Xadrez e Qualidade De Vida

Publicado em: 07/06/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 156 |

Introdução

O xadrez é um jogo de tabuleiro na qual pode haver apenas dois participantes, mas adaptado na escola dependendo do numero de pessoas, assim tem de natureza ser recreativo, mas, porém desenvolvendo muitos benefícios para adolescentes na escola, ou em qualquer outro ambiente, assim ajuda na maturidade intelectual, criando maior responsabilidade nos adolescentes tanto na vida quanto na tomada de decisões, pois o xadrez como jogo milenar, possui regras na quais não pode-se tomadas de decisões devem ser feitas e jamais mudadas, assim como na vida nunca pode voltar atrás depois do que está feito. O xadrez possui o Rei como peça principal na qual se for capturado termina o jogo em xeque-mate assim, a função do jogo e capturar o Rei, assim como na vida real tem seus súditos, no caso possui uma rainha que vai em todas as direções, além dos bispos que ficam entre ele e sua Rainha, na qual andam apenas em diagonal e sendo que se o Bispo for de casa branca, só viverá em casa branca e o Bispo de casa preto apenas andará em casas pretas, assim nunca saindo da linha, para auxiliar na defesa do Rei e ataque dos adversários possui os cavalos que ficam ao lados dos Bispos, assim os cavalos jogam em forma de letra L, e quando eles chegam no meio do tabelo são uma completa ameaça ao adversário, e por fim e não menos importante, tem as Torres que ficam ao lado dos cavalos e bem nas pontas do tabuleiro, na qual jogam em horizontal e vertical, assim também para o auxilio do Rei tem oito peões que ficam na linha de frente, mas com o direito de quando chega na outra ponta do tabuleiro no caso na ultima casa na qual fica o do adversário esse peão pode ser promovida para qualquer peça mesmo já tendo no tabuleiro, um bom exemplo seria que poderia ficar com duas Rainhas para ajudar a captura do Rei Adversário e a proteção do seu Rei, assim no jogo a Rainha tem mais valor sendo porque e a peça mais forte, assim a vida imita o jogo como vice-versa, assim o adolescente acaba criando vários benefícios de melhor qualidade de vida durante o jogo, principalmente psíquico, mas ajuda também na higiene pois antes de jogar e necessário lavar as mãos para tocar nas peças, ajuda no respeito, pois nunca deve-se subestimar o adversário, afinal você não sabe o que ele pode está planejando, assim imaginando bom pra você mas no final acaba se tornando melhor pro adversário, assim tudo que for feito durante o jogo deve ser bem pensado assim como na vida real, ajuda na raciocínio lógico e matemático pois todas as casas possuem inscrições que lembram álgebras, além de outros benefícios, assim comparado com a vida o xadrez mostra possibilidade de que cada ato tomado no jogo envolve a vida também pois depois que feito não volta atrás, o melhor disso tudo que pode melhorar a jogada assim como pode melhorar a vida mas nunca perdendo a esperança e sempre lutando até o fim, na qual a vida também tem que ser assim, buscando alcançar o objetivo que é o xeque mate, comparando isso na vida o aluno deve planejar, organizar e depois executar, isso tudo fazendo de forma bem planejada e organizada para que o aluno possa alcançar seu objetivo de vida.

 

Referencial Teórico

Segundo D'Agostini (1979), o xadrez deve-se ensina ao iniciante primeiramente pela explicação do jogo, significado de cada peça e  o que como cada peça deve ser jogada, além de como inicia o jogo, como são escolhidos os jogadores para cada peça e o lado que deve ser jogado, assim lembrando a peça principal do jogo é o Rei, na qual se for capturado termina o jogo pois é feito xeque-mate, assim ao lado do Rei existe a Rainha que se for do jogador branco ela se encontra na casa branca e se for Rainha Negra se encontrará na casa preta, assim ao lados deles tem na proteção os bispos, na qual cada bispo pode jogar apenas em uma cor do tabuleiro, como exemplo bispo da casa branca só jogará em casas brancas, e o bispo preto só jogará em casas pretas, ou seja, só jogaram em diagonal, assim como auxílio dos bispos possuem os cavalos que são as única peças que passam por cima das outras, assim o cavalo joga em formato de L, e na primeira fileira na qual eles se encontram nas pontas do tabuleiro ficam as torres, assim as torres jogam apenas em linha reta tanto na vertical quanto na horizontal, por fim é importante também no jogo vem os peões que são oito na qual se encontram na linha de frente e na segunda linha do jogo, na qual os peões que conseguirem atravessar o tabuleiro poderá ser modificado para qualquer peça do jogo menos o Rei assim por lógica, portanto depois dos conhecimentos das peças, pode-se ensinar as principais jogadas do jogo básico como o roque que é a troca do Rei com a Torre na qual pode-se realizada apenas quando não houver risco de ataque a essas peças, além dessa pode-se ensinar a Tomada Impassante que é quando o peão se encontra na 5º casa do tabuleiro, assim podendo fazer a eliminação de um peão que se encontra a frente dele, ou seja, captura ao seu ataque, fora isso pode-se ensinar que nunca pode colocar a Rainha na frente do Rei pois depois dele ela é a peça mais importante pois se movimenta para todos os lugares, assim ela a frente do Rei corre certa ameaça inimiga de capturá-la com facilidade, outras regras básicas afirma que também na pode-se tocar em varias peças assim seja, uma peça tocada deve ser uma peça jogada, ou seja, deve-se pensar muito bem antes de tocar a peça e fazer a jogada, depois disso poderá iniciar uma partida de apresentação do jogo de xadrez para os aprendizagem. Nesse sentido Ferreira, (27 de julho de 2008).

"Criatividade: os desafios e diversidade presentes numa partida de xadrez estimulam a criatividade, simulações com problemas também feitas".

Segundo Paulo Santoro (2010), "o jogo de xadrez ensina a educação, honestidade, raciocínio lógico e matemático, além de desenvolver a memória, e a atenção". Mas, porém Alexander Segal (2005), afirma que "o xadrez ajuda além desses benefícios, o xadrez melhora na habilidade na comunicação, criatividade, concentração, o pensamento crítico, intelectualidade, autoconfiança e responsabilidade de ações, disciplina e relaxamento". Enfim segundo um blog famoso sobre xadrez afirma que ajuda também, na ética esportiva, as notações coordenadas e algébricas, assim o xadrez beneficia em várias habilidades no ser humano principalmente enquanto está em desenvolvimento.  Segundo Ferreira, (20 de junho de 2008).

"As inteligências podem ser interpretadas como ferramentas ou competências para a aprendizagem, resolução de problemas e expansão da criatividade".

Paulo Freire (1996, p. 38) afirma que "o pensar certo sabe, por exemplo, que não é a partir dele como um dado, que se conforma a prática docente crítico, mas sabe também que sem ele não se funda aquela. A prática docente crítica, implicante do pensar certo, envolve o movimento dinâmico, dialético, entre o fazer e o pensar sobre o fazer. O saber que a prática docente espontânea ou quase espontânea, "desarmada", indiscutivelmente produz é um saber ingênuo de experiência feito, a falta a rigorosidade metódica que caracteriza a curiosidade do pensar certo procura. Por isso, é fundamental que, na prática da formação docente, o aprendiz de educador assuma que o indispensável pensar certo não é presente dos deuses nem se acha nos guias de professores que iluminados intelectuais escrevem desde o centro do poder, mas, pelo contrário, o pensar certo que supera o ingênuo tem que ser produzido pelo próprio aprendiz em comunhão com o professor formador". Dessa maneira o xadrez quando introduzido na escola, com incentivo do professor e interesses dos alunos, pode-se melhorar o desempenho que o xadrez oferece de benefícios tanto na sala de aula quanto fora. Segundo Ferreira, (04 de julho de 2008).

"Xadrez responde a uma das preocupações fundamentas do ensino moderno: dar a possibilidade de cada aluno progredir segundo seu próprio ritmo, valorizando assim a motivação pessoal do estudante".

 

Método

Serão utilizados 15 alunos da Escola Municipal Carmen Hagge, na qual tem idade de nove e dez anos de idade na qual pertencem a quarta e quinta seria da mesma escola, e são submetidos de segunda a sexta no horário de três horas da tarde até as quatro horas da tarde, assim esses alunos pertencentes ao Projeto Mais Educação, passaram por um teste inicial e final na qual durante um mês tiveram aula de xadrez, assim para o final da pesquisa terem os resultados sobre o objetivo do trabalho.

Resultados

Os alunos estudados no trabalho foram verdadeiramente maior avaliados na parte de criatividade, a maturidade intelectual, o raciocínio lógico e matemático como também a comunicação e a habilidade de aprendizagem, na qual essas áreas podem influenciar na qualidade de vida pelo fato da construção de um ser humano, assim no inicio foi realizado um teste na qual incluíam perguntas sobre a vida deles e algumas perguntas de raciocínio depois disso, passaram um mês em testes, sempre todos eram passados aulas de xadrez com os referencia a vida e ao jogo, logo após esse um mês de experiência, no ultimo testes realizados com os alunos pode-se observar uma melhora no raciocínio lógico, e uma melhor visão de vida pelo ato de que eles devem construir um plano para alcançar seus objetivos e sonhos de vida assim foram esses os resultados dos testes com os 15 alunos participantes, ou seja, o xadrez pode sim servir como melhor qualidade de vida, pois influencia realmente em toda a produção do ser humano, pois existe um contato próximo de tentar jamais errar e sempre criando oportunidade de maneiras mais criativas e pensadas possíveis para que possam chegar ao seu objetivo de vida.

 

REFERENCIAS

D`AGOSTINI, Dr. Orfeu Gilberto. Xadrez Básico. 1˚ Edição. São Paulo: Editora De Ouro, 1979.

FREIRE, Paulo. Pedagogia Da Autonomia. 38˚ Edição. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2008.

BASSEADAS, Acrescenta. Teoria e Prática da Educação Infantil. 1˚ Edição. São Paulo, 2007.

http://xadrezpt.com/blog/beneficios-do-xadrez/ Acesso em: 01/03/2011

FERREIRA, Manuel Da Costa Atalaia. Xadrez E Educação, Prática Educativa Do Jogo De Xadrez, 27 de Junho de 2008.

FERREIRA, Manuel Da Costa Atalaia. Xadrez E Educação, Vantagens de Aprender Xadrez, 04 de Julho de 2008.

FERREIRA, Manuel Da Costa Atalaia. Xadrez E Educação, Múltiplas Inteligências, 20 de Junho de 2008.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/xadrez-e-qualidade-de-vida-4874444.html

    Palavras-chave do artigo:

    alunos

    ,

    xadrez

    ,

    qualidade de vida

    Comentar sobre o artigo

    SANDRA VAZ DE LIMA

    Dentre os jogos utilizados na escola, destaca-se no presente artigo “o Xadrez”, sendo um excelente jogo que ensina aspectos fundamentais da solução de problemas, criação de estratégias, utilizando a percepção, a flexibilização e reversibilização do pensamento como forma de ordenar o jogo.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educaçãol 15/02/2010 lAcessos: 1,595

    O Trabalho tem o objetivo de desenvolver o raciocínio lógico através do xadrez, assim usará os métodos desenvolvidos no intuito de desenvolver o raciocínio lógico, assim o teste foi realizado durante um período de um mês na qual foi feito uma prova para avaliar como estava o raciocínio lógico da criança assim logo após no dia seguinte iniciou-se as aulas de xadrez para os alunos na qual durante um período de um mês passaram por pesquisa em sala de aula, assim levando os alunos a pensar.

    Por: Trysha Pallôma Brasil Mendesl Educação> Educação Infantill 07/06/2011 lAcessos: 878

    Proporcionar aos nossos alunos uma maneira descontraída e socializada de aquisição de conhecimentos oriundos de diversas oficinas, inauguração da rádio escola e apresentações culturais.

    Por: Marcia Amelia Gaspar Matosl Educação> Ciêncial 31/08/2010 lAcessos: 347
    Marcelo Gomes González

    Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), foi um documento criado em 1996 com o intuito de nortear a Educação Básica no Brasil. Nele ainda perduram alguns erros, mas ainda assim, esse documento foi uma evolução para educação nacional, principalmente para a Educação Física. No Ensino Fundamental I tem-se como objetivo a formação da identidade do cidadão, para saber seu lugar na sociedade. Apresentando-lhe várias culturas e reforçando as já existentes.

    Por: Marcelo Gomes Gonzálezl Educaçãol 17/10/2012 lAcessos: 137
    Paula Cristina Klahold Rodrigues dos Reis

    Este trabalho tem como objetivo fazer uma breve análise da vasta gama de tecnologias educacionais que permeiam o cotidiano dos alunos desde sua entrada na educação infantil, passando para o ensino fundamental e, em seguida, para o ensino médio. Procura também mostrar o que esse grande “rol de informações” pode vir a colaborar na construção de um futuro com bases sólidas e bem estruturadas dentro do foco aqui apresentado.

    Por: Paula Cristina Klahold Rodrigues dos Reisl Educaçãol 01/07/2009 lAcessos: 1,071

    Este trabalho pairou sobre reflexões em cerca de 100 alunos e alunas que nos determinados momentos de seus estudos escolares não se preocupavam muito em estudar com afinco (memorização, aplicação em sala de aula). Realizamos entrevistas com os envolvidos, após 15 anos, de suas formaturas, denotamos que, o intelectualismo contribuiu em torno de 15% para os seus sucessos pessoais, sociais e profissionais e 85% estavam relacionados com as capacidades de suas inteligências diversas postas em prática

    Por: ADALBERTO ALABARCEl Educação> Ciêncial 12/11/2011 lAcessos: 209
    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    A pesquisa possibilitou-nos demonstrar a importância das atividades lúdicas na aprendizagem, visto que os jogos e brincadeiras são, conforme diversos estudiosos, experiências que se correlacionam ao ambiente e devem ser aplicadas as crianças em fase escolar, indiferente de idade e série. Ostentada por expressivos referenciais teóricos, a proposta de trabalho apresentada permite afirmar a existência de jogos e brincadeiras infantis, que se bem aplicadas, auxiliarão no desenvolvimento infantil.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Educação Infantill 15/05/2014 lAcessos: 170

    Este trabalho toma como percurso a descrição da prática docente na utilização dos jogos tradicionais, em instituição particular, na cidade de Salvador-Bahia. As discussões estão pautadas em Kishimoto; Friedmann; Chateau; Freire; Piaget e Vigotsky. Partindo do pressuposto de que se as aprendizagens são variadas, é necessário que o professor esteja em constante renovação e reflexão de sua prática, para que alcance as necessidades da criança.

    Por: Geraldo Francisco dos Santosl Educação> Educação Infantill 22/04/2011 lAcessos: 7,001 lComentário: 1
    Alinne do Rosário Brito

    A função educativa por ter-se mostrado capaz, em diversos experimentos empíricos realizados, desenvolveM níveis diferentes de experiências pessoais e coletivas e a propiciar novas descobertas, além de contribuir na socialização. Neste trabalho, buscou-se aproximar as representações históricas do jogo, ás teorias que o balizam como atividade rica, prazerosa e motivadora da aprendizagem .

    Por: Alinne do Rosário Britol Educaçãol 18/07/2012 lAcessos: 1,415

    O presente artigo aborda o sistema de ensino de língua portuguesa envolvendo o aluno com dislexia e os professores que atuam na 5º serie, no contexto educacional de nível fundamental II.Visa investigar, as metodologias adotadas em sala nas aulas de língua portuguesa e se são suficientes para proporcionar aulas apropriadas quão grandemente necessárias, para contemplar as especificidades do aluno disléxico, de maneira a assegurar o seu aprendizado.

    Por: Taynara Freitas de Souzal Educação> Educação Infantill 22/10/2014

    As conexões entre brincar, aprender e ensinar são perceptíveis quando o educador consegue conciliar os objetivos pedagógicos com os objetivos dos alunos. Ensinando a aprender contribuindo para o desenvolvimento da subjetividade, para a construção do ser humano autônomo e criativo, preparando para o exercício da cidadania e da vida coletiva incentivando a buscar justiça social e igualdade com o respeito à diferença.

    Por: Rosana Maciel Averl Educação> Educação Infantill 12/10/2014 lAcessos: 28

    Este artigo tem como objetivo apresentar a pesquisa sobre o impacto do programa escola da família na vida de crianças e adolescentes da Escola Vicente Minicucci na cidade de Franca . A pesquisa foi desenvolvida na Escola Estadual Vicente Minicucci, na cidade de Franca - SP. Seguindo os métodos de observação e questionário aplicados aos responsáveis e participantes do programa. Foi possível perceber que esse programa tem sido de suma importância pelo fato de tirar as crianças da rua, lugar

    Por: Leticia Oliveiral Educação> Educação Infantill 06/10/2014 lAcessos: 21

    Neste artigo apresentamos os resultados da pesquisa realizada na instituição Chácara Sorriso, na cidade de Patrocínio Paulista, na Av. Ronan Rocha. Onde destacamos a importância da música na aprendizagem e desenvolvimento sócio cultural da criança e do adolescente. O nosso objetivo foi trabalhar com a música, levando em conta aspectos histórico e sócio cultural, com o intuito de levar às crianças e aos adolescentes da instituição uma reflexão de cada música e do que elas representam em suas vida

    Por: Josianel Educação> Educação Infantill 28/09/2014 lAcessos: 40
    Zilda Ap. S. Guerrero

    A prática pedagógica do ensino de Ciências nas fases iniciais á formação autoral dos alunos como protagonistas de projetos vinculados á harmonia entre o homem e natureza de forma a construir um perfeito equilíbrio entre ambos. Portanto, as aulas de Ciências devem destacar o caráter de empresa vital, humana, fascinante, indagadora, aberta, promoção da argumentação criativa e analítica, a fim de comprovarem a veracidade da atividade científica, ou discordarem, promovendo teses, novos experimentos.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Educação Infantill 28/09/2014 lAcessos: 11
    Fagner Vieira

    Muito se fala sobre elas, sobre vestibulinho, curso técnico, empregabilidade e etc. Mas você sabe quanto ganha um técnico? Sabe como e onde se inscrever numa ETEC? Este artigo reúne em nove tópicos, todas as informações sobre vagas, vestibulinhos e resultados de provas. Aqui você também vai encontrar links, a unidade mais próxima de você e estatísticas.

    Por: Fagner Vieiral Educação> Educação Infantill 27/09/2014 lAcessos: 19

    No presente artigo apontaremos a indisciplina na Educação Infantil pelos docentes como um dos principais obstáculos ao trabalho pedagógico. O objetivo deste trabalho é tentar resgatar alguns aspectos da postura do professor em relação à manipulação e a falta de limites das crianças. Definir limites com os alunos, deixar claro o que é possível ser feito e em que situações eles poderão ser cobrados só auxilia em seu crescimento pessoal e em suas atividades estudantis.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 26/09/2014 lAcessos: 50

    O presente artigo discute a importância da participação da família no processo educacional da criança na Educação Infantil. O artigo desenvolvido tem como objetivo discutir a importância da família na educação da criança, tanto no ambiente social da escola como no ambiente familiar, focalizando assim, o papel da família nesse processo.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 26/09/2014 lAcessos: 52
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast