Síntese da História da Filosofia Pragmática

Publicado em: 28/10/2012 |Comentário: 0 | Acessos: 44 |

Uma Breve História da Teoria do Pragmatismo.

É uma epistemologia que nasceu no inicio do século XX, com o objetivo de dar continuidade a grande herança da filosofia deixada pelo filosofo Kant. Portanto, qual foi o objetivo de Kant em termos da teoria do conhecimento.

Para ele a teoria do conhecimento, ou seja, aplicação do racionalismo cartesiano tinha a seguinte finalidade, dar forma ao conhecimento por intermédio da experiência, desenvolvendo o uso prático observacional de um objeto em forma de estudo.

Mas a teoria desenvolvida por Kant não foi muito clara, não explicou objetivamente, como era o mecanismo de funcionalidade da mente.

Sua explicação essencialmente enigmática, os grandes filósofos pragmatistas procuraram solucionar essa questão fundamental para o pensamento.

Deram, com efeito, uma explicação também racionalista, mas completamente diferente, daquela dada por Kant, para eles a mente faz a verdade, mas antes decidindo o que é verdadeiro. O verdadeiro é tudo aquilo que é útil à sociedade.

Nessa ideologia da verdade, formulou uma nova epistemologia, sendo que o primeiro grande filosofo pragmatista, definiu o conceito, ainda preliminarmente, do seguinte modo, refiro aqui nesta análise, C. S. Peirce 1839- 1914, a verdade foi definida por ele com a seguinte objetivação.

Tudo aquilo que ao longo da tradição, a humanidade por algum critério definiu como verdade. Tal princípio pode muito bem ser questionado, como algo sem fundamento epistemológico.

Pelo critério ser histórico, e, fundamentar tão somente na tradição. A humanidade pode ser vítima de um engano duradouro.

Por exemplo, não é pelo fato de uma grande maioria acreditar em Jesus como Deus, que justifica a existência de Deus como verdade.

A resposta dada, é que a verdade é algo muito diferente, daquilo que as crenças acreditam e que no mundo funcional das coisas não tem nenhuma importância prática.

Por outras palavras, no mundo funcional, podemos dizer o que é importante acreditar como verdade, apenas o conceito epistemológico, que podemos atingir somente aquilo que faz sentido ao aspecto prático das coisas, ao seu desenvolvimento necessário ao mundo e suas aplicações aos modelos de desenvolvimento.

Portanto, não é qualquer tipo de crença que se deve levar em consideração, para aplicação da metodologia útil ao desenvolvimento da sociedade.

O que é importante inclusive a respeito do que descrevo é a desconsideração por qualquer princípio de fundamento metafísico.

Foi exatamente por esse caminho que outro grande pragmatista William James 1842-1910, tudo o que se deve acreditar precisa antes de tudo entender a sua finalidade de utilidade.

É em referencia ao aspecto pratico da utilidade que se deve construir a sua metodologia. Acredita-se apenas naquilo que é útil.

Posteriormente um famoso filosofo John Dewey 1859-1954, assume a seguinte ideia de epistemologia a respeito do critério como verdade de uma determinada coisa, ao que deve ser verificada exemplarmente.

O objetivo da filosofia, como fundamento das ciências, é desenvolver fundamentos essencialmente práticos necessários ao desenvolvimento social da humanidade.

Isso significa que no novo modelo de epistemologia a filosofia perdeu suas funções anteriores a outros modelos de desenvolvimento da sociedade.

A função do filosofo, não é mais encontrar razões e fundamentos para entender as crenças, a respeito do mundo, da vida ou de qualquer sistema mitológico.

A filosofia como instrumento de problemas funcionais ajuda apenas na questão da formulação das hipóteses com certa logicidade, posteriormente testá-las empiricamente, no sentido de atingir ou não suas objetividades.

Para algo ser reconhecido como verdade, a hipótese precisa ser coerente com a experiência e não só isso, pois só terá sentido se tiver utilidade prática, função necessária ao desenvolvimento do modelo de sociedade.

Se a hipótese for coerente e aplicável além de se ter à necessidade dela, deve ser considerada como científica.

Com efeito, uma coisa pode até ser científica, mas se não tem finalidade prática, não importa, portanto, com a sua razão científica.

O conhecimento prático torna se necessariamente parte da experiência já adquirida, levando consequentemente a outras hipóteses a testes, num processo contínuo de desenvolvimento epistemológico, isso empiricamente.

Numa relação dialética entre conteúdo e experiência e conhecimento sempre útil aos aspectos praxiológico do modelo de desenvolvimento, o que é importante para a filosofia norte americana, como princípio aplicado a liberalismo econômico.

Outras filosofias essenciais particularmente as de Popper, como também de outro famoso filosofo da epistemologia, Hampel, adotaram esse modelo epistemológico da associação da teoria com a Experiência.

Na investigação intima da relação necessária entre a teoria e a experiência, podemos também referendar o nome de John Dewey, cuja defesa para pesquisa da construção do método coerente com o aspecto desenvolvimentista da sociedade liberal a aplicação do fundamento aprender fazendo.

Edjar Dia de Vasconcelos.

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 9 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ensino-superior-artigos/sintese-da-historia-da-filosofia-pragmatica-6272150.html

    Palavras-chave do artigo:

    a teoria da filosofia pragmatica

    Comentar sobre o artigo

    Paulo Roberto Frantz Bonilla

    O presente trabalho tem por objetivo oferecer uma contribuição para o desenvolvimento da prática da leitura de textos, em especial propagandas televisivas, nas aulas de Língua Portuguesa dos ensinos fundamental e médio, uma vez que a leitura é condição básica para acesso à cultura e à participação do indivíduo nos diferentes espaços sociais.

    Por: Paulo Roberto Frantz Bonillal Educação> Línguasl 13/09/2009 lAcessos: 3,377
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O que é um projeto. Pedagógico. Genuinamente científico. Com propostas coerentes. Na perspectiva. Da interdisciplinaridade. Considerando os fatores. Transdisciplinares. Levando em consideração. A multirreferencialidade. No mecanismo do desenvolvimento. Das sínteses.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 28/10/2013 lAcessos: 27
    Marcelo Ferreira

    Neste trabalho, buscou-se abordar um pouco da relação entre gestores e funcionários dentro de suas organizações, apresentaram-se estudos feitos em cima de quatro teorias da administração, sendo elas: Teoria da administração científica, teoria clássica, teoria das relações humanas e por fim APO ( Administração por objetivos), tendo como base o papel dos gerentes e dos funcionários.

    Por: Marcelo Ferreiral Negócios> Administraçãol 17/06/2014 lAcessos: 23
    Nelson B. Sousa

    Vamos falar um pouco sobre a história da Administração. Seu surgimento, evolução e idéias durante o passar dos anos. Como era e como se entende hoje a Profissão de Administrador de Empresas. Texto baseado no original do informativo CRA/2005-Da autora Luncinda P Gomes.

    Por: Nelson B. Sousal Negócios> Administraçãol 26/11/2008 lAcessos: 296,797 lComentário: 7
    Sergio Sebold

    O tema procura justificar a necessidade da criação dos cursos de tecnólogo, diante da gama de especialidades que a cada dia vem surgindo na sociedade pela demanda de novos produtos em satisfazer as necessidades do prazer e conhecimento, fruto do desemvolvimento científico dos dias atuais.

    Por: Sergio Seboldl Educação> Ensino Superiorl 10/12/2010 lAcessos: 238
    Maria Aparecida Franco Maganha

    O trabalho tem como objetivo refletir a importância da Filosofia e sua utilização na teoria e na prática enquanto uma busca constante para a formação do pensar sobre questões existenciais de forma crítica e consciente. Procurou-se estudar as correntes que influenciaram o próprio ato de conhecer, e então fazer uma pequena reflexão sobre os pensamentos que influenciaram a historia da filosofia.

    Por: Maria Aparecida Franco Maganhal Educação> Ensino Superiorl 04/11/2012 lAcessos: 103
    Gisele Leite

    Breve intróito sobre a teoria geral do direito, novamente de cunho didático.

    Por: Gisele Leitel Direito> Doutrinal 14/02/2010 lAcessos: 841

    RESUMO: Prefácio da 17° edição Cursos de Paula Baptista, Lopes da Costa, João Mendes Junior, João Monteiro, Manuel Aureliano de Gusmão, Gabriel de Rezende Filho, José Frederico Marques e Moacyr Amaral Santos.

    Por: DINEIA D SZA CSTAl Direito> Doutrinal 09/07/2012 lAcessos: 747
    RICHARD E. S. D'AVILA

    Esta obra aborda a idéia da inversão da sociedade atual, onde depois depois de sua leitura, ou frente a suas reflexões tendemos a enchergar nossa crise de identidade.Nossa "Deusa" publicidade se encarrega de seduzir corpos e almas em nome de um sistema econômico o capitalismo, que em sua sede desmedida torna-se globalização, do desesperol.

    Por: RICHARD E. S. D'AVILAl Educaçãol 27/06/2010 lAcessos: 725

    Esta pesquisa teve como propósito o estudo do dilema da teoria social, através de pesquisa qualitativa e, uso de técnicas bibliográficas e documental, baseados nos trabalhos científicos de Dalbosco (2010), Carvalho (2013), Lília (2009), Morigi (2004), Netto (2012 e Maia apud Connell (2009).

    Por: Carlos Queirozl Educação> Ensino Superiorl 27/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Foi exatamente em tal contexto social e político que se desencadeou o cenário do Romantismo naquele país, possibilitando o nascimento de várias obras literárias, fundamentais ao desenvolvimento do Romantismo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 24/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Não resultamos diretamente deles, mas parentes próximos. Numa acepção moderna, primos, o que significa muito para a comparação das espécies, a ponto de afirmar que, geneticamente, somos a mesma espécie.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 23/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Há uma arte projetiva. A linguagem é o mecanismo auxiliar. Da metodologia de projeção. Naturalmente. Não se projeta de qualquer forma. Porque são milhares de projeções. O que é o conhecimento fenomenológico. Em parte pelo menos. Produção de uma ilusão do entendimento.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/09/2014
    Carla Ravaneda

    A importância da boa formação da docência brasileira, aspectos determinantes na graduação, a importância do estágio supervisionado nos cursos de licenciatura.

    Por: Carla Ravanedal Educação> Ensino Superiorl 11/09/2014 lAcessos: 14
    Zilda Ap. S. Guerrero

    O modelo de aluno que temos hoje em sala de aula, nem de longe lembra- nos os moldes dos alunos dos tempos da escola tradicional, não e somente nas escolas públicas, mas também em diversas escolas particulares e de grande renome no mercado educacional. No entanto, há uma forte contradição entre as aulas ministradas em sala de aula; as quais na grande maioria recheadas de conteúdo e parca praticidade, e quase ausência de contextualização das aulas. Urge então mudanças didáticas na escola atual.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Ensino Superiorl 10/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O artigo tem como objetivo explicar a funcionalidade do mundo dos vírus. Para tal é necessário uma análise de suas principais características, a definição fundamental da mecanicidade funcional evolutiva dos parasitas.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 08/09/2014
    Ana Paula Assaife

    Este artigo analisa as dificuldades encontradas pelos docentes em sala de aula para o uso das tecnologias voltadas para educação. Estudos sobre a modernidade mostra que esta dificuldade é muito comum nas universidades públicas do Estado do Rio de Janeiro. Temos por objetivo analisar os impactos da modernidade sobre a universidade e seus desafios. .Conceituar Modernidade e estudar novas prácticas para o l uso da tecnologia no processo ensino/aprendizagem.

    Por: Ana Paula Assaifel Educação> Ensino Superiorl 04/09/2014 lAcessos: 18
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Não existe apenas uma pedra. Concepção axiologicamente pobre. De uma ideologia liberal. São centenas de trilhos cheios de curvas. Com hermenêuticas irracionais. Voltadas para metafísicas transcendentais. Cujo objetivo é impedir as mudanças sociais.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 28/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Foi exatamente em tal contexto social e político que se desencadeou o cenário do Romantismo naquele país, possibilitando o nascimento de várias obras literárias, fundamentais ao desenvolvimento do Romantismo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 24/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Ist maine dasein. Estar nesse mundo. Por um tempo. E não por outro. Como fantasia. Res extensus cogito. A extensão da inteligência. Die fantasie von zeichen. A fantasia dos sinais O que devo dizer. Dominus sapienitum

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 24/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Não resultamos diretamente deles, mas parentes próximos. Numa acepção moderna, primos, o que significa muito para a comparação das espécies, a ponto de afirmar que, geneticamente, somos a mesma espécie.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 23/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Há uma arte projetiva. A linguagem é o mecanismo auxiliar. Da metodologia de projeção. Naturalmente. Não se projeta de qualquer forma. Porque são milhares de projeções. O que é o conhecimento fenomenológico. Em parte pelo menos. Produção de uma ilusão do entendimento.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O Significado do Homem. Tudo que restará do homem. Será tão somente a linguagem. O restante a ficção do esqueleto. O invólucro derretido. A linguagem não tem alma. No passado apenas a memória. Solidificada no cérebro.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 17/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Como refletiu pessoa. O resto é gente. Que pensa ser alma. Complica, fala e vê. Tira o sonho e a calma.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 14/09/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Quem é o homem. Apenas um agregado de átomos. Continuidades de células. Por dentro um invólucro químico. Substancialidade perpétua. Na sua interminável repetição.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 09/09/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast