O OBJETO DA FONÉTICA E DA FONOLOGIA

Publicado em: 04/09/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 2,036 |

INTRODUÇÃO

 

No presente artigo trataremos do objeto da fonética e da fonologia, que tem sido entendida como duas disciplinas interdependentes, pois, para entendermos a fonologia é indispensável partir do conteúdo da fonética, para então determinarmos quais são as unidades distintas de cada uma.

Enquanto, a fonética, estuda os sons como entidades físicas articulatórias isoladas, se distinguindo da fonologia pelo fato de considerar os sons independentes de suas oposições paradigmáticas. Já a fonologia irá estudar os sons do ponto de vista funcional como elemento que integra um sistema lingüístico.

 

1. A PRODUÇÃO DA LINGUAGEM HUMANA: FONÉTICA

 

Falar é tão natural para os seres humanos, como o olfato, o paladar, a visão a audição que só nos detemos para examinar em caso de deficiência ou privação. É uma das poucas coisas que nos diferenciam dos animais. A linguagem é, porém, uma atividade primordialmente oral que também se diferencia dos sistemas simbólicos.

Segundo Callou (2005. P14) "Costumava-se, por dizer que a linguagem é uma função secundária ou sobreposta desempenhada por vários órgãos cujas funções biológicas primárias são de outra ordem"

Diante dessa afirmativa acredita-se que os órgãos que são responsáveis pela produção de sons exercem outras funções que são: mastigar, engolir, respirar e cheirar. Para uma melhor compreensão, observa-se que as partes que constituem o aparelho fonador têm outros funcionamentos, como os pulmões e as cavidades nasais, que são responsáveis pela respiração. Os dentes e a língua são órgãos relevantes para a trituração dos alimentos.

 O aparelho fonador está dividido em três grupos: sistema respiratório, articulatório e fonatório significativos para o processo sonoro da pessoa humana.

O ser humano é capaz de produzir uma variação de diferentes sons, porém, nem todos são utilizados para fins lingüísticos, pelo fato de a língua funcionar como um segmento na composição de palavras.

 

1. DIFERENÇA ENTRE FONOLOGIA E FONEMA

                                                                                    

A fonologia opera com a função de organização dos sons em sistema em determinada língua.

Nossa percepção da fala sofre influência do sistema fonológico, por exemplo, um falante do português sabe muito bem produzir sons com o caráter [p] ele sabe que este som ocorre com palavras como, pata, pingo, e se logo em seguida usamos [b] da mesma forma criaremos palavras como, bata, bingo, sendo que a mudança só ocorre de forma fonológica.

A gramática de uma língua informa quais as unidades fonológicas e as diferenças dos traços fonéticos segmentais ou supra-segmentais.

Seguimentos são denominados unidades mínimas que constituem o sistema lingüístico. 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

Diante das exposições da fonética e da fonologia é importante frisar que ambas são distintas e interdependentes. Pois, não se pode estudar separadamente, sendo de fato que a fonologia não sofre alterações por estudar sistemas abstratos, tanto nas regras universais, como também aquelas que caracterizam as diferenças entre as línguas. Ao contrário da fonética, que sofre alterações ao uso original dos sons. Entretanto estas devem ser estudadas juntas, para que haja compreensão e interiozação das mesmas no contexto da língua, no âmbito social.

 

REFERÊNCIAS  

CALLOU, Dinah. Iniciação á fonética e a fonologia, Rio de janeiro, Ed.10ª,2005

RIO TORTO, Graça Maria de Oliveira e Silva, – Fonética, fonologia morfologia do português : conteúdos e metodologia – ed. Colibri, 1956.

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/o-objeto-da-fonetica-e-da-fonologia-3201320.html

    Palavras-chave do artigo:

    palavras chave aparelho fonador fala fonetica fonologia som

    Comentar sobre o artigo

    Bruno Gomes

    Diante das semelhanças e diferenças conceituais entre Fonética e Fonologia vê-se necessário o estudo de ambas as partes. Em um esboço sucinto e objetivo, percebe-se que, tanto pelo aspecto fonológico quanto fonético, o objetivo é estudar os sons. O ponto que discerne as duas ciências concentra-se na forma com a qual os aspectos sonoros são levados em conta.

    Por: Bruno Gomesl Educação> Ensino Superiorl 02/06/2010 lAcessos: 4,217 lComentário: 5
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Uma gotícula da sopa primitiva. Bilhões e bilhões de anos. Resultaram em diversidades. Das formas de vida. Do mesmo núcleo. Resultou a nossa existência. Tudo remonta ao único princípio. O fundamento da célula reprodutora. Muita sorte de sermos o que somos. Duas categorias de primatas. Prossimios e antropoides.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 19/12/2014

    Como se estruturou historicamente a Psicomotricidade na cidade de Uberlândia/MG nas décadas de 90 até os dias atuais e quais os principais avanços e dificuldades enfrentadas? Este artigo tem como objetivos conhecer a historia da Psicomotricidade na cidade de Uberlândia/MG.

    Por: JOSE BRAGA GUIMARAES NETOl Educação> Ensino Superiorl 17/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A concentração é natural, não da forma que está sendo efetivada nesse momento histórico do capitalismo. Com maior evidência no século XXI. O que poderá de algum modo ameaçar a democracia.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A respeito do saber. Em referência a possibilidade do conhecimento. Um gênio da Filosofia Iluminista alemã. Kant. Relata em sua principal obra. Crítica da Razão da Pura. A maior revolução acadêmica. Sua acepção morfológica da teoria do conhecimento. A natureza do sujeito e do objeto. Mecanismo de cognição. Determinando a metodologia do conhecimento. Em suas divisões epistemológicas. Aos diversos campos aplicativos.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 15/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A identidade representativa artística funciona a coerência lógica por intermédio da ação fundamental do entendimento, o princípio contraditório. Com efeito, não poderá ser compreendida pelo caminho fenomenológico da redução indutiva.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 14/12/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Venho das Famílias. Vasconcelos, Machado, Batista, Bonito, Dias e Silva da Costa. Meu terceiro avô. Por parte do meu pai. Nicomedes Costa de Vasconcelos. Filho de Cristino Costa e Silva. Primo Machado de Vasconcelos. Casado com Belica Batista de Vasconcelos. Irmã do meu outro bisavô. Manoel Batista.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 12/12/2014 lAcessos: 12
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O filósofo da Escola de Frankfurt Jurgen Habermas formulou uma teoria interessante a respeito da lógica da razão de instrumento. Em primeiro lugar desenvolve o conceito de uma sociedade produtiva alienada do ponto de vista do consumo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 12/12/2014

    A importância que cada membro da comunidade escolar exerce dentro do educandário, a opinião e a participação dos envolvidos para uma educação de melhor qualidade.

    Por: Paulo Cezar Marangonl Educação> Ensino Superiorl 11/12/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast