A RELAÇÃO INTERFUNCIONAL ENTRE PENSAMENTO E LINGUAGEM

Publicado em: 04/06/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,021 |

VYGOTSKY, L.S."Pensamento e Linguagem" São Paulo: Martins Fontes, 1991. Vygotsky foi professor e pesquisador, contemporâneo de Piaget, nasceu na Bielorussia em 1986. Viveu na Rússia e morreu de Tuberculose aos 37 anos. Foi pioneiro na noção de que o desenvolvimento intelectual das crianças ocorre em função das interações sociais e condições de vida. Publicado em 1934, Pensamento e Linguagem foi o último livro do autor. Nessa obra Vygotsky analisa de modo original as relações entre pensamente e linguagem.

O primeiro capítulo retrata o problema e a abordagem. Segundo Vygotsky (1934) é de suma importância ter a compreensão interfuncional entre Pensamento e Linguagem. O autor denuncia o estudo feito pela psicologia das funções isoladas. Para resolver essa problemática aponta dois métodos.No primeiro analisa a separação de um a um para estudo. Esse método não proporciona uma base adequada para estudo das relações concretas, leva as generalidades relativas a toda fala e pensamento.

O segundo método conserva todas as propriedades básicas do todo. Vygotsky enfoca que é no significado da palavra que o pensamento e a fala se unem em pensamento verbal. Para Vygotsky (1934, p. 5), "… uma vez que o significado da palavra é simultaneamente pensamento e fala, é nele que encontramos a unidade do pensamento verbal que procuramos.".

É importante mencionar também alguns problemas da linguagem, como relação entre o aspecto fonético da fala e o significado. Afirma que a separação enquanto objeto de estudo é uma das principais deficiências da psicologia. A análise em unidades indica o caminho para a solução dessa problemática. Segundo Vygotsky (1934, p. 7), "… o método utilizado neste estudo do pensamento e da linguagem é também um instrumento promissor para investigar a relação do pensamento verbal com a consciência com um todo".

A cerca dos estudos de Vygotsky na obra Pensamento e Linguagem é possível concluir que devemos nos atentar aos métodos para estudo das inter-relações. Percebendo a eficácia do método de análise em unidades, apresentado como a solução pelo autor, é possível relacionar e perceber a presença em vários processos ligados na rotina educacional.

Como futuras educadoras fazem-se necessário ter o domínio dessas relações, pois cada aluno apresenta uma necessidade diferente e conhecendo os métodos de Vygotsky é possível uma melhor construção de conhecimento de nossos futuros educandos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BAQUERO, Ricardo. Vygotsky e a aprendizagem escolar. Porto Alegre (RS): Artes Médicas, 1998

LA TAILLE, Yves de; KOHL, Marta O.; DANTAS, Heloysa. Piaget, Vigotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão.

OLIVEIRA, Marta Kohl. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento, um processo sóciohistórico (2a. ed.). São Paulo: Scipione, 1995.

OLIVEIRA, Marta Kohl de. Pensar a Educação: Contribuições de Vygotsky. In: Piaget-Vygotsky: novas contribuições para o debate. São Paulo: Ática, 1988. pp. 51-81

REGO, Teresa Cristina. Vygotsky - Uma Perspectiva Histórico-CulturaL da Educação. Petrópolis: Vozes, 2007.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/a-relacao-interfuncional-entre-pensamento-e-linguagem-2544346.html

    Palavras-chave do artigo:

    pensamento

    ,

    linguagem

    ,

    vygotsky

    Comentar sobre o artigo

    Com a inclusão de deficientes auditivos nas escolas regulares, põe-se a questionar sobre a qualificação dos profissionais da educação em letras, sabendo-se que a língua portuguesa, por ser a língua pátria, e a de maior importância para a vivência, é uma forma de uma melhor inserção de conhecimentos e de adaptação. Buscam-se assim formas de melhor preparar estes profissionais para o convívio e o ensino qualificados destes cidadãos.

    Por: JAQUELINE BERNARDI TRENTINIl Educação> Ensino Superiorl 09/10/2012 lAcessos: 241
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A questão psicológica, a consciência o modo como se constitui os símbolos mediados pela cultura, à representação mental do homem e suas significações.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 24/08/2013 lAcessos: 43
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A pessoa com a linguagem estruturada psicologicamente e socialmente, passa entender o mundo, não apenas com seu olhar, mas, sobretudo com a lógica estruturada da sua linguagem.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 23/08/2012 lAcessos: 88
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Síntese interpretativa da professora. Mart Kohl Oliveira. Entende Vygotsky epistemologicamente. Como se realiza o processo pedagógico. A perspectiva é meramente social. É na relação com a outra pessoa. Que o ser humano aprende. A cultura faz parte da natureza do homem. No caminho do processo histórico. Molda o funcionamento psicológico.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 12/11/2013 lAcessos: 90
    pastorasoniapinheiro

    Para Vygotsky a aprendizagem ela depende do que a criança já conhece a partir do seu conhecimento externo, social. Ele diz que a criança aprende com o que escuta as pessoas falarem e se apropria do que vê e escuta. A criança aprendi com a interação com outras crianças, isto é um grupo social. Para Piaget a construção do conhecimento é individual de cada criança, e os fatores sociais externos em nada influenciam este conhecimento. Deverá haver uma desequilibração.

    Por: pastorasoniapinheirol Educação> Ensino Superiorl 25/03/2011 lAcessos: 901
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A psicologia cognitiva do momento, propõe que o conhecimento seja construído em ambientes de interação social, e, estruturados epistemologicamente dentro de um propósito sintático em direção a analise do entendimento da elaboração da construção, a ação como sujeito.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 31/05/2012 lAcessos: 887
    Paulo Rogério Araújo

    O presente estudo, pela análise da obra literária de Bartolomeu Campos de Queirós, baseado em sua autobiografia – recortes de memórias de um menino – e dialogando com teóricos como Wallon e Vygotsky, traz uma pesquisa bibliográfica abordando elementos que auxiliam os professores em sala de aula, como a afetividade, o carinho e o respeito, visando trazer contribuições presentes na obra como um todo.

    Por: Paulo Rogério Araújol Educação> Ensino Superiorl 08/10/2011 lAcessos: 1,129
    Maria Raichelda Freitas Silva

    Este artigo tem como temática "Linguagem e Cultura Popular: A Família como a Principal Formuladora". E apresenta aspectos relevantes da linguagem como instrumento fundamental para o desenvolvimento do homem. Tem o objetivo de analisar o processo da linguagem discutindo seu inicio, tendo a família como a principal base. Aponta alguns conceitos de críticos e estudiosos, assim como, dos pesquisadores sobre a linguagem, e ainda discutir a realidade dessas línguas.

    Por: Maria Raichelda Freitas Silval Educaçãol 19/06/2012 lAcessos: 1,615
    Vilma, Magna , Samara

    Resumo O cenário educacional brasileiro sempre foi um caso a se refletir em especial se o que esta na teoria tão presente em nossas universidades também se encontra na prática. O objetivo do presente trabalho é refletir sobre o processo de alfabetização enfocando os aspectos da oralidade, da leitura e da escrita, baseando-se em uma observação realizada em uma escola da rede pública da cidade de Fortaleza. Buscamos apresentar concepções teóricas articulando-as com o trabalho realizado pela educadora de uma turma do 1º ano, refletindo sobre a importância e o papel que a família e a sociedade desempenham no processo de construção e desenvolvimento de uma aprendizagem significativa para a vida e para a sociedade.

    Por: Vilma, Magna , Samaral Educação> Línguasl 04/10/2009 lAcessos: 12,267 lComentário: 3
    Joseléia Graciano da Silva

    o objetivo desta resenha é analisar o capítulo "O objeto da fonética e da fonologia" do livro Iniciação à fonética e à fonologia de Dinah Callou e Yonne Leite, nona edição, e verificar a função e o objeto de estudo da fonética e da fonologia. No entanto, nos atentaremos apenas às questões da fonética, pois este é nosso objetivo em tal artigo.

    Por: Joseléia Graciano da Silval Educação> Ensino Superiorl 12/04/2015
    Joseléia Graciano da Silva

    Considerando os estudos absorvidos neste curso no viés da Análise de Discurso (doravante AD) e fazendo referência as abordagens em Eni Orlandi (2010) a serem mobilizados numa análise, observamos como o texto jornalístico recortado do Jornal Diário de Cuiabá com data em 11 de outubro de 2011 da redação se significa, ou seja, produz sentidos a partir do espaço urbano em evidência.

    Por: Joseléia Graciano da Silval Educação> Ensino Superiorl 11/04/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Max Horkheimer. A Filosofia como fundamento. Das Ciências naturais. Através do pensamento crítico. A separação entre História e Natureza. Por meio da dialética analítica. Contrariamente à Filosofia de Bérgson. Seu magnifico valor epistemológico a demonstração acadêmica. A objetividade encontra se no objeto.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 09/04/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Os hominoides: primatas que viveram entre 22 a 14 milhões de anos atrás, do tamanho de um pequeno gorila habitavam em florestas, entretanto, direcionavam até o solo, andavam sobre quatro patas, já tinha uma pequena semelhança com os futuros humanos.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 08/04/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A respeito da teoria do Big Bang. Tem-se ou não sustentação científica. Mais mística que comprovação empírica. Embora a ideia não seja inteiramente ilógica. O que devo explicar epistemologicamente. Refere-se ao princípio em parte aceitável. O que vemos hoje já existiu no passado. Muito compacto reunido em uma determinada. Região do universo. Extremamente denso e quente. Talvez ocupando todo infinito, o próprio espaço.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 08/04/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A teoria clássica defende a tese que o ser humano atingiu o continente americano passando por uma ponte de gelo ou terras emersas que ficavam exatamente na região do Estreito de Bering. Hoje geograficamente, localiza-se entre os atuais Estados Unidos e a Rússia. A hipótese formulada, por cientistas, defende a chegada dos primeiros grupos de humanos, por volta de 20 mil anos atrás.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 07/04/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Fico pasmo. Estarrecido. Não quero acreditar. Que essa terra seja o Brasil. A impressão que tenho. Que a elite branca. É de fato toda corrupta.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 07/04/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Existe uma prova em definitivo. Da não existência de deus. Um princípio como fundamento. Sartreano. Da Física pós contemporânea. O que se entende por incausabilidade. Edjariano. A inalienabilidade metafísica. A única teoria que explica a origem dos universos. Já que sabemos que são múltiplos. Contínuos presos ao infinito.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 06/04/2015

    O presente artigo faz referência a um estudo de psicologia a cerca de uma ong que realiza trabalhos para menores infratores

    Por: CAMILA MENDESNS TAVARESl Educação> Ensino Superiorl 04/06/2010 lAcessos: 916
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast