O DESAFIO DE ENSINAR COM QUALIDADE E DINAMISMO

Publicado em: 30/08/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,354 |

Introdução

 

Nesta pesquisa buscou-se compreender a importância que envolve o desafio de ensinar com qualidade e dinamismo na escola Professor Joca Vieira da Rede Municipal de Ensino da cidade de Amarante - PI, principalmente no que se refere aos critérios qualitativos. Hoffmann, dentre outros, deixa claro que a avaliação é única, a diferenciação existe em termos dos critérios. Definiu-se como problemática: De que forma os critérios de ensinar com qualidade e dinamismos estão sendo utilizados na escola Municipal Professor Joca Vieira?O estudo tem como objetivo geral: verificar a prática avaliativa, no que se refere ao desafio de ensinar com qualidade desenvolvida pelos professores da Unidade Escolar Professor Joca Vieira na cidade de Amarante - PI no que se refere aos aspectos desafiadores de ensinar. Idéias de vários autores foram confrontadas no intuito de enriquecer o referencial teórico. Optou-se pelo método descritivo com abordagem qualitativa para a realização da investigação. O desafio de ensinar com qualidade e dinamismo requer uma preocupação para com o processo, não como estagnação. É relevante às escolas que trabalham sob outra perspectiva, que não a tradicional, e serve como reflexão às demais. Para que assim haja um melhor aprendizado  e a criança possa gostar de estudar e a dar valor.

______________________________________

1-Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Estadual do Piauí – UESPI, aluna do curso de Pós-graduação Lato Sensu em Psicopedagogia Institucionalpela FAEME/MONTENEGRO, atualmente professora atuante no curso de Pedagogia pela Universidade Estadual do Piauí - UESPI e Gestora Municipal.

 

 

2

Aos professores, pode gerar o conflito e / ou a conscientização, sendo de maior significância aos alunos que, de acordo com os critérios avaliativos utilizados terão aprendizagens significativas. Nesse contexto, o professor, em todo momento, deve considerar toda boa ação do discente, procurando sempre adaptar às novas idéias. Essa posição do professor no processo educativo mostra que os meios nunca podem substituí-lo. A dinâmica possui caráter instrumental na realização de atividades e com isso ajuda o professor a dinamizar sua aula, multiplicando a ação de possibilidades de atuação. Esse dinamismo do professor para com o aluno tem a missão de facilitar seu trabalho e a aprendizagem do aluno.

Quando se fala em dinamismo e ensinar com qualidade, subtende-se que ambos caminham juntos, do contrário é inútil quando se tem dinâmica, mas não se sabe como aplicá-la. Sabemos que o professor tem de aprender a ensinar brincando, no modo de vista mais ampla, ensinar com qualidade e dinamismo nada mais é do que ensinar com entretenimento e responsabilidade, nisto é que gera a qualidade do ensino. A palavra-chave desse ponto é compromisso.

Esse trabalho retrata um pouco dessas dificuldades apresentados no dia-dia do corpo docente da Escola Municipal Professor Joca Viera na cidade de Amarante – PI. A escola bem que tenta um relacionamento sadio, mas a maioria dos discentes não tem nenhum compromisso com a escola, o que dificulta esse ensino de qualidade.

No entanto busca-se a realização de um trabalho, onde o foco principal é a educação de qualidade com dinamismo.

Em suma, o trabalho consiste em desempenhar um papel dinâmico voltado para a conscientização no que diz respeito a ensino de qualidade.

 

Desenvolvimento

No mundo em que vivemos a educação brasileira está dando pulos cada vez maiores, porem deixa a desejar em alguns pontos. Os professores nos dias atuais liberam seus alunos, tornando-os seres não pensantes, sendo que é imprescindível torná-los seres pensantes e permanentes na sala de aula, para isso é que se propõem atividades dinâmicas para insistir a presença desses alunos em sala de aula. É indispensável que o professor tenha acima de tudo compromisso e dinamismo para ocupar esse espaço que é muito importante.

 

 

3

O tema ora trabalhado está sendo alvo  de discussões em todos os setores, não só dentro do âmbito escolar, mas em outras instituições de trabalho, por se tratar de um tema que busque desenvolver no ser humano, boas maneiras de viver no seu ambiente de trabalho e em conseqüência disso em todos os ambientes educacionais.

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n. 9.394/96 nos faz muitas indagações naquilo que diz respeito ao ensino de qualidade com dinamismo, uma vez que nos aponta vários caminhos para que possamos fazer um trabalho desafiador e de qualidade ao mesmo tempo voltado para novos tempos, visando sempre o respeito ao discente para que possa servir e estímulo durante sua vida escolar. Os desafios são muitos, mas a vontade de ensinar tem de superar esses desafios, pois o professor deve procurar estruturar-se cada dia de sua vida para que seu papel sempre esteja cotidianamente voltado para a disciplina de seus educando, que hoje no decorrer do nosso dia-dia temos cada vez mais alunos descompromissados com a escola.

De acordo com Piaget no inicio quando a crianças é pequena, até mais ou menos seis anos, para conhecer um objeto era preciso manipulá-lo, senti-lo, tê-lo sempre. Por exemplo não é possível entender quanto é a soma de duas laranjas, mais três laranjas se não for tocar e mexer nas laranjas de verdade.

Segundo Léa Tiriba

 

 

Refletindo sobre a dinâmica, surgiu a idéia de mudar o manejo da turma a começar pelos encontros com os próprios colegas durante os planejamentos ou mesmo reuniões com os pais e mestres e verificou-se que trazendo para a escola opiniões diferentes e modos diferentes de pensar e agir fazendo com que houvesse uma interação escola-comunidade conseqüentemente mudaria o modelo existente em uma escola parada, qualidade de ensino e sem dinamismo na suas atividades diárias. (LÉA TIRIBA 1991, p. 119-123),

 

 

Observou-se que tudo pode ser mudado a partir do momento que se buscam melhorias e, então, começa a traçar caminhos juntamente com a comunidade, a família e o corpo docente e discente da escola, e em vista disso começaram a surgir os primeiros avanços.

Verificou-se também que trabalhando todos em união, desfaziam-se várias barreiras dentro da sala de aula. Ação desse tipo leva a escola a trabalhar sempre com a colaboração da família e assim sendo as crianças sentem-se mais necessárias e seguras para criar e realizar atividades e a formar laços cada vez mais afetivos uns com os outros. Houve, portanto

4

interesse por parte dos pais em colaborar com a escola e em trazer materiais de casa que ajudasse o professor no dia-dia de suas tarefas escolares, como por exemplo: materiais recicláveis, livros velhos e usados, revistas, tampinhas, etc.

A educação acontece como um percurso para o trabalho, e este tem de acontecer para se

tornar eficiente e de qualidade tem de  acontecer dentro das escolas, enquanto formadoras de pessoas. Buscando a participação e integração sempre dos educandos e comunidade para assim poder ter uma educação sempre voltada para os saberes mais precisos e com qualidade.

As escolas nos dias atuais devem estar sempre buscando métodos que possam ser trabalhados com dinamismo voltado para projetos escolares, visando sempre levantar questões do que se refere ao dinamismo e a qualidade de ensino dentro da escola, explorando a criatividade e analisando o desempenho desses alunos.

Os fatos indicam que a qualificação do ensino é a peça mais decisiva para garantir o futuro do país. Vale, ainda uma vez, repetir velho truísmo: no mundo de hoje, nenhuma nação potencializa os fatores de enriquecimento enquanto a educação não for capaz de produzir quadros aptos a operar as complexas ferramentas da ciência e da tecnologia.

Fernando Andrade e Roberto Mangabeira Unger entendem que:


Melhorar a qualidade do ensino público é hoje reconhecida prioridade da nação. Para traduzir esse consenso em ação, colaboramos em duas iniciativas. A primeira é a construção de uma rede de escolas médias federais, com dimensão técnica e profissional. A segunda é proposta para reconciliar a gestão das escolas pelos Estados e municípios com padrões nacionais de investimento e qualidade. (FOLHA DE SÃO PAULO, 18/02/2008).

 

Para a realização desse trabalho acadêmico realizaram-se questionários com professores e alunos rede municipal de ensino de 1ª a 4ª. série, escola Professor Joca Vieira, localizada na Avenida Petrônio Portela na cidade de Amarante - PI, respeitando as seguintes perguntas: Quais critérios a escola utiliza para uma boa aprendizagem com qualidade e dinamismo? 60% dos alunos responderam que a escola precisa trabalhar métodos mais relevantes para levar o aluno a se interessar pela aprendizagem, 20% apostaram na criatividade e na colaboração da família e coordenação e 20% responderam que os critérios deveriam ser mais atrativos. Dos professores questionados, 80% acreditam que o ensino de qualidade só será possível com a participação massificada da família-comunidade interesse por parte da própria secretaria de educação, 20% acreditam que é necessário mais empenho dos próprios docentes.

6

Quais critérios a escola utiliza para realizar uma boa aprendizagem com qualidade e dinamismo?

 

60%

 

Faltam métodos

 

20%

 

Criatividade e colaboração

 

20%

 

Critérios mais atrativos

Tabela 1-  Em relação a idéias e sugestões que poderiam mudar o ensino, tornando-o mais flexível e dinâmico na Unidade Escolar Professor Joca Vieira, foram diretamente entrevistados professores, alunos e pais.

 

Idéias e sugestões na opinião dos professores, pais e alunos:

Professores

A escola precisa ter mais união no que se refere a um ensino de qualidade, usar novas metodologias;

Alunos

Os professores precisam de capacitação e os alunos mais empenho e dedicação;

Pais

Mais compromisso por parte dos próprios alunos e dinâmica por parte dos professores, mais atenção da família.

Tabela 2 - Diante do que mostra os quadros acima nota-se que cada vez mais há a necessidade de se trabalhar mais e mais, procurando diversificar as metodologias, acertando as estratégias e dando possibilidades mais úteis aos nossos educadores e também estendendo aos nossos educandos.

Fala-se muito em desafios de ensino, mas pouco se vê trabalhos metodológicos a cerca do tema. Discute-se qualidade de ensino como dinamismo, mas a escola está a quem de desenvolver trabalhos voltados às dinâmicas e desafios de ensino.

A escola que se tem  hoje, precisa de uma mudança de forma urgente, pois vê-se que o ensino está ainda arcaico no sentido de metodologias e dinamismo. Não existe um ensino de total qualidade nas nossas escolas e vendo de perto a Unidade Escolar Professor Joca Vieira, nota-se que a escola está sentindo muito a falta de um ensino de qualidade ligada a um dinamismo que possa refletir num breve e vindouro futuro. Nessa perspectiva é que se dá o desejo de ensinar e com isso encontrar verdadeiras formas de aprender e a valorizar aquilo

 

7

que se está aprendendo. Respeito ao aluno é  o elemento fundamental a ser obedecido se se quer formar uma geração  com capacidade simultânea de sonhar e de executar.

 

Segundo Chalita:

 

O conceito de melhor ou de pior não se combina com a visão holística que se propaga hoje para a educação e a vida. As múltiplas habilidades demonstram que o melhor em matemática sempre o será em português ou e em música ou em dança ou em oratória.   (GABRIEL CHALITA, 2004, pg. 138).

 

 

A educação está voltada para sistemas arcaicos, regados de regalias para o alunado e sem normas, e isso visa o desempenho pouco prendado por parte dos docentes e discentes e de todo o corpo escolar. Compreende-se a educação como o solo para o aprendizado, mas tem que se fazer educação de qualidade, com dinamismo, coragem e força de vontade. Com isso consegue-se uma boa educação e um futuro de brilhantes educandos.

 

Conclusão

Diante do exposto, constatamos que as escolas brasileiras precisam de um incentivo para se trabalhar em sala de aula usando o dinamismo para que possamos encontrar um ensino de qualidade.

O próprio sistema escolar deveria propor tais métodos, adequando e capacitando nossos professores no desenrolar dessa problemática que é ensinar com qualidade e dinamismo.

O estudo mostra que a má qualidade do ensino e a falta de dinamismo conseqüentemente, são causas relevantes para deixar nosso alunado sem estímulos para vivenciar o seu dia-dia dentro da escola.

Vive-se uma escola em busca de qualidade e dinamismo, procurando sempre destacar a importância que se deve ter sempre com o desafio de ensinar com dinamismo, buscando sempre o bom senso e a transparência, principalmente trabalhando em conjunto com a comunidade, e isso mostrando sempre o valor e o papel que a família exerce sobre a escola, quando se trabalha junto e  em união.

Na atualidade, existem ainda profissionais da educação estão cada vez mais em busca de seus próprios objetivos e menos interessado no ensino, objetivos  estes que se tratam do seu próprio interesses, ocultando a maior e mais bonito objetivo  em relação ao que se pretende que é alcançar  um ensino de qualidade, visto que as escolas sempre procuram

8

trabalhar diversidades de dinâmicas, mas só para cumprir um papel, mas na verdade não estão buscando a qualidade  do ensino. E quando se fala em qualidade de ensino conota-se aprendizagem.

Em suma, para que se possa ter uma educação de qualidade é necessário que busquemos adequação em relação ao aprendizado como um todo, respeitando as normas da LDB e do sistema como um todo, buscando aprimoramento, respeitando as diferenças e norteando o alunado, para ir em busca de um mundo melhor. Só é possível um ensino de qualidade e com dinamismo se o sistema educacional qualificar seus profissionais para exercer a profissão com garra e disposição.

AVANTE PARA UM MUNDO MELHOR!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REFERÊNCIAS

CHALITA, Gabriel. Educação a solução está no afeto, São Paulo: Editora Gente, 2001 1ª Ed., 2004 edição revista e atualizada, p., 138.

GADOTTI, M. Pesquisas atuais da Educação. São Paulo Perspectiva, v. 14, n. São Paulo, abr. / jun. 2000.

Webgrafia.

HADDAD. Fernando e UNGER. M. Roberto. Ensino Público de qualidade. Folha de São Paulo: Publicado em: 18/02/2008. Acesso em: sexta feira, 14 de novembro de 2008. Disponível em: www.contee.org.com.br/noticias/artigos/art69.asp.

 

 

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/o-desafio-de-ensinar-com-qualidade-e-dinamismo-3162783.html

    Palavras-chave do artigo:

    palavras chave ensino de qualidade desafio competencia

    Comentar sobre o artigo

    Artigo apresentado no V Simpósio de PesquUisa e Pós-Graduação em Educação, 2013, na Universidade estadual de Londrina. trata da disciplina de sociologia no ensino médio e da construção de uma metodologia de ansino apropriada, perpasando a pedagogia histórico-crítica.

    Por: Cristiano Pinheiro Corrêal Educação> Ciêncial 24/05/2013 lAcessos: 128

    O presente estudo tem o tema Ensino Religioso nas Escolas Públicas e Suas Implicações. O Ensino religioso utiliza diferentes linguagens para o tratamento pedagógico. Seu conteúdo deve ser traduzido de modo a facilitar a compreensão dos educandos. Superar preconceitos e discriminações requer lidar com valores como : autoridade, respeito e direito à diferença. O estudo de natureza revisão bibliográfica, pretende contribuir com a reflexão que nos propõe o Ensino religioso nas escolas públicas.

    Por: CLEA MARCIA PEREIRA CAMARAl Educação> Ensino Superiorl 14/03/2012 lAcessos: 675
    Fernando João de Jesus Santana

    RESUMO Este trabalho foi realizado através da pesquisa de campo, aplicando 30 questionários, que tratará da temática qualidade de vida como fatores sócio ambiental, o qual esta relacionada às questões ambientais, sociais, política, econômicas e culturais que interferem na vida de crianças da Escola Municipal Manoel de Paula Menezes Lima localizada na cidade de Lagarto/se, onde estas crianças e jovens possui uma vulnerabilidade social em linha geral, estas também possui suas condições não razoáve

    Por: Fernando João de Jesus Santanal Educação> Ciêncial 24/07/2011 lAcessos: 504
    ALINE E CATIA CILENE

    RESUMO Este artigo está baseado nas experiências construtivas da importância de uma formação continuada através da ação pedagógica, florescendo as competências profissionais tão necessárias ao professor educador contemporâneo. A pesquisa foi resultado das aulas expositivas no curso de pós-graduação em didática do ensino superior destacando a formação docente multicultural e a importância do relacionamento interpessoal no ensino superior.

    Por: ALINE E CATIA CILENEl Educação> Ensino Superiorl 13/08/2010 lAcessos: 807
    Ana Carolina S. Ravagnani

    Resumo: O trabalho tem por objetivo mostrar que alunos com Síndrome de Down podem ser alfabetizados, no entanto, as dificuldades na escola se devem em alguns casos ao despreparo do professor no ensino regular e em outros nas demais instâncias da instituição. A inclusão de crianças com déficit intelectual é um assunto delicado e que merece especial atenção entendendo que aprender não é tarefa fácil. Professores da escola pública estão vivendo momentos de reflexão e aprendizagem quando se trata da

    Por: Ana Carolina S. Ravagnanil Educação> Educação Infantill 07/07/2010 lAcessos: 3,451 lComentário: 2

    RESUMO: O presente artigo tem como objetivo mostrar o perfil dos estudantes evadidos no 1º trimestre do 2º segmento 5ª e 6ª série que abandonaram os estudos na escola Ceja Almira de Amorim Silva, situada na cidade de Cuiabá, localizada no Estado de Mato Grosso, por meio de um questionário elaborado com várias perguntas: Você tem horário para estudos em casa? Você tem o incentivo de sua família ou de amigos ou do trabalho para estudar? Os índices apresentados retratam uma realidade indesejável com a evasão de quase 20% dos alunos inicialmente matriculados, além de mostrar que mais da metade dos alunos encontram-se em séries distorcidas em relação à idade. Buscou-se encontrar possíveis causas da evasão escolar levantadas pelas fontes das entrevistas.

    Por: jucemare pereiral Educaçãol 28/10/2009 lAcessos: 662
    Elizeu Vieira Moreira

    Reflete sobre a trajetória da qualidade como parâmetro do processo de produção capitalista até sua transformação em Qualidade Total e sua ressignificação como simulacro e instrumento de controle nas políticas educacionais e das relações pedagógicas. Analisa a incorporação das novas tecnologias ao processo de formação dos gestores escolares a partir do Progestão/SEDUC iniciado em 2005.

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 29/06/2011 lAcessos: 778
    Elizeu Vieira Moreira

    ....Considera, a guisa de conclusão, que o entendimento desse processo de desumanização da condição humana provocado pelo paradigma das competências é condição necessária para a crítica ontológica e a materialização de um bloco histórico de resistência à lógica do capital e a sociometabolização propugnada pela incontrolabilidade do mesmo.

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 02/07/2011 lAcessos: 769
    SANDRA MARA DALLE CORT DENARDI

    Essa pesquisa propôs como tema de estudo o papel do coordenador pedagógicos e seus desafios no cotidiano escolar. O intuito desta pesquisa foi o de contribuir para que coordenadores pedagógicos observassem grandes mudanças ocorridas no cenário educacional ao longo do tempo. Para o desenvolvimento deste estudo, inicialmente foi feita uma revisão bibliográfica para descrever teorias que abordassem sobre o papel do coordenador, de modo que pudessem ser desenvolvidas.

    Por: SANDRA MARA DALLE CORT DENARDIl Educaçãol 07/11/2012 lAcessos: 4,286

    Este artigo trata da importância da postura do professor universitário no desenvolvimento do aluno e como uma Filosofia Confessional influencia neste propósito. Para isso verificamos o papel das Instituições confessionais protestantes no processo da Educação Universitária do país. Para melhor conhecimento foi realizada uma pesquisa exploratória em forma de entrevista com alunos de uma Instituição confessional Protestante com o objetivo de saber qual a relação que eles têm com seus professores.

    Por: JACKSON ROBERTO DE ANDRADEl Educação> Ensino Superiorl 22/10/2014

    RESUMO Uma só palavra ou teoria não seria capaz de abarcar todos os processos e experiências históricas que marcaram a formação do povo brasileiro. Marcados pelas contradições do conflito e da convivência, constituímos uma nação com traços singulares que ainda se mostram vivos no cotidiano dos vários tipos de "brasileiros" que reconhecemos nesse território de dimensões continentais. A primeira marcante mistura aconteceu no momento em que as populações indígenas da região entraram em

    Por: Joiciane de Sousa Santosl Educação> Ensino Superiorl 21/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Dado ao caráter emergencial da fome generalizada, povos africanos têm que se alimentar de animais portadores de tais vírus, que são mortais ao organismo humano, como cobras, ratos, morcegos e o chimpanzé.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014 lAcessos: 13
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Motivado pelo conflito contra os ingleses com objetivo de controlar o norte da França, o referido monarca, formou um grande exercito, sustentados por impostos cobrados no território nacional.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Em toda minha vida. Apenas sonhei. Em não ser. O que sou. Não teria nem mesmo preposição. Axiomática. Desejo ser diferente. O que de fato não sou. Serei todos os meus sonhos perdidos. Esquecidos no mimetismo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 19/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O que vejo no mundo político. Uma guerra indelével. Na defesa de duas tendências. Ambos as forças políticas. Defende o mesmo modelo. Fundamentado no liberalismo econômico. Nao existe ideologia de esquerda no Brasil. Apenas uma acepção imperscrutável. Ao silêncio da ignorância nacional.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 18/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Ver e perceber. Apenas a parcialidade da compreensão. E que poderá ser sempre a distorção. Como de fato costuma ser. Dado a natureza do mundo representativo. Significando o desejo do engano. As fantasias dos sonhos.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A respeito da teoria da evolução formulada por Charles Darwin 1809-1882, quem melhor organizou a ideia de como as espécies evolui a partir uma das outras, na superação de elos inferiores, criando as diversidades das mesmas.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/10/2014
    Maria Edilene Vilarinho

    Este artigo analisa no decorrer de suas entrelinhas como a educação ambiental é importante na vida dos seres e como não deixa de ser uma questão social é que o trabalho visa reconhecer a importância da natureza em nossas vidas, cisto que o ar que respiramos nos dias atuais está a quem do que precisamos.

    Por: Maria Edilene Vilarinhol Educação> Ensino Superiorl 30/08/2010 lAcessos: 984 lComentário: 1
    Maria Edilene Vilarinho

    Ao longo de sua história o homem sempre utilizou os recursos naturais para sobreviver sem prejudicar a natureza,mas com os avanços tecnológicos e com a falência econômica, o meio ambiente tornousevítima, sofrendo desmatamento, queimadas,poluição, invasões de terras, entre outras.Com opassar dos anos a natureza começou a responder a esses maus tratos ecológicos através do aquecimento global, das catástrofes naturais e efeito estufa.

    Por: Maria Edilene Vilarinhol Educação> Ensino Superiorl 30/08/2010 lAcessos: 486
    Maria Edilene Vilarinho

    Este artigo tem como objetivo questionar as possibilidades e desafios da utilização do lixo como meio de preservar a natureza. A natureza não é algo que está simplesmente fora do homem. O que seria dos nossos pulmões se faltasse oxigênio na atmosfera? O que seria do nosso corpo sem água, sem carbono, sem energia?

    Por: Maria Edilene Vilarinhol Educação> Ensino Superiorl 30/08/2010 lAcessos: 1,584
    Maria Edilene Vilarinho

    RESUMO Todas as vezes que falamos em trabalhar com equipes, tem-se a idéia de união. Segundo o dicionário Aurélio, equipe significa grupo de pessoas que juntas, participam duma competição esportiva ou se aplicam a uma tarefa ou trabalho. Eis aqui a razão para a desenvoltura desse artigo, tomando por base de pesquisa trabalho realizado em equipes dentro da escola pública estadual Unidade Escolar Professor Antonio Castro.

    Por: Maria Edilene Vilarinhol Educação> Ensino Superiorl 11/02/2010 lAcessos: 2,366 lComentário: 1
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast