Piaget e Vigotsky: diferenças e semelhanças

Publicado em: 27/01/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 1,405 |

Do que foi visto é possível afirmar que tanto Piaget quanto Vigotsky concebem a criança como um ser ativo, atento, que constantemente cria hipóteses sobre seu ambiente. Há, no entanto, grandes diferenças na maneira de conhecer o processo de desenvolvimento.

 Piaget privilegia a maturação biológica; Vigotsky, o ambiente social. Piaget, por aceitar que os fatores internos preponderam sobre os externos, postula que o desenvolvimento segue uma sequências fixa e universal de estágios. Vigotsky, ao salientar o ambiente social em que a criança nasceu, reconhece que, em se variando esse ambiente, o desenvolvimento também variará. Neste sentido, para esse teórico, não se pode aceitar uma visão única, universal, de desenvolvimento humano.
 Piaget acredita que os conhecimentos são elaborados espontaneamente pela criança de acordo com o estágio de desenvolvimento em que esta se encontra. A visão particular e peculiar ( egocêntrica ) que as crianças matem sobre o mundo vai, progressivamente, aproximando-se da concepção dos adultos: torna-se socializada, objetiva. Vigotsky discorda de que a construção do conhecimento proceda do individual para o social. Em seu entender a criança já nasce num mundo social e, desde o nascimento, vai formando uma visão desse mundo através da interação com adultos ou crianças mais experientes. A construção do real é, então, medida pelo interpessoal antes de ser internalizada pela criança. Desta forma, procede-se do social para o individual, ao longo do desenvolvimento.
 Piaget acredita que a aprendizagem subordina-se ao desenvolvimento e tem pouco impacto sobre ele. Com isso, ele minimiza o papel da interação social. Vigotsky, ao contrário, postula que o desenvolvimento e aprendizagem são processos que se influenciam reciprocamente, de modo que, quanto mais aprendizagem, mais desenvolvimento.

 Segundo Piaget, o pensamento aparece antes da linguagem, que apenas é uma das suas formas de expressão. A formação do pensamento depende, basicamente, da coordenação dos esquemas sensorimotores e não da linguagem. Esta só pode ocorrer depois que a criança já alcançou um determinado nível de habilidades mentais, subordinando-se, pois, aos processos de pensamento. A linguagem possibilita à criança evocar um objeto ou acontecimento ausente na comunicação de conceitos.
 Já para Vigotsky, pensamento e linguagem são processos inter-dependentes, desde o início da vida. A aquisição da linguagem pela criança modifica suas funções mentais superiores: ela dá forma definida ao pensamento, possibilita o aparecimento da imaginação, o uso da memória e o planejamento da ação. Neste sentido, a linguagem, diferentemente daquilo que Piaget postula, sistematiza a experiência direta das crianças e por isso adquire uma função central no desenvolvimento cognitivo, reorganizando os processos que nele estão em andamento.
Vigotsky: vê o homem como sujeito social que ganha suas características na mediação com o mundo através de instrumentos e signos; assim a linguagem ganha valor especial. Quanto mais rico de informação o meio, mais amplo será a aprendizagem. Na evolução intelectual do indivíduo há uma interação constante e interrupta entre os processos internos e as influências do mundo social.O aprendizado é essencial para o desenvolver do ser humano e acontece, sobretudo, pela interação social.
 Explica como o mundo influencia e fornece meios para que o conhecimento nasça e se desenvolva no indivíduo, num processo de interação contínua à realidade externa.
 Níveis de desenvolvimento: desenvolvimento real, desenvolvimento potencial e zona de desenvolvimento proximal.
 Valorização da brincadeira, jogo, faz-de-conta, fantasia e imitação.
Jean Piaget: a criança contribui para construção de seu próprio pensamento. Experiências anteriores servem de base para novas construções.
 A forma de raciocinar e de aprender passa por estágios.
A construção da autonomia moral é o estabelecimento de cooperação em vez da coação e do respeito mútuo, no lugar do respeito unilateral. Democratização das relações, construindo e reconstruindo hipóteses do mundo.
 Preconiza a atividade do aluno como instrumento de sua aprendizagem, considerando o mecanismo de seu desenvolvimento mental.
 Etapas, estágios de desenvolvimento/aprendizagem: sensório-motor, pré-operacional ou pré-operatório, operacional ou operacional concreto e operacional ou operacional abstrato ou lógico.

vi-e-piaget-150x150.jpg

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/piaget-e-vigotsky-diferencas-e-semelhancas-4121407.html

    Palavras-chave do artigo:

    habilidades

    ,

    hipoteses

    ,

    imitacao

    Comentar sobre o artigo

    GUTEMBERG MARTINS DE SALES

    Demonstra-se a necessidade do desenvolvimento do raciocínio lógico, que como em outros setores apresenta-se como pauta constante em discussões nacionais. Analisaram-se questões do conhecimento na escola, do ponto de vista de alguns de seus fundamentos epistemológicos e políticos, de modo a subsidiar a educação e os educadores na reflexão sobre o sentido social concreto do que fazem, o conhecimento é fruto do saber dentro da educação, e a matemática de de suma importância para o mundo social.

    Por: GUTEMBERG MARTINS DE SALESl Educação> Ensino Superiorl 16/01/2013 lAcessos: 522
    Nathália Alves de Oliveira

    O presente artigo busca demonstrar a importância do processo educativo lúdico na educação infantil, visto que jogos e brincadeiras são, conforme estudiosos, experiências afetivas mútuas para o ambiente e devem ser consagradas nas crianças em fase escolar. Embasada por significativos referenciais teóricos, a proposta apresentada permite afirmar a existência de jogos e brincadeiras infantis no processo que aumentam rendimento no processo escolar.

    Por: Nathália Alves de Oliveiral Educação> Educação Infantill 08/02/2012 lAcessos: 14,043

    O objetivo deste trabalho é demonstrar que o uso de recursos didáticos variados e a montagem de espaço lúdico para descobertas da matemática, estão aliados ao desenvolvimento de múltiplas inteligências em crianças de 4 a 6 anos.

    Por: Rosimar Nádila O. Saraival Educação> Educação Infantill 19/10/2010 lAcessos: 1,809
    Rosimeire Moreira Quintela

    RESUMO Esta pesquisa visa transformar métodos tradicionais contidos na escola levando os professores a participarem de pesquisas, práticas pedagógicas, inovações para que suas aulas se tornem mais criativas e produtivas. O objetivo é de auxiliar na superação do fracasso escolar em relação à leitura, pois se acredita na possibilidade de sucesso de todas as crianças...

    Por: Rosimeire Moreira Quintelal Educação> Educação Infantill 11/01/2012 lAcessos: 1,193

    O presente trabalho tem como ponto de partida a afirmação de Maritain que o principal instrumento do advogado é a razão. Não ocorreram diferenças significativas no desempenho entre alunos do primeiro e quinto ano, o que suscitou questionamentos sobre a qualidade do curso de Direito no que se refere ao desenvolvimento da razão e articulação lógica do raciocínio dos alunos.

    Por: Márcia Regina Amânciol Educação> Ensino Superiorl 29/10/2012 lAcessos: 191

    O artigo trata do tema ALFABETIZAÇÃO, focando as dificuldades no aprendizado das letras e sons. Toma como referência as autoras Emília Ferreiro 2001) e Magda Soares (2003) que assinalam as dificuldades da criança em processo de alfabetização e propõem uma prática pedagógica consciente da realidade da criança. O estudo tem intenção autobiográfica peritindo uma reflexão sobre a prática do pesquisador-alfabetizador, garantindo a busca de novas abordagens e procedimentos.

    Por: Geraldo Francisco dos Santosl Educação> Educação Infantill 22/04/2011 lAcessos: 6,322
    Vanessa Cristina

    : Esse artigo discute a brincadeira dentro do contexto da educação infantil com foco na aprendizagem do educando. A apropriação dos saberes está ligada ao trabalho realizado com jogos, mediação do educador e interações sociais para que os desenvolvimentos das competências individuais, coletivas, cognitivas e emocionais aconteçam, a fim de que o jogo seja mais um colaborador na aquisição do conhecimento, pois brincar é coisa séria.

    Por: Vanessa Cristinal Educação> Educação Infantill 14/10/2011 lAcessos: 1,665

    O presente artigo aborda as questões de identidade, autonomia, linguagem oral e escrita e o que está presente no cotidiano da criança, permitindo ampliar o universo com significações a partir da realidade que estão vivenciando. Pretendemos levar o educador, a se colocar em uma posição de inovação, apontando a importância de sua pratica educativa na educação.

    Por: Sandra Maria dos Reis Bernardol Educação> Educação Infantill 31/10/2012 lAcessos: 91

    Resumo e reflexão do livro A Formação Social da Mente de L. S. Vigotski, pioneiro da psicologia do desenvolvimento. O resumo destaca o desenvolvimento infantil, suas fases e a importância de respeitar e estimular cada uma delas no seu devido tempo e condições.

    Por: Denise M. Koop Buenol Educação> Educação Infantill 11/07/2011 lAcessos: 1,699

    A descoberta dos números surgiu através de estudos sobre a humanidade e como se processa a aprendizagem da matemática em nosso cérebro.

    Por: ANA MARIA LIBARDIl Educação> Ensino Superiorl 16/11/2014

    O uso do computador e internet para realização de trabalhos escolares e acadêmicos tornou-se prática cotidiana. A internet é, atualmente, uma fonte quase que inesgotável de informações e referências. Isso gerou algumas situações características...

    Por: Valter Ribeirol Educação> Ensino Superiorl 16/11/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Da cosmologia grega. As não substancialidades. Das essências. Tudo flui. Nada persiste o mesmo. Nem mesmo a mudança. O ser não é mais. O que virá a ser. Apesar de ser o futuro. A negação do eterno presente. Do mesmo modo o mundo. E todas as formas de movimento. A vida é uma eterna transformação. Nada se sustenta em si mesmo. Acepção do entendimento.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 16/11/2014

    O termo reciclagem em geral, quer dizer, o retorno da matéria-prima, sendo usado pela população para indicar o conjunto de operações envolvidas no aproveitamento dos dejetos/detritos e seu futuro reaproveitamento. A intenção principal este projeto foi conscientizar e sensibilizar os alunos de que a participação efetiva é indispensável para a obtenção de um meio ambiente saudável, que promova o desenvolvimento sem destruir os recursos naturais.

    Por: Patrícia Maria Barros Piovezanl Educação> Ensino Superiorl 14/11/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A indiferença do povo brasileiro, em relação à Segunda Guerra Mundial, o governo de getulista desenvolve a compaixão popular, como forma de sustentação no poder, com o objetivo de ter em mãos o Estado.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 14/11/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Certa vez disse Einstein. A respeito da epistemologia. É necessário desenvolver centenas. De análises. Para que algum pensamento. Possa ter fundamento. Mas de certo modo, o conhecimento profundo. É apenas intuitivo. Desse modo pude chegar à natureza. Da essência do fundamento do mundo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 13/11/2014

    A Federação Nacional das Escolas Particulares (FENEP), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), publica documento de análise e construção de um marco quantitativo destinado ao setor educacional privado, de extrema utilidade para estudiosos e pesquisadores educacionais, tanto dos setores privado quanto público.

    Por: Central Pressl Educação> Ensino Superiorl 13/11/2014
    Zilda Ap. S. Guerrero

    Nessse artigo nossa abordagem será em torno da alfabetização das crianças de escolas públicas e a adoção do construtivismo enquanto metodologia e não como concepção de Piaget, face a exposição das crianças no campo da observação e experimentação.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Ensino Superiorl 11/11/2014 lAcessos: 11
    Soraya Mendonça

    LDB PASSO A PASSO – 3ª EDIÇÃO ATUALIZADA ATUALIZAÇÕES ATÉ 31/AGOSTO/2009 Legislação e Comentários Nota da Editora: Os acréscimos de texto no livro em relação à 3ª edição atualizada estão grafados aqui em vermelho, respeitando a ordem cronológica de publicação das leis. PÁG. 86: LEI Nº 11.525 DE 25 DE SETEMBRO DE 2007 Acrescenta § [...]

    Por: Soraya Mendonçal Educação> Educação Infantill 23/02/2011 lAcessos: 10,814 lComentário: 1
    Soraya Mendonça

    Ensino Fundamental Estarão prontas este ano quatro obras didáticas sobre a temática étnico-racial, história e cultura afro-brasileira para uso de professores e estudantes do ensino fundamental das redes públicas. A criação desses materiais é de responsabilidade do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (Neab) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A instituição foi selecionada por edital, em 2008.

    Por: Soraya Mendonçal Educação> Educação Infantill 19/02/2011 lAcessos: 156
    Soraya Mendonça

    As Cem Linguagens da Criança A abordagem de Reggio Emília na educação da primeira infânciaO programa para a primeira infância realizado em Reggio Emilia (Itália) tornou-se reconhecido como um dos melhores sistemas educacionais no mundo.

    Por: Soraya Mendonçal Educação> Educação Infantill 18/02/2011 lAcessos: 1,467
    Soraya Mendonça

    CONCEPÇÕES DE JOGO CONFORME VIGOTSKY, PIAGET, WALLON. Desde que a criança nasce está presente à atividade lúdica, por isso a importância de desenvolvermos os estudos sobre os tipos de jogos nas diferentes concepções, dados a importância dos mesmos no desenvolvimento infantil...... http://www.pedagogiaaopedaletra.com/2011/01/09/concepcoes-de-jogo-conforme-vygotski-piaget-wallon/

    Por: Soraya Mendonçal Educação> Educação Infantill 18/02/2011 lAcessos: 2,782
    Soraya Mendonça

    A formação inicial e em serviço do professor/educador para uma Educação Infantil de qualidade. O processo de construção de um projeto educacional de qualidade para a criança de 0 a 6 anos tem de ser contínuo. A formação inicial básica em nível superior, como proposto pela nova LDB, ou o retorno dos educadores para escola através de programas supletivos especiais, embora essenciais, não bastam.

    Por: Soraya Mendonçal Educação> Educação Infantill 14/02/2011 lAcessos: 3,082 lComentário: 2
    Soraya Mendonça

    ÁREA DO CONHECIMENTO   OBJETIVO   CONTEÚDO 0-3 ANOS

    Por: Soraya Mendonçal Educação> Educação Infantill 30/01/2011 lAcessos: 1,171 lComentário: 1
    Soraya Mendonça

    A partir da leitura do texto intitulado "Onde a crítica começa: ideologia, reprodução, resistência" (pág. 29-36). 1.Qual o contexto situacional da década de 60 que influenciou o surgimento de livros, ensaios e teorizações que colocavam em "xeque" o pensamento e a estrutura educacional tradicionais? Resposta: Os anos 60 foi uma década marcada por muitas mudanças na educação e surgimento de muitos movimentos culturais  que teorizavam e colocavam em xeque a estrutura educacional.É nesse contexto, q

    Por: Soraya Mendonçal Educação> Ensino Superiorl 30/01/2011 lAcessos: 1,593
    Soraya Mendonça

    "Nosso século presenciou o triunfo da ação à distância. Hoje, aperta-se um botão e entra-se em comunicação com Pequim. Aperta-se um botão e um país inteiro explode. Aperta-se um botão e um foguete é lançado a Marte. A ação a distância salva numerosas vidas, mas irresponsabiliza o crime." (Umberto Eco).

    Por: Soraya Mendonçal Educação> Educação Infantill 30/01/2011 lAcessos: 412
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast