A escola e a diversidade

Publicado em: 27/02/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 1,439 |

A ESCOLA E A DIVERSIDADE

 A educação brasileira é constituída por uma vasta diversidade cultural, étnica, de gênero e sexualidade, o que é caracterizada, sobretudo entre os jovens, sinalizada pela necessidade de firmar a sua identidade na sociedade. Em relação a essa diversidade a uma resistência entre os pontos de visão de um perante o outro, a maneira com a qual o "eu" se identifica com o mundo.

A escola deve ter por objetivo a formação de cidadãos críticos que respeitem a diversidade em todas as suas formas, teve priorizar em seu currículo ações que proporcione a valorização da diversidade, como encontros e debates com um foco na reflexão e compreensão da sua identidade, assim com afirma Paulo Freire: "por uma educação que, por ser educação, haveria de ser corajosa, propondo ao povo a reflexão sobre si mesmo, sobre seu tempo, sobre as suas responsabilidade".(FREIRE, 2003:67).

O cotidiano escolar demonstra claramente os preconceitos raciais, sexuais, étnicos entre outros, pois a escola ainda se mostra contraria a heterogeneidade, é preciso pensar no espaço escola diversificado, atentos às diferenças econômicas, sociais e raciais.

A proposta educacional deve estar voltada para o pluralismo cultural, tendo como pilar o multiculturalismo visando combater os preconceitos e discriminações, definindo uma nova visão frente às diferenças.

É necessário trabalhar com igualdade as diferenças, o que constitui uma tarefa hercúlea, uma vez que, é necessário compreender como a diversidade se manifesta no contexto. Portanto, é fundamental constituir uma educação baseada nas questões étnico-raciais, possibilitando um marco significativo discussão a respeito das desigualdades sociais, das diferenças raciais e principalmente do direito de ser diferente, tornando dessa maneira, uma escola democrática.

Definir uma escola, propriamente dita igualitária pode soar como uma utopia, garantir uma escola que atenda todos os alunos em suas diferenças e peculiaridade é um direito.

 

Referências Bibliográficas

 

Freire Paulo. Pedagogia do Oprimido. 35 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/a-escola-e-a-diversidade-4320125.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao brasileira pluralismo cultural

    Comentar sobre o artigo

    O presente texto tem por objetivo refletir sobre a Educação Brasileira do período Colonial a Primeira Republica. Vamos procurar analisar os seus fundamentos históricos e filosóficos contribuindo assim para o entendimento da história da Educação do nosso Pais, permitindo com isso que entendamos parte da conjuntura atual, uma vez que somos frutos de uma determinada construção histórica de exploração e desigualdade que infelizmente ainda não conseguimos romper.

    Por: Robson Stigarl Educação> Ensino Superiorl 22/03/2010 lAcessos: 12,520 lComentário: 7

    O presente artigo consiste na apresentação do resultado de estudos e intervenção pedagógica que analisa o uso de expressões e piadas relacionadas às populações negras como expressão naturalizada do preconceito racial no interior da escola e na sociedade. A finalidade deste texto é estabelecer a relação entre as teorias norteadoras do estudo, com o modo do povo brasileiro se perceber racista e preconceituoso, identificando causas, efeitos e seqüelas, buscando o entendimento por meio de reflexões.

    Por: DAVI SAMUELl Educação> Ensino Superiorl 12/07/2011 lAcessos: 2,282
    Professor Marcos Paulo

    Esta modalidade de ensino não pode ser encarada como uma panacéia para todos os males da educação brasileira. Há um esforço muito grande dos educadores e pesquisadores da educação em mostrar que os problemas da educação brasileira não se concentram somente no interior do sistema educacional, mas, antes de tudo, refletem uma situação de desigualdade e polaridade social, produto de um sistema econômico e político perverso e desequilibrado...

    Por: Professor Marcos Paulol Educação> Educação Onlinel 15/09/2011 lAcessos: 229
    DANIELY MARIA OLIVEIRA BARBOZA

    Esta pesquisa tem como pressuposto principal propor uma reflexão em torno da dinâmica e da realidade da Educação de Jovens e Adultos, uma vez que este campo de ensino fez e faz parte da história da educação brasileira. Diante disso, ao analisar todo o contexto desse campo de ensino, verificamos a dinâmica existente em cada momento que se consegue organizar uma sala de jovens e adultos na escola.

    Por: DANIELY MARIA OLIVEIRA BARBOZAl Educação> Ensino Superiorl 30/11/2013 lAcessos: 64

    Por meio de uma análise crítica da Lei das Diretrizes e Base da Educação Nacional 9.394/96, apresentando um caráter bibliográfico, a partir dos princípios comentados da nova diretriz relacionada a estruturação do ensino brasileiro. Nessa análise, apontam-se as possíveis soluções para uma boa qualidade de ensino/aprendizagem. O estudo discute a formação para a cidadania a partir da escolarização obrigatória, diante desta incongruência encontrada na LDB. A conclusão propõe a superação dessa incongruência pela moral republicana inerente à formação para cidadania no contexto social das liberdades democráticas reforçando o aprimoramento e educação continuada do profissional de educação.

    Por: Shirley da Rocha Afonsol Educação> Educação Infantill 28/06/2009 lAcessos: 15,801 lComentário: 3
    Nathália Alves de Oliveira

    O presente artigo busca demonstrar a importância do processo educativo lúdico na educação infantil, visto que jogos e brincadeiras são, conforme estudiosos, experiências afetivas mútuas para o ambiente e devem ser consagradas nas crianças em fase escolar. Embasada por significativos referenciais teóricos, a proposta apresentada permite afirmar a existência de jogos e brincadeiras infantis no processo que aumentam rendimento no processo escolar.

    Por: Nathália Alves de Oliveiral Educação> Educação Infantill 08/02/2012 lAcessos: 13,863
    RINALDO BARROS

    Quase ninguém quer mais ser professor no Brasil, professores competentes abandonam suas carreiras para poderem sobreviver financeiramente. E, perigosamente, corremos o sério risco de um apagão educacional. O Brasil somente será salvo pela educação, ou teremos a barbárie como destino. Maktube!

    Por: RINALDO BARROSl Literatura> Crônicasl 06/12/2010 lAcessos: 84

    Este artigo foi publicado na Revista Compras Públicas: Legalidade e Transparência; da Editora CAPACITAR - Consultoria e Treinamentos em Licitações; edição de abril de 2009. O objetivo do artigo é analisar qual papel das políticas públicas sócio-ambientais na construção de uma gestão pública mais democrática e participativa no Brasil, com base no socioambientalimo.

    Por: Rejane Esther Vieiral Negócios> Administraçãol 13/11/2008 lAcessos: 4,809 lComentário: 3

    Este trabalho apresenta a preocupação do estado em incluir estudantes afrodescendentes nas Universidades públicas brasileiras. Salienta a polêmica gerada pela nomenclatura usada para definir tal comportamento. Aponta a constitucionalidade do ato. Discorre sobre o processo evolutivo do ser humano e ressalta o senso de responsabilidade presente na sociedade contemporânea.

    Por: Arlindo Fernandes Netol Educação> Ensino Superiorl 16/05/2011 lAcessos: 35

    Análise dos principais momentos que levaram à consolidação de uma legislação internacional pela proteção dos Direitos Humanos, destacando os dilemas vivenciados em cada etapa desse processo e chamando a atenção para os méritos e debilidades evidenciados pela distância histórica. Há ainda um esforço por se compreender os efeitos dessa trajetória histórica sob o caso particular do Brasil, sobretudo a partir de uma ótica constitucionalista.

    Por: Pedro Lara de Arrudal Direitol 04/04/2010 lAcessos: 545

    A escola para a maioria das crianças brasileiras é o único espaço de acesso aos conhecimentos universais e sistematizados, e as crianças que durante sua vida escolar esporádica ou mais frequentemente os assim chamados, crianças com "distúrbios de aprendizagem" ou "problemas de aprendizagem" ou dificuldade de aprendizagem", quando não adequadamente tratados esses distúrbios, com certeza podem aumentar e se ampliar de tal forma que chegam a provocar acentuado insucesso escolar.

    Por: Cátia Martins Bernardes Lenzil Educação> Ensino Superiorl 27/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Resultado direto da Revolução Comercial, do mesmo modo, produto da ideologia política renascentista e posteriormente, da Filosofia iluminista.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 27/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Exemplo da Inglaterra. O Parlamento resultou. De uma conciliação dos poderes. Entre a nobreza e a burguesia. Sendo que Coroa reina. Mas apenas a burguesia governa.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 23/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O seguinte motivo: não era nacionalista, Jesus defendia o domínio romano sobre os judeus, justificando que o povo pagasse imposto a Roma. Barrabás fora colocado em liberdade, pois defendia a luta armada para Israel libertar-se do domínio romano.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 22/10/2014

    Este artigo trata da importância da postura do professor universitário no desenvolvimento do aluno e como uma Filosofia Confessional influencia neste propósito. Para isso verificamos o papel das Instituições confessionais protestantes no processo da Educação Universitária do país. Para melhor conhecimento foi realizada uma pesquisa exploratória em forma de entrevista com alunos de uma Instituição confessional Protestante com o objetivo de saber qual a relação que eles têm com seus professores.

    Por: JACKSON ROBERTO DE ANDRADEl Educação> Ensino Superiorl 22/10/2014

    RESUMO Uma só palavra ou teoria não seria capaz de abarcar todos os processos e experiências históricas que marcaram a formação do povo brasileiro. Marcados pelas contradições do conflito e da convivência, constituímos uma nação com traços singulares que ainda se mostram vivos no cotidiano dos vários tipos de "brasileiros" que reconhecemos nesse território de dimensões continentais. A primeira marcante mistura aconteceu no momento em que as populações indígenas da região entraram em

    Por: Joiciane de Sousa Santosl Educação> Ensino Superiorl 21/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Dado ao caráter emergencial da fome generalizada, povos africanos têm que se alimentar de animais portadores de tais vírus, que são mortais ao organismo humano, como cobras, ratos, morcegos e o chimpanzé.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014 lAcessos: 15
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Motivado pelo conflito contra os ingleses com objetivo de controlar o norte da França, o referido monarca, formou um grande exercito, sustentados por impostos cobrados no território nacional.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014
    Bruno Santos Teodoro

    A escola constitui um espaço, onde a diversidade se manifesta em diferentes anglos, dessa maneira é condizente afirmar que as multiplicas visões sobre a diversidade caracterizam a formação de um currículo amplo, direcionado e pautado nas diferenças culturais, étnicas, raciais, sexuais entre outras.

    Por: Bruno Santos Teodorol Educação> Ensino Superiorl 27/02/2011 lAcessos: 271
    Bruno Santos Teodoro

    A Educação a distância é uma modalidade de Ensino que veio para ficar, a flexibilidade, economia, comodidade entre outros, faz com ela conquiste cada vez mais um numero expressivo de alunos. Ela vem revolucionar e democratizar o processo educacional, utilizando-se de uma metodologia diversificada e baseada na comunicação.

    Por: Bruno Santos Teodorol Educação> Ensino Superiorl 27/02/2011 lAcessos: 389
    Bruno Santos Teodoro

    A presente obra vai analisar a aplicação da Lei 11.645/08, que institui o ensino de Historia e Cultura Africana, Afro-brasileira e o ensino de Historia e Cultura Indígena nas escolas de Ensino Fundamental e Médio, alterando a Lei 9.394/96 e tem como principal objetivo promover uma educação que conhece e valoriza a diversidade, na escola que constitui um espaço privilegiado para a aquisição do conhecimento, o desenvolvimento do cidadão e a sua inserção na sociedade.

    Por: Bruno Santos Teodorol Educação> Ensino Superiorl 27/02/2011 lAcessos: 826
    Bruno Santos Teodoro

    A presença de diversas culturas no país nos remeta a importância da instituição de projetos, com o objetivo de conceituar, valorizar e utilizar-se dessa diversidade.A trocas de informações e a união de multiplicas idéias e concepções, favorece a propagação da diversidade cultural. Destacar a cultura em que estamos inseridos é valorizar a nossa historia, consequentemente nos condiz a nos conhecer e definirmos como personagem principal e não como um mero coadjuvante da nossa identidade cultural.

    Por: Bruno Santos Teodorol Educação> Ensino Superiorl 27/02/2011 lAcessos: 259
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast