Educação à Distância x Educação Presencial: algumas diferenças encontradas

11/07/2010 • Por • 4,603 Acessos

A educação presencial é a educação tradicional, a educação que acontece com a presença pessoal de professores, alunos e outros atores que participam do ensino x aprendizagem. É uma modalidade de educação mais antiga e que apresenta bons resultados, porém o que observamos são mudanças significativas ocorridas nas últimas décadas em relação ao ensino, às metodologias e até as ferramentas e técnicas utilizadas que são comprovadamente mais eficientes que estão sendo utilizadas nas escolas, universidades e centros tecnológicos.

Com o avanço da informática e particularmente o desenvolvimento espantoso da Internet o mundo já não é mais o mesmo. A educação à distância é a nova modalidade de educação que também por conta desse avanço veio para ficar.

Vivemos no mundo da informação e uma das mais utilizadas é a informação automática. Cada vez mais cresce a utilização de computadores e suas redes virtuais desenvolvidas quase sempre em todas as áreas e muito buscadas por todos.

A grande rede é utilizada por muitos, sejam profissionais: professores, advogados, administradores, médicos, engenheiros, economistas, etc ou até mesmo jovens que são apenas estudantes. A utilização de ambientes virtuais é uma realidade e assim, pouco a pouco educação presencial vai dividindo espaço com a chamada educação virtual. Esse tipo de educação utiliza técnicas e ferramentas que possam ajudar na agilidade de comunicação de pessoas e instituições distintas e distantes. Se formos ver um pouco da história da educação vamos identificar que o século XXI trouxe avanços significativos com uma educação inovadora, mas também cheia de desconfianças.

No seu início, a educação à distância utilizava certos meios mais convencionais como o rádio, a televisão, hoje, verifica-se a crescente utilização do computador como ferramenta dessa educação por meios digitais e virtuais. Para boa parte da população brasileira o contato com o computador e com a própria Internet já não é mais um sonho. Até o governo já desenvolve atualmente políticas educacionais voltadas para a utilização do computador e da Internet.  

Como o presente artigo foi escrito não para esgotar o assunto, mas para estabelecer algumas diferenças entre os dois tipos de educação, vamos às ilações: em minha análise observo que enquanto na educação a distância existe separação física ente professor e aluno, na educação presencial isso não ocorre.

A educação presencial não possui o chamado tutor, um intermediador do processo ensino x aprendizagem. O tutor é um dos atores do ensino à distância que mantem maior contato com o aluno do que o professor; na educação presencial não há intermediário, isto é, não é necessário um tutor.

Na educação a distância há utilização de meios de comunicação mais automáticos e impressos, há uma comunicação bilateral e possibilidade de encontros ocasionais com objetivos de socialização e didáticos; os alunos têm mais autonomia. Já na educação presencial nota-se que há a convivência numa mesma estrutura física com docentes e discentes, a forma mais comum de procedimentos metodológicos é a aula expositiva e dialogada que permite o "face to face".

Uma outra diferença que devemos considerar é o ritmo de aprendizado. O ritmo da aprendizagem na educação a distância é de certa forma, controlado pelo aluno, destacando aqui, a maleabilidade para a auto-aprendizagem, as avaliações e controles discentes são ditados pelo professor e tutor, enquanto que na educação presencial o ensino-aprendizagem é mais focado no professor, ou seja, este último tem que se empenhar mais para com o aprendizado do aluno. Enquanto a educação à distância apresenta dias e horários de aula mais maleáveis, a educação presencial apresenta horários mais rígidos.

Diferenças a parte, os dois tipos de educação, modernamente, são muito utilizados e detalhe, praticamente no mundo todo verifica-se a utilização de ambos.   

Na educação à distância a comunicação deve ser frequentemente bem analisada, controlada e avaliada do que a educação presencial. A educação a distância é mais nova e utiliza neotecnologias com linguagens html, enquanto que a presencial utiliza muito mais a oralidade e tecnologias mais convencionais.

Em síntese, apesar das distinções, ambos tipos de educação, se bem conduzidos e orientados ajudam na construção da educação por parte de professore, tutores e alunos. 

Perfil do Autor

Flavio Andrade

Flávio Andrade é graduado em Administração pela Universidade Estadual do Maranhão, pós-graduado em Administração pública e é mestrando...