O Professor Pesquisador e a Educação Continuada

Publicado em: 20/03/2008 |Comentário: 2 | Acessos: 10,321 |

As novas funções da escola e o conceito de aprendizagem se formam a partir de uma necessidade. Necessidade essa, suscitada pela pós-modernidade e todas as revoluções pelas quais a sociedade tem passado, notadamente a revolução tecnológica; o que por sua vez, exige mudanças no processo educacional que garantam a integração das pessoas à sociedade, bem como a formação continuada do professor.

Assim, naturalmente a escola deve assumir nova função, não se limitando ao mero ambiente centralizador do conhecimento, pois vivemos na era da informação e a escola já não comporta ser palco exclusivo da transmissão dos saberes acumulados ao longo da história, mas deve reformular-se como mais um ambiente propício à incorporação dos vários saberes, atitudes, valores que garantam a inserção do indivíduo nessa sociedade. Não obstante a tudo isso, é imprescindível repensarmos o papel do professor nesse contexto; seria garantia de melhor 'performance' que os profissionais da educação não se limitassem a assumir papéis de meros reprodutores dos saberes, mas que entendessem a importância de assumir postura de especialistas do ensino e também de pesquisadores, pois como detentores de sagacidade investigativa poderiam refletir com apuro e zelo técnico, conferindo à práxis docente um novo perfil, perfil este de facilitador, mediador do conhecimento e quiçá construtor de novos conhecimentos. Mas é fato a facilidade de notarmos que os profissionais da educação com o passar do tempo caminham para o desestímulo, as reclamações tornam-se constantes, concentram-se em lamuriar sobre a própria atividade ao invés de investir todo esse potencial crítico numa reflexão que auxilie no desvelamento dessa profissão, que a crítica seja reveladora da maturidade profissional, que seja capaz de verter-se em fonte de informação e formação para os futuros interessados em adentrar em tão árdua e gratificante tarefa, e que possam encontrar o estímulo necessário para a construção de uma sólida carreira profissional.

Aqui, então, mais uma vez se instaura a necessidade de pensar a formação continuada para que os professores possam, onde estejam inseridos, exercer a reflexão sobre sua práxis, num movimento de pesquisa constante que revele elaboração e reelaboração do conhecimento, garantindo assim a profissionalização de sua atividade. Dessa forma é possível atestar que a formação continuada do profissional docente é um dos elos fundamentais na reformulação do processo educacional no país.

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 24 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/o-professor-pesquisador-e-a-educacao-continuada-365456.html

    Palavras-chave do artigo:

    professor pesquisador

    ,

    professor reflexivo

    ,

    educacao continuada

    Comentar sobre o artigo

    Elias Ribeiro Tork Filho

    O presente artigo apresenta como objetivo investigar a práxis pedagógica da Educação Física na 1ª Etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA), especificamente as dificuldades do professor em ministrar aulas à clientela da EJA. Pois, sabe-se que a Educação Física Escolar a partir da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei 9.394/96, apresenta-se como componente curricular obrigatório da educação básica. Com isso, analisa-se que a EJA ao fazer parte da educação básica precisa que o prof

    Por: Elias Ribeiro Tork Filhol Educação> Ensino Superiorl 17/12/2013 lAcessos: 165

    Este artigo tem como principal objetivo descrever o método autobiográfico e as histórias de vida de professores na perspectiva do pensamento reflexivo como algo pertinente na formação de professores. Procura também mostrar como os trabalhos com narrativas, em pesquisas qualitativas, evoluíram da década de 80 para os dias atuais. E, através de estudos de alguns clássicos que utilizam o método autobiográfico e as histórias de vida, faz algumas reflexões acerca da formação de novos professores.

    Por: Lourival da Silva Lopesl Educação> Ensino Superiorl 05/06/2011 lAcessos: 2,615

    Apresentação de algumas questões referentes à formação docente universitária, mas precisamente, identificar as atitudes na prática docente que o transforme em um intelectual transformador. Para isso, foi tomado como base legal a legislação atual sobre a formação de professsor universitário. Destacou-se os processos seletivos nas universidades de âmbito públicas e privadas no Munícipio de Niterói, do Estado do Rio de Janeiro. Evidenciou-se as concepções de docente como intelectual transformador.

    Por: Ana Paula Moreira Machadol Educação> Ensino Superiorl 21/05/2009 lAcessos: 12,920 lComentário: 6

    A presente temática versa discutir sobre o perfil técnico/pedagógico do professor e suas contribuições para o processo de ensino/aprendizagem no século XXI. Busca-se fazer uma reflexão crítica dos problemas educacionais que acometem a sociedade contemporânea enfatizando a importância da formação de professores fascinantes face às contínuas e rápidas mudanças advindas de transformações econômicas, sociais, políticas, tecnológicas e ideológicas da atualidade.

    Por: sandra mara dobjenskil Educação> Ensino Superiorl 08/12/2011 lAcessos: 206
    Janaina Silveira

    O presente artigo tem por objetivo analisar a formação do professor de EJA no contexto da Educação Especial. Neste sentido buscou-se, através de pesquisa bibliográfica, conhecer como deve ser a formação docente para o trabalho com pessoas jovens e adultas com algum tipo de deficiência, bem como compreender como essa formação proporciona ao professor habilidades para o desempenho de suas funções com o referido público-alvo.

    Por: Janaina Silveiral Educaçãol 10/03/2011 lAcessos: 3,627

    RESUMO A insuficiência da preparação dos futuros professores quanto ao domínio dos conteúdos da matéria a ensinar se manifesta, principalmente, em dificuldades para reelaborar os conteúdos científicos, adequando-os à promoção de aprendizagem de seus futuros alunos. Isso torna o ensino da Biologia muito mais complicado do que era para ser, pois os professores sendo formados de uma maneira inadequada reflete em uma educação não apropriada, descontextualizada e que não transmite algo significati

    Por: Marcia Amelia Gaspar Matosl Educação> Ciêncial 16/07/2010 lAcessos: 2,051

    As disciplinas da área de educação são essenciais à formação do docente além de obrigatórias nos cursos de licenciatura. A determinação do perfil do docente e a discussão dos aspectos didáticos e metodológicos do professor nas disciplinas específicas do curso de Ciências Biológicas são objetivos principais dessa pesquisa. O Projeto procura valorizar a formação dos professores/alunos,sob a visão de um professor reflexivo, em que deve ter competências mais amplas para lidar no processo educacional

    Por: Kelley Cristiny Pereira Piresl Educação> Ensino Superiorl 16/03/2009 lAcessos: 5,447
    Juliana Zantut Nutti

    As atuais pesquisas sobre a formação e atuação docente apontam para a necessidade de se colocar os professores no centro dos debates educacionais, dando-lhes voz para expressar as concepções, idéias teorias e crenças que possuem sobre o ensino. A ênfase das atuais pesquisas educacionais na figura docente parte preocupação da sociedade com os precários resultados dos processos de escolarização e da constatação de o professor é o profissional considerado como o responsável pela natureza e qualidad

    Por: Juliana Zantut Nuttil Educação> Educação Infantill 15/10/2011 lAcessos: 191
    José de Sousa Andrade Filho

    Este trabalho é uma breve reflexão a cerca da formação continuada no município de Marabá-PA, onde procuramos apresentar desde o desde o contexto histórico, passando pelas dificuldades e desafios que os formadores enfrentaram e enfrentam para promover a formação continuada na zona urbana. Apontaremos a finalidade da formação, mostrando a visão de autores de renome no cenário nacional e internacional. Discutiremos também as novas concepções, o que se pensa para o futuro da formação continuada.

    Por: José de Sousa Andrade Filhol Educaçãol 20/03/2012 lAcessos: 267
    Vânia Maria de Jesus

    A formação do professor tornou-se fator determinante na busca pela qualidade de ensino no país. Nesse contexto é de grande relevância o desenvolvimento de pesquisas que envolvam o novo perfil do professor, para atender a uma demanda de contínuos fracassos no ensino brasileiro, resultado de políticas educacionais que não atendem às necessidades das escolas de educação básica, de um novo profissional que atenda as exigências para o trabalho docente.

    Por: Vânia Maria de Jesusl Educação> Ensino Superiorl 11/08/2011 lAcessos: 664
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Apenas cinco milhões de anos. Inexaurivelmente. O suficiente. O universo ficará escuro. O infinito transformará. Em um grande deserto. Frio e árido. Latíbulo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 24/02/2015

    As tecnologias digitais da informação revolucionaram (e continuam revolucionando) as profissões da comunicação. Ainda que exista uma base teórico-reflexiva que permaneça estável e indispensável, há nova prática e novo saber profissional que, assim como as transformações tecnológicas, mudam continuamente e trazem desafios complexos para a universidade e para o ensino.

    Por: Central Pressl Educação> Ensino Superiorl 23/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Somente a Filosofia dá direito ao cidadão ser realmente crítico. Qualquer disciplina, sobretudo, na área do espírito, não poderá ser crítica sem a Filosofia, como instrumento de análise epistemológica. No entanto, a Filosofia é uma disciplina extremamente difícil, complexa e diversa, aplicada em campos variados com fundamentos diferenciados.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 22/02/2015
    Genilda Vieira Rodrigues

    Este artigo trata-se de um estudo bibliográfico, cujo objetivo foi desvelar a ação supervisora frente a situação indisciplinar discente; considerando aspectos condizentes a função do psicopedagogo na história brasileira, tendo em vista o seu papel de controlar e fiscalizador, como também de cunho participativo; comprometido com o processo de ensinar e aprender, com observância da coerência/incoerência entre as funções atribuídas a este profissional, e a que ele deve realmente desempenhar e sua i

    Por: Genilda Vieira Rodriguesl Educação> Ensino Superiorl 21/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Qual o significado etimológico. Da palavra República. Na morfologia romana. Como força do poder imperial. Res Pública, coisa pública. O que pertencia aos patrícios. Governo formado pelo Senado. Pelos magistrados e assembleias. Tais conceituações tinham forças próprias.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A vida surgiu na terra aproximadamente. A 3.5 bilhões de anos, uma hipótese. Plausível. Apareceram diversidades de vidas. Resultadas da evolução de um DNA ascentral. Comum a todas as replicações. Ramificaram e diversificaram.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/02/2015

    O objetivo do presente artigo é analisar como ocorrem os processos de inclusão de educandos com necessidades especiais na Educação de Jovens e Adultos (EJA), no sistema regular de ensino. Trata-se de um estudo qualitativo abordando a EJA e a inclusão escolar com base na legislação vigente, decretos e conferências que tratam do tema em estudo. Essas abordagens servirão de suporte para o trabalho desenvolvido na EJA do sistema municipal de Teresina tendo com espaço de pesquisa a Escola Municipal P

    Por: JURACI ARAÚJO TEIXEIRAl Educação> Ensino Superiorl 17/02/2015

    O presente estudo trata-se de uma revisão de literatura sobre a alfabetização de adultos e os desafios da EJA. Nesta perspectiva, buscou-se apresentar alguns aspectos teóricos, como também fundamentos que subsidiam a proposta pedagógica da Educação de Jovens e Adultos – EJA, elaborada pela SEMEC para a condução do processo de alfabetização de adultos, na rede escolar municipal de Teresina – PI, colocando em pauta a discussão sobre as questões relacionadas a alfabetização direcionada a esta popul

    Por: JURACI ARAÚJO TEIXEIRAl Educação> Ensino Superiorl 17/02/2015
    Valter Pedro Batista

    É corriqueiro ouvirmos: qual é o lugar da criança? E assim se instala o burburinho intelectual na esteira de se dar resposta definitiva a tão avassaladora questão. Neste artigo vamos introduzir o leitor no caminho da tarefa de uma ressignificação da infância.

    Por: Valter Pedro Batistal Educação> Educação Infantill 06/12/2012 lAcessos: 79
    Valter Pedro Batista

    Sabe-se que o termo Portifólio adentra o mundo da Educação com força por volta dos anos 80, partindo da instauração do Construtivismo como forma de melhor empreender o processo ensino-aprendizagem. Assim, discutia-se a impossibilidade de haver uma avaliação condutivista dentro de uma aprendizagem construtivista. Uma contradição que não poderia permanecer e era necessário encontrar uma alternativa. E neste artigo apontaremos uma alternativa: a utilização do portifólio na práxis docente.

    Por: Valter Pedro Batistal Educação> Ensino Superiorl 17/02/2011 lAcessos: 334
    Valter Pedro Batista

    Trata-se de uma breve reflexão apontando os avanços conquistados com a implantação da nova organização escolar no Brasil com a LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação promulgada em 1996 e dos obstáculos ainda por transpor na efetivação de uma educação que prime pela igualdade social.

    Por: Valter Pedro Batistal Educação> Ensino Superiorl 24/11/2010 lAcessos: 826
    Valter Pedro Batista

    O mundo para Schopenhauer, enquanto manifestação da coisa-em-si, não tem sentido, pois é pura vontade. Para lhe dar um sentido moral é necessário buscar um sentido onde ela não exista: na arte e na compaixão, esta que, para o filósofo, é sozinha a base de toda justiça e de toda caridade autêntica. Para ele, somente a compaixão é desinteressada, livre do egoísmo, do ímpeto para a existência e bem-estar.

    Por: Valter Pedro Batistal Educação> Ciêncial 22/05/2010 lAcessos: 1,802
    Valter Pedro Batista

    Neste ensaio pretendo alinhavar algumas considerações sobre o ensino de Filosofia no Ensino Superior. E não é sem propósito que tentarei encaminhar tal discussão. Construindo essas considerações a partir das temáticas desenvolvidas em sala de aula, no componente curricular Didática do Ensino Superior, do curso de Pós graduação latu-sensu em Formação de Docentes para o Ensino Superior, na Universidade Nove de Julho – UNINOVE – sob orientação da Profª Dra Maria Luiza Nobre.

    Por: Valter Pedro Batistal Educação> Ensino Superiorl 13/02/2010 lAcessos: 1,382
    Valter Pedro Batista

    Mais uma vez se instaura a necessidade de pensar a formação continuada para que os professores possam, onde estejam inseridos, exercer a reflexão sobre sua práxis, num movimento de pesquisa constante que revele elaboração e reelaboração do conhecimento, garantindo assim a profissionalização de sua atividade. Dessa forma é possível atestar que a formação continuada do profissional docente é um dos elos fundamentais na reformulação do processo educacional no país.

    Por: Valter Pedro Batistal Educação> Ensino Superiorl 20/03/2008 lAcessos: 9,211 lComentário: 1

    Comments on this article

    1
    vitória galvao frança 12/08/2010
    000102211609/5
    3
    Vanderlúcia 15/02/2009
    Muito bom esse texto......
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast