A Importância Do Composto Mercadológico (Mix De Marketing – 4Ps)

Publicado em: 19/11/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 11,265 |

A IMPORTÂNCIA DO COMPOSTO MERCADOLÓGICO (MIX DE MARKETING – 4Ps)

 

 

Antônio Carlos Brites Ortega

Profª. Brígida Dettmer

Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI

Tecnologia em Processos Gerenciais (EMD5091) – Marketing

15/09/09

 

RESUMO

 

Este trabalho tem como precípua finalidade demonstrar o quanto o marketing empresarial é ferramenta indispensável em qualquer empresa, sendo que a segmentação de mercado é responsável por agregar valor e trazer informações importantes para o bom desempenho da empresa e para a correta utilização do marketing. Demonstram, ainda, quais são os principais objetivos da segmentação de mercado. Quais benefícios este recurso traz para a empresa. E apresenta também o que seria o mix de marketing e como esses elementos devem ser trabalhados a fim de agregar valor à empresa.  

 

Palavra-chave: Marketing; Mix; Importância.

 

 

1 INTRODUÇÃO

 

Administrar uma empresa está bem longe de ser uma tarefa meramente técnica. Tal mister exige do gestor certos conhecimentos que ultrapassam a órbita interna da empresa.

 

Referimo-nos ao conhecimento de mercado. Conhecer o público para qual vai produzir é imprescindível para qualquer empreendimento empresarial, principalmente em tempos tão competitivos e de grande instabilidade, devido a constantes crises.

 

E o marketing está presente em qualquer empresa. Ele subsidiado pela segmentação de mercado. Segmentar o mercado permite à empresa conhecer o consumidor, e conhecendo o consumidor, ela consegue definir seu marketing e utilizá-lo a seu favor.

 

Portanto, a segmentação de mercado é um recurso importante, eis que em muito contribuir para o crescimento empresarial. Este recurso fornece informações valiosas para a empresa. Informações essas que são necessárias para o marketing da empresa.

 

 

2 O MARKETING

 

O fator preponderante para o crescimento de um empreendimento é o cliente.

 

É o cliente quem faz a empresa crescer, expandir-se, alterar seu modo ou sua escala de produção, enfim, é o cliente que força a empresa a se adequar às exigências de mercado.

 

A empresa não é um fim em si mesmo, ela existe para atender certos interesses. O gestor deve ter isto em mente e buscar gerir a empresa com vistas a atender a ânsia do mercado, sob pena de ficar fora dele bem depressa.

 

Por isso, o relacionamento entre empresa e cliente deve ser estreito.

 

O administrador precisa encontrar uma forma de falar diretamente com seu cliente, agradá-lo, satisfazê-lo.

 

E é para desenvolver esse mister de diálogo entre empresa e clientes que existe o marketing.

 

Num primeiro momento o marketing é utilizado para conquistar o cliente. Uma nova empresa busca conquistar um mercado consumidor e então o marketing serve para apresentá-la à sociedade.

 

Esse primeiro contato é importantíssimo, afinal, muitos dizem que a primeira impressão é a que fica.

 

Depois, a empresa utiliza-se do marketing para ampliar seu mercado e fidelizar os clientes já conquistados.

 

A empresa busca novas campanhas, cria novidades vantajosas para seu cliente, e é claro, faz grande divulgação em cima de seus produtos.

 

Como se vê, o marketing está presente em todos os momentos e estágios dentro de uma empresa.

 

É ele que permite o contato da empresa com o cliente, logo, é um instrumento que não pode ser descartado, deve sim ser utilizado com sabedoria, com vistas a agregar valor à organização.

 

 

3 O MIX DE MARKETING

 

Rafael Mauricio Menshhein afirma categoricamente que o Marketing trabalha em conjunto com as diversas áreas da organização, sem este ponto para equilibrar as ações não há como elaborar as estratégias, não há como conhecer os limites e até mesmo as oportunidades dentro da empresa. (Menshhein, 2007)

 

O que nos leva a concluir que o marketing está indissociavelmente ligado ao conceito de empresa. Isto é, só se consegue levar um empreendimento adiante se o marketing fizer parte do planejamento da empresa.

 

A palavra mix quer dizer mistura, e quer passar a idéia de uma mistura de elementos que a empresa tem que reger para trabalhar com o marketing.

 

Jerome McCarthy afirma que "a função do marketing mix é ajudar a desenvolver um pacote (mistura) que satisfaça não somente às necessidades dos clientes dentro dos mercados de objetivo, mas maximize simultaneamente a performance da organização." (Mccarthy, 2008)

 

O mix de marketing também é conhecido como os 4ps. E é com esses quatro elementos que o gestor tem que trabalhar quando deseja utilizar-se do marketing.

 

Segundo Wikipédia, esse mix de marketing, composto por estas quatro palavras chaves respondem aos 4ps dos clientes, vejamos

 

Produto: Cliente: tudo o que se refere ao produto ou serviço em si, como formulação física, características, produção, qualidade, marca, design, embalagem, etc.

Preço: Custo: política de preços, descontos, e formas e prazos de pagamento;

Praça: Conveniência: tarefas necessárias para apresentar o produto ou serviço ao consumidor, para que ele possa comprá-lo e consumi-lo, canais de distribuição, cobertura, variedades, locais, estoque, transporte.

Promoção: Comunicação: todas as tarefas de comunicação que visam promover o consumo do produto ou serviço, promoção de vendas, publicidade, força de vendas, relações públicas, marketing direto, etc. (Wikipédia, 2009)

 

O produto é o resultado da atividade empresarial. A empresa existe para fornecer determinado produto para a sociedade.

 

O marketing visto pelo aspecto do produto refere-se às decisões que foram tomadas para a feitura do produto, o controle de sua qualidade, sua quantidade e adequação aos desejos dos consumidores.

 

Assim, o profissional de marketing tem de analisar se o produto fabricado corresponde às expectativas de produção da empresa, se está adequado ou precisa de melhorias e se está sendo bem aceito.

 

O preço é o valor pecuniário atribuído ao produto fabricado. Ele é o elemento que mais exerce influência para o resultado final desta. O lucro é basicamente determinado pelo preço.

 

O marketing serve, então, para, por exemplo, se verificar o preço de mercado do produto, a viabilidade de reduzi-los, ainda que por um curto período de tempo, etc.

 

O termo praça relaciona-se com o local de divulgação e de venda do produto.

 

Às vezes o consumidor escolhe determinado produto, dentre tantos outros de qualidade e preço bem parecidos, porque o escolhido está à disposição naquele momento e em determinado lugar.

 

A empresa deve ter sempre em mente facilitar a vida do consumidor, tornando cada vez mais acessíveis seus produtos.

 

A internet tem sido muito utilizada pelos profissionais de marketing para a disponibilização de seus produtos, uma vez que é de fácil acesso para a maioria das pessoas e proporciona um atendimento rápido.

 

A promoção relaciona-se com a forma que determinado produto vai ser defendido pela empresa. O profissional de marketing é responsável pela promoção do produto, na medida em que deve criar estratégias que permitam ampla divulgação do bem e boas vendas.

 

Este conceito também está intimamente ligado ao reconhecimento de determinada marca. O marketing tem o poder de fazer com que as pessoas busquem determinadas marca e não o produto em si.

 

É como se o produto fosse bom simplesmente por pertencer à determinada marca. Esse respeito e confiabilidade é algo que se constrói com tempo e com boa política promocional.

 

O aspecto promocional não está ligado somente ao preço, mas sim outros determinantes, tais como, qualidade dos produtos, política de relacionamento com o cliente, etc.

 

 

4 A IMPORTÂNCIA DO MIX DE MARKETING

 

Algumas necessidades são criadas ou desenvolvidas pela própria empresa. Podemos tirar como exemplo o aparelho de telefone celular, que antes, era pouco utilizado, atingia um público bem restrito, apenas um público bem seleto tinha acesso a tal tecnologia.

 

Todavia, hoje não há quem não tenha o aparelho de telefone celular, tornou-se uma tecnologia totalmente difundida entre toda a sociedade. Houve uma profunda democratização de seu uso, em razão da facilidade de acesso (preços acessíveis, ampla divulgação e pressão social).

 

Isso se deve muito as empresas de telefonia móvel, por facilitarem sua aquisição.

 

Atualmente, podemos afirmar sem medo de errar, que ter um aparelho de telefone celular tornou-se uma necessidade. Hoje, não é diferente quem tem celular, mas sim aquele que não o possui.

 

Diversas são as necessidades que são aos poucos implantadas no consumidor, como por exemplo, a necessidade de ter uma roupa nova, de adquirir um serviço, de ter um eletrodoméstico que é lançamento no mercado, etc.

 

E é nesse momento que entra o tino empresarial, em criar um produto que atenda a uma necessidade já existente, ou melhor, criar a necessidade na sociedade para só então oferecer seus produtos.

 

É como se a empresa jogasse a isca e o resto fosse feito pela própria sociedade, pois ela mesma obriga a todos a ter determinado produto, sob pena de exclusão.

 

O marketing também engloba todo o planejamento que a empresa tem de fazer para verificar a viabilidade do produto que pretende lançar. Também para verificar a adequação interna ao processo produtivo.

 

Além da divulgação do produto para que o torne conhecido pela sociedade.

 

E é justamente para perceber e resolver essas peculiaridades que serve o marketing. É de primordial importância para qualquer empresa.

 

 

4.1 A SEGMENTAÇÃO DE MERCADO E O MIX DE MARKETING

 

Para que uma empresa utilize bem o marketing e alcance o sucesso empresarial mister se faz que ela faça um bom planejamento.

 

Ao planejar e se preparar para enfrentar esse mercado tão competitivo a empresa se utiliza de diversas ferramentas que tornará sua gestão mais fácil e com perspectivas de resultados positivos.

 

A segmentação de mercado é uma dessas ferramentas importantes que a empresa pode utilizar-se para se planejar e traçar sua estratégia de mercado.

 

É impossível que a empresa se mantenha sem o devido planejamento. E também é impossível que seu planejamento seja feito sem que ela se preocupe em segmentar o mercado. A segmentação de mercado viabiliza o marketing empresarial.

 

Segmentar o mercado significa dividir o mercado, separá-lo, isto é, identificar quais são os vários tipos de mercado e separá-los de acordo com critérios pré-definidos.

 

Isac José Lopes diz que "A segmentação é a subdivisão do mercado em subconjuntos homogêneos de clientes, em que qualquer subconjunto pode, concebivelmente, ser selecionado como meta de mercado a ser alcançada com um composto de marketing distinto." (Lopes, 2009)

 

Isso é importante porque a empresa poderá e deverá decidir qual desses mercados ela quer atingir com seus produtos, eis que é impossível que um único produto seja desejado e consumido por todas as pessoas. Lopes explica o fundamento da segmentação de mercado, vejamos

 

O fundamento da segmentação de mercado é relativamente simples. Baseia-se na idéia de que um produto comum não pode satisfazer necessidades e desejos de todos os consumidores. O motivo é simples: os consumidores são muitos, dispersos em diversas regiões; têm hábitos de compra variados, gostos diferenciados e variam em suas necessidades, desejos e preferências. (Lopes, 2009)

 

E uma vez escolhido o mercado ela deverá conhecê-lo, identificar seus traços distintivos, suas variações, sua composição, enfim, tudo que a interessa, a fim de que ela possa produzir de forma a atender esse mercado, seja na quantidade, como qualidade, bem como escolher a forma mais fácil de atingi-lo.

 

Isso porque já que os consumidores apresentam muitas diferenças, não se pode tratá-los da mesma forma. Deve-se, sim, escolher uma política de divulgação do produto que respeite as características do público alvo, conseguindo atingi-lo.

 

 

5 CONCLUSÃO

 

O marketing depende da segmentação de mercado.

 

È impossível trabalhar com o mix de marketing (produto, preço, praça e promoção) sem antes ter um bom conhecimento de mercado. É por isso que a segmentação de mercado está estreitamente ligada ao marketing, uma vez que segmentando o mercado, a empresa irá conhecer seu público e trabalhar com tais informações a fim de melhor definir seu marketing.

 

 

6 REFERÊNCIAS

 

LOPES, Isac Jose; A segmentação de mercado como estratégia de marketing; Disponível em http://www.geocities.com/: Acesso em 10 de setembro de 2009.

 

MCCARTHY, Jerome; Explanação do Marketing Mix; Disponível em www.12manage.com: Acesso em 05 de setembro de 2009.

 

MENSHHEIN, Rafael Mauricio; Marketing e a Cadeia de Suprimentos; Disponível em www.portaldomarketing.com.br: Acesso em 05 de setembro de 2009.

 

WIKIPÉDIA; Marketing mix; Disponível em www.wilkipédia.com.: Acesso em 07 de setembro de 2009.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/a-importancia-do-composto-mercadologico-mix-de-marketing-4ps-1479423.html

    Palavras-chave do artigo:

    marketing mix importancia

    Comentar sobre o artigo

    Ricardo Lima

    Neste artigo é realizada uma reflexão sobre o verdadeiro significado do Marketing, porém, não estamos buscando decorar o significado de um ou outro autor, mas sim descobrir a essência e a verdadeira função desta técnica.

    Por: Ricardo Limal Marketing e Publicidade> Marketing Internacionall 18/07/2009 lAcessos: 7,068

    A prática do Marketing de Relacionamento exige capacitação e treinamento dentro da organização. Muitas empresas têm buscado a aplicação do Marketing de Relacionamento sem a devida preparação não gerando os resultados esperados. Apesar das várias maneiras de se preparar para o processo de aproximação dos clientes, várias empresas não obtêm resultados por desconhecerem os caminhos necessários. Acima de tudo, o foco no relacionamento com os clientes passa por todos os setores de uma empresa.

    Por: HERBERT LOPES DA SILVAl Marketing e Publicidadel 16/11/2008 lAcessos: 9,205
    Géssica Hellmann

    Estudo conduzido pela revista BtoB em parceria com Eloqua e Oracle revela as tendências para o sucesso no marketing B2B.

    Por: Géssica Hellmannl Negócios> Gestãol 27/03/2013 lAcessos: 37
    Pablo Roberto de Assis

    Considerando que a informação é a principal ferramenta de trabalho dos gestores, entende-se que as informações financeiras são de importância fundamental.Portanto o objetivo deste artigo é demonstrar através de referencial bibliográfico e exemplificação, a importância da utilização das demonstrações contábeis, como fonte de informações indispensáveis às funções administrativas.Este estudo confirmou, portanto a importância da contabilidade, exercendo o papel de fonte mais confiável de informação.

    Por: Pablo Roberto de Assisl Negóciosl 22/06/2009 lAcessos: 26,482 lComentário: 4
    Antomar Marins e Silva

    Auditoria de Marketing nasceu na década de 50 e, cresceu de importância a partir dos anos 70, exatamente quando o dinheiro já começava ser mais escasso no mundo. Hoje é fundamental para seus negócios.

    Por: Antomar Marins e Silval Marketing e Publicidadel 08/10/2009 lAcessos: 507
    Julio Cesar S. Santos

    Como Elaborar um Diagnóstico? O Que é Marketing-Mix? Como Analisar um Segmento de Mercado?

    Por: Julio Cesar S. Santosl Marketing e Publicidade> Marketing Internacionall 29/10/2010 lAcessos: 1,049
    Julio Cesar S. Santos

    É Possível Prever o Comportamento do Consumidor? O Que é Marketing-Mix? Por Que Estudar Marketing?

    Por: Julio Cesar S. Santosl Marketing e Publicidade> Marketing Internacionall 10/11/2010 lAcessos: 969
    Rogério Ferreira Leite

    Pretende este trabalho inserir o leitor no universo do Marketing de forma bastante sutil, não exigindo grandes conhecimentos. Busca mostrar as diversas facetas de um assunto que, à primeira vista, pode parecer cansativo e enfadonho, mas que no decorrer da leitura descobre-se interessante e envolvente, tanto para leigos quanto para expertos. Esse artifício foi utilizado para, juntamente com os fatos reais narrados, despertar o desejo de descobrir a novidade representada pelo "Efeito cata-vento". (PARTE 1)

    Por: Rogério Ferreira Leitel Marketing e Publicidade> Marketing Pessoall 15/07/2010 lAcessos: 1,483 lComentário: 1

    A escolha do tema abordado no presente artigo se procedeu a partir da observação da crescente da necessidade que as empresas possuem, atualmente, em captar novos clientes e da dificuldade em mantê-los como parceiros de seus negócios, sejam produtos ou serviços oferecidos. Nesse sentido, este estudo tem como objetivo principal apresentar a verdadeira eficácia do marketing de relacionamento, como ferramenta estratégica empresarial, na obtenção melhores níveis de competitividade, demonstrando a sua importância também como forma de reter os clientes e/ou consumidores para as organizações. Este artigo pretende demonstrar a importância que o marketing de relacionamento possui para a melhoria dos resultados das organizações e da otimização de suas atividades.

    Por: Juliana Aguiar Portol Marketing e Publicidadel 01/12/2008 lAcessos: 2,232
    Edjar Dias de Vasconcelos

    As disputas de terra, a expansão da produção da agricultura e da criação do gado, o que não era passivo entre o nativo e o homem branco de origem europeia. O novo brasileiro constituído já no período do movimento literário, o Romantismo brasileiro.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 30/09/2014

    Esta pesquisa teve como propósito o estudo do dilema da teoria social, através de pesquisa qualitativa e, uso de técnicas bibliográficas e documental, baseados nos trabalhos científicos de Dalbosco (2010), Carvalho (2013), Lília (2009), Morigi (2004), Netto (2012 e Maia apud Connell (2009).

    Por: Carlos Queirozl Educação> Ensino Superiorl 27/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Foi exatamente em tal contexto social e político que se desencadeou o cenário do Romantismo naquele país, possibilitando o nascimento de várias obras literárias, fundamentais ao desenvolvimento do Romantismo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 24/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Não resultamos diretamente deles, mas parentes próximos. Numa acepção moderna, primos, o que significa muito para a comparação das espécies, a ponto de afirmar que, geneticamente, somos a mesma espécie.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 23/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Há uma arte projetiva. A linguagem é o mecanismo auxiliar. Da metodologia de projeção. Naturalmente. Não se projeta de qualquer forma. Porque são milhares de projeções. O que é o conhecimento fenomenológico. Em parte pelo menos. Produção de uma ilusão do entendimento.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/09/2014
    Carla Ravaneda

    A importância da boa formação da docência brasileira, aspectos determinantes na graduação, a importância do estágio supervisionado nos cursos de licenciatura.

    Por: Carla Ravanedal Educação> Ensino Superiorl 11/09/2014 lAcessos: 14
    Zilda Ap. S. Guerrero

    O modelo de aluno que temos hoje em sala de aula, nem de longe lembra- nos os moldes dos alunos dos tempos da escola tradicional, não e somente nas escolas públicas, mas também em diversas escolas particulares e de grande renome no mercado educacional. No entanto, há uma forte contradição entre as aulas ministradas em sala de aula; as quais na grande maioria recheadas de conteúdo e parca praticidade, e quase ausência de contextualização das aulas. Urge então mudanças didáticas na escola atual.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Ensino Superiorl 10/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O artigo tem como objetivo explicar a funcionalidade do mundo dos vírus. Para tal é necessário uma análise de suas principais características, a definição fundamental da mecanicidade funcional evolutiva dos parasitas.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 08/09/2014
    Antonio Carlos Brites Ortega

    Este trabalho tem como precípua finalidade demonstrar como as relações comerciais internacionais foram se desenvolvendo ao longo dos anos, enfatizando que um país não sobrevive sem que tenha que manter laços comerciais com outros países. Demonstra, ainda, com alguns exemplos como as diferenças culturais podem interferir, às vezes de forma negativa, nas relações comerciais internacionais. Entretanto, tais diferenças podem ser um fato positivo, desde que os negociantes saibam lidar com elas. Enfat

    Por: Antonio Carlos Brites Ortegal Educação> Ensino Superiorl 10/11/2009 lAcessos: 3,681
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast