas ou pessoas de pouco poder aquisitivo, portanto, afirma Possenti que o indivíduo não aprende por exercício, mais através de práticas significativas, ou seja, o professor  deve trabalhar gramática inserida a um contexto e não de forma solta, por mera obrigação em está centralizado em regaras e mais regras.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/refletindo-sobre-o-ensino-de-lingua-portuguesa-5131357.html

    Palavras-chave do artigo:

    conteudos

    ,

    docente

    ,

    ensino

    Comentar sobre o artigo

    O artigo que apresentamos abordará a prática docente no ensino da pré-história em nível escolar fundamental. O objetivo de nosso artigo é mostrar como os professores podem trabalhar o conteúdo pré-história na sala de aula. Temos como base de nosso referencial teórico artigos que pesquisamos na rede mundial de computadores, onde os mesmo darão suporte e contribuem bastante com as hipóteses levantadas. Em nossa pesquisa à elaboração de nosso paper utilizamos a revisão de bibliografia, pois esta es

    Por: daniel Rodrigues de limal Educação> Ciêncial 13/07/2014 lAcessos: 61

    RESUMO A insuficiência da preparação dos futuros professores quanto ao domínio dos conteúdos da matéria a ensinar se manifesta, principalmente, em dificuldades para reelaborar os conteúdos científicos, adequando-os à promoção de aprendizagem de seus futuros alunos. Isso torna o ensino da Biologia muito mais complicado do que era para ser, pois os professores sendo formados de uma maneira inadequada reflete em uma educação não apropriada, descontextualizada e que não transmite algo significati

    Por: Marcia Amelia Gaspar Matosl Educação> Ciêncial 16/07/2010 lAcessos: 2,000
    Juliana Zantut Nutti

    As atuais pesquisas sobre a formação e atuação docente apontam para a necessidade de se colocar os professores no centro dos debates educacionais, dando-lhes voz para expressar as concepções, idéias teorias e crenças que possuem sobre o ensino. A ênfase das atuais pesquisas educacionais na figura docente parte preocupação da sociedade com os precários resultados dos processos de escolarização e da constatação de o professor é o profissional considerado como o responsável pela natureza e qualidad

    Por: Juliana Zantut Nuttil Educação> Educação Infantill 15/10/2011 lAcessos: 179
    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    RESUMO O objetivo deste artigo é a busca pela compreensão sobre a prática docente da Educação Física no ensino superior. Para tal partiu-se do estudo sobre as noções sobre educação, delineando-se o papel do docente no ensino superior, destacando ainda algumas de suas funções didáticas metodológicas. Tudo isso sem deixar de mencionar sobre o papel e funções do Estado e do governo na universalização brasileira.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Ensino Superiorl 06/07/2011 lAcessos: 306
    Evilasio Ferreira de Sousa

    O exercício de uma profissão está no imaginário das pessoas, forjado em situações de vivência e em interação com algum profissional. Destaca-se nesse particular a figura do professor, mais especificamente do professor de Química. É da formação cultural das pessoas a idéia do que seja um professor, sua forma de agir e de relacionar-se num processo intencional de ensinar algo a alguém.

    Por: Evilasio Ferreira de Sousal Educação> Ensino Superiorl 26/05/2012 lAcessos: 115

    Este artigo tem como proposta discutir a Legislação do Ensino Religioso - ER na escola brasileira, que ao longo da história, passou por diferentes fases até sua consolidação como área de conhecimento desde os Parâmetros Curriculares Nacionais. Será discutida a Lei Estadual e a ausência da elaboração de um currículo básico comum que atenda à disciplina e a limitação para o reconhecimento de docentes de ER. Por último é apresentada a proposta do ER desde a Escola em Tempo Integral dentro na perspe

    Por: Eduardo Luis Vieira Oliveiral Educaçãol 23/12/2013 lAcessos: 66
    marlucia pontes gomes de jesus

    Segundo artigo sobre a (in)definição da idade para ingresso no ensino fundamental de nove anos, polêmica que dura desde a implantação da lei 11.274, de 6 de fevereiro de 2006. É uma sequência de quatro artigos, até então. Este foi publicado no blog Damarlu Educação ( www.damarlueducar.blogspot.com), em 27 de setembro de 2010.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 20/01/2011 lAcessos: 5,990

    O presente artigo tem por objetivo abordar algumas questões sobre a EAD, sua criação, autorização, credenciamento e suas contribuições para a formação docente e profissional, através das novas tecnologias de ensino.

    Por: marcelo donizete da silval Educação> Educação Onlinel 14/09/2009 lAcessos: 14,841 lComentário: 4
    Júlio Barboza

    O presente estudo tem o propósito de estimular a utilização de recursos tecnológicos, como computadores, calculadoras e jogos matemáticos pelos professores nas práticas pedagógicas, no sentido de estarem abertos para o novo, inserindo-os no cotidiano escolar, visando uma melhor aprendizagem pelo educando sobre os conteúdos matemáticos. Entretanto, com o uso de tais recursos faz se necessário do novo tipo de profissional professor, sendo este o ponto de referência deste artigo.

    Por: Júlio Barbozal Educação> Ensino Superiorl 25/12/2010 lAcessos: 7,599 lComentário: 1

    Este trabalho apresenta parte de um conjunto de estudos que atualmente vem sendo desenvolvido sobre o ensino de inglês no Município de Jacundá, localizado na PA 150, no sudeste do Estado do Pará. Desde o início da pesquisa sobre o processo de avaliação da aprendizagem da língua inglesa, com o objetivo de analisar o ensino de inglês na Escola Municipal de Ensino Fundamental Teotônio Apinagés e verificar se o mesmo tem contribuído para a formação de seus alunos, qual é a concepção de aprendizagem

    Por: Eraldo Pereira Madeirol Educação> Línguasl 22/09/2010 lAcessos: 1,116

    As conexões entre brincar, aprender e ensinar são perceptíveis quando o educador consegue conciliar os objetivos pedagógicos com os objetivos dos alunos. Ensinando a aprender contribuindo para o desenvolvimento da subjetividade, para a construção do ser humano autônomo e criativo, preparando para o exercício da cidadania e da vida coletiva incentivando a buscar justiça social e igualdade com o respeito à diferença.

    Por: Rosana Maciel Averl Educação> Educação Infantill 12/10/2014 lAcessos: 16

    Este artigo tem como objetivo apresentar a pesquisa sobre o impacto do programa escola da família na vida de crianças e adolescentes da Escola Vicente Minicucci na cidade de Franca . A pesquisa foi desenvolvida na Escola Estadual Vicente Minicucci, na cidade de Franca - SP. Seguindo os métodos de observação e questionário aplicados aos responsáveis e participantes do programa. Foi possível perceber que esse programa tem sido de suma importância pelo fato de tirar as crianças da rua, lugar

    Por: Leticia Oliveiral Educação> Educação Infantill 06/10/2014 lAcessos: 15

    Neste artigo apresentamos os resultados da pesquisa realizada na instituição Chácara Sorriso, na cidade de Patrocínio Paulista, na Av. Ronan Rocha. Onde destacamos a importância da música na aprendizagem e desenvolvimento sócio cultural da criança e do adolescente. O nosso objetivo foi trabalhar com a música, levando em conta aspectos histórico e sócio cultural, com o intuito de levar às crianças e aos adolescentes da instituição uma reflexão de cada música e do que elas representam em suas vida

    Por: Josianel Educação> Educação Infantill 28/09/2014 lAcessos: 32
    Zilda Ap. S. Guerrero

    A prática pedagógica do ensino de Ciências nas fases iniciais á formação autoral dos alunos como protagonistas de projetos vinculados á harmonia entre o homem e natureza de forma a construir um perfeito equilíbrio entre ambos. Portanto, as aulas de Ciências devem destacar o caráter de empresa vital, humana, fascinante, indagadora, aberta, promoção da argumentação criativa e analítica, a fim de comprovarem a veracidade da atividade científica, ou discordarem, promovendo teses, novos experimentos.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Educação Infantill 28/09/2014
    Fagner Vieira

    Muito se fala sobre elas, sobre vestibulinho, curso técnico, empregabilidade e etc. Mas você sabe quanto ganha um técnico? Sabe como e onde se inscrever numa ETEC? Este artigo reúne em nove tópicos, todas as informações sobre vagas, vestibulinhos e resultados de provas. Aqui você também vai encontrar links, a unidade mais próxima de você e estatísticas.

    Por: Fagner Vieiral Educação> Educação Infantill 27/09/2014 lAcessos: 13

    No presente artigo apontaremos a indisciplina na Educação Infantil pelos docentes como um dos principais obstáculos ao trabalho pedagógico. O objetivo deste trabalho é tentar resgatar alguns aspectos da postura do professor em relação à manipulação e a falta de limites das crianças. Definir limites com os alunos, deixar claro o que é possível ser feito e em que situações eles poderão ser cobrados só auxilia em seu crescimento pessoal e em suas atividades estudantis.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 26/09/2014 lAcessos: 36

    O presente artigo discute a importância da participação da família no processo educacional da criança na Educação Infantil. O artigo desenvolvido tem como objetivo discutir a importância da família na educação da criança, tanto no ambiente social da escola como no ambiente familiar, focalizando assim, o papel da família nesse processo.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 26/09/2014 lAcessos: 39

    A Literatura Infantil é uma prática interdisciplinar que está relacionada com outros modos de expressão (o movimento, a imagem, a música) que formam a bagagem comunicativa da criança desde os seus primeiros anos. Este trabalho traz como tema "A CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL" e tem como objetivo compreender a importância da contação de histórias na Educação Infantil como incentivo a leitura, auxílio na aprendizagem e no desenvolvimento integral da criança.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 26/09/2014 lAcessos: 33
    Rojane da Silva Carvalho

    Então pensar na mudança é uma forma para diminuir a exclusão social das pessoas em todos os aspectos, principalmente no ambiente escolar, que é por regra sempre um ambiente bastante rico em diferenças.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 19/09/2011 lAcessos: 1,306
    Rojane da Silva Carvalho

    É notório que trabalhar com a linguagem é simples e ao mesmo tempo complexa, pois os alunos ao irem para a escola se deparam com um estudo que exige dele o bem falar, ou seja, esse deve seguir uma norma padronizada da língua neste caso sua fala deve seguir ao máximo sua oralidade.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 19/09/2011 lAcessos: 139
    Rojane da Silva Carvalho

    Os professores trazem inovações para a sala de aula? Esta concepção implica uma mudança total da escola, no sentido de ruptura com a padronização com o autoritarismo com a uniformidade de tratamento e também com a mudança do método pedagógico, por entender que o ser humano aprende na relação com o meio e que ele tem uma cultura que precisa ser dialogada com a escola.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 24/08/2011 lAcessos: 202
    Rojane da Silva Carvalho

    Trabalhar as diversas áreas do conhecimento para que as atividades de sala de aula sejam verdadeiras e não meras simulações é preciso criar situações onde escrever se torne uma necessidade com uma finalidade específica, não um exercício para aprender a escrever um dia, ser concretizado na prática, a educação não é apenas o desenvolvimento das potencialidades individuais, mas a expressão histórica e cultural.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 24/08/2011 lAcessos: 219
    Rojane da Silva Carvalho

    Deve se respeitar e instigar a oralidade dos educando nas séries iniciais, isso fará com que eles sintam-se valorizados e participem mais das aulas porque não existe uma única maneira de falar, e sim várias de acordo com o contexto linguístico dos falantes.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 24/08/2011 lAcessos: 451
    Rojane da Silva Carvalho

    O trabalho com a leitura é feita através de textos variados como narrativos, dissertativo, descritivo, jornais, músicas, contos, poemas, literatura de cordel, o desempenho dos alunos avança quando no desenvolvimento das atividades de leitura e escrita são direcionados pelo professor quando lhe aponta caminhos, sendo importante que as escolhas sejam voltadas para a realidade do aluno.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 24/08/2011 lAcessos: 96
    Rojane da Silva Carvalho

    Ficam evidentes que o processo de letramento ainda hoje é praticado nas escolas encontra-se envolto de práticas que negam ao aluno o fomento de um conhecimento que lhes possibilite uma visão de mundo aprofundada.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 22/08/2011 lAcessos: 220
    Rojane da Silva Carvalho

    Educar é priorizar por ações baseadas em uma ética pedagógica que ofereça oportunidade ao sujeito a saber exercer sua cidadania, com consciência, criticidade, contribuindo para que se possa fazer a sua própria história de uma reconstrução permanente de conhecimentos.

    Por: Rojane da Silva Carvalhol Educação> Educação Infantill 22/08/2011 lAcessos: 115
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast