As Ideias de John Locke

Publicado em: 03/06/2013 |Comentário: 0 | Acessos: 25 |

John Locke.

1632- 1704.

Nasceu perto de Bristol, Inglaterra, estudou medicina, mas fez sucesso como filósofo, foi secretário político de várias autoridades de Estado.

Viajou para diversas partes do mundo até então aos 38 anos, não tinha manifestado vocação para desenvolvimento do pensamento filosófico.

Mas a partir do ano 1670 seu pensamento tomou nova direção, já que não se destacou na medicina, resolveu escrever livros de Filosofia com o propósito de destruir o pensamento filosófico elaborado por Descartes.

Formulou grandes obras tais como: Ensaio sobre o entendimento humano 1690 no mesmo ano elaborou outro livro a respeito, Ensaio sobre a tolerância, posteriormente a Razoabilidade do cristianismo, entre outros, sendo que a sua primeira obra lhe imortalizou no mundo da literatura.

A obra é um veemente ataque às ideias de Descartes, Locke achava o sistema cartesiano sem fundamento para o mundo da aplicação científica no entendimento dos fatos numa possível análise.

O primeiro ataque ao cartesianismo foi a respeito do princípio da ideologia das ideias inatas, como se as ideias fossem naturais no homo sapiens e que já existiam antes do mesmo nascer. Esse preceito sempre foi absurdo para Locke, o motivo de seu combate a Descartes.

Destrói o mundo cartesiano ao descrever a origem e a formação das ideias, ele mostra epistemologicamente que as mesmas têm por fonte a experiência.

 Quando a criança nasce ela não tem absolutamente nada no cérebro, tanto é verdade, se uma criança nascer no mundo árabe com certeza será islâmico, se nascer no Brasil naturalmente será cristão.

Tudo que vier compor o mundo das ideias surgem à posterior, o homem será do modo que realizar a sua experiência, no mesmo sentido o comportamento humano, motivo pelo qual é muito difícil o homem ser diferente das imposições que impregnaram ao mundo comportamental.

Dessa forma Locke defende a Filosofia empírica contra o racionalismo cartesiano, com efeito, o essencial de sua doutrina é a teoria do conhecimento.

 A metodologia do conhecimento epistemológico para poder chegar-se a verdade das Ciências, todo conhecimento que tiver variáveis da metafísica não poderá atingir nenhum saber objetivo.

Para Locke todo conhecimento humano tem sua origem na sensação, não existe nada na razão que antes não tenha estado nos sentidos, não existe no espírito nenhum tipo de ideias inatas.

A partir exatamente dos dados da experiência, o conhecimento vai produzir novas ideias pelo mecanismo da abstração, o que hoje denominamos de processos de sínteses, os conhecimentos acumulados.

O que significa para Locke, que o conhecimento na sua origem é passivo, pois é necessário os sentidos,  a experiência tem papel fundamental não apenas nas origens das ideias, mas sobretudo, no seu desenvolvimento, necessariamente na construção das mesmas.

 Facilita o papel ativo, combinando as ideias simples, ao caminho das complexidades. Desse modo a sua Filosofia empírica possibilita o fundamento essencial do conhecimento.

A respeito do mundo político, Locke desenvolve a seguinte ideia, os homens por natureza são todos livres e independentes.

 Ninguém pode ser despossuído dos seus bens, não é esse o papel do Estado, unicamente favorecer no desenvolvimento humano, sobretudo economicamente.

O poder político não tem sentido sem o consentimento da sociedade, a consequência de sua Filosofia empírica desenvolve naturalmente a concepção do Estado político e social.

 Nega a ideia do poder divino, como pura ideologia da aristocracia conservadora, não aceita o absolutismo como forma de poder, declara evidentemente que o poder só tem legitimidade se vier do povo, estabelece os princípios da democracia.

O poder emana da vontade do povo que delega constitucionalmente a uma assembleia ou até mesmo a um monarca, por fim cria um novo conceito de propriedade, aquele cujo fundamento vem essencialmente do trabalho, antecipando as visões críticas a respeito da riqueza e das futuras teses do materialismo histórico.

Edjar Dias de Vasconcelos.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/as-ideias-de-john-locke-6623196.html

    Palavras-chave do artigo:

    as ideias de locke

    ,

    john locke

    Comentar sobre o artigo

    Edjar Dias de Vasconcelos

    A crítica principal, desenvolvida por ele, contra o inatismo, principalmente quanto ao cartesianismo, não existe na razão humana, nenhum tipo de conhecimento que não tenha resultado do campo da experiência empírica. De certo modo as ideias não são produzidas por elas mesmas.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 19/07/2012 lAcessos: 109
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Locke defendeu o seguinte paradigma com a finalidade para destruir o sistema que justificava as ideias inatas. A tese essencialmente empirista, de acordo com a qual nada existe em nossa mente que não tenha sua origem antes nos sentidos.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 25/10/2012 lAcessos: 69
    Maria Aparecida Franco Maganha

    O trabalho tem como objetivo refletir a importância da Filosofia e sua utilização na teoria e na prática enquanto uma busca constante para a formação do pensar sobre questões existenciais de forma crítica e consciente. Procurou-se estudar as correntes que influenciaram o próprio ato de conhecer, e então fazer uma pequena reflexão sobre os pensamentos que influenciaram a historia da filosofia.

    Por: Maria Aparecida Franco Maganhal Educação> Ensino Superiorl 04/11/2012 lAcessos: 110
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A Paixão de John Locke. Exuberante filósofo. Inteligentíssimo. Além de doutor em medicina. Homem estudioso. Devorava páginas inteiras de livros. Horas e horas estudando. Tinha boa aparência. Mudou completamente a teoria. Do conhecimento medieval. Superando o aristotelismo. E não deixou que Filosofia moderna. Fosse apenas cartesiana.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 15/10/2013 lAcessos: 19

    A presente resenha visa apresentar as idéias principais defendida por John Locke. Esse texto é a base do pensamento liberal, para poder entender todas as constituições liberais se torna necessário ler essa grande obra.

    Por: Vicente Vagner Cruzl Notícias & Sociedade> Polítical 03/12/2009 lAcessos: 7,034 lComentário: 2
    giselli murari

    Segundo Nicco Fasola: "Nada do que percebemos age por si próprio; tudo age em conjunto como ressonância do que de semelhante existe em nós".

    Por: giselli muraril Arte& Entretenimento> Artel 23/11/2012 lAcessos: 55
    Osmir Aparecido Cruz

    Em meados do século XVII, uma nova corrente de pensamento começou a tomar conta da Europa defendendo novas formas de conceber o mundo, a sociedade e as instituições. O chamado movimento iluminista aparece nesse período como um desdobramento de concepções desenvolvidas desde o período renascentista, quando os princípios de individualidade e razão ganharam espaço nos séculos iniciais da Idade Moderna.

    Por: Osmir Aparecido Cruzl Educação> Ensino Superiorl 14/09/2010 lAcessos: 3,007 lComentário: 3
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Quando era jovem foi muito influenciado pelo pensamento de John Locke e Newton, despertou para a Filosofia e começou não apenas estuda-la, como também pesquisa-la, tinha como finalidade elaborar um tratado de filosofia epistemológica.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 14/11/2012 lAcessos: 33

    Para compreender o pensamento iluminista é preciso conhecer um pouco da história dos pensadores que formaram as ideias que são a base do movimento. É isso que este artigo propõe.

    Por: Bela Luzl Educaçãol 04/02/2012 lAcessos: 717

    A escola para a maioria das crianças brasileiras é o único espaço de acesso aos conhecimentos universais e sistematizados, e as crianças que durante sua vida escolar esporádica ou mais frequentemente os assim chamados, crianças com "distúrbios de aprendizagem" ou "problemas de aprendizagem" ou dificuldade de aprendizagem", quando não adequadamente tratados esses distúrbios, com certeza podem aumentar e se ampliar de tal forma que chegam a provocar acentuado insucesso escolar.

    Por: Cátia Martins Bernardes Lenzil Educação> Ensino Superiorl 27/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Resultado direto da Revolução Comercial, do mesmo modo, produto da ideologia política renascentista e posteriormente, da Filosofia iluminista.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 27/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Exemplo da Inglaterra. O Parlamento resultou. De uma conciliação dos poderes. Entre a nobreza e a burguesia. Sendo que Coroa reina. Mas apenas a burguesia governa.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 23/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O seguinte motivo: não era nacionalista, Jesus defendia o domínio romano sobre os judeus, justificando que o povo pagasse imposto a Roma. Barrabás fora colocado em liberdade, pois defendia a luta armada para Israel libertar-se do domínio romano.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 22/10/2014

    Este artigo trata da importância da postura do professor universitário no desenvolvimento do aluno e como uma Filosofia Confessional influencia neste propósito. Para isso verificamos o papel das Instituições confessionais protestantes no processo da Educação Universitária do país. Para melhor conhecimento foi realizada uma pesquisa exploratória em forma de entrevista com alunos de uma Instituição confessional Protestante com o objetivo de saber qual a relação que eles têm com seus professores.

    Por: JACKSON ROBERTO DE ANDRADEl Educação> Ensino Superiorl 22/10/2014

    RESUMO Uma só palavra ou teoria não seria capaz de abarcar todos os processos e experiências históricas que marcaram a formação do povo brasileiro. Marcados pelas contradições do conflito e da convivência, constituímos uma nação com traços singulares que ainda se mostram vivos no cotidiano dos vários tipos de "brasileiros" que reconhecemos nesse território de dimensões continentais. A primeira marcante mistura aconteceu no momento em que as populações indígenas da região entraram em

    Por: Joiciane de Sousa Santosl Educação> Ensino Superiorl 21/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Dado ao caráter emergencial da fome generalizada, povos africanos têm que se alimentar de animais portadores de tais vírus, que são mortais ao organismo humano, como cobras, ratos, morcegos e o chimpanzé.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014 lAcessos: 15
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Motivado pelo conflito contra os ingleses com objetivo de controlar o norte da França, o referido monarca, formou um grande exercito, sustentados por impostos cobrados no território nacional.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O que representa de certo modo, conteúdos poderosos que exerceram profundas influências ao espírito humano crítico ao entendimento das relações humanas nos dois estados em referências.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Educação Onlinel 28/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Resultado direto da Revolução Comercial, do mesmo modo, produto da ideologia política renascentista e posteriormente, da Filosofia iluminista.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 27/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Sei o quanto. Tudo isso não significa nada. Apesar da interminável beleza dos universos. Contínuos. Sei do insignificado das coisas. Do delírio dos deuses. Das franquezas das razões não lógicas. A metafísica não indutiva.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educaçãol 25/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Exemplo da Inglaterra. O Parlamento resultou. De uma conciliação dos poderes. Entre a nobreza e a burguesia. Sendo que Coroa reina. Mas apenas a burguesia governa.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 23/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O seguinte motivo: não era nacionalista, Jesus defendia o domínio romano sobre os judeus, justificando que o povo pagasse imposto a Roma. Barrabás fora colocado em liberdade, pois defendia a luta armada para Israel libertar-se do domínio romano.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 22/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O universo era dividido em sublunar, isso significa abaixo da lua e supralunar acima da lua, sendo que a terra definia por um composto de quatro elementos- terra, água, fogo e ar, caracterizado pela imperfeição, o fundamento do desenvolvimento da corrupção resultado da corrupção.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 21/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Dado ao caráter emergencial da fome generalizada, povos africanos têm que se alimentar de animais portadores de tais vírus, que são mortais ao organismo humano, como cobras, ratos, morcegos e o chimpanzé.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014 lAcessos: 15
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Motivado pelo conflito contra os ingleses com objetivo de controlar o norte da França, o referido monarca, formou um grande exercito, sustentados por impostos cobrados no território nacional.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast