A Arte Da Tutoria Em Ead

17/07/2009 • Por • 9,390 Acessos

Dominar a arte da tutoria em EAD é um trabalho que existe do profissional competências similares as docentes do ensino presencial. Entretanto, os tutores não podem nem devem reproduzir nos ambientes virtuais a figura do docente tradicional que se limita a auxiliar na aprendizagem. Eles devem possuir uma formação multidisciplinar que englobem o desenvolvimento de competências pessoais, profissionais e tecnológicas que vão além dos conhecimentos acadêmicos especializados. O tutor atua como mediador do processo de aprendizagem que ocorre entre os atores (professor-aluno e aluno-aluno), significando que “mais do que ensinar, tratá-se de fazer aprender” (Perrenoud, 2000). Na perspectiva do ensino a distância, o tutor precisa organizar e utilizar bem o seu tempo, nas oportunidades deve oferecer atendimento e dar respostas alunos e no risco, que consiste na possível perda do aluno caso não aproveite a oportunidade.

 

O segredo está em utilizar inteligentemente os recursos tecnológicos ferramentas disponíveis para estabelecer uma interação com os cursistas. Oportunamente o tutor usará as TIC's em prol da construção de sólidos conhecimentos até para aqueles alunos que ainda não sabem como utilizar estes mecanismos, o docente orienta-los-a de forma que estes possam vencer esta barreira. Além disso, é desejável que o tutor que possua uma boa “formação acadêmica e pessoal, capacidade intelectual e domínio da matéria” também terá que demonstrar maturidade, empatia e cordialidade para lidar com as diferenças culturais e regionais que se deparar nesta atividade.

 

Não esqueça, a tutoria deve ter capacidade de análise e síntese, além disso, estar atentos aos avanços tecnológicos buscando capacitar-se continuamente. Seu objetivo de ensinar o aluno aprender a aprender enseja o aprendizado organizado e contínuo com técnicas atualizadas pois, segundo Authier os tutores “são produtores quando elaboram suas propostas de curso; conselheiros, quando acompanham os alunos; parceiros, quando constroem com os especialistas em tecnologia abordagens inovadoras de aprendizagem”.

 

E finalmente, listamos algumas funções essenciais da tutoria. É papel do tutor estimular a interação entre os pares, ser o responsável pelas ferramentas de avaliação, dar feedback sobre os atividades e dúvidas dos alunos, monitorar seu desenvolvimento e participação no ambiente virtual de aprendizagem, indicar livros ( de bibliotecas normais e virtuais) sites e blogs incentivando a pesquisa de materiais fora do ambiente virtual. Promover discussões dentro dos objetivos do curso para ensejar novos conhecimentos, resolvendo conflitos e problemas online, se necessário abordando o aluno por outros meios como telefone, fax e email. O tutor deve envolver-se no processo empaticamente, para que o aluno sinta-se a vontade para aprender e desenvolver-se durante o processo de ensino aprendizagem. Consideramos como características básicas do tutor: ser capaz de uma boa comunicação, ter uma clara concepção de aprendizagem, dominar bem o conteúdo, facilitar a construção de conhecimentos através da reflexão, intercâmbio de experiências e informações, estabelecer relações empáticas com os alunos e buscar filosofias (base do ato de educar).O tutor diferente não é aquele que inventa a roda , mas o que utiliza os conhecimentos existentes a seu favor.

 

Referências Bibliográficas

 

Machado, Liliana Dias; Machado, Elian de Castro. O Papel da tutoria em Ambientes EAD. Texto disponível no Modulo III. Abril 2004.

 

Sarmet, Maurício Miranda; Abrahão, Júlia Issy. O tutor em educação a distância: análise ergonômica das interfaces mediadoras. In Educação em Revista. Dez. 2007.

 

 

Perfil do Autor

Rosa de Cátia Souza Silva

Graduada em Secretariado Executivo e Especialista em Assessoria Gerencial pela Universidade Federal da Bahia. É articulista do site Konvenios, Artigonal e de Sonia Jordão e também escreve Contos, Poesias e Haicais. Recentemente publicou o miniconto "Aprendizado para a vida" no livro Microcosmos da editora Guemanisse.