O contexto escolar e a construção da visão interdisciplinar

Publicado em: 11/08/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 166 |

Nós professores devemos incentivar os nossos alunos a construir uma relação entre o que é discutido em sala de aula com a sua realidade, os nossos alunos devem perceber que a sua participação é importante para a escola. As atitudes voltadas para a superação de visões de qualquer ordem, sem encobrir ambigüidades torna-se necessário, sobretudo, para superar o individualismo e a falta de recursos, do contrário vai-se criar apenas um novo modismo em educação.

Dentro do contexto educacional, visualiza-se um futuro cada vez mais interligado as pesquisas interdisciplinares, apesar de se deparar constantemente com barreiras dentro do sistema escolar, onde ocorrem à dissociação do saber; quando na realidade, o que unifica este saber é a integração e a relação das disciplinas. Silva (1994, p.41) enfatiza que:

"[...] a inovação, ao provocar mudanças no cotidiano, alterando rotinas,

comportamentos cristalizados, hábitos arraigados, provoca reações

antagônicas entre os que querem continuar na rotina e os que querem

exercer a criatividade e o novo.

A rotina fincada na tradição reforça a segurança, pois representa o

conhecimento, o estabelecido, o automatizado, o hábito adquirido. E a

segurança de esperar que tudo continuará como está. A inovação fincada na mudança é a aspiração pelo desconhecido, onde a incerteza, a necessidade de novas aprendizagens e as dúvidas quanto aos resultados se a evoluo."

 

A interdisciplinaridade tem por finalidade transformar a realidade dos educandos dando a eles as possibilidades de reflexão e questionamento. Como então trabalhar a interdisciplinaridade nas escolas? Ainda temos professores que não tomaram conhecimento do seu significado e não estão consciente de sua importância, os mesmos preocupam-se com questões mais corriqueiras como falta de material  básico escolar. Hoje a escola não conta exclusivamente com um próprio contexto para a construção do conhecimento, a família, a mídia, são fatores que interferem na construção dos conteúdos escolares. Na verdade, a interdisciplinaridade baseia-se nas possibilidades de relacionar as disciplinas em atividade e projetos de pesquisa e ação.

Podemos encaixar a informática como um recurso pedagógico capaz de facilitar a interdisciplinaridade, de reorganizar e estabelecer novas relações entre conceitos científicos e estes próprios com elementos capazes de explicar os princípios da informática. Na sociedade atual, os sistemas tecnológicos fazem parte do mundo produtivo, cirando novas formas de organização e transformação. Nesse sentido Machado (1995) conclui que:

"Juntamente com a informática e a Cibernética, o computador é um tema transdisciplinar e que favorece enormemente o trabalho interdisciplinar.

Ao usar o computador, o aluno deve tornar-se o responsável pela construção de seu conhecimento, através da busca, da seleção e do inter-relacionamento de informações significativas. Supera-se com isso a dicotomia ensino e pesquisa.

O professor deve, portanto, possibilitar, de forma intencional, o ciclo descrição – execução – reflexão - depuração ao planejar as suas atividades e, assim propiciar e garantir a construção do conhecimento de seu aluno com a utilização do computador como uma ferramenta para o trabalho proposto.

Na sociedade atual as transformações estão acontecendo de forma acelerada. A presença das redes eletrônicas no processo ensino aprendizagem cria um novo ambiente, fazendo com que a escola exija profissionais com uma qualificação mais plural.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/o-contexto-escolar-e-a-construcao-da-visao-interdisciplinar-5116161.html

    Palavras-chave do artigo:

    interdisciplinaridadem escola

    Comentar sobre o artigo

    A descoberta dos números surgiu através de estudos sobre a humanidade e como se processa a aprendizagem da matemática em nosso cérebro.

    Por: ANA MARIA LIBARDIl Educação> Ensino Superiorl 16/11/2014

    O uso do computador e internet para realização de trabalhos escolares e acadêmicos tornou-se prática cotidiana. A internet é, atualmente, uma fonte quase que inesgotável de informações e referências. Isso gerou algumas situações características...

    Por: Valter Ribeirol Educação> Ensino Superiorl 16/11/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Da cosmologia grega. As não substancialidades. Das essências. Tudo flui. Nada persiste o mesmo. Nem mesmo a mudança. O ser não é mais. O que virá a ser. Apesar de ser o futuro. A negação do eterno presente. Do mesmo modo o mundo. E todas as formas de movimento. A vida é uma eterna transformação. Nada se sustenta em si mesmo. Acepção do entendimento.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 16/11/2014

    O termo reciclagem em geral, quer dizer, o retorno da matéria-prima, sendo usado pela população para indicar o conjunto de operações envolvidas no aproveitamento dos dejetos/detritos e seu futuro reaproveitamento. A intenção principal este projeto foi conscientizar e sensibilizar os alunos de que a participação efetiva é indispensável para a obtenção de um meio ambiente saudável, que promova o desenvolvimento sem destruir os recursos naturais.

    Por: Patrícia Maria Barros Piovezanl Educação> Ensino Superiorl 14/11/2014 lAcessos: 11
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A indiferença do povo brasileiro, em relação à Segunda Guerra Mundial, o governo de getulista desenvolve a compaixão popular, como forma de sustentação no poder, com o objetivo de ter em mãos o Estado.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 14/11/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Certa vez disse Einstein. A respeito da epistemologia. É necessário desenvolver centenas. De análises. Para que algum pensamento. Possa ter fundamento. Mas de certo modo, o conhecimento profundo. É apenas intuitivo. Desse modo pude chegar à natureza. Da essência do fundamento do mundo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 13/11/2014

    A Federação Nacional das Escolas Particulares (FENEP), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), publica documento de análise e construção de um marco quantitativo destinado ao setor educacional privado, de extrema utilidade para estudiosos e pesquisadores educacionais, tanto dos setores privado quanto público.

    Por: Central Pressl Educação> Ensino Superiorl 13/11/2014
    Zilda Ap. S. Guerrero

    Nessse artigo nossa abordagem será em torno da alfabetização das crianças de escolas públicas e a adoção do construtivismo enquanto metodologia e não como concepção de Piaget, face a exposição das crianças no campo da observação e experimentação.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Ensino Superiorl 11/11/2014 lAcessos: 11

    O Grupo Escolar Fausto Cardoso nasceu no governo do saudoso Gracho Cardoso, administração que primou pela a ação administradora do desenvolvimento da educação, dentro das possibilidades do tesouro; governo que compreendia que "a educação é um direito de qualquer indivíduo

    Por: Rodrigol Educação> Ensino Superiorl 11/08/2011 lAcessos: 129

    A geografia é a ciência que estuda, analisa e tenta explicar o espaço produzido pelo homem e, enquanto matéria de ensino, ela permite que se perceba como participante do espaço que estuda, onde os fenômenos que ali ocorrem são resultados da vida e do trabalho dos homens e estão inseridos num processo de desenvolvimento.

    Por: Rodrigol Educação> Ensino Superiorl 11/08/2011 lAcessos: 150

    Para entendermos melhor a relação professor e aluno, devemos voltar alguns anos atrás, mais precisamente para a velha Grécia a fim de revermos a situação do preceptor e o seu discípulo.

    Por: Rodrigol Educação> Ensino Superiorl 11/08/2011 lAcessos: 291

    De acordo com Ivani Fazenda (ano) a interdisciplinaridade chega ao Brasil por volta da década de 60 com uma série de distorções, pois queriam se aventurar ao novo sem reflexão, sem mesmo saber o que significava, somente por que estava na moda, sem medir as conseqüências. No Brasil os movimentos da interdisciplinaridade repercutiram nas mesmas décadas da Europa: 70,80,90.

    Por: Rodrigol Educação> Ensino Superiorl 11/08/2011 lAcessos: 379

    Para o entendimento de qualquer conceito devemos promover uma revisão histórica. Interdisciplinar é uma palavra do século XX. A origem intelectual do conceito de interdisciplinaridade subjacent'e, no entanto, é muito mais antiga. No Ocidente, as idéias fundamentais de ciência unificada, síntese e integração do conhecimento foram desenvolvidas pela filosofia antiga.

    Por: Rodrigol Educação> Ensino Superiorl 11/08/2011 lAcessos: 367

    Quando falamos de memória oral, estamos falando da história de vida, da pesquisa, entrevista, todos eles são recurso que possibilita resgatar as memórias individuais, e coletivas, com o objetivo de poder interpretar todo esse material.

    Por: Rodrigol Educação> Ensino Superiorl 10/08/2011 lAcessos: 132

    Porque alguns alunos perdem o interesse em aprender geografia: acham muito chata, pois eles se preocupam mais com Português e Matemática por ser mais requisitada em concursos? Portanto, nós professores de geografia temos que buscar outras soluções de praticar nossas aulas de maneira que leve os alunos a terem uma participação, dando mais dinamismo.

    Por: Rodrigol Educação> Ensino Superiorl 10/08/2011 lAcessos: 232

    As novas tecnologias vêm modificando a relação do homem com o seu espaço, pois encontramos recursos tecnológicos em todos os lugares. A escola não pode ficar excluída dos avanços da tecnologia, mais na atualidade não precisamos nos preocupar com essas exclusão pois a chegada dos laboratórios de informática os LTE nas Escolas da rede Estadual de Ensino.

    Por: Rodrigol Educação> Ensino Superiorl 10/08/2011 lAcessos: 81
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast