A Importância Do Composto Mercadológico (Mix De Marketing – 4Ps)

19/11/2009 • Por • 12,334 Acessos

A IMPORTÂNCIA DO COMPOSTO MERCADOLÓGICO (MIX DE MARKETING – 4Ps)

 

 

Antônio Carlos Brites Ortega

Profª. Brígida Dettmer

Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI

Tecnologia em Processos Gerenciais (EMD5091) – Marketing

15/09/09

 

RESUMO

 

Este trabalho tem como precípua finalidade demonstrar o quanto o marketing empresarial é ferramenta indispensável em qualquer empresa, sendo que a segmentação de mercado é responsável por agregar valor e trazer informações importantes para o bom desempenho da empresa e para a correta utilização do marketing. Demonstram, ainda, quais são os principais objetivos da segmentação de mercado. Quais benefícios este recurso traz para a empresa. E apresenta também o que seria o mix de marketing e como esses elementos devem ser trabalhados a fim de agregar valor à empresa.  

 

Palavra-chave: Marketing; Mix; Importância.

 

 

1 INTRODUÇÃO

 

Administrar uma empresa está bem longe de ser uma tarefa meramente técnica. Tal mister exige do gestor certos conhecimentos que ultrapassam a órbita interna da empresa.

 

Referimo-nos ao conhecimento de mercado. Conhecer o público para qual vai produzir é imprescindível para qualquer empreendimento empresarial, principalmente em tempos tão competitivos e de grande instabilidade, devido a constantes crises.

 

E o marketing está presente em qualquer empresa. Ele subsidiado pela segmentação de mercado. Segmentar o mercado permite à empresa conhecer o consumidor, e conhecendo o consumidor, ela consegue definir seu marketing e utilizá-lo a seu favor.

 

Portanto, a segmentação de mercado é um recurso importante, eis que em muito contribuir para o crescimento empresarial. Este recurso fornece informações valiosas para a empresa. Informações essas que são necessárias para o marketing da empresa.

 

 

2 O MARKETING

 

O fator preponderante para o crescimento de um empreendimento é o cliente.

 

É o cliente quem faz a empresa crescer, expandir-se, alterar seu modo ou sua escala de produção, enfim, é o cliente que força a empresa a se adequar às exigências de mercado.

 

A empresa não é um fim em si mesmo, ela existe para atender certos interesses. O gestor deve ter isto em mente e buscar gerir a empresa com vistas a atender a ânsia do mercado, sob pena de ficar fora dele bem depressa.

 

Por isso, o relacionamento entre empresa e cliente deve ser estreito.

 

O administrador precisa encontrar uma forma de falar diretamente com seu cliente, agradá-lo, satisfazê-lo.

 

E é para desenvolver esse mister de diálogo entre empresa e clientes que existe o marketing.

 

Num primeiro momento o marketing é utilizado para conquistar o cliente. Uma nova empresa busca conquistar um mercado consumidor e então o marketing serve para apresentá-la à sociedade.

 

Esse primeiro contato é importantíssimo, afinal, muitos dizem que a primeira impressão é a que fica.

 

Depois, a empresa utiliza-se do marketing para ampliar seu mercado e fidelizar os clientes já conquistados.

 

A empresa busca novas campanhas, cria novidades vantajosas para seu cliente, e é claro, faz grande divulgação em cima de seus produtos.

 

Como se vê, o marketing está presente em todos os momentos e estágios dentro de uma empresa.

 

É ele que permite o contato da empresa com o cliente, logo, é um instrumento que não pode ser descartado, deve sim ser utilizado com sabedoria, com vistas a agregar valor à organização.

 

 

3 O MIX DE MARKETING

 

Rafael Mauricio Menshhein afirma categoricamente que o Marketing trabalha em conjunto com as diversas áreas da organização, sem este ponto para equilibrar as ações não há como elaborar as estratégias, não há como conhecer os limites e até mesmo as oportunidades dentro da empresa. (Menshhein, 2007)

 

O que nos leva a concluir que o marketing está indissociavelmente ligado ao conceito de empresa. Isto é, só se consegue levar um empreendimento adiante se o marketing fizer parte do planejamento da empresa.

 

A palavra mix quer dizer mistura, e quer passar a idéia de uma mistura de elementos que a empresa tem que reger para trabalhar com o marketing.

 

Jerome McCarthy afirma que "a função do marketing mix é ajudar a desenvolver um pacote (mistura) que satisfaça não somente às necessidades dos clientes dentro dos mercados de objetivo, mas maximize simultaneamente a performance da organização." (Mccarthy, 2008)

 

O mix de marketing também é conhecido como os 4ps. E é com esses quatro elementos que o gestor tem que trabalhar quando deseja utilizar-se do marketing.

 

Segundo Wikipédia, esse mix de marketing, composto por estas quatro palavras chaves respondem aos 4ps dos clientes, vejamos

 

Produto: Cliente: tudo o que se refere ao produto ou serviço em si, como formulação física, características, produção, qualidade, marca, design, embalagem, etc.

Preço: Custo: política de preços, descontos, e formas e prazos de pagamento;

Praça: Conveniência: tarefas necessárias para apresentar o produto ou serviço ao consumidor, para que ele possa comprá-lo e consumi-lo, canais de distribuição, cobertura, variedades, locais, estoque, transporte.

Promoção: Comunicação: todas as tarefas de comunicação que visam promover o consumo do produto ou serviço, promoção de vendas, publicidade, força de vendas, relações públicas, marketing direto, etc. (Wikipédia, 2009)

 

O produto é o resultado da atividade empresarial. A empresa existe para fornecer determinado produto para a sociedade.

 

O marketing visto pelo aspecto do produto refere-se às decisões que foram tomadas para a feitura do produto, o controle de sua qualidade, sua quantidade e adequação aos desejos dos consumidores.

 

Assim, o profissional de marketing tem de analisar se o produto fabricado corresponde às expectativas de produção da empresa, se está adequado ou precisa de melhorias e se está sendo bem aceito.

 

O preço é o valor pecuniário atribuído ao produto fabricado. Ele é o elemento que mais exerce influência para o resultado final desta. O lucro é basicamente determinado pelo preço.

 

O marketing serve, então, para, por exemplo, se verificar o preço de mercado do produto, a viabilidade de reduzi-los, ainda que por um curto período de tempo, etc.

 

O termo praça relaciona-se com o local de divulgação e de venda do produto.

 

Às vezes o consumidor escolhe determinado produto, dentre tantos outros de qualidade e preço bem parecidos, porque o escolhido está à disposição naquele momento e em determinado lugar.

 

A empresa deve ter sempre em mente facilitar a vida do consumidor, tornando cada vez mais acessíveis seus produtos.

 

A internet tem sido muito utilizada pelos profissionais de marketing para a disponibilização de seus produtos, uma vez que é de fácil acesso para a maioria das pessoas e proporciona um atendimento rápido.

 

A promoção relaciona-se com a forma que determinado produto vai ser defendido pela empresa. O profissional de marketing é responsável pela promoção do produto, na medida em que deve criar estratégias que permitam ampla divulgação do bem e boas vendas.

 

Este conceito também está intimamente ligado ao reconhecimento de determinada marca. O marketing tem o poder de fazer com que as pessoas busquem determinadas marca e não o produto em si.

 

É como se o produto fosse bom simplesmente por pertencer à determinada marca. Esse respeito e confiabilidade é algo que se constrói com tempo e com boa política promocional.

 

O aspecto promocional não está ligado somente ao preço, mas sim outros determinantes, tais como, qualidade dos produtos, política de relacionamento com o cliente, etc.

 

 

4 A IMPORTÂNCIA DO MIX DE MARKETING

 

Algumas necessidades são criadas ou desenvolvidas pela própria empresa. Podemos tirar como exemplo o aparelho de telefone celular, que antes, era pouco utilizado, atingia um público bem restrito, apenas um público bem seleto tinha acesso a tal tecnologia.

 

Todavia, hoje não há quem não tenha o aparelho de telefone celular, tornou-se uma tecnologia totalmente difundida entre toda a sociedade. Houve uma profunda democratização de seu uso, em razão da facilidade de acesso (preços acessíveis, ampla divulgação e pressão social).

 

Isso se deve muito as empresas de telefonia móvel, por facilitarem sua aquisição.

 

Atualmente, podemos afirmar sem medo de errar, que ter um aparelho de telefone celular tornou-se uma necessidade. Hoje, não é diferente quem tem celular, mas sim aquele que não o possui.

 

Diversas são as necessidades que são aos poucos implantadas no consumidor, como por exemplo, a necessidade de ter uma roupa nova, de adquirir um serviço, de ter um eletrodoméstico que é lançamento no mercado, etc.

 

E é nesse momento que entra o tino empresarial, em criar um produto que atenda a uma necessidade já existente, ou melhor, criar a necessidade na sociedade para só então oferecer seus produtos.

 

É como se a empresa jogasse a isca e o resto fosse feito pela própria sociedade, pois ela mesma obriga a todos a ter determinado produto, sob pena de exclusão.

 

O marketing também engloba todo o planejamento que a empresa tem de fazer para verificar a viabilidade do produto que pretende lançar. Também para verificar a adequação interna ao processo produtivo.

 

Além da divulgação do produto para que o torne conhecido pela sociedade.

 

E é justamente para perceber e resolver essas peculiaridades que serve o marketing. É de primordial importância para qualquer empresa.

 

 

4.1 A SEGMENTAÇÃO DE MERCADO E O MIX DE MARKETING

 

Para que uma empresa utilize bem o marketing e alcance o sucesso empresarial mister se faz que ela faça um bom planejamento.

 

Ao planejar e se preparar para enfrentar esse mercado tão competitivo a empresa se utiliza de diversas ferramentas que tornará sua gestão mais fácil e com perspectivas de resultados positivos.

 

A segmentação de mercado é uma dessas ferramentas importantes que a empresa pode utilizar-se para se planejar e traçar sua estratégia de mercado.

 

É impossível que a empresa se mantenha sem o devido planejamento. E também é impossível que seu planejamento seja feito sem que ela se preocupe em segmentar o mercado. A segmentação de mercado viabiliza o marketing empresarial.

 

Segmentar o mercado significa dividir o mercado, separá-lo, isto é, identificar quais são os vários tipos de mercado e separá-los de acordo com critérios pré-definidos.

 

Isac José Lopes diz que "A segmentação é a subdivisão do mercado em subconjuntos homogêneos de clientes, em que qualquer subconjunto pode, concebivelmente, ser selecionado como meta de mercado a ser alcançada com um composto de marketing distinto." (Lopes, 2009)

 

Isso é importante porque a empresa poderá e deverá decidir qual desses mercados ela quer atingir com seus produtos, eis que é impossível que um único produto seja desejado e consumido por todas as pessoas. Lopes explica o fundamento da segmentação de mercado, vejamos

 

O fundamento da segmentação de mercado é relativamente simples. Baseia-se na idéia de que um produto comum não pode satisfazer necessidades e desejos de todos os consumidores. O motivo é simples: os consumidores são muitos, dispersos em diversas regiões; têm hábitos de compra variados, gostos diferenciados e variam em suas necessidades, desejos e preferências. (Lopes, 2009)

 

E uma vez escolhido o mercado ela deverá conhecê-lo, identificar seus traços distintivos, suas variações, sua composição, enfim, tudo que a interessa, a fim de que ela possa produzir de forma a atender esse mercado, seja na quantidade, como qualidade, bem como escolher a forma mais fácil de atingi-lo.

 

Isso porque já que os consumidores apresentam muitas diferenças, não se pode tratá-los da mesma forma. Deve-se, sim, escolher uma política de divulgação do produto que respeite as características do público alvo, conseguindo atingi-lo.

 

 

5 CONCLUSÃO

 

O marketing depende da segmentação de mercado.

 

È impossível trabalhar com o mix de marketing (produto, preço, praça e promoção) sem antes ter um bom conhecimento de mercado. É por isso que a segmentação de mercado está estreitamente ligada ao marketing, uma vez que segmentando o mercado, a empresa irá conhecer seu público e trabalhar com tais informações a fim de melhor definir seu marketing.

 

 

6 REFERÊNCIAS

 

LOPES, Isac Jose; A segmentação de mercado como estratégia de marketing; Disponível em http://www.geocities.com/: Acesso em 10 de setembro de 2009.

 

MCCARTHY, Jerome; Explanação do Marketing Mix; Disponível em www.12manage.com: Acesso em 05 de setembro de 2009.

 

MENSHHEIN, Rafael Mauricio; Marketing e a Cadeia de Suprimentos; Disponível em www.portaldomarketing.com.br: Acesso em 05 de setembro de 2009.

 

WIKIPÉDIA; Marketing mix; Disponível em www.wilkipédia.com.: Acesso em 07 de setembro de 2009.

 

Perfil do Autor

Antonio Carlos Brites Ortega

estudante em tecnologia de processos Gerenciais