O OBJETO DA FONÉTICA E DA FONOLOGIA

Publicado em: 04/09/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 2,288 |

INTRODUÇÃO

 

No presente artigo trataremos do objeto da fonética e da fonologia, que tem sido entendida como duas disciplinas interdependentes, pois, para entendermos a fonologia é indispensável partir do conteúdo da fonética, para então determinarmos quais são as unidades distintas de cada uma.

Enquanto, a fonética, estuda os sons como entidades físicas articulatórias isoladas, se distinguindo da fonologia pelo fato de considerar os sons independentes de suas oposições paradigmáticas. Já a fonologia irá estudar os sons do ponto de vista funcional como elemento que integra um sistema lingüístico.

 

1. A PRODUÇÃO DA LINGUAGEM HUMANA: FONÉTICA

 

Falar é tão natural para os seres humanos, como o olfato, o paladar, a visão a audição que só nos detemos para examinar em caso de deficiência ou privação. É uma das poucas coisas que nos diferenciam dos animais. A linguagem é, porém, uma atividade primordialmente oral que também se diferencia dos sistemas simbólicos.

Segundo Callou (2005. P14) "Costumava-se, por dizer que a linguagem é uma função secundária ou sobreposta desempenhada por vários órgãos cujas funções biológicas primárias são de outra ordem"

Diante dessa afirmativa acredita-se que os órgãos que são responsáveis pela produção de sons exercem outras funções que são: mastigar, engolir, respirar e cheirar. Para uma melhor compreensão, observa-se que as partes que constituem o aparelho fonador têm outros funcionamentos, como os pulmões e as cavidades nasais, que são responsáveis pela respiração. Os dentes e a língua são órgãos relevantes para a trituração dos alimentos.

 O aparelho fonador está dividido em três grupos: sistema respiratório, articulatório e fonatório significativos para o processo sonoro da pessoa humana.

O ser humano é capaz de produzir uma variação de diferentes sons, porém, nem todos são utilizados para fins lingüísticos, pelo fato de a língua funcionar como um segmento na composição de palavras.

 

1. DIFERENÇA ENTRE FONOLOGIA E FONEMA

                                                                                    

A fonologia opera com a função de organização dos sons em sistema em determinada língua.

Nossa percepção da fala sofre influência do sistema fonológico, por exemplo, um falante do português sabe muito bem produzir sons com o caráter [p] ele sabe que este som ocorre com palavras como, pata, pingo, e se logo em seguida usamos [b] da mesma forma criaremos palavras como, bata, bingo, sendo que a mudança só ocorre de forma fonológica.

A gramática de uma língua informa quais as unidades fonológicas e as diferenças dos traços fonéticos segmentais ou supra-segmentais.

Seguimentos são denominados unidades mínimas que constituem o sistema lingüístico. 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

Diante das exposições da fonética e da fonologia é importante frisar que ambas são distintas e interdependentes. Pois, não se pode estudar separadamente, sendo de fato que a fonologia não sofre alterações por estudar sistemas abstratos, tanto nas regras universais, como também aquelas que caracterizam as diferenças entre as línguas. Ao contrário da fonética, que sofre alterações ao uso original dos sons. Entretanto estas devem ser estudadas juntas, para que haja compreensão e interiozação das mesmas no contexto da língua, no âmbito social.

 

REFERÊNCIAS  

CALLOU, Dinah. Iniciação á fonética e a fonologia, Rio de janeiro, Ed.10ª,2005

RIO TORTO, Graça Maria de Oliveira e Silva, – Fonética, fonologia morfologia do português : conteúdos e metodologia – ed. Colibri, 1956.

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/o-objeto-da-fonetica-e-da-fonologia-3201320.html

    Palavras-chave do artigo:

    palavras chave aparelho fonador fala fonetica fonologia som

    Comentar sobre o artigo

    Bruno Gomes

    Diante das semelhanças e diferenças conceituais entre Fonética e Fonologia vê-se necessário o estudo de ambas as partes. Em um esboço sucinto e objetivo, percebe-se que, tanto pelo aspecto fonológico quanto fonético, o objetivo é estudar os sons. O ponto que discerne as duas ciências concentra-se na forma com a qual os aspectos sonoros são levados em conta.

    Por: Bruno Gomesl Educação> Ensino Superiorl 02/06/2010 lAcessos: 4,348 lComentário: 5
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Áureo brilho prescritivo propedeuticamente. Nesse tempo faz-se aos homens do futuro. O segredo guardado. Dentro das memórias risonhas. Imponderáveis.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 01/04/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O mundo tem um segredo. Um único segredo. Consegui descobri-lo. O segredo é essencialmente chato. Entretanto, para mim foi fundamental. A sua descoberta. O mundo perdeu seu encanto.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 01/04/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Visão panorâmica da Filosofia política. Do marxismo ao hegelianismo. A crítica generosa do materialismo. Histórico.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 01/04/2015
    Francisco Airton Bastos Bastos

    O presente Trabalho vem trazer à luz dos fundamentos do turismo bem como a compreensão do seu segmento turismo religioso, assim como para sociedade acadêmica, uma perspectiva diferente acerca da figura do Padre Cícero Romão Batista, nessa analise, o apresentando como grande colaborador, empreendedor, gestor do grande fenômeno de crescimento e desenvolvimento do Juazeiro do Norte e conseqüentemente tornando-se um dos maiores influenciadores para o fortalecimento do Turismo Religioso e do Juazeiro

    Por: Francisco Airton Bastos Bastosl Educação> Ensino Superiorl 31/03/2015
    Francisco Airton Bastos Bastos

    O Artigo ora apresentado foi escrito em 2012 e seu autor pretendeu levantar algumas considerações sobre a relação do segmento turismo religioso e o fenômeno Padre Cícero, bem como identifica os três diferentes tipos de agentes inseridos nas romarias de Juazeiro do Norte.

    Por: Francisco Airton Bastos Bastosl Educação> Ensino Superiorl 31/03/2015
    Francisco Airton Bastos Bastos

    O presente artigo foi escrito em 2010 e recria a partir de definições históricas e de diferentes pensadores acerca do fenômeno turismo, culminando numa definição mais atual, levando em consideração a compreensão de gerações passadas.

    Por: Francisco Airton Bastos Bastosl Educação> Ensino Superiorl 31/03/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Categoria de crime cruel. Previsto pela Constituição brasileira. São crimes graves. Considerados hediondos. Que lesa ao povo do Brasil. Que causa horror. Dado ao caráter de crueldade. Tais práticas de violência. Inaceitáveis. Aos padrões da civilização. Moderna.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 30/03/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Quando acontecer. Recusarei absolutamente tudo. Pois sei o insignificado de cada passo. A grande bobagem. Representam os mundos ideológicos. Sei que não existem os deuses. Os céus foram invenções malignas.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 30/03/2015
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast