Contemplação do Silêncio

Publicado em: 20/06/2012 |Comentário: 0 | Acessos: 52 |

Contemplação do  silêncio.

Existem muitas coisas belas..

Uma  delas,  é ver o pássaro cantando solitariamente na floresta.

A outra, o homem montado em um cavalo, olhando para infinito.

Vendo silenciosamente, o sol caminhando pelo universo indistinto.

É muito bonito, olhar e ver a água de um pequeno rio, ir em direção ao mar.

A noite enxergar o céu cheio de estrelas brilhando, iguais a outros sóis.

O silencio é esse desejo da imaginação, o que não deve sequer sonhar diante da impossibilidade.

É fascinante, à tarde antes do sol se pôr, ver o vermelho que fica no espaço.

Como é interessante o nascer do novo dia, antes do escuro acabar.

A luz que derrama raios, sobre os trilhos que temos que passar.

É muito bom pisar na areia e deixar os sinais dos pés pelo caminho.

A experiencia de ficar a noite sozinho em um casarão desértico.

Poder imaginar o mundo como seria, se existisse somente ele.

Ter o privilégio de estar a beira de um rio, retirar da água misteriosamente os peixes.

Contemplar o vento, sentir a blisa da velocidade das nuvens negras.

No silencio, perguntar  para si mesmo, será que existe algo além da imaginação.

Existe um segredo, que não é segredo, só a loucura poderá compreendê-lo.

  Quem conseguir superar a nomalidade, decifrará  os signos que regem a vida.

Quando conseguir perceber a lógica primordial do substrato, sentirá feliz diante do trágico.

Com toda sabedoria responderá a sua imaginação, por que teve que acontecer.

Nesse instante o sol terá que se pôr entre penhascos, restará o escuro perdido na imensidão.

Mas por quê o segredo é tão pertinaz que só uma mente especial poderá entendê-lo.

Guardar para si, como se não fosse real, uma fantasia que apaga, sem perder o brilho.

Mas aquele que decifrou o segredo, senta no tronco de uma árvore e olha para o alto.

Até onde os lhos possam ver, percebe que além da luz, existem outros sóis.

Caminha por um trilho adentro ao campo, sente o perfume das flores.

Percebe que logo sua natureza,  será a essencia do substrato primordial.

Essa coisa de algo além, é tão perto como o infinito, mas é fugidio a distancia.

Aquela coisa que não é, que jamais poderia ser, mas que é, e está sendo.

 Terá continuidade, mesmo não existindo a extensão, é do fundamento de ser dessa forma.

Então o gênio que descobriu o segredo, começa entender a formalidade da lógica do mistério.

Esse é o ato mais belo de todos os atos, descobre-se nesse momento que a imaginação vai dormir eternamente.

A imaginação imaginou como seria a representação sem a mesma.

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 8 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/contemplacao-do-silencio-5997470.html

    Palavras-chave do artigo:

    o significado da poesia

    Comentar sobre o artigo

    Chico Arruda

    Teorizar sobre Poesia é quase fazer um poema, mas sem rimas e repleto da natureza humana. A poesia é abstração do homem, que vem da criatividade instantânea, em prol ou na tentativa de autoconhecimento e conhecimento com obejtivo maior de situar-se, enquanto homem, no mundo. Não há no poema uma busca de significados, mas sim de sentidos, que se formam com a intertextualização do leitor com outros textos, momentos passados , vividos ou não, e vão se acumulando na busca de sentidos, percepções no texto versado.

    Por: Chico Arrudal Literatural 29/11/2009 lAcessos: 720
    SANDRA VAZ DE LIMA

    O aluno muitas vezes vai para a escola desinteressado, tendo a escola como algo de sacrifício diante de tantas coisas "mais agradáveis" que a vida oferece. Para que a aprendizagem seja mais proveitosa e a música seja significativa e vital para o crescimento do aluno, é necessário que o professor seja consciente dos seus objetivos na escolha da música que irá trabalhar, tornando-a significativa para o aluno.

    Por: SANDRA VAZ DE LIMAl Educação> Educação Infantill 15/02/2010 lAcessos: 2,264
    Pedro Melo

    O Modernismo sepultou a poesia de forma fixa? Não somente autores de renome continuaram a escrever poemas de forma fixa, como as formas fixas sobreviveram e ainda agradam a muitos leitores. Este artigo analisa brevemente o cultivo de um poema de forma fixa em particular, a trova, e sua presença nas letras brasileiras.

    Por: Pedro Melol Literatura> Poesial 30/01/2011 lAcessos: 154

    Desde os primórdios o homem demonstra sua necessidade de se expressar e para isso molda no mundo uma nova criação. Como um demiurgo, o homem visita o mundo dos possíveis e dele trás novas formas e conceitos que transcendem a natureza, transfigurando o mundo em tudo o que faz. Uma das mais elevadas manifestações humanas é a Arte que, por sua natureza alcança o infinito, e enquanto existe não deixa de impressionar. A Arte passa então a estar sob outra emanação humana: o Poder.

    Por: Cláudio Antônio Arantes Pompeul Arte& Entretenimento> Artel 30/06/2013 lAcessos: 49
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Hirta se a ânfora que descreve a miudeza. Do olhar que parte por meio da sombra do tempo. Nada além do sentimento parcimonioso descrito. Parêmia ao destino fulgura a imaginação dispéptica. Fundiram a alma no repuxo do pêndulo perfunctório. O olhar fechado a esmo ao alheamento da saudade. O despropósito transparente como metafísica imaginativa. Elícito embala a ideia comum das searas mitigadas.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 31/01/2013 lAcessos: 24

    Este artigo trata-se da pluralidade e do hibridismo presentes na poesia de Paulo Lemisnki. Tamanha foi a pluralidade deste escritor, que conseguiu adensar em sua obra inspirações, temáticas, formas e fôrmas das mais diferentes culturas, períodos literários, etc. Neste artigo, debruço-me sobre a relação estreita mantida entre a poesia leminskiana e o concretismo.

    Por: Poliana Rodrigues de Carvalhol Literatura> Poesial 10/06/2011 lAcessos: 213

    O artigo em questão nasceu da necessidade urgente de reverter essa situação envolvendo os mesmo em atividades diferenciadas e atraente de acordo com a nossa realidade escolar. Ao inseri-lo nesta nova proposta de aprendizado, onde os mesmos terão a oportunidade de escolher o tipo de livro ou leitura que querem fazer.

    Por: Josieli Louise de Queiros Slval Educaçãol 29/11/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Entendo a terra. Ela está cheia de nós. Do nosso gene. Vivo ou apodrecido. Somos ela. Ela é a constituição. Do nosso ser. Da nossa materialidade genética. Por isso que silenciosamente. Piso sobre a mesma. No mais absoluto. Estado contemplativo. Compreendendo a mim mesmo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 22/02/2014
    Ana Maricélia de Oliveira

    O presente trabalho se constitui no estudo do tema O poder da Literatura Infantil na formação de leitores mirins. Teve como fundamentação teórica vários autores como: Alves, Villardi, Zilberman e outros. O mesmo tem como objetivo fundamental apresentar a importância que as obras literárias infantis tem na vida dos futuros leitores. Assim como, mostrar a função que a escola e o educador desempenham, enquanto peças fundamentais na formação de crianças leitoras.

    Por: Ana Maricélia de Oliveiral Educaçãol 02/04/2013 lAcessos: 300
    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    A pesquisa possibilitou-nos demonstrar a importância das atividades lúdicas na aprendizagem, visto que os jogos e brincadeiras são, conforme diversos estudiosos, experiências que se correlacionam ao ambiente e devem ser aplicadas as crianças em fase escolar, indiferente de idade e série. Ostentada por expressivos referenciais teóricos, a proposta de trabalho apresentada permite afirmar a existência de jogos e brincadeiras infantis, que se bem aplicadas, auxiliarão no desenvolvimento infantil.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Educação Infantill 15/05/2014 lAcessos: 223
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Uma gotícula da sopa primitiva. Bilhões e bilhões de anos. Resultaram em diversidades. Das formas de vida. Do mesmo núcleo. Resultou a nossa existência. Tudo remonta ao único princípio. O fundamento da célula reprodutora. Muita sorte de sermos o que somos. Duas categorias de primatas. Prossimios e antropoides.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 19/12/2014

    Como se estruturou historicamente a Psicomotricidade na cidade de Uberlândia/MG nas décadas de 90 até os dias atuais e quais os principais avanços e dificuldades enfrentadas? Este artigo tem como objetivos conhecer a historia da Psicomotricidade na cidade de Uberlândia/MG.

    Por: JOSE BRAGA GUIMARAES NETOl Educação> Ensino Superiorl 17/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A concentração é natural, não da forma que está sendo efetivada nesse momento histórico do capitalismo. Com maior evidência no século XXI. O que poderá de algum modo ameaçar a democracia.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A respeito do saber. Em referência a possibilidade do conhecimento. Um gênio da Filosofia Iluminista alemã. Kant. Relata em sua principal obra. Crítica da Razão da Pura. A maior revolução acadêmica. Sua acepção morfológica da teoria do conhecimento. A natureza do sujeito e do objeto. Mecanismo de cognição. Determinando a metodologia do conhecimento. Em suas divisões epistemológicas. Aos diversos campos aplicativos.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 15/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A identidade representativa artística funciona a coerência lógica por intermédio da ação fundamental do entendimento, o princípio contraditório. Com efeito, não poderá ser compreendida pelo caminho fenomenológico da redução indutiva.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 14/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Venho das Famílias. Vasconcelos, Machado, Batista, Bonito, Dias e Silva da Costa. Meu terceiro avô. Por parte do meu pai. Nicomedes Costa de Vasconcelos. Filho de Cristino Costa e Silva. Primo Machado de Vasconcelos. Casado com Belica Batista de Vasconcelos. Irmã do meu outro bisavô. Manoel Batista.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 12/12/2014 lAcessos: 12
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O filósofo da Escola de Frankfurt Jurgen Habermas formulou uma teoria interessante a respeito da lógica da razão de instrumento. Em primeiro lugar desenvolve o conceito de uma sociedade produtiva alienada do ponto de vista do consumo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 12/12/2014

    A importância que cada membro da comunidade escolar exerce dentro do educandário, a opinião e a participação dos envolvidos para uma educação de melhor qualidade.

    Por: Paulo Cezar Marangonl Educação> Ensino Superiorl 11/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Uma gotícula da sopa primitiva. Bilhões e bilhões de anos. Resultaram em diversidades. Das formas de vida. Do mesmo núcleo. Resultou a nossa existência. Tudo remonta ao único princípio. O fundamento da célula reprodutora. Muita sorte de sermos o que somos. Duas categorias de primatas. Prossimios e antropoides.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 19/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A concentração é natural, não da forma que está sendo efetivada nesse momento histórico do capitalismo. Com maior evidência no século XXI. O que poderá de algum modo ameaçar a democracia.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A respeito do saber. Em referência a possibilidade do conhecimento. Um gênio da Filosofia Iluminista alemã. Kant. Relata em sua principal obra. Crítica da Razão da Pura. A maior revolução acadêmica. Sua acepção morfológica da teoria do conhecimento. A natureza do sujeito e do objeto. Mecanismo de cognição. Determinando a metodologia do conhecimento. Em suas divisões epistemológicas. Aos diversos campos aplicativos.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 15/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A identidade representativa artística funciona a coerência lógica por intermédio da ação fundamental do entendimento, o princípio contraditório. Com efeito, não poderá ser compreendida pelo caminho fenomenológico da redução indutiva.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 14/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O mundo poderia. Não ter significado. Já que o entendimento. É apenas a representação. De uma razão alienada. Então o mundo poderia. Ser o antimundo. O que seria o universo. A negação do antimundo. O eterno vazio. Tendo como definição o vácuo. A única realidade a ausência. Necessariamente descabida. Escura e infinita.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 13/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Venho das Famílias. Vasconcelos, Machado, Batista, Bonito, Dias e Silva da Costa. Meu terceiro avô. Por parte do meu pai. Nicomedes Costa de Vasconcelos. Filho de Cristino Costa e Silva. Primo Machado de Vasconcelos. Casado com Belica Batista de Vasconcelos. Irmã do meu outro bisavô. Manoel Batista.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 12/12/2014 lAcessos: 12
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O filósofo da Escola de Frankfurt Jurgen Habermas formulou uma teoria interessante a respeito da lógica da razão de instrumento. Em primeiro lugar desenvolve o conceito de uma sociedade produtiva alienada do ponto de vista do consumo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 12/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Hoje sabemos que a história da origem da vida e particularmente do DNA, remontam-se a origem dos primeiros átomos que deram nascimento a complexidade dos múltiplos universos.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educaçãol 11/12/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast