Avaliação global do aluno do ensino fundamental e ensino médio

12/11/2011 • Por • 608 Acessos

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (Simulado)

 

            A Avaliação Institucional é o primeiro critério, que envolve ações dos professores coordenadores pedagógicos na seleção e preparo do instrumento avaliativo de conhecimento, aplicado bimestralmente aos estudantes da Unidade Escolar.

            O instrumento avaliativo de conhecimento é gerado pela seleção de questões das disciplinas do Ensino Básico (EF e EM), conforme o bimestre trabalhado pelos respectivos professores (podendo conter assuntos anteriormente assistidos).

            A avaliação conterá questões objetivas, dissertativas e produção de texto escrito (redação), se houver necessidade.

            As questões objetivas e dissertativas e o tema da produção de texto, elaborados pelos referidos professores, poderão ser extraídos do Caderno do Aluno, Livro Didático ou Avaliações do Saresp, e o seu modelo, será conforme o melhor juízo do Corpo Docente.

            O valor da Avaliação Institucional será computado de0 a10 (zero a dez), a qual será inserida na primeira lacuna vertical do campo 07 (AVALIAÇÃO) do Diário de Classe.

           

AVALIAÇÃO DO PROFESSOR

 

            A Avaliação do Professor é o segundo critério, que envolve atividades curriculares junto aos seus alunos, com o objetivo de avaliá-los no processo ensino-aprendizagem do respectivo bimestre.

            As atividades curriculares são todos os instrumentos possíveis de análise, observação, comparação, julgamento e notificação dos conhecimentos, trabalhados em sala de aula ou extraclasses, pelo referido professor junto aos seus alunos.

            O professor da sala tem total liberdade de avaliar o seu aluno, respeitando o seu Plano de Ensino e segundo a sua didática e metodologia profissional (provas, trabalhos, seminários, eventos, exposições, exercícios, caderno do aluno, etc.), registrando suas atividades avaliativas no campo 10 do Diário de Classe.    

            Toda e qualquer atividade curricular realizada em sala de aula ou extraclasse deverá ser pontuada entre0 a10,0 (zero a dez), conforme o merecimento de cada realização, segundo à análise do referido professor.

            O valor da final da Avaliação do Professor será computado de0 a10 (zero a dez), a qual será inserida na segunda lacuna vertical do campo 07 (AVALIAÇÃO) do Diário de Classe.

           

AUTO-AVALIAÇÃO DO ALUNO

 

            A Auto-Avaliação do Aluno é o terceiro critério, que envolve respostas a um auto-questionário. Nele, o estudante fará uma reflexão e responderá sobre o que assimilou da referida disciplina, seu ponto de vista, sugestões, críticas e a nota que merece receber por seu desempenho no referido bimestre letivo.

            O professor da sala poderá utilizar o modelo, em anexo, para ter consigo esse instrumento de avaliação, para poder analisar as respostas dos alunos e melhorar seu desempenho no processo de ensino-aprendizagem da referida disciplina.

            Na Auto-Avaliação do Aluno, o professor poderá manifestar-se, junto aos seus alunos, no intuito de orientá-los como refletir sobre a nota que eles darão para si, no referido bimestre. E, que tal nota, é apenas uma das no processo de Avaliação Global.

            O valor Auto-Avaliação do Aluno será computado de0 a10 (zero a dez), a qual será inserida na terceira lacuna vertical do campo 07 (AVALIAÇÃO) do Diário de Classe.

           

AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR

 

            A Avaliação Interdisciplinar é o quarto critério, que envolve ações no aspecto da observação, análise e julgamento da sala de aula, como um todo, pelo professor que lá ministra suas aulas.

            A observação, análise e julgamento da sala, em seu todo, envolve a coletividade da turma, no seu aspecto comportamental, isto é, a sala de aula será notificada, conforme o seu procedimento diante da aula do referido professor.

            A Avaliação Interdisciplinar tem por princípio criar o espírito-de-turma entre os alunos, para que todos possam ter o mínimo de comportamento adequado durante as aulas; e com isso, o professor possa ministrá-las adequadamente.     

            O aluno deverá ter consciência que ele será avaliado, por o que ele apresenta e faz para si e para a sua turma (sala de aula).

            Cada professor que ministra aulas, em uma referida sala, deverá apresentar ou registrar ao Professor Coordenador daquela Sala, sua Avaliação Interdisciplinar, isto é, sua nota daquela sala (Isso ocorrerá na digitação no computador ou em Quadro fixado na Sala dos Professores).

            O professor coordenador de sala receberá as notas de cada professor que lá ministra suas aulas e as somará, junto com a sua, e dividirá pelo número de professores daquela série, e terá a nota final da Avaliação Interdisciplinar.

            O total de professores por cada série são as seguintes: EF (9 professores); (EM – 1ª. e 2ª Séries = 12 professores; 3ª. Séries = 14 professores).

            O professor coordenador de sala ao computar as notas de todos os professores da referida série passará aos mesmos a nota final da Avaliação Interdisciplinar.

            O professor que ministra aulas na referida sala de aula, em questão, colocará a nota final da Avaliação Interdisciplinarem seu Diáriode Classe.

            A nota da Avaliação Interdisciplinar será fixada no quadro de avisos da Sala dos Professores, para que todos tenham acesso à mesma.

            O valor Avaliação Interdisciplinar será computado de0 a10 (zero a dez), a qual será inserida na quarta lacuna vertical do campo 07 (AVALIAÇÃO) do Diário de Classe.

 

AVALIAÇÃO EXTENSIVA

 

            Ao somar as notas acima e dividi-las por quatro, será obtido à média bimestral, a qual poderá ser reajustada no percentual de 01 (um) ponto para cima ou para baixo.

 

            A Avaliação Extensiva é uma maneira positiva e ordenada de valorizar o aluno que SMJ do educador foi prejudicado ou que mereça uma notificação ou menção melhor do que lhe foi atribuído.

 

A referida menção será inserida na sexta lacuna vertical do campo 07 (AVALIAÇÃO) do Diário de Classe, pois quinta será destinada para a MÉDIA do aluno.

 

RECUPERAÇÃO CONTÍNUA

 

            A Recuperação Contínua é o quinto critério, que envolve ações no sentido de recuperar o aluno que não atingiu os objetivos propostos e básicos do processo de ensino-aprendizagem, durante o bimestre letivo.

            O aluno que durante as atividades avaliativas (auto-avaliação, avaliação do professor, avaliação institucional e avaliação interdisciplinar) não atingiu o conceito mínimo 5,0 (cinco) deverá realizar a Recuperação Contínua.

            A atividade de Recuperação Contínua ficará a critério do professor, que tem total liberdade de aplicar ao seu aluno-recuperando-contínuo, respeitando o seu Plano de Ensino e segundo a sua didática e metodologia profissional (provas, trabalhos, seminários, eventos, exposições, exercícios, caderno do aluno, etc.), registrando as atividades aplicadas no campo 10 do Diário de Classe.

            A nota obtida pela Recuperação Contínua será somada com o valor total das avaliações anteriores (AUTO-AVALIAÇÃO, AVALIAÇÃO DO PROFESSOR, AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR) e dividida por DOIS, assim se obtém o CONCEITO FINAL DO ALUNO-RECUPERANDO-CONTÍNUO.

             EXEMPLO:

            O aluno "X" obteve como notas: AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL = 2; AUTO-AVALIAÇÃO = 5; AVALIAÇÃO DO PROFESSOR = 2; AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR = 7, TOTAL: 16, DIVIDIDA POR 4, TEM-SE a NOTA 4 (QUATRO) como Média Final Bimestral, mesmo após a Reavaliação Corretiva.

Nesse caso, o aluno, que tem a nota "vermelha" deverá realizar a Recuperação Contínua, que valerá de0 a Dez (zero a dez), e será somada ao Conceito Anterior e dividido por DOIS; assim terá o Conceito Final Bimestral do aluno.

            Somente o aluno que não atingiu o conceito mínimo 5,0 (cinco) deverá fazer a Recuperação Contínua.

            O valor da Recuperação Contínua será computado de0 a10 (zero a dez), a qual será inserida na quinta lacuna vertical do campo 07 (AVALIAÇÃO) do Diário de Classe.

Perfil do Autor

ADALBERTO ALABARCE

Graduado em Filosofia e Teologia (PUC-Pr), Letras (UNICSUL) e Geografia (UNIMES). É atualmente professor da rede pública do Estado de São...