O Professor e sua Postura Docente

Publicado em: 23/06/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,960 |

 

 

Talvez paradoxal, mas, a verda­de: quem "ensina" precisa estudar mais que o aprendiz. O docente, necessariamente, tem de ser um pesquisador daquilo que se põe a "ensinar".

Em primeiro lugar, ninguém ensina nada; facilita, quando tem noção disso, o aprendizado do alu­no! E essa é, sem dúvida, a postura primeira do Professor: tentativa permanente em entender como seu aluno aprende... A escolha da lin­guagem didática! Qual a linguagem do aprendiz?! Como adaptar a sua (do Professor) linguagem à do aprendiz?!  É a primeira pesquisa!

Em segundo lugar, o que o aluno precisa aprender? Ser escravo de livro didático é o pior que se pode acontecer!

Talvez o discente não precise do que está no livro... talvez não tenha base para assimilar o conteúdo do livro... É muito cômodo dizer que ele não se interessa por nada!... É evidente que, para o Professor não se escravi­zar, precisa de conhecimento, daí o segundo propósito da pesquisa... O Professor domina o que vai facilitar a aprender... Domina a ponto de enxergar a ciência que expõe, de vários ângulos: do ponto-de-vista útil, do lúdico, do teórico, do temporal, do local, do encanta­mento...

Em terceiro lugar, o auto-retrato! O Professor tem obrigação de se enxergar! Se o engenheiro não pode construir ponte que caia, o Profes­sor tem de saber o que está fazendo: repassar conhecimento apenas, gravador dá conta! Professor lida com pessoa, por isso todo seu trabalho é personal!

Professor não "não dá aula pra classe, sim para cada aluno"!...Numa turma de cinquen­ta, certamente não se pode "correr com a matéria"!...(Personal, o má­ximo possível!) Para isso, é mister racionalizar o que se vai disponibi­lizar à aprendizagem...Fonologia, operação com fração ordinária, elementos químicos, raízes quadra­da e cúbica...em que momento deve-se dedicar a tudo isso?! Tal­vez, e quase com certeza, aqueles alunos não vão fabricar submarino nuclear!...

Em suma, ou em quarto lugar, o Professor não pode esconder seu diploma na gaveta, mas pra isso (ostentar sua qualificação) tem de saber o que faz, pesquisar, responsabilizar-se pela direção da apren­dizagem que procura facilitar!... Alguém não pode dizer para ele o de que o aluno (aquele aluno) pre­cisa!...Só o Professor sabe! Por isso a verdadeira avaliação formativa desdenha a nota e prescinde da mesma ou de qualquer símbolo representativo de desempenho no ato de aprender!...

Se se deseja uma mudança nos resultados da Educação Brasileira, os Professores precisam, urgente­mente, rever a postura didático-pedagógica! Assumir a autoria do fazer pedagógico!

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/o-professor-e-sua-postura-docente-2713018.html

    Palavras-chave do artigo:

    estudar mais professor lida com pessoa ostentar sua qualificacao

    Comentar sobre o artigo

    Este artigo trata da importância da postura do professor universitário no desenvolvimento do aluno e como uma Filosofia Confessional influencia neste propósito. Para isso verificamos o papel das Instituições confessionais protestantes no processo da Educação Universitária do país. Para melhor conhecimento foi realizada uma pesquisa exploratória em forma de entrevista com alunos de uma Instituição confessional Protestante com o objetivo de saber qual a relação que eles têm com seus professores.

    Por: JACKSON ROBERTO DE ANDRADEl Educação> Ensino Superiorl 22/10/2014

    RESUMO Uma só palavra ou teoria não seria capaz de abarcar todos os processos e experiências históricas que marcaram a formação do povo brasileiro. Marcados pelas contradições do conflito e da convivência, constituímos uma nação com traços singulares que ainda se mostram vivos no cotidiano dos vários tipos de "brasileiros" que reconhecemos nesse território de dimensões continentais. A primeira marcante mistura aconteceu no momento em que as populações indígenas da região entraram em

    Por: Joiciane de Sousa Santosl Educação> Ensino Superiorl 21/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Dado ao caráter emergencial da fome generalizada, povos africanos têm que se alimentar de animais portadores de tais vírus, que são mortais ao organismo humano, como cobras, ratos, morcegos e o chimpanzé.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014 lAcessos: 12
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Motivado pelo conflito contra os ingleses com objetivo de controlar o norte da França, o referido monarca, formou um grande exercito, sustentados por impostos cobrados no território nacional.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Em toda minha vida. Apenas sonhei. Em não ser. O que sou. Não teria nem mesmo preposição. Axiomática. Desejo ser diferente. O que de fato não sou. Serei todos os meus sonhos perdidos. Esquecidos no mimetismo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 19/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O que vejo no mundo político. Uma guerra indelével. Na defesa de duas tendências. Ambos as forças políticas. Defende o mesmo modelo. Fundamentado no liberalismo econômico. Nao existe ideologia de esquerda no Brasil. Apenas uma acepção imperscrutável. Ao silêncio da ignorância nacional.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 18/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Ver e perceber. Apenas a parcialidade da compreensão. E que poderá ser sempre a distorção. Como de fato costuma ser. Dado a natureza do mundo representativo. Significando o desejo do engano. As fantasias dos sonhos.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A respeito da teoria da evolução formulada por Charles Darwin 1809-1882, quem melhor organizou a ideia de como as espécies evolui a partir uma das outras, na superação de elos inferiores, criando as diversidades das mesmas.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/10/2014
    alcino

    É preciso dar o verdadeiro valor ao erro, na Educação. Fundamentar o seu significado ao de um delito pelo qual deve-se pagar, prejudica a possibilida- de aprendizado, pois quem errou o raciocínio tem "amor próprio" e se vê penalizado pelo sistema classificatório, uma vez que a "nota" se constitui em tabu social.

    Por: alcinol Educação> Ensino Superiorl 08/09/2011 lAcessos: 39
    alcino

    A Escola tem de fazer com que todos os alunos aprendam desde cedo a perguntar. A ferramenta da aprendizagem é a pergunta, é a curiosidade. Ninguém, todavia, fica curioso sem gostar. Precisamos dar, então, chance à curiosidade, nas Escolas.

    Por: alcinol Educação> Ensino Superiorl 05/09/2011 lAcessos: 104
    alcino

    A formação de Professores se encontra em situação lastimável uma vez que não acompanhamos o progresso tecnológico a que chagamos. A linguagem é outra, exigida pela globalização e pela alterações sociais a que assistimos...e é sempre assim, só que cada vez mais rápido...

    Por: alcinol Educação> Ensino Superiorl 22/08/2011 lAcessos: 63
    alcino

    A leitura deve ser um compromisso de todos aqueles que trabalham na Educação. Em todas as áreas de conhecimento, a leitura tem de ser a primeira preocupação, pois tudo andará melhor se nos dedicarmos a ela diante de uma juventude que, na verdade, preci- sa de um rumo.

    Por: alcinol Educação> Ensino Superiorl 10/08/2011 lAcessos: 58 lComentário: 1
    alcino

    A personagem Zezé se mistura a vapores e se confunde com a leveza das ilusões, criando imagens e cenários surrealistas que levam à fuga da realidade.

    Por: alcinol Literatura> Ficçãol 05/08/2011 lAcessos: 49
    alcino

    A visão fantasmagórica do menino diante de figuras estranhas no seu mundo solitário e inexplicável.

    Por: alcinol Literatura> Ficçãol 05/08/2011 lAcessos: 55
    alcino

    A clássica avaliação do rendimento escolar tem sido um dos empecilhos à aprendizagem plena, pois cuida apenas da classificação dos alunos sem levar em conta a autoestima e os avanços neurolinguísticos e pedagógicos a que já chegamos.

    Por: alcinol Educação> Ensino Superiorl 03/08/2011 lAcessos: 66
    alcino

    O pessoal que labuta na Educação tem de se preparar continuamente para exercer adequadamente sua profissão. Caso contrário, continuaremos como estamos: lutando muito e conseguindo pouco.

    Por: alcinol Educação> Ensino Superiorl 09/07/2010 lAcessos: 50
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast