O contexto escolar e a construção da visão interdisciplinar

11/08/2011 • Por • 189 Acessos

Nós professores devemos incentivar os nossos alunos a construir uma relação entre o que é discutido em sala de aula com a sua realidade, os nossos alunos devem perceber que a sua participação é importante para a escola. As atitudes voltadas para a superação de visões de qualquer ordem, sem encobrir ambigüidades torna-se necessário, sobretudo, para superar o individualismo e a falta de recursos, do contrário vai-se criar apenas um novo modismo em educação.

Dentro do contexto educacional, visualiza-se um futuro cada vez mais interligado as pesquisas interdisciplinares, apesar de se deparar constantemente com barreiras dentro do sistema escolar, onde ocorrem à dissociação do saber; quando na realidade, o que unifica este saber é a integração e a relação das disciplinas. Silva (1994, p.41) enfatiza que:

"[...] a inovação, ao provocar mudanças no cotidiano, alterando rotinas,

comportamentos cristalizados, hábitos arraigados, provoca reações

antagônicas entre os que querem continuar na rotina e os que querem

exercer a criatividade e o novo.

A rotina fincada na tradição reforça a segurança, pois representa o

conhecimento, o estabelecido, o automatizado, o hábito adquirido. E a

segurança de esperar que tudo continuará como está. A inovação fincada na mudança é a aspiração pelo desconhecido, onde a incerteza, a necessidade de novas aprendizagens e as dúvidas quanto aos resultados se a evoluo."

 

A interdisciplinaridade tem por finalidade transformar a realidade dos educandos dando a eles as possibilidades de reflexão e questionamento. Como então trabalhar a interdisciplinaridade nas escolas? Ainda temos professores que não tomaram conhecimento do seu significado e não estão consciente de sua importância, os mesmos preocupam-se com questões mais corriqueiras como falta de material  básico escolar. Hoje a escola não conta exclusivamente com um próprio contexto para a construção do conhecimento, a família, a mídia, são fatores que interferem na construção dos conteúdos escolares. Na verdade, a interdisciplinaridade baseia-se nas possibilidades de relacionar as disciplinas em atividade e projetos de pesquisa e ação.

Podemos encaixar a informática como um recurso pedagógico capaz de facilitar a interdisciplinaridade, de reorganizar e estabelecer novas relações entre conceitos científicos e estes próprios com elementos capazes de explicar os princípios da informática. Na sociedade atual, os sistemas tecnológicos fazem parte do mundo produtivo, cirando novas formas de organização e transformação. Nesse sentido Machado (1995) conclui que:

"Juntamente com a informática e a Cibernética, o computador é um tema transdisciplinar e que favorece enormemente o trabalho interdisciplinar.

Ao usar o computador, o aluno deve tornar-se o responsável pela construção de seu conhecimento, através da busca, da seleção e do inter-relacionamento de informações significativas. Supera-se com isso a dicotomia ensino e pesquisa.

O professor deve, portanto, possibilitar, de forma intencional, o ciclo descrição – execução – reflexão - depuração ao planejar as suas atividades e, assim propiciar e garantir a construção do conhecimento de seu aluno com a utilização do computador como uma ferramenta para o trabalho proposto.

Na sociedade atual as transformações estão acontecendo de forma acelerada. A presença das redes eletrônicas no processo ensino aprendizagem cria um novo ambiente, fazendo com que a escola exija profissionais com uma qualificação mais plural.

Perfil do Autor

Rodrigo

Graduado em Licenciatura em Geografia, Especializando em metodologia de ensino de Geografia e História, e graduando em Bacharelado em...