EDUCAÇÃO ESPECIAL AVANÇOS NOTÁVEIS

06/12/2010 • Por • 529 Acessos

 

                   

INTRODUÇÃO

Observa-se que a Educação Especial depende da qualidade ou da competência dos professores comuns e especializados.

A eficácia dos programas para os portadores de necessidades especiais pode estar relacionada à flexibilidade e criatividade do professor.

O professor é o pivô do sucesso de qualquer programa educacional. Sua competência é o fator mais significativo na organização de um bom programa educacional para crianças Portadoras de Necessidades Especiais.

Para o ensino especial de alunos portadores de deficiências são requeridas algumas competências e habilidades especiais. O papel e as competências que se requerem do professor variam de acordo com a extensão de programa educativo, do tema de programa, do grupo etário com que ele trabalha e das características dos alunos.

Caberá ao profissional de Educação tomar novos rumos, descobrir suas deficiências seja como profissional ou pessoa, na gestão escolar conscientes de transformação, mudanças, para melhor qualidade de trabalho e eficiência.

Para que isso aconteça, há necessidade de competência. Competência ,é uma palavra moderna que a todo o momento se fala, ouve, mas que não esta ainda fazendo parte do cotidiano vivido pelo educador.

Competência é: Capacidade, sabedoria, é aproveitar o momento para se superar, ir além do esperado, exige dedicação, organização, dinamismo atuante.

Essa competência é provada em um momento, uma vibração em favor de mudanças equilibradas e reais, que contribuem imensamente para a cristalização dessa prática.

Porém, só terá valor se for uma ação interativa, onde o sujeito é um parceiro do conhecimento, reconstruindo, apropriando-se da oportunidade para consolidar as inovações necessárias com cidadania, isto é, usar de seus direitos civis e políticos.

A Educação vem emanada nos princípios ligados a competência, principalmente a Educação Especial, a qual o profissional deverá constituir-se de total equilíbrio emocional, cognitivo, para desempenhar seu trabalho como agente transformador de seu conhecimento, através de práticas pedagógicas inovadoras gerando assim sua capacitação profissional.

Um dos meios para se conseguir a competência necessária é através de educação dos professores, uma vez que por intermédio dela promoveremos as mudanças na Educação do país.

Observa-se que os profissionais da Educação Especial têm tido acesso as legislações que apontam para uma Educação Inclusiva, no entanto há necessidade de um respaldo político e pedagógico que os capacite para a integração do portador de deficiência na educação regular, e possibilite-os para a inserção no mercado de trabalho competitivo.

Entretanto, todos necessitam do conhecimento específico, para aprender onde estão seus limites, onde precisam de ajuda, de auxílio, onde necessitam da colaboração dos demais profissionais, para 'completa realização como profissional ou ser humano.

Perfil do Autor

iracema de s. rodrigues

Professora Alair Maria Fortes de Oliveira Graduada em História Cuiabá - MT