Formação ética e cidadã: uma construção de caráter para o mundo global

Publicado em: 19/06/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 224 |

Introdução

Esse projeto busca desenvolver nos alunos a consciência ética e o respeito pelos semelhantes, para isso, discutimos a concepção de educação, pois através dela é possível posicionar-se perante as questões educativas. Em seguida, foram abordadas e discutidas a compreensão de ética e o rumo da sociedade no século XXI. Finalizamos com a apresentação do Lar Bussocaba e os objetivos que pretendemos com o desenvolvimento e formação dos discentes nesse processo de aprendizagem.

  1. 1. Concepção de educação

Atualmente existe uma cobrança social, no sentido, de pessoas éticas e transparentes, seja isso, na conduta, enquanto profissionais ou na vida particular. Com a intenção de colaborar nesse aspecto, o colegiado de alunos e professores juntamente com a comunidade, tiveram a iniciativa de realizar este programa que visa contribuir para a formação de caráter, intelectual, civil e cidadã através de uma concepção global[1].

Ainda sob essa perspectiva, acreditamos que toda aprendizagem deve ser significativa para os alunos. De acordo com Moreira (1999) essa aprendizagem somente pode acontecer: "quando a nova informação ancora-se em conceitos ou proposições relevantes" (Moreira, 1999 p.153).

Quanto a isso acreditamos que para atingir essas pretensões é necessário que o educando participe da construção de seu saber, obviamente, de maneira direcionada para o ensino de compreensão discutida por Wiske (2007), segundo esse autor, a compreensão é: "a capacidade de uma pessoa usar seu conhecimento de maneira inovadora" (Wiske, 2007 p. 53), porém somente poder-se-á executar isso, caso as pessoas já possuam conhecimentos anteriores sobre determinado assunto, paralelamente, enquanto é construído essa perspectiva também se deve construir um saber ético que pressupõe cidadãos que agirão de acordo com essa premissa.

  1. 2. Ética para o novo milênio

Quando as pesquisas de Delors (1999) identificaram os desafios para o século XXI, percebeu-se que a humanidade deveria ter bases para a construção humana, essas referências são como quatro pilares: apreender a conhecer; aprender a fazer; aprender a viver juntos, aprender a viver com os outros e; aprende a ser. Através destes a educação a humanidade seguiria rumo à resolução das dificuldades deste novo século. Também, parece-nos, que se deve construir na criança a consciência de ser e estar no mundo[2].

Para Morin (2010), na há educação de qualidade, caso não se considere a tríade: social, biológica e psicológica do ser humano. Esses apontamentos convergem para as bases discutidas por Delors (1999), uma vez que as orientações tomam conotação de educação para a plenitude do ser humano o seu desenvolvimento para si, a sociedade e o mundo. Isso somente dar-se-á com uma base sólida de caráter ético.

A educação, processo em construção durante toda a vida, é algo que deve ser pensado da infância à velhice como apontam Santos e Efstathiou (2010), segundo estes autores, tanto a infância quanto a velhice são invenções da sociedade e, como tal, constrói paradigmas de comportamento e atitude. Nesse aspecto, observa-se que não existe uma iniciativa de educar também para a senilidade.

  1. 3. Visita ao Lar Bussocaba[3]

O Lar Bussocaba que atende principalmente aos idosos, localiza-se à Avenida Padre Vicente Mellilo, 831, Jardim Ester, Osasco. É uma entidade que subsiste com a assistência e contribuição de caridade. Os idosos que se encontram sob a tutela do Lar Bussocaba, são bem cuidados pelos profissionais que atuam nessa instituição, também recebem visitantes, que dentre outras coisas, levam consideração e relação humana os idosos que permanecem na instituição.

  1. 4. Objetivos

4.1. Objetivos Gerais

a)    Construir nos alunos a consciência de ser e estar no mundo.

4.1.1. Objetivos Específicos

a)    Educar para a senilidade;

b)    Desenvolver a consciência ética;

c)    Construir o respeito mútuo;

d)    Contribuir com a sociedade.

  1. 5. Considerações Finais

Esse pequeno projeto pretende desenvolver o pensamento crítico, formar uma consciência ética, sobretudo o respeito com a vida, mostrar aos alunos que eles são os protagonistas da construção de sua história bem os agentes que podem modificar o contexto social.

Bibliografia

DELORS, Jacques. Educação: Um Tesouro a Descobrir; UNESCO, MEC, Cortez Editora, São Paulo, 1999

MOREIRA, Marco Antônio. Teorias de Aprendizagem; São Paulo: EPU, 1999.

MORIN, Edgar. Os sete Saberes Necessários à Educação do Futuro; Cortez Editora, 2010.

SANTOS, Fábio Oliveira; EFSTATHIOU, Stephanie. A senilidade também é responsabilidade da educação. Retirado em: <http://artigocientifico.com.br/artigos/?mnu=1&smnu=5&artigo=3223> Acesso 19/06/2011.

WISKE, Martha Stone. Ensino para a compreensão: a pesquisa na prática; tradução Luiza Araújo; Porto Alegre: Artmed, 2007.

 

[2] Reflexão retirada em: <http://artigos.netsaber.com.br/resumo_artigo_12538/artigo_sobre_a_influÊncia_da_filosofia_na_construÇÃo_da_etica_no_Âmbito_escolar> Acesso em: 19/06/2011.

[3] A Assistência Vicentina Imaculada Conceição - Lar Bussocaba, é uma Obra Unida da Sociedade de São Vicente de Paulo. (SSPV). A Sociedade de São Vicente de Paulo, fundada em 1833 por Antonio Frederico Ozanam e seus companheiros, é uma Instituição de caridade que está presente em 143 países e tem como principal objetivo amar a Jesus Cristo Sofredor na pessoa de seus Assistidos. Sua ação compreende qualquer forma de ajuda, por contato pessoal, no sentido de aliviar o sofrimento e promover a dignidade e a integridade do homem.

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/educacao-online-artigos/formacao-etica-e-cidada-uma-construcao-de-carater-para-o-mundo-global-4925080.html

    Palavras-chave do artigo:

    lar bussocaba senilidade educacao discentes

    Comentar sobre o artigo

    Giseli Rodrigues de Matos

    Ser professor hoje é diferente, pois o mundo está em constante mudança, e as tecnologias criaram novos espaços do conhecimento, por conta disso a formação tem que ser permanente.

    Por: Giseli Rodrigues de Matosl Educação> Educação Onlinel 13/04/2015
    Giseli Rodrigues de Matos

    O paradigma da inclusão tem gerado inúmeras discussões e controvérsias; tanto, que é comum ouvir que a Educação Especial passa por um momento crítico. De fato, pode ser considerado crítico sob vários aspectos: Conceitual, pois o conceito de Educação Especial tem sido objeto de críticas, principalmente quando induz a pensar que a administração do atendimento educacional para esses alunos configura-se como subsistema à parte da educação geral.

    Por: Giseli Rodrigues de Matosl Educação> Educação Onlinel 13/04/2015 lAcessos: 13

    Com o desenvolvimento da informática no século XXI e a evolução da internet a Educação tem se apresentado como opção de qualificação, formação e inclusão digital, pois através dela pode-se concretizar uma formação inicial e continuada com uma flexibilidade e oportunidade de aprofundamento na temática estudada. Dentro desta realidade, por exemplo, a EAD que vem oferecer a profissionais como professores a oportunidade de inserir-se no mundo tecnológico, qualificar-se e proporcionar a oportunidade

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Educação Onlinel 27/03/2015 lAcessos: 17

    A tecnologia representa e codifica a realidade ampliado as possibilidades de participação direta das pessoas nas decisões que afetam sua vida cotidiana. Promovendo na comunicação uma mudança cooperativa e emancipadora, fortalecendo o exercício da cidadania numa relação dialética com a realidade. A educação é um importante contribuinte para o desenvolvimento econômico oferecendo oportunidades de melhores salário e qualidade de vida a todos os cidadãos.

    Por: Daniela Rosseti silval Educação> Educação Onlinel 19/03/2015 lAcessos: 15

    As leis de Inclusão e Acessibilidade no setor educacional surgiram, visando a integração das crianças com deficiências educacionais especiais, nas salas de aula das escolas comuns, porém os desafios enfrentados pelos gestores, professores e a família do aluno "especial" são muitas.

    Por: Lidia Alves dos Santosl Educação> Educação Onlinel 14/03/2015 lAcessos: 16

    A utilização da educação online como forma de democratização de educação para todos buscando uma formação permanente do educador.Potencializado os métodos e praticas pedagógicas de forma cognitiva desenvolvendo as tecnologia digital que fazem parte da realidade dos alunos nesta sociedade de informação

    Por: Daniela Rosseti silval Educação> Educação Onlinel 22/02/2015 lAcessos: 16

    Este artigo é um relato da experiência de ensino e aprendizagem que foi desenvolvido com alunos da terceira fase do primeiro ciclo do ensino fundamental da Escola Municipal "José Evaristo Costa", situada na Rua: José Caleira Vila, S/N, Bairro: São Francisco, CEP: 78260-000, Tel: (65) 3261 – 2291 na cidade de Araputanga-MT, por duas professoras alfabetizadoras em formação no PNAIC, Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa. Os alunos orientados pelas Professoras Maria Cristina e Silvana B

    Por: Silvana Bento de Melo Couto.l Educação> Educação Onlinel 04/02/2015 lAcessos: 19
    Paulo Cesar Tomaz

    Esse artigo procura discorrer sobre algumas das vantagens e desvantagens de se estudar na modalidade de Educação a Distancia.

    Por: Paulo Cesar Tomazl Educação> Educação Onlinel 08/12/2014 lAcessos: 66
    SANTOS, F.O.

    Resumo: A discussão sobre as ferramentas para aprendizagem são essenciais para a escolha e organização de trabalho, não raro, são tão importantes quanto o próprio conteúdo. No mês de maio de 2012, demos início ao projeto que procura desenvolver a aprendizagem por meio da interação tecnológica.

    Por: SANTOS, F.O.l Educação> Línguasl 08/06/2012 lAcessos: 63
    SANTOS, F.O.

    Para Arent (2008), os grandes homens da história somente puderam existir devido ao conflito com o mundo, não que suas vidas devam ser modelos ou paradigmas de condutas, ao contrário, a insatisfação com o mundo e sua busca por compreensão fê-los construir sua obra.

    Por: SANTOS, F.O.l Notícias & Sociedade> Polítical 16/01/2012 lAcessos: 32
    SANTOS, F.O.

    Quando o professor se vê no mesmo nível que o aluno, na verdade ele não entendeu o que de fato foi proposto pela literatura atual. Quando se fala que o profissional necessita colocar-se no mesmo nível do aluno.

    Por: SANTOS, F.O.l Educaçãol 01/12/2011 lAcessos: 64
    SANTOS, F.O.

    O trabalho com gêneros textuais faz-se presente no cotidiano escolar, todavia a escolha do gênero para discussão é pessoal do professor, daí suas experiências de leitor transpassarem o papel escrito às interpretações do mundo a partir da literatura.

    Por: SANTOS, F.O.l Literatura> Crônicasl 28/11/2011 lAcessos: 166
    SANTOS, F.O.

    Este trabalho discuti a história da Angola e do Brasil, procura apresentar semelhanças entres os dois países, tanto no sentido econômico quanto social, para isso, foi pesquisado o período da guerra civil e a ditadura brasileira.

    Por: SANTOS, F.O.l Notícias & Sociedade> Polítical 23/05/2011 lAcessos: 644
    SANTOS, F.O.

    Existe uma nova demanda social que reivindicam novos e melhores profissionais em todas as áreas públicas, para os gestores hospitalares não é diferente, sob essa perspectiva, nesse pequeno estudo, procuraremos refletir sobre questões que consideramos essenciais para a administração pública.

    Por: SANTOS, F.O.l Negóciosl 22/05/2011 lAcessos: 255
    SANTOS, F.O.

    Devemos compreender que quando o Estado, de acordo com John Locke, foi criado, tinha a prerrogativa de garantir o direito natural do ser humano de vida e liberdade e, principalmente, da propriedade, grosso modo, garantir o direito à propriedade era o essencial. Não sem razão o pensamento de Locke influenciou as idéias liberais.

    Por: SANTOS, F.O.l Notícias & Sociedade> Polítical 10/04/2011 lAcessos: 149
    SANTOS, F.O.

    Para ama análise e compreensão do púbico e privado é necessário compreender a sua origem e suas finalidades, pois na antiguidade tanto a esfera púbica como a privada tinham funções distintas e separadas como demonstra Souza (2006), porém não é factível essa mesma noção na contemporaneidade.

    Por: SANTOS, F.O.l Notícias & Sociedade> Polítical 21/02/2011 lAcessos: 479
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast